P
Parasita Psicótico


A Academia HS é uma aliança designada a ensinar e fazer eventos sociais entre príncipes e princesas de vários reinos aliados, nobres de todos os reinos também matriculam seus filhos neste ambiente. A cada reino aliado, é obrigatória á presença de pelo menos um príncipe ou princesa. Os membros da realeza de diversos países do mesmo continente vão estar juntos em ambientes, fazer amizades e laços que eventualmente se refletiram na política e a interações entre os reinos. [História disponível: Inkspired, Wattpad e Spirit, se ver fora desses aplicativos ou em outra conta que não seja essa, denuncie é plágio.]


LGBT+ 13 yaşın altındaki çocuklar için değil.

#romance #LGBT #Gay #academia #bissexualidade #homossexual # #reis #romancegay #rainhas #personagensoriginais #girlslove #travesti #herdeiros #Boyslove #guardareal
5
858 GÖRÜNTÜLEME
Devam etmekte - Yeni bölüm Her 30 günde bir
okuma zamanı
AA Paylaş

Prólogo.

"Você entrará para a academia real e fará contratos e laços para o nosso reino"

Ele acena para o líder do exército real.

"Se prepare, amanhã você viajará"

Mais uma vez o primogênito acena em concordância.

Após a liberação de seu preceptor, sua alteza, Igor se retira do local.

Alguns soldados o escoltaram para seu quarto, empregados aparecem para ajudar nas preparações.

"Quando voltar, nos conte como é lá" Curioso, diz um dos soldados amigo do príncipe.

"Sim, não esqueça de aproveitar" Abby a filha do capitão chega "Além das alianças faça amigos ouviu? Príncipe antissocial" Murmura a última frase.

"Contarei a vocês" Direciona o olhar para a dama "Os contratos não são suficientes?"

"Ai criança ingênua, estou falando por você, amizades são importantes e você deve tentar e dar uma chance" Suspira escorada na porta, esse príncipe precisa de muita ajuda "O que você seria sem a gente"

"Arrumei suas coisas para a viagem" Russell, um dos empregados, mostra a bagagem enquanto sorri.

"Obrigado, agora por favor se retirem para que eu possa me arrumar"

"Hm? Ata, venham" Abby sai junto da maioria das pessoas, quando já está longe o suficiente, para Igor não ouvir ela continua a falar "Eu sinto pena do nosso príncipe, os pais deles são ocupados até mesmo para avisá-lo" Cruza os braços com irritação.

"Não fale assim, alguém pode ouvir" Grant o primeiro soldado a ter comentado antes, se preocupa "Apenas o príncipe permitiu, não darmos importância ao tratamento"

"Eu sei, mas eles são tão irresponsáveis, e sempre jogam a culpa no trabalho" Passa o olhar na decoração do castelo "A alteza se esforça tanto, mas não recebe nenhum agrado ou elogio, na verdade nenhuma atenção"

Grant acena "É ele é até muito gentil, e pelo menos o seu pai ajuda, se não ele seria muito solitário"

"Sim meu pai sempre gostou do Igor, espero que não tenha só mimadinho naquela academia"


-


"Tu vai para a academia, amanhã de manhã." Ele imitou a voz mais grossa e de tom antigo do Rei.

Arius franziu às sobrancelhas, "Não insulte Sua majestade." Advertiu ao jovem príncipe.

Erguendo a cabeça e olhando para encarar o rosto do guarda pessoal, deu uma risada sarcástica, "Ah sim, perdoe-me, se não quero me casar às custas de terras ou ouro nenhum." Desdenhou.

Um silêncio monótono se instaurou no ambiente, o guarda real apertou o punho se sentindo culpado, "Sua Alteza, terceiro Príncipe.. eu.." Com uma voz baixa ele lamentou.

Os olhos pretos do terceiro príncipe encararam cruelmente o rosto de seu guarda, "Não entenda mal, não estou irritado contigo, vamos esquecer isto por agora. Diga-me onde é essa academia.." Bufou, esquecendo sua etiqueta e chutando a saia do vestido com os pés.

Um som alto chegou da porta, uma figura praticamente idêntica ao terceiro Príncipe entrou, vestido em uma roupa formal, "Kensuke! Realmente ser exilado para essa academia é oque queria?" Só haviam duas pessoas dentro do quarto, o terceiro Príncipe e seu guarda pessoal, em passos pesados se aproximou das duas figuras.

Abaixando os olhos e ignorando a entrada dramática do irmão, Kensuke pegou um doce com às pontas dos dedos, a mesa a sua frente estava recheada de sobremesas deliciosas, "Kenichi, está exagerando." Comentou antes de morder um pedaço do doce em mãos.

Arius estava confuso com a mudança de clima inesperada, então ele finalmente pôs a mão no peito e curvou às costas, cumprimentando, "Sua Alteza, segundo Príncipe" Disse respeitosamente.

Kenichi olhou para ele por um único segundo e acenou com a cabeça, voltando seus olhos para o irmão gêmeo, "É você que está exagerando, se vestindo como uma senhorita por aí, apenas para espalhar rumores! Isso é fugir das suas obrigações como Príncipe, deste país!" Ele cruzou os braços.

Kensuke franziu os lábios e olhou na direção do segundo Príncipe, "É fácil para tu dizer isso, nosso pai o casou com uma senhorita que gosta de você e você dela!" Morde os lábios com raiva, seu irmão se casou com amor, porque ele não poderia?

Kenichi fechou a boca e uma leve vermelhidão tomou conta da suas bochechas, ".... B-bom.. de qualquer forma, ir para esse lugar não é bom!" Colocando a mão perto do rosto tossiu levemente.

O terceiro Príncipe revirou os olhos, "Porque diz isto?" Mesmo com preguiça de ouvir, ele se dispôs a escutar, os motivos do irmão.

A pessoa em frente finalmente se acalmou, respirou fundo e disse, "É muito longe e perigoso ir lá, além disso tudo o que aprender lá pode ter aqui. Ademais, é ruim encontrar com aqueles de outros reinos, você nem pode falar a língua deles do que adianta?" Deu de ombros, com um sorriso meio torto.

Kensuke suspirou e cruzou às pernas, endireitando sua coluna seguidamente, com um olhar julgador, Kenichi percebeu que seu irmão o olhava como se ele fosse estúpido, "Isso não é só uma desculpa sem cabimento? Acha que não sei que sua noiva está indo pra lá e quer ir junto para que fiquem sozinhos, tu acha que vou me intrometer entre vocês, pois saiba que não me interessam nenhum pouco." Revirou os olhos, "E idioma, sério? Essa foi a mais engraçada frase que ouvi, o continente tem uma língua oficial obrigatória, para que?" A forma como seu irmão gêmeo agia o irritava profundamente, agindo como se ele fosse estúpido ou algo do gênero, "Correr perigo? Como membros da realeza, não estamos sempre correndo algum perigo?" Por fim ele se calou, calmamente pegando a sobremesa novamente e mordendo com gosto.

Kenichi fez uma careta, olhou para Arius e disse, "Como amigos de infância, pode tentar me ajudar?" Ele pediu.

Arius olhou para Kensuke que comia calmamente, então voltou a olhar para Kenichi, "Desculpe-me sua Alteza.."

O segundo Príncipe bateu o pé no chão com raiva, deu às costas e saiu, exatamente como entrou.

----

desenho do prólogo no twitter: @plehcozida.

29 Temmuz 2021 01:16:21 1 Rapor Yerleştirmek Hikayeyi takip edin
2
Sonraki bölümü okuyun Capítulo 1- Os portais de teletransporte.

Yorum yap

İleti!
IN Isadora Nogueira
Caralho história foda
July 29, 2021, 02:28
~

Okumaktan zevk alıyor musun?

Hey! Hala var 1 bu hikayede kalan bölümler.
Okumaya devam etmek için lütfen kaydolun veya giriş yapın. Bedava!

İlgili Öyküler