thais-victor1618959815 Thais Victor

A vida de Amélia sempre foi bem complicada, principalmente quando sua melhor amiga Inês, partiu para estudar na Europa. Dez anos se passaram e ela se transformou em uma linda dama, mas Inês também cresceu e retornou para o Brasil colonial, para a alegria de Amélia!Mas não somente Inês voltou para o Brasil,o lindo conde de York também estava viajando à negócios com o pai de Inês. Quando o encontrou,seus olhos azul-gelo hipnotizaram Amélia e logo,os dois iniciaram uma ardente paixão. Mas o destino não colaborou muito com essa paixão e pouco tempo depois, Amélia e Peter foram separados por uma injustiça. 5 anos depois, Amélia se vê obrigada a deixar o país e ir para a Inglaterra,mas o que ela não sabe, é que o mesmo destino que os separou, irá juntá-los novamente. #serie corações brasileiros


Tarihi 13 yaşın altındaki çocuklar için değil.

#De
1
3.3k GÖRÜNTÜLEME
Devam etmekte - Yeni bölüm Her hafta
okuma zamanı
AA Paylaş

Onde a história começa

Amélia nasceu na casa de dois estranhos,na verdade,sua mãe,Rute,deu à luz a caminho de sua casa,mas,dois vizinhos muito generosos,ao verem a situação daquela mulher,se compadeceram dela,a levaram para dentro de sua casa e chamaram um médico.

Rute tinha cabelos ruivos e olhos castanhos,mas, Amélia era muito diferente dela,tinha cabelos castanhos-escuros e olhos castanhos-claros,igual o seu pai.

Ângelo era um pai ruime um marido pior ainda,ele era um soldado da guarda real e raramente estava em casa.

Amélia era uma menina doce, ingênua e inocente,acreditava em fadas,sereias e em contos de fadas,ela sempre brincava com sua vizinha Inês,quando ambas tinham a mesma idade.Ela tinha cabelos pretos e olhos azuis-escuros, não tinha mãe e seu pai era um homem rico e muito ocupado,ele não era um bom homem,era egoísta e caprichoso.

Amélia, Inês e a ama de Inês,sempre iam a um bosque que fica na esquina de sua rua e enquanto Adelaide,a ama,se sentava em um banco e se entretia lendo romances góticos,as duas meninas davam asas à imaginação e brincavam durante toda manhã,fingiam que eram sereias que precisavam urgentemente salvar seu reino de uma bruxa má ou que eram duas princesas perdidas que salvavam a si mesmas das torres.

-Inês,eu sei como vencer esse monstro para sairmos daqui!

-Como?-indagou

-Eu vou jogar uma poção mágica nele e ele vai virar um ratinho bem pequenininho.

-Pequenininho assim?-perguntou Inês,fazendo gestos com as mãos.

-Menor ainda!-gritou animada.

-Amélia, não deve gritar, é feio! Você é uma mocinha!-repreendeu a ama.

Amélia tinha uma terrível mania de gritar e de falar alto.

-Ai, tá bom, tá bom!-reclamou-Então, Inês, você vai distrair ele enquanto eu preparo a poção, tá?

-Eu?!Mas ...

-Sem mas! Inês, é o único jeito da gente sair da torre e ir para o nosso reino e governar como as mais lindas e espertas princesas de todas!

-Humm-disse Inês, pensativa-Mas para governar, não precisamos de príncipes?

-Não mesmo,minha cara, nós seremos independentes e faremos uma revolução!

-Revolu...o que?-indagou

-Revolução, Inês.O nosso reino nunca mais será o mesmo,sabe?

-Ah,agora entendi.-depois de muito refletir,enfim disse-Tá bom,eu distraío ele!

-Ótimo!-Gritou Amélia, empolgada.

Com tantos gritos,a ama,em um certo momento,parou de ler e começou a prestar atenção na estranha brincadeira das meninas.

Amélia arrancou umas folhas de uma moita,recitou algumas palavras sem sentido algum e jogou em cima do "monstro" imaginário.

-Olha Inês!Agora podemos sair daqui!

-Sim!Vamos governar Celesti!-Gritou,mal contendo o fôlego.

A ama, completamente intrigada e sem entender mais nada,perguntou:

-Celesti?

-Sim, é o nosso reino mágico!-explicou Amélia.

A ama,desistindo de tentar compreender,voltou à sua leitura

-Mas ... Amélia,o reino é muito longe,vai levar dias,meses e até anos para chegarmos lá.-disse,fazendo uma cena dramática.

-Humm, é verdade...-ela sentou sob uma pedra e parou para refletir-Já sei!

-É mesmo?-pulou esperançosa.

Amélia assentiu com um sorriso traiçoeiro.A amiga,compreendendo o sorriso enigmático,se aproximou e perguntou:

-O que tem em mente?

-Está vendo aquela senhora ali?-indagou apontando com o dedo indicador para a ama.

-A Adelaide?

-Não!Olhe bem, é a bruxa má que nos trancou aqui dentro.

Inês,com um olhar desconfiado e começando a entender o que Amélia queria,disse:

-O que vai fazer?

-Vou transformá-la em um lindo cavalo para conseguirmos chegar em Celesti.

-Tem certeza de que é uma bruxa?-perguntou,temerosa.

-Uma bruxa má, Inês, é uma bruxa M-Á.Nem toda bruxa é má,eu,por exemplo,sou uma bruxa boa.

-Humm,pensando bem,ela sempre briga comigo e acho que no fundo,eu sempre desconfiei disso.

-Ela merece ser punida!-Gritou.

-Sim!

A ama ergueu os olhos do livro e olhou para ver o que estava acontecendo,quando,num piscar de olhos, Amélia pegou algumas folhas sujas do chão e jogou em seu vestido.

-Amélia Almeida de Souza!Que diabos é isso?!-rugiu.

-É uma poção mágica.-disse com uma extrema calma.

-Isso não se faz, Amélia!Veja só como você deixou o meu vestido!

-Mas é só lavar!-disse com impaciência.

-Amélia,eu vou contar tudo isso para os seus pais e eles vão ficar muito desapontados!

-Me desculpa,tia Dê.-um apelido da ama-Eu não queria sujar o seu vestido.-disse,com a cabeça baixa.

A ama se compadeceu dela e disse:

-Ora, está tudo bem, Amélia, só não faça mais isso, está bem?

A menina assentiu com a cabeça.

-Parece que vai chover,-disse,Adelaide olhando para o céu-é melhor irmos,meninas.

-Tia Dê,eu posso brincar na casa da Amélia?-perguntou

-Inês,hoje você precisa tomar um banho e se arrumar,porque teremos convidados está noite.








21 Nisan 2021 16:11:14 2 Rapor Yerleştirmek Hikayeyi takip edin
0
Sonraki bölümü okuyun Sra.Cardoso

Yorum yap

İleti!
Henüz yorum yok. Bir şeyler söyleyen ilk kişi ol!
~

Okumaktan zevk alıyor musun?

Hey! Hala var 11 bu hikayede kalan bölümler.
Okumaya devam etmek için lütfen kaydolun veya giriş yapın. Bedava!