mschneider21 Margot Schneider

Estórias que a Escola se Esquece de Contar - O Mundo - 7 O texto conta de onde veio a expressão do título da história. No final do texto, há um curto teste divertido para o leitor.


Kurgu Olmayanlar Tüm halka açık.

#Quartel #cinismo #Abrantes #Portugueses #Napoleão #General-Junot
Kısa Hikaye
0
1.1k GÖRÜNTÜLEME
Devam etmekte
okuma zamanı
AA Paylaş

Tudo como dantes no quartel d’Abrantes


Às vezes temos que olhar a realidade de frente, e negá-la.“

Garrison Keillor


Pouco depois de eclodir (acontecer) a revolução francesa, 1789, o francês Jean-Andoche Junot, então com 20 anos, alistou-se voluntariamente no exército. Tornou-se secretário de Napoleão Bonaparte e por se mostrar muito corajoso, Junot logo conquistou a admiração e o reconhecimento de Napoleão. Participou de várias batalhas ao lado dele e sempre se destacou bravamente. Foi promovido a general e ocupou várias funções políticas diferentes, como governador de Paris em 1801 e embaixador da França em (Lisboa, capital de) Portugal, em 1804.

Em abril de 1805, teve a oportunidade de conhecer o príncipe regente, Dom João VI e toda a família real. E qual não foi sua surpresa quando viu a figura de Dom João VI! Na volta do tal encontro, confidenssiou (contou em segredo) a seu diário: “Meu Deus! Como é feio! Como é feia a princesa! Meu Deus! Como são todos feios! Não há um só rosto gracioso entre eles, exceto o do príncipe herdeiro.”. Note que o príncipe herdeiro não era o príncipe regente. Neste mesmo ano o General Junot teve que largar a posição de diplomata em Portugal para se juntar à Napoleão em outras batalhas.

Tempos mais tarde Napoleão impôs à toda Europa o que se chamou de Bloqueio Continental, que era a proibição a qualquer forma de comércio (compra e venda de mercadorias) com a Inglaterra. Por não ter qualquer interesse em cessar (parar) o comércio com a Inglaterra, Portugal resolveu desobeder as ordens do homem mais poderoso do mundo naquela época e como consequência o país foi invadido pelos franceses. O francês general Junot, braço direito de Napoleão, voltou por essa razão em novembro do ano de 1807 à Portugal, mas desta vez não como amistoso (amigo) diplomata, mas como inimigo de Portugal. Antes porém de invadir Lisboa, a capital do país, onde se concentrava a família real, Junot resolveu instalar seu quartel general em Abrantes, cidade que fica a 152 quilômetros de Lisboa, na margem do rio Tejo, famoso rio que corta Portugal.

Junot tomou facilmente o governo da cidade de Abrantes e não encontrou qualquer resistência. Isso, porque sabendo que ele já estava a caminho de Abrantes, e logo invadiria Lisboa, o príncipe regente de Portugal, Dom João VI, já havia orientado a todos que recebessem os franceses sem qualquer hostilidade. Ao contrário! Foi-lhes recomendado que os recebessem bem, com respeito e até com banquetes e homenagens.

Enquanto os franceses tomavam fôlego em Abrantes, comendo bem, descansando e se recuperando depois da longa jornada, a família real portuguesa fugiu para o Brasil e com medo do que pudesse acontecer naquele país desgovernado, ninguém se opunha ao novo governo do francês general Junot. O que ele dizia era o correto, o que ele queria era uma ordem.

Napoleão Bonaparte então resolveu conceder a Junot o título de Duque de Abrantes. Como não foram os portugueses que concederam este título a Junot, eles posteriormente (depois) se recusaram a reconhecer sua validade. Mas àquela época, por conveniência, o general passou a ser conhecido como Duque de Abrantes.

Todos em Abrantes fingiam viver na mesma paz que viviam antes de serem invadidos pelos franceses. E por conta dessa ironia é que quando indagavam (perguntavam) a um abrantino (que pertence a Abrantes) como andavam as coisas por lá, a resposta era invariavelmente a mesma: “tudo como dantes no quartel d’Abrantes”, que quer dizer, “está tudo como era antes, nada mudou”.


Notas:


Garrison Keillor: Autor norte-americano, contador de estórias, humorista, colunista, musicista e principalmente uma personalidade do rádio. Nasceu em agosto de 1942. Ele é conhecido como o apresentador do show ao vivo da Rádio Pública de Minesota chamado “A Prairie Home Companion”. Minesota é um estado dos Estados Unidos. Quando ele dissse a frase “Às vezes temos que olhar a realidade de frente, e negá-la.”, ele certamente brincou, passando a idéia de que às vezes, para amenizar nosso tormento, é mais conveniente não aceitar a realidade. Mais ou menos como parece terem feito os portugueses de Abrantes. Apesar de ter seu país de um dia para o outro totalmente controlado pelos inimigos franceses, e não ter mais idéia do que lhes reservava o futuro, repetiam para todos que nada havia mudado; que tudo era igual a antes no quartel de Abrantes.

Teste seu conhecimento:


1 – Para quem trabalhava o militar francês Jean-Andoche Junot?

1. Adolf Hitler;

2. Hirohito;

3. Napoleão Bonaparte;


2 - Em que ano eclodiu a revolução francesa?

1. 1789;

2. 1987;

3. 1234;


3 – O que foi o Bloqueio Continental?

1. Foi a proibição imposta por Napoleão a qualquer forma de comércio com Portugal;

2. Foi a proibição imposta por Napoleão a qualquer forma de comércio com a Inglaterra;

3. Foi o bloqueio imposto por Napoleão a qualquer importação de produtos da Inglaterra; Ninguém mais na França poderia tomar chá;


4 - Aonde morava a família real portuguesa antes de fugirem para o Brasil?

1. Na ilha da Madeira, cidade de Portugal;

2. Em Lisboa, capital de Portugal;

3. Em Abrantes, cidade de Portugal;

09 Mart 2021 15:08:47 0 Rapor Yerleştirmek Hikayeyi takip edin
0
Devam edecek...

Yazarla tanışın

Margot Schneider Margot Schneider é o pseudônimo adotado pela escritora brasileira, nascida em Santos. Mudou-se para São Paulo, estudou Ciências da Computação o que lhe permitiu mais tarde trabalhar como desenvolvedora de sistemas de informação na Suíça, onde mora desde o ano 2000. A escritora adora tocar piano, violão, ler, viajar, conhecer gente, conversar, aprender outras culturas, novas línguas e atualmente só usa os computadores para trocar e-mails e escrever, mais uma paixão descoberta.

Yorum yap

İleti!
Henüz yorum yok. Bir şeyler söyleyen ilk kişi ol!
~