badcherry- Cherry

Faziam-se dois anos, e sem ela ao seu lado, era uma saudade que o torturava. E Sasuke, iria fazer questão de resolver quando voltasse para Konoha - e ele o fez acontecer naquele dia. Na verdade, todos os dias e continuou matando suas saudades de Sakura numa longa viagem, mas desta vez, finalmente ao lado dela. Sasuke não pensou duas vezes e decidiu que estava na hora para pedi-la em casamento. Agora, ele tinha alguém para voltar. Fanfic SasuSaku | UN | Blank Period | Pós-Sasuke Shinden Postada também no Spirit Fanfics e Wattpad.


Romantizm Young Adult Romance Tüm halka açık.

#sasusaku #sasuke-uchiha #sakura-haruno #naruto #romance
Kısa Hikaye
0
4.0k GÖRÜNTÜLEME
Tamamlandı
okuma zamanı
AA Paylaş

Capítulo Único

My only love Annoying.

Por CerejaChan


Alguém que me mostrou o significado da palavra "Amor" que me trouxe a alegria todos os dias, sem desistir de mim.



—Case-se comigo, Sakura.– O moreno virou o rosto de lado, e em sua face encontrava-se um pequeno tom avermelhado em suas bochechas. A rosada arregalou os olhos verdes surpresa, ao mesmo tempo admirou achando o quão fofo e lindo ele ficava envergonhado.


Sasuke-Kun...

Ele... Quer se casar?

... Comigo?



Não era a primeira vez que ele se demonstrava ser tímido. Somente ela tinha o privilégio de ver e conhecer, pois a cada dia que se passava ela podia conhece-lo cada vez mais e desde então, viu quem ele realmente era, e por trás de sua face não existia um homem sério e frio.



Existia, um homem tímido que adorava provocar e zombar, sabia ser carinhoso, cuidadoso e intenso.




Aquele ali bem na sua frente era o verdadeiro eu de Sasuke...O seu Sasuke.



—Sasuke-Kun... Nós estamos apenas com dois mêses de namoro.- Disse ela timidamente, não imaginou que iria se casar tão cedo assim.



Alguém que lutou por mim todos esses anos, sem ao menos se importar com a escuridão e o mostro que um dia existiu dentro de mim.

Ela correu para meus braços me dizendo o quanto me amava, enquanto eu a empurrava para bem longe.



O moreno deu deu seu costumeiro sorriso ladino, os olhos negros a olhava intensamente.



— Tsc, não seja irritante.- O seu tom era zombeteiro, algo que se tornou muito comum entre ambos.



— Sim, eu sou. A Irritante que você pretende se casar.- Brincou a mulher de cabelos rosados com um belo sorriso convencida. — Ou já se arrependeu Sasuke-kun?, terá que procurar outra pessoa que te ature.- Aumentou o sorriso.



Porém, o sorriso dele se desfez e a expressão no rosto dele ficou sério, e ela xingou-se.



"Merda, acho estraguei o momento, sou uma idiota."



Alguém que lhe ensinou como amar e ser amado, lhe mostrou que valia apena cada momento ao lado dela.

Senti-a me tolo, por tê-la afasta do de mim, mas o medo de machuca-la era muito maior, eu precisava mantê-la segura.


— Não pense demais. - Ouviu ele murmurar, e logo em seguida surpreendendo Sakura quando a única mão de Sasuke lhe puxou pela cintura apertando-a mais contra si a impedindo de correr para fugir – caso o fizesse.



Olhando-a nos olhos, e sussurrou mais para si mesmo, mas ela conseguiu ouvi-lo.



— Não acredito que vou dizer isso...- Fechou os olhos por alguns segundos e suspirou logo em seguida.



— Dizer o que Sasuke-kun?. - Sussurrou de volta, os olhos dela piscavam sem entender com a expressão de curiosidade.



Sasuke abriu os olhos, e não deixou-se de admirar a bela mulher. Sakura, sempre foi bonita aos seus olhos e nenhuma outra jamais conseguiu chegar aos pés dela – elas jamais chegariam.



Alguém que eu jamais soltaria novamente, prometendo a mim mesmo que recompensaria por tudo e me desculparia por ser o motivo de seu sofrimento.

Eu queria que ela odiasse, mas fico feliz em saber que seu amor por mim nunca mudou e só se tornou mais forte, assim como ela. O que me enchia de esperança para recomeçar ao seu lado.


— Sakura...- ele ficou alguns segundos parecendo procurar as palavras certas para responder. O Uchiha não queria magoa-la, estava disposto a confessar sem hesitar. Sakura permaneceu em silêncio esperando ele continuar. — Para mim, só existe você... Sempre existiu. – Sasuke sem esperar uma resposta, beijou-lhe os lábios que ele tanto ansiava, afinal, não precisava de uma resposta para nada, sabia o quanto ela queria assim como ele.



Sakura sorriu entre o beijo calmo e apaixonado, nenhum dos dois tenham pressa. O seu coração, que batia forte com tamanha felicidade por dentro, não sabendo como explicar. Estava sendo beijada pelo homem que mais amou, era como se estivesse sonhando novamente — a melhor coisa do mundo.



Faziam-se dois anos sem ela ao seu lado era uma saudade que o torturava, e iria fazer questão de resolver quando voltasse para Konoha — e ele o fez acontecer naquele dia. Na verdade, todos os dias, e continuou matando suas saudades de Sakura numa longa viagem, mas desta vez, finalmente ao lado dela.



Alguém que gritou ama-lo e lhe prometera faze-lo feliz, estaria sendo egoísta mesmo não merecendo seu amor e seu carinho.

Mas foda-se, ele a queria e faria sua, mesmo que eu sempre soube o quanto ela me pertencia.


Sakura Haruno e futura Uchiha, sempre foi sua e ele não iria mais negar para si mesmo, sentia-se orgulho por tê-la consigo.



Tsc...sempre sua.



Se separaram pela falta de ar. Sasuke tirou a mão que estava na cintura dela para pegar na mão de Sakura entrelaçando seus dedos, começando andar ao lado dela sem se importar com os olhos curiosos.



A mesma sorriu corando e em silêncio deixou-se ser guiada por ele, já sabendo o local para onde ambos iriam.



Pelo menos agora, ela estava livre daqueles parasitas malignos que faziam questão de aparecer ao seu redor.


E se aparecer, bem... Nada que um Amaterasu não resolva.



Uchiha Sasuke não era possessivo, apenas cuidava e protegia o que lhe pertencia.



Leitoras, já podem imaginar ele sorrindo de canto totalmente orgulhoso e vitorioso.


Alguém que iria amar, sem medo e sem o ódio.

Alguém que faria de tudo para protege-la.

Alguém que beijaria os lábios e faria amor pro resto da vida.

Alguém que o fazia sorrir verdadeiramente.

Alguém que preenchia sua existência que antes era vazia.



Eu te amo Sakura...Obrigado por tudo!






Alguns meses depois no distrito Uchiha...




— Sakura?


— Sim?


— Naruto me disse que você já foi convidada para muitos encontros.

— Ah bem... Sim, eu já fui.

— Já aceitou?.

— Aceitou o que?.

— Ir á um encontro?.

— Oras Sasuke-kun, por que você está me fazendo essas perguntas?

— Apenas me responda, Sakura. Sim ou não?

— Claro que não! Nunca consegui aceitar.

— Sério?.

— Sério.

— Hn.

— Por que?

— Por que? o que?

— Por que quis saber sobre se eu já aceitei sair em um encontro?

— Hn, nada demais.

— Sasuke-kun, me diga eu respondi sua pergunta, agora resposta a minha.

— Tsc...Não sei explicar.

— O fato de eu aceitar sair com outro iria te incomodar não é?

— Eu não vou responder isso.

— Então, isso é um sim?.

— Não seja irritante.

— Relaxa Sasuke-kun. Eu te amo você sabe disso. Aliás, o mundo inteiro.

— Menos aqueles parasitas malignos.

— O que quis dizer com "menos aqueles parasitas malignos" Sasuke-kun?

— Nada.

— Responda!

— Sakura, apenas vamos voltar no que estávamos fazendo?

— Oras, foi você que parou.

— Tsc, Irritante.

— Sasuke-Kun, não faça isso.

— Não faça isso o que?

— Não morda meu pes-- AIIII!!!

— Tarde demais.

Pronto, agora sim que nenhum parasita maligno iria aparecer diante dela novamente. Porque, apenas ela Haruno Sakura a mulher que sempre será o seu único amor irritante.


Possessivo? Não, como já havia dito antes :


Ele apenas cuida e protege aquilo que sempre lhe pertenceu.

01 Haziran 2021 00:10:55 0 Rapor Yerleştirmek Hikayeyi takip edin
0
Son

Yazarla tanışın

Yorum yap

İleti!
Henüz yorum yok. Bir şeyler söyleyen ilk kişi ol!
~