suelen_hatake Suelen Hatake

Mortos...? Eles não podem estar mortos... Eu não pude fazer nada.... Não consegui proteger minha família... Hinata... Hiro.... Daisuke... Naomi... Meu filho... Me desculpem.... Me desesperei, eu... não posso viver sem eles.... p-por favor estejam bem.... -“Os aproveite ao máximo, cada dia, cada momento, cada segundo, com sua família! pois um dia a morte chega, e quando ela chagar.... não terá mais volta.”


Фанфик Аниме/Манга 13+.

#spirit-fanfic #fanfic #universo-alternativo #naruto #dia-dos-pais #sasuhina
Короткий рассказ
0
3.7k ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

Capitulo Único

Mortos...?

Eles não podem estar mortos...

Eu não pude fazer nada....

Não consegui proteger minha família...

Hinata...

Hiro....

Daisuke...

Naomi...

Meu filho...

Me desculpem....

Me desesperei, eu... não posso viver sem eles.... p-por favor estejam bem....

-“Os aproveite ao máximo, cada dia, cada momento, cada segundo, com sua família! pois um dia a morte chega, e quando ela chagar.... não terá mais volta.”

“Meu coração é um espelho que se vê quebrado

E os cacos não acho, tentei e tentei, tentei”

–Sasuke! HEY SASUKE! - Nesse momento parecia que eu estava caindo, e em um piscar de olhos eu acordei, com Hinata do meu lado me chamando - Anata, graças a Kami-sama! Você está bem?está com o sharingan ativado... - ela colocou as mãos em meu rosto, mexendo em meus cabelos, peguei em suas mãos delicadamente, e a puxei para um abracei forte.

–Sim. Agora estou muito melhor... - a peguei tão de surpresa, ficou um minuto paralisada antes de me corresponder. Quando a larguei, não esperei um segundo se quer e a beijei.

–Você teve um pesadelo? - me perguntou com aquela vozmelodiosa. Mas, nunca vou admitir que eu Uchiha Sasuke tive um pesadelo.

–Cadê os meninos?! - perguntei saindo da cama, deixando-a sem resposta

–O que, Sasuke são 03:00hs AM... Oe não me ignora!

Fui em direção aos quartos das crianças, sem me importar por estar apenas de bermuda, o dos meninos - que ficava a frente do nosso – eles dormiam tranquilamente em suas camas. Fui até a cama do Hiro, o mais novo dos dois, passei a mão em seus cabelos negros-azulados como de sua mãe. Que por falar nela, acabava de chegar na porta do quarto com nossa pequena Naomi que chorava baixinho no colo da minha Hime, que pra falar a verdade me olhava com uma cara feia... acho que acabei a acordando.

–Pa-Papai...? - meu pequeno diz esfregando um dos olhinhos com sono

–Oi pequeno... sei que esta tarde mais, que tal assistirmos um filme na tv? - nem precisei perguntar duas vesses ele abriu um sorriso e correu em direção a sala, quase caindo por conta das cobertas. - Isso serve para você também, Daisuke. Sei que está acordado. - disse próximo de sua cama, retirando a coberta do seu rosto.

–Nani!? Como você sabe? - Indico com a cabeça a mãe dele, que o dá um sinal bem especifico “estou de olhos em você.” - A intendi... desculpa.

“Meu jardim de sentimento sumindo, é estático

Flores de plástico é só o que eu vi... eu vi

Me segure (3X) em seus braços”

–Tudo bem, mais agora vamos. - Ele sai correndo, tomando cuidado apenas condo passa perto da Hina.

–O que você está aprontando?

–Nada. Só quero passar o dia com a minha família! - Disse a abraçando pela cintura beijando seus lábios e a cabecinha da nossa pequena.

–As Três da manhã? - Perguntou irônica

–É! - disse simplista – Vem com o papai?

“Quando estou ao seu lado, ao seu lado

Eu me sinto puxado, da escuridão, escuridão

Eu me sinto tão fraco

Me dê sua mão, me dê sua mão”

Quero me perder em sua face, sua face

– Então o que vai ser? - pergunto descendo escadas, segurando Naomi no braço esquerdo e de mãos dadas com Hinata.

– Homem-Aranha! / Rei leão! - Disseram os dois ao mesmo tempo.

– Que tal assistirmos “Viva: A vida é uma Festa”? Ainda não assistimos esse. - Mesmo contra gosto, os baixinhos aceitaram minha ideia.

– Bem já que é assim, eu vou fazer a pipoca, o suco e o pegar a alguns rolinhos de canela. - Na parte do doce, eu e os meninos fizemos uma levecara de nojo.

– Sério Hime? A essa hora?

–Falo o cara que tirou as crianças da cama as três da matina! - Me respondeu sarcástica. Levantei as mãos me rendendo.

– Mãe, eu quero tomate! - gritou Daisuki indo em direção a cozinha, sendo seguido pelo Hiro que gritava “eu também!”.

– E você pequena? Quer alguma coisa... em? - Sua resposta foi bem clara, ela procurava peito... nisso eu não poderia ajudar ela. - Papai vai te leva pra mamãe te dar papa, ta.

Se eu não te tenho, nada mais tenho

Então me abrace

Me segure(3X) em seus braços, em seus braços

Todo esse tempo, nesse tempo, eu me pergunto se eu me sinto me só

(Não está só)

No escuro, se vai, eu vejo alguém, eu vejo alguém

(Vejo também)

Horas Depois – 06:00 AM

– Finalmente eles dormiram...

– Ótimo, agora podemos curtir só nos dois. - Eu a beijei com vontade, a colocando deitada no sofá, mais minha alegria não durou muito...

– Espera, espera... - eu a encarei – Tenho um presente para você.

–Pra mim? Não posso abrir depois?Estouquerendo muito abrir esse! - Perguntei com malicia

–Sasuke! – me repreendeu - é sério - ficou emburrada.

–Tá, tá... pode falar.

–Eu estou...-disse pegandominha mãoe a depositando sobreseu ventre -...Gravida! - Eu não pude acreditar... iria ser pai novamente, era o dia mais feliz da minha vida. Pena que não durou tanto...

Eu te quero, mas não posso

Eu me afoguei em meus pensamentos, na imensidão de seu olhar

Por isso imploro pra me segurar

Me segure em seus braços

Todo esse tempo, nesse tempo, eu me pergunto se me sinto só, eu me sinto só

Eu vejo alguém, eu vejo alguém, me segure, mesegure...

–EaiTeme... como você está hoje? - perguntou Naruto, sem obter resposta. - AHinata... continua ainda dormindo ... Assim como você... - ele suspirou triste, bagunçando os cabelos loiros. -Os meninos estão bem! A Oba-Chamdisse que tiveram apenas algumas leves esfoliações...Kakashi-Sensei chamou a prima dele, ela disse que por terem uma mistura deDNAstão única ela teria que curá-los com um chakra único, poderia demorar alguns dias, mas eles estão estáveis! Então não terá problema... - a sala permanecia em silencio, apenas com o “PI” do monitor era ouvido, o que indicava que seu amigo estava vivo...

–Você e aHinatafizeram um ótimo trabalho... Protegeram seus filhos e ainda conseguiram derrotaram o cara! - Começou animado, mais logo se entristeceu – foi só uma pena, que vocês não saíram ilesos... - Suspirou – a Hinata estábem, mas tiveram que sedar ela, por queinfelizmente o Bebe que aHinaesperava, não sobreviveu... e ela não queria ficar longe dos filhos e de você... - Fungou, tentando segurar o choro–eu sintomuito,Teme...–Chorou.

No fim da “conversa” deNaruto com oUchiha, que mesmo inconsciente, derramou uma singela e solitária lagrima...




“Paièum super-herói que não usa capa, não importa se é um Pai/Mãe ou um Mãe/Pai! Pais defendem seus filhos, sem pensar duas vesses... passamfome... deixam de dormir... deixa de comprar algo para si paradar aos filhos. Eles podem até bater, mas eles sempre vão querer seu bem! Então não despedisse essetempo que você tem com eles!

Afinal pode não ter outrachance....” --Suelen_Hatake

30 августа 2019 г. 13:26:24 0 Отчет Добавить Подписаться
0
Конец

Об авторе

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~

Похожие истории

Больше историй

Ode to Living Things Ode to Living Things
The Fall Of His Heart The Fall Of His Heart
Time Loop Time Loop