kiefan Anna Luisa

Park Jinyoung nunca havia visto aquele híbrido por muito tempo e também não sabia seu nome até aquele encontro, não entendia como Choi Youngjae havia conseguido fugir e chegar até sua casa. Porém, sabia apenas de duas coisas... Ele não estava disposto a levar aquele híbrido de volta para o lugar de onde ele havia fugido e Youngjae era a coisa mais fofa que já havia conhecido.


Фанфик 18+.

#kpop #got7
Короткий рассказ
1
4.6k ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

Capítulo Único.

- One Shot também postada no spiritfanfiction.

Capítulo Único

Park Jinyoung não sabia o que poderia fazer.

Já fazia quase cinco minutos que ele estava encarando aquele garoto, o observando comer quase todo o cereal que havia dentro da caixa e depois tomando leite sem se importar em ficar com os lábios sujos ou algo do tipo.

Havia acordado durante a madrugada com violentos toques sobre sua janela e antes que pudesse pegar alguma arma para estar preparado contra o possível ladrão, ele se assustou ao ver que quem estava ali era um homem que aparentava ser mais novo que si.

Um homem que também tinha orelhas de cachorro, unhas que mais pareciam garras... Era um híbrido.

Híbrido esse que devia ter fugido justamente do laboratório de seu pai.

Na sociedade em que eles viviam, não era estranho que existissem híbridos a disposição dos humanos. Porém, eles eram muito usados para casais que não conseguiam ter filhos e preferiram adotar os meio humanos e meio gatinhos ― O tipo de híbrido mais comum ―, para estudos e mais estudos sobre suas condições e aqueles que não conseguiam chance em nenhuma das opções chegavam a ser colocados para serem híbridos com fins... Sexuais...

― Como me achou aqui? ― Perguntou para ele, mesmo sem saber se o outro conseguiria lhe responder ou podia entender a língua coreana.

― JaeJae viu você entrando e teve certeza de que você morava aqui. ― O híbrido balançou suas orelhas, parecendo feliz por ter acertado.

― São quase seis horas da manhã... ― Jinyoung suspirou. ― E eu cheguei em casa, antes mesmo do início da madrugada.

― JaeJae acabou dormindo perto do beco e esqueceu o horário. ― O outro começou a brincar com seus dedos.

― Está bem. ― O Park murmurou. ― Você está quer comer mais alguma coisa?

― Sim. ― O fugitivo não demorou para responde-lo. ― Ah... Por favorzinho. ― Pediu com as bochechas ficando coradas e o homem riu enquanto lhe observava.

― Como quiser. ― Jinyoung foi até um de seus armários e pegou um pacote cheio de macarrão instantâneo. ― Então... ― Ele começou a preparar a água quente. ― Como você chegou até aqui, veio sozinho?

― JaeJae achou o seu endereço na sala do seu pai e o Mak hyung me ajudou até chegar aqui! ― O híbrido coçou uma de suas orelhinhas.

O coreano suspirou novamente ao entender que ele havia tido a ajuda de Mark para fugir e conseguir chegar até sua casa. Era provável que alguma briga havia acontecido e com medo de represálias para quem não merecia, mandou o híbrido para sua casa.

Ele tinha certeza de que o Park não iria expulsa-lo ou manda-lo de volta para o laboratório para lidar com a fúria de seu pai.

― Qual seu nome completo? ― Jinyoung perguntou enquanto via se a água já estava quente o suficiente.

― Hm... ― O híbrido pegou o pingente da coleira que tinha em seu pescoço e leu com uma leve dificuldade. ― É Choi Youngjae!

― E você prefere que eu o chame com o seu nome ou por JaeJae?

― Como você preferir! ― O fugitivo tentou ser educado e o outro riu, enquanto assentia.

― Pronto, agora é só esperarmos esfriar e você poderá comer. ― O Park terminou de colocar a água sobre o macarrão instantâneo junto com o tempero.

― Jinnie... ― Youngjae lhe chamou depois de ficar quietinho e rapidamente colocou as mãos sobre a boca. ― Quero dizer... Jinyoung... ― Ele gaguejou enquanto se corrigia.

― O que? ― Sorriu fraco, observando o híbrido voltar a ficar envergonhado.

― Você vai me entregar para o seu papai? ― Ele perguntou baixinho.

― Não, JaeJae... Você ficará comigo, por enquanto. ― Jinyoung disse aquilo e acabou se assustando quando o outro pulou em seus braços e o abraçou fortemente.

Nunca havia cuidado ou ficado com um híbrido por muito tempo fora do laboratório de seu pai, mas iria cuidar do Choi e depois iria agradecer Mark por ter ajudado o fugitivo a chegar em segurança até seu endereço. 

25 октября 2018 г. 4:56:09 0 Отчет Добавить 1
Конец

Об авторе

Anna Luisa 💕💕 Sou a kiefan do spirit 💕 💕• Ficwriter • 💕 ••EXO-L•• 💕

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~

Больше историй

Ode to One More Light Ode to One More Light
Time Loop Time Loop