Pássaro sem asas Подписаться

hellemgzr Hadassa

Livre. Se pudesse descrever em uma palavra qual a sensação, seria essa. Livre. [Drabble • 100 palavras]


Короткий рассказ Всех возростов. © Direitos totalmente reservados

#original #originais #conto #social #dark #depressão #setembroamarelo #suicidio #drabble #drabbles
Короткий рассказ
6
5.1k ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

Liberdade

Passara a vida inteira numa gaiola, debatendo-se e gritando por ajuda, mas ninguém parecia ouvir. Por entre as grades, costumava direcionar seu olhar vazio para o horizonte, almejando abrir as asas para voar em direção ao azul infinito do céu.

Seu desejo se realizara. Abriu os braços e voou.

O sol brilhava intensamente, o vento soprava seu ouvido enquanto ganhava velocidade. Havia um sorriso singelo em seu rosto, uma sensação de paz que jamais sentira antes. As pessoas que trabalhavam no prédio mal perceberam o vulto pela janela.

Com um baque seu corpo encontrou o chão.

Finalmente, estava livre

28 сентября 2018 г. 19:52:02 3 Отчет Добавить 11
Конец

Об авторе

Hadassa Finjo que sei escrever e demoro séculos pra atualizar as fics. Sigam no Social Spirit~ @hellemgzr

Прокомментируйте

Отправить!
Rita Gomez Rita Gomez
Olá! Confesso que a sinopse passa a ideia de algo diferente, mais leve... fui enganada. Nossa, essas forma as 100 palavras mais tristes que já li! Falar sobre depressão e suicídio sempre é algo pesado. Não gosto muito de ler histórias com essa temática, mas me senti impelida a ler a sua. Não sei se dizer que gostei da drabble seja certo, porém gostei da poesia envolta nessas 100 palavras. A sutileza que você usou para escrever essas pequenas palavras foi significativa. O texto, além de triste, é reflexivo em demasia. Parabéns!
Saah AG Saah AG
Putz, pesadão. A temática do suicídio é sempre meio assim pra mim... Já conheci duas pessoas que se suicidaram e levaram metade da vida de muitas pessoas junto com elas... Essa drabble ficou ótima, aliás.
Kaline Bogard Kaline Bogard
Quanta tristeza em 100 palavras! Poxa, pela sinopse eu imaginava alguma coisa totalmente diferente. Vim pela visão otimista de que liberdade seria o escape de uma prisão no sentido figurado sim, mas não de modo tão definitivo. Acho que o texto tem todo um tom de quebrar correntes mesmo, é sutil e delicado, a ponto de fazer o leitor pensar "Oh, não, espero que não seja..." mas é. Creio que muitas pessoas se sintam assim, aprisionadas, a tal ponto que só enxergam uma alternativa. É tão triste... tão triste quanto conseguiu fazer seu texto ser. Parabens.
~