ageha_sakura Ageha Sakura

O mar é o maior atrativo para os piratas, principalmente para os jovens aventureiros da temida Nova Geração. Yoongi como capitão decidiu reunir uma tripulação de amigos e iniciou uma nova jornada, repleta de grandes emoções e novas amizades. Durante todo esse caminho, numa noite fria e repleta de estrelas, conheceu um ruivo repleto de espinhos como uma verdadeira rosa. [Sope!OP • OnePiece!au • OP!au • Yoongi!Pirate • Hoseok!Thief]


Фанфик Группы / Singers 13+.

#bts #onepiece #opau #onepieceau #piratas #yoongipirata #hoseokladrão #hoseokthief #yoongipirate #hopesuga #sugahope #yoonseok #sope
0
2.0k ПРОСМОТРОВ
Завершено
reading time
AA Поделиться

Único: O Alvorecer do Amor

Bom dia / Boa tarde / Boa noite


Sejam todos bem vindos a "Onda Escarlate"!


Essa foi a minha fanfic de debut no @/otsukareworld, um projeto maravilhoso de sope ao qual continuo fazendo parte.


Espero que gostem dessa história, boa leitura 💞



________________________



A pequena embarcação seguia adiante sobre o vasto mar, levando consigo jovens aventureiros em busca de conquistar a famosaGrand Line. Jovens piratas de coração puro que enfrentaram seus medos ao mergulhar nessa viagem repleta de perigos.


O capitão Min Yoongi era um garoto esperto.


Ainda muito novo, com seus vinte e dois anos e um sorriso gengival encantador, ele era a força da sua tripulação. Todos confiavam nele de corpo e alma, juraram solenemente proteger e jamais trair toda a tripulação.


Os Piratas do Alvorecer.Era desta maneira que se autodenominavam.


Uma tripulação forte, cada um com suas próprias habilidades que se completava nesse pequeno quebra-cabeça.


Durante vários dias lutaram por suas vidas, enfrentaram tantos perigos e por pouco conseguiram vencer. Todos sabiam que seria deste modo e iria piorar cada vez mais, mas não desistiriam e iriam até o fim.


Eles juraram, selaram uma aliança e por isso seguiriam sem medos.


Era uma promessa.



[...]



Jung Hoseok nunca teve uma família ou amigos de verdade. Sempre viveu sozinho mundo afora, sem medo de consequências e vivendo com um novonome.


A Rosa Espinhosa.


Era assim que o chamavam, pois sua beleza era deveras extrema, sua pele amorenada como cor do pecado e seu sorriso sedutor que levava todos a loucura.


Contudo, ao seu redor existiam muitos espinhos, eram eles que o protegiam de correr o risco de ser machucado novamente.


Uma bela rosa vermelha como a cor vibrante de seus fios e rebelde como a força de seus espinhos.


Entretanto, não era somente corações que ele roubava...


Por morar nas ruas aprendeu a roubar mercadores, alguns piratas, marinheiros e até mesmo nobres.


Seu coração ainda possuía algumapureza, esta totalmente desconhecida pelo mesmo que continuava a praticar osmesmos hábitos.



[...]



A noite havia chegado e a pequena tripulação desembarcou em uma pequena vila cercada pelo oceano.


Todos haviam ido dormir enquanto o capitão ficou de vigia.


O moreno desfrutava da imensidão ao seu redor, cercado pelo belo mar azul escuro como a noite.


As estrelas estavam colorindo o céu de ponta a ponta, transformando toda aquela paisagem em uma pintura magnífica feita pela natureza.


Ele estavaencantado!


Nunca pensou que poderia receber o privilégio de estar ali, cara a cara com toda aquela maravilha.


Era como estarapaixonado.


O mesmo sentimento de felicidade, encanto, desejo, saudade entre outros diversos sentimentos acompanhados dasdoces sensações.


Ele lembrava das histórias que sua falecida avó contava sobre amizades verdadeiras, viagens repletas de aventuras e romances proibidos. Sempre amou cada uma delas e imaginava poder experimentar tudo isso.


Todavia, infelizmente teve que impedir de sonhar mais um pouco, pois havia escutado um barulho no navio.


O susto o fez despertar rápido demais e descer com pressa para descobrir quem ousara invadir seu barco.


Ao chegar no chão pegou sua espada e começou a andar passos vagarosos, olhando para todos os lados e certificando-se de não ser pego pelo inimigo.


Continuou buscando o penetra até uma forte ventania soprar e ajudá-lo a visualizar belos fios ruivos na direção contrária da embarcação. Ele estava próximo ao estibordo, com uma pose séria e concentrada como se calculasse sua fuga junto do navio.


Sem demora se preparou e pegou o outro desprevenido, o abraçando por trás e colando a lâmina em seu pescoço como ameaça.


— Quem você é e o que está fazendo no meu navio? – Sua voz soava grossa e com alto tom tempestuoso.


O outro apenas soltou uma risada e voltou seu olhar para o Min. Continuou a olhá-lo de canto e avaliou cada mínimo detalhe como se estivesse querendo desvendar sua alma.


— Eu me chamo Hoseok e estou querendo fugir dos baderneiros que podem invadir seuqueridonavio a qualquer momento. – Seu tom era sarcástico e repleto de ironia, gostava de provocar sua vítima até a última gota.


— O que você andou aprontando,ruivinho? – Yoongi devolveu com o mesmo tom, sorrindo ladino enquanto observava o sorriso do alheio aumentar.


— Muitas coisas,meu senhor, mas se não for pedir muito poderia me tirar daqui? Eu façotudoo que você quiser. Sou todo seu. – Aproveitou a pequena distração do outro e virou-se de frente para ele, podendo assim encarar e conhecer melhor cada um dos belos traços que o mesmo possuía.


Ele era um pouco maior que o outro, mas era como se esse detalhe não existisse naquele momento. Parecia que nada importava a não ser o privilégio de estar ali, frente a frente com aquele homem.


— Tudo bem, você venceu! Eu o levo, porém durante o caminho você irá me explicar tudo sem poupar detalhes ou o congelo com a minhaAkuma no Mi. – Soltou-o e se voltou para o local onde sua tripulação dormia.


Demorou um pouco até o ruivo ouvir gritos e a movimentação aumentar tendo vários estranhos o encarando de forma ameaçadora.


Todos obedeceram a ordem do capitão e desancoraram o navio, soltaram as velas e seguiram caminho adiante para um novo lugar.


O timoneiro tomou posição e guiou o estibordo se localizando com oLog Poseem seu pulso.


Hoseok observava todos, os estava estudando e com o pouco que viu descobriu que eles eram como uma família.Uma grande família.


Virou-se de costas e observou o céu estrelado acompanhado do mar, como se ambos se beijassem no horizonte.


Uma pontada surgiu e por um momento ele desejou ter uma família também.


Afastou esse pensamento ao perceber o baixinho ao seu lado novamente.


— Pelo visto o senhor miniatura não desistiu de investigar a vida desse pobre e indefeso viajante. – O sorriso presunçoso pintava seus lábios cor de pêssego enquanto uma risada baixa era ouvida do outro.


— Preciso me certificar se você não irá fazer mal à minha família. E baixinho é meu pau!


— Só pode ser o seu mesmo porque o meu é bem grande sabe... Quer dar uma olhada pra ter a certeza? – O sorriso malicioso e o tom repleto de sarcasmo deixou Yoongi envergonhado e em resposta ele apenas mostrou-lhe o dedo do meio.


Voltaram sua visão para frente novamente enquanto o ruivo juntava forças para falar de si.


— Eu sou um ladrão... Muitos me conhecem como"A Rosa Espinhosa". – Soltou o ar enquanto acendia o cigarro para prosseguir. — Tenho uma recompensa bem alta. Os homens que eu te falei sãoCaçadores de Recompensa... Queriam minha cabeça.


— Eu sabia que minha intuição estava certa. – Sorriu fraco enquanto apoiava seu rosto na mão. — No entanto não precisa ter medo, aqui está seguro... – Virou-se para o ladrão que o fitava um pouco surpreso —Enquanto estiver aqui você faz parte da família.


O olhar direcionado ao ruivo era profundo e verdadeiro.


Hoseok soube naquele momento que Yoongi não estava mentindo.


— Então, Capitão, se eu fosse você não confiaria tanto assim em mim, eu poderia simplesmente te roubar e fugir agora. – Soltou um pouco nervoso tentando escapar daquela sensação diferente.


— Pode roubar se quiser, isso não irá mudar minha opinião sobre você. Sobre seu eu de verdade.


— Capitão nanico... Eu nunca fui apoiado em nada, fico até envergonhado. – Suas bochechas agora ganhavam uma coloração avermelhada e um suspiro escapou com a fumaça do cigarro.


— Me chame apenas de Yoongi e não precisa de vergonha... Confie na gente Hoseok, aqui você pode ser quem você é e desfazer essa barreira de espinhos em torno do seu coração.


O coração do ruivo batia tão forte. O som era tão alto e estridente que ele podia ter certeza de que Yoongi escutava cada batida direcionada a si e suas palavras repletas de afeto.


Agora ele começava a entender porquê todos os tripulantes o obedeciam e direcionavam sorrisos à ele.


Yoongi era apaixonante...


Ele era uma chama forte, quente e repleta de instinto protetor para com aqueles que amava.


E por um momento o ruivo se sentiu parte daquela família e do amor que o capitão direcionava a cada um dos integrantes dela.


— Obrigado Yoongi... Obrigado. – E, pela primeira vez naquela noite, ele direcionou um sorriso sincero para o moreno.


Aquele doce sorriso em formato de coração pintado nos doces lábios cor de pêssego fez o peito do moreno arder.


Um frio na barriga havia começado entrando em contradição com a quentura em seu peito.


Hoseok era a definição de amor...


Um amor doce, explosivo e que Yoongi amaria provar cada mínimo pedaço, caindo de joelhos nos encantos e desencantos do ruivo com belo sorriso em formato de um coração.


Um simples e belo coração.


[...]


A manhã havia chegado e Hoseok havia despertado após um pequeno cochilo que tirou a pedido do Min.


Observou o pequeno quarto do capitão achando-o aconchegante. Deixou que um pequeno sorriso brotasse em seus lábios cor de pêssego.


O Jung ainda não acreditava no que estava acontecendo, porém logo lembrou que não deveria criar fantasias em sua cabeça.


Levantou-se, lavou o rosto em uma pequena bacia e adentrou na banheira com água quentinha. Soltou um suspiro satisfeito, estava adorando aquela temperatura perfeita.


Fechou os olhos aproveitando do conforto que aquele banho estava lhe trazendo, assim deixando sua mente vagar em pensamentos distantes. Tão distantes que até mesmo ele se encontravaperdido.


Não se deu conta de como sua mente o levou a relembrar os acontecimentos da noite anterior, todavia ali estava ele novamente revivendo cada pequeno momento.


Yoongi...


Min Yoongi parecia ter se tornado um fantasma em sua vida – mesmo que ainda não houvesse de fato partido para a próxima vida.


Não sabia exatamente o porquê, porém eledesejavao Min.


Era um desejo que ele não sabia explicar, uma ânsia de tê-lo mais perto e sentir o calor que aquele corpo menor que o seu possuía.


Também sentia vontade de fazer parte daquelafamília, mas ele não podia...


Não cabia a ele se envolver num mundo, nos sonhos e na vida de pessoas que nunca havia visto em sua vida.


Ele não pertencia aquele lugar.


Após mais alguns longos minutos em reflexão o mesmo se retirou do lavabo.


Vestiu roupas que o Min havia lhe emprestado, arrumou seus fios teimosos e finalmente saiu para observar a movimentação no convés.


Surpreendeu-se com o que encontrou. Havia pessoas bebendo, outras comendo e o restante apenas tomava um pouco de Sol.


Todos pareciam se divertir em uma rotina que Hoseok não imaginou que teriam, pois na noite anterior eles pareciam tão sérios.


— Hoseok! Se junte a nós, estamos decidindo quem irá pular na prancha hoje! – O sorriso gengival que o Min lhe direcionava surtia um efeito ainda desconhecido por si.


— Pensei que vocês eram mais focados, no entanto me parecem apenas um bando de idiotas. – Comentou rindo ao sentar ao lado do capitão.


— Somos uma trupe de bobalhões! Não é só de poder e dinheiro que vivemos, Hoseok, mas de boas amizades e companheiros que aproveitem cada segundo com você. – Acariciou os fios ruivos do outro que sem perceber estava com uma coloração avermelhada em suas bochechas, o que não passou despercebido pelo Min. — Uma tripulação de piratas deve, acima de tudo, ser uma verdadeira família, companheiros para toda uma vida.


E aquelas palavras foram o suficiente para o Jung se sentir ainda mais acolhido por todos.


Ele tanto se julgou não ser digno, ser apenas um fardo e ali estava ele desejando internamente que tudo mudasse e ele pudesse permanecer ao lado deles.


Os julgou serem seus companheiros.


— Capitão nanico você tocou meu coração, deve ser um poeta nato! – Brincou o ruivo tentando disfarçar o efeito que aquelas palavras de Yoongi fizeram em si.


— Quantas vezes terei que dizer para não me chamar de nanico? Acho que seus ouvidos são apenas acessórios. – Inflou as bochechas causando risadas escandalosas de toda a tripulação.


— Me desculpe Capitão Min Nanico Yoongi, só que você é tão pequeno que caberia na minha mala de mão. – Bagunçou os fios castanhos enquanto desfrutava de uma intensa troca de olhares.


Os dois esqueceram tudo que estava ao redor, cada um dos tripulantes e seguiram numa viagem só de ida para uma nova ilha totalmente desconhecida.


Um lugar somente deles.


Pareciam ter feito uma imensa viagem, entretanto foram impedidos de continuarem por balde d'água jogado pela navegadora.


— ACORDEM!! Vocês estavam paralisados! – Os dois olharam assustados sem entender absolutamente nada. — Não me olhem assim, não tive escolha pois nenhum dos dois nos ouvia. Chegamos em Asuka, esse é o destino do ruivinho, certo?


Hoseok ainda processava as palavras da mulher, quando finalmente entendeu e apenas acenou positivamente, levantou-se indo para o quarto do Min pegar suas coisas.


Yoongi o seguiu em silêncio e fechou a porta do quarto, mas permanecendo ali apenas observando-o.


— Então essa é a nossa despedida? – Sua voz parecia insegura em perguntar aquilo.


— Acho que sim... – Abaixou a cabeça enquanto sentia o aperto em seu peito aumentar gradativamente.


Yoongi se aproximou um pouco temeroso e abraçou o ruivo como se fosse umadeus.


—Yoon... Isso não é um "adeus", mas um "até logo". – O moreno se afastou o suficiente para fitar o rosto do outro tentando compreendê-lo. — Nós ainda vamos nos reencontrar. Esse mar é grandioso demais, por isso eu peço que conquiste seus sonhos, lute com vigor e proteja sua família, pois com toda acertezadesse mundo iremos nos reencontrar.


Abraçaram-se fortemente, tentando de alguma forma aliviar aquela dor agoniante da separação.


Guardando consigo cada uma das palavras de Hoseok, Yoongi fez uma promessa silenciosa.Ele reencontraria seuSolnovamente.


Hoseok se despediu de cada um, sendo recebido por abraços calorosos e repletos de carinho além de choros escandalosos.


Desceu da pequena embarcação com o coração na mão, suportando toda aquela dor sozinho e guardando tudo para não demonstrar mais ainda o quanto se encontrava fragilizado.


Nunca passou pela sua cabeça que numa noite qualquer iria ser perseguido, adentrar num navio pirata e se sentir parte de uma verdadeira família de tripulantes piratas bobões.


Tudo parecia ter virado de ponta-cabeça, no entanto, agora era hora de deixar no passado e voltar a sua vida.


Sem quaisquer arrependimentos, bem era assim que ele pensava.



[...]


Foram exatamente quatro anos para enfim osPiratas do Alvorecerconquistarem seus sonhos.


Enfrentaram inimigos fortes, conheceram piratas daNova Geraçãoe lutaram lado a lado com os famososChapéus de Palha, em quem se inspiravam com fervor.


Agora apenas seguiam pelos mares daRed Line, enfrentando o clima imprevisível daquele lugar que também era conhecido comoNovo Mundo.


O timoneiro tentava a todo custo lidar com a chuva de granizos e os redemoinhos que estavam no caminho. Se não fosse pela intensa dedicação de todos e a orientação da navegadora estariam perdidos.


Precisavam chegar em uma ilha próxima à antigaPunk Hazard, porém a tempestade não queria ajudá-los.


Yoongi apenas ditava as ordens sem deixar seu medo falar mais alto.


Tudo parecia às mil maravilhas até verem dois navios da marinha os cercando.Estavam com azar naquele dia.


Deveria ser obra do destino, a divindade gostava de brincar com esses pobres piratas.


O primeiro tiro de canhão quase os acertou em cheio, mas um dos piratas que também possuía umaAkuma no Mio impediu.


Todos se posicionaram e a intensa batalha sobre o mar havia iniciado.Era uma guerra entre o bem e o mal.


Aos poucos os dois lados estavam feridos, enfrentando os mesmos desafios.


Tudo parecia estar dando errado, nada havia começado bem naquele dia. Yoongi já estava procurando um botão que pulasse para o amanhã, todavia foi impedido por uma cabeleira ruiva andando sobre um transporte curioso.


— Não temam! Vim salvar vocês do perigo, minhasprincesas!


O coração do Min bateu tão forte que ele julgou que todos só não ouviram por causa da confusão em que se encontravam.


Hoseok pilotava o que se assemelhava a um barco, mas de fato não era. Acelerou até jogar bombas de fumaça no navio da Marinha e depois retornou para junto dos seus, onde os guiou por um "atalho" que conhecia.


Todos o seguiram sem discordar, sentiam falta do ruivo e estavam confusos demais para entenderem como ele havia chegado ali.


Depois de mais algum tempo puderam chegar em seu objetivo. Ancoraram, enviaram alguns homens para vistoriar enquanto o ruivo subia no velho navio e era acolhido por todos.


Muitos abraços, beijos, elogios e palavras carinhosas foram depositadas em si. Estava um pouco assustado com tanta demonstração de afeto, no entanto logo afastou a sensação para longe e aproveitou tudo de bom grado.


Após o pequeno tumulto o ruivo subiu os degraus para se aproximar do homem que não havia visto durante longos quatro anos.


Os traços de ambos demonstravam sinônimo de envelhecimento, o tempo os tornando mais belos do que já eram.


Agora, frente a frente, encaravam-se tentando analisar cada mínimo detalhe enquanto sentiam aquela mesma sensação de anos atrás os dominarem.


Os corações batiam na mesma intensidade, criando um novo ritmo.


Os olhos não ousavam desviar do corpo um do outro.


As peles ardiam ansiando por um toque.


Por esses e outros motivos já haviam jogado tudo para o ar e correram pros braços um do outro, compartilhando tudo e matando toda aquela saudade que os corroeu durante tanto tempo.


Um abraço caloroso, verdadeiro e sem nenhuma malícia. Algo puro demais que se assemelhava ao sentimento de ambos.


Aproveitaram mais um pouco daquela sensação gostosa, deixando que as mãos conhecessem o corpo um do outro.


As respirações se mesclaram no momento em que se afastaram minimamente para trocarem sorrisos, doces e sinceros.


— Eu amo você Jung Hoseok, meu ruivo que mais parece a cópia de um mastro. – Deixou que aquele belo sorriso gengival que enlouquecia o Jung vir à tona.


— Eu continuei amando você desde nosso último dia juntos. Eu o amo Min Yoongi, meu lindo capitão baixinho estressado. – Mostrou um dos mais puros sorrisos que possuía, em formato de coração e que fazia suas belas covinhas aparecerem.


Hoseok beijou a ponta do nariz fofinho do Min que sorriu tímido.


Encararam-se por mais algum tempo aproveitando cada segundo para decorarem tudo que era possível da face um do outro.


As orbes entraram em concordância e um doce beijo foi compartilhado pelos dois.


Um selar repleto de tudo o que sentiam e descobriram ao longo dos anos.


Aprofundaram o suficiente para experimentarem o calor que emanava de ambas as bocas, as línguas se tocando e acariciando uma a outra.


Um contato excitante e explosivo, contendo tudo e mais um pouco do que sentiam.


Afastaram-se aos poucos, deixando selares molhados nos pescoços um do outro.


Sorriram novamente e se deixaram levar pelos seus sentimentos.


Agora estavam juntos, enfrentariam novos desafios e protegeriam sua família.


Eram um, companheiros, amantes. Faziam parte de uma enorme família e assim seria por toda a vida.



*Notas Finais:*


Primeiramente quero agradecer a maravilhosa taekosmo, muito obrigada por essa linda obra de arte, você tem muito talento 💖💞 te admiro demais!


Também agradeço também as pessoas incríveis que betaram essa história na época em que debutei no @/otsukareworld pcysweetukee traca-de-livros💖 elas são muito fofas e uma delas foi me elogiar quando entregou a fic betada, tô amando alguém!


Obrigada por chegar até aqui, está nesse projeto me faz bem e pretendo continuar nele por muito tempo 😁


Espero que tenham gostado 💜


Twitter: @stephy_lilian

CuriousCat:
https://curiouscat.me/stephy_lilian


Nos vemos em uma próxima história 💕

17 января 2021 г. 16:09:23 0 Отчет Добавить Подписаться
1
Конец

Об авторе

Ageha Sakura >> why do you still wishing to fly? >> taekook is a cute world sope ; bwoo ; kaisoo ; markson ; hyudawn twitter: @stephy_lilian [Ficwriter]

Прокомментируйте

Отправить!
Нет комментариев. Будьте первым!
~