omegakim Amelia Kim

Com o dia dos namorados mais perto, o Clube Cultural da escola resolver fazer um Correio do Par Perfeito para ajudar os alunos a encontrarem suas almas gêmeas, ou seja, futuros pares do baile. Do Kyungsoo é apaixonado por Minseok e acredita que eles são almas gêmeas, por isso não tem duvidas de que vai tirá-lo no correio do par perfeito. Ele não poderia estar mais errado.


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 18 apenas.

#colegial #alcool #homossexualidade #exo #xiusoo #baeksoo
0
444 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 30 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

O viajante do tempo



Kyungsoo foi quem olhou primeiro, por cima das lentes dos óculos de grau, fazendo de conta de que não fazia nada demais. Duas cadeiras à frente, Baekhyun sorriu de lado, um pouco de provocação no ato, o suficiente para fazer Kyungsoo desviar o olhar para o caderno. Concentrou-se em copiar o que o professor colocava no quadro, não queria ser alvo do colega, apesar de saber que seria de qualquer forma, ainda mais se Baekhyun tivesse visto para quem olhava.

Mordeu o lábio inferior, nervoso de uma forma que costumava não ficar. Fazia-o pensar que a adolescência tinha trazido bem mais do que pelos e espinhas. E desde a maldita festa do Byun, sentia como se estivesse andando sobre a corda bamba, ao ponto de ser descoberto. Kyungsoo só não entendia exatamente por quê ou talvez, só não quisesse pensar naquilo.

O sinal para o intervalo não demorou a tocar para total alívio do garoto. Pretendia se esconder no terraço do prédio escolar ou no banheiro abandonado no terceiro andar, dependia só da sua disponibilidade para subir tantas escadas. Contudo, todas as suas alternativas foram por água abaixo quando Minseok apareceu na porta da sua sala, um saco de papel na mão escrito lanche numa letra delicada que o Do sabia que não pertencia ao amigo. Apostava que havia sido a mãe ou a avó.

— Advinha só? Bolinhos de arroz. — ele avançou para dentro da sala que se esvaziava sacudindo o saco de lanche com um sorriso enorme no rosto.

Kyungsoo desviou o olhar para os seus materiais ainda espalhados sobre a mesa da carteira, pegou tudo sem cuidado e jogou na mochila aberta. As pontas dos dedos estavam tremendo quando terminou e Kim Minseok estava sentado na carteira ao lado da sua, paciente e bonito do jeito que sempre costumava ser. Kyungsoo tentou não olhar para si, sentia como se não fosse seguro até que Baekhyun tivesse saído da sala, mas a duas carteiras a frente da sua, o garoto continuava ali, guardando seu material escolar com uma calmaria que lhe deu nos nervosos. A mão tremeu tanto que foi obrigado a escondê-la no bolso do blazer do uniforme.

Minseok levantou, colocou o saco de papel sobre sua carteira. Os seus gestos eram normais, Kyungsoo quis que ele o convidasse para ir até o terraço ou o banheiro do terceiro andar, mas nenhuma dessas coisas parecia ser atraente para o outro. Isso ficou constatado no minuto seguinte quando Minseok o convenceu a comer na quadra, longe demais de qualquer outro aluno e ainda assim no meio deles.

A quadra não era um lugar ruim. Era o tipo de lugar onde os casais costumavam ir quando queriam trocar alguns beijos durante o intervalo ou só comer na companhia um do outro. Era o tipo de lugar que Kyungsoo não gostava de frequentar, principalmente depois da festa de Byun Baekhyun.

— Não quer? — Minseok empurrou o saco de bolinhos de arroz na sua direção, por cima do banco e Kyungsoo tirou as mãos do blazer, pegou um bolinho, colocou na boca e mastigou olhando para frente, direto para a piscina. — O que aconteceu com você hoje? — Kyungsoo deu de ombros, não queria falar sobre como achava que Baekhyun estava o perseguindo, porque isso incluía contar sobre a festa e não achava que estava preparado para isso ainda.

— Vai competir na quinta? — fitou o amigo, Minseok olhou para frente e assentiu, a boca cheia, fingiu não notar que o outro mudava de assunto.

O Kim fazia parte do time de natação da escola, era a estrela do time. Quer dizer, Kim Minseok era a estrela da escola inteira, afinal não havia nada no mundo em que ele fosse ruim. Era ótimo em todas as matérias, ninguém conseguia barra-lo no ranking da escola. Sabia cantar, dançar e tocar. Nas horas vagas dividia seu tempo entre o coral da escola e o clube de teatro, mas tinha a maior parte do seu tempo dedicada a natação e aos estudos. Tinha ganhado muitas medalhas para escola com isso, coisa que o transformou em o aluno de ouro do diretor Choi Siwon.

— Você vem me ver? — era um convite bobo, porque Kyungsoo sempre vinha.

Até mesmo nos treinos, o garoto estava lá, sentado naquela mesma arquibancada, suspirando internamente pelo melhor amigo, fazendo-se valer do fato de morarem na mesma rua para não parecer um completo esquisito ao fazer aquilo. Mas Kyungsoo assentiu mesmo assim para dar alguma paz ao amigo, o viu sorrir e então, voltar a comer. O Do enfiou a mão no saco de papel e pegou mais um bolinho de arroz, observou quando Minseok arrumou-se no banco e olhou para frente. Fitou o seu perfil e mordeu a parte interna da bochecha antes de enfiar o bolinho na boca de vez.

Deixou que seus olhos vagassem pelo lugar por um breve momento e antes que pudesse se conter, estava novamente fitando Minseok. O amigo era como um chamariz, estava sempre roubando sua atenção de tudo a sua volta com tanta simplicidade que Kyungsoo, por vezes, se perguntava se Minseok não sabia sobre todo aquele sentimento que carregava no peito desde quando tinham 10 anos de idade. Suspirou, baixinho. Decidiu se concentrar em mastigar o bolinho, afinal, logo o intervalo terminaria e eles teriam que se separar por conta das suas turmas opostas. Minseok como o verdadeiro gênio que era, havia conseguido pular uma série enquanto Kyungsoo continuava cumprindo o cronograma normal e tendo Byun Baekhyun na sua classe.

E só leve pensamento nesse último o fez querer resmungar impropérios direcionados a si mesmo. Às vezes, Kyungsoo só queria poder viajar no tempo e desfazer algumas burradas. No caso, se impedir de ir na festa de Byun Baekhyun no final de semana passado.

18 de Janeiro de 2021 às 19:44 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo O garoto perfeito

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 3 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!