D
Deivid Pantojo


O Mundo Ambiente Dimensionais Tecnológicos(ADT), é um mundo como o próprio nome diz nele há varias dimensões espalhadas, você ira entender melhor com o passar da história, por exemplo: Nesta dimensão se passa em uma época medieval, e cada dimensão é como se fosse um país nesse mundo, cada dimensão com seus costumes. Algumas dimensões podem ser até estranhas pois nelas pode haver armas de fogo modernas com tecnologias em um tempo medieval. Neste mundo há 2500 variadas dimensões, podendo existir muitas coisas. Na história que você esta lendo aquelas pobres pessoas daquela vila mal sabem o que são essas dimensões, eles sempre viveram ali, eles acham q o mundo inteiro se passa no tempo medieval onde eles estão. A intenção de eu criar este mundo de dimensões(que é um pouco confuso), é de criar uma história com um ambiente épico uma mistura de tudo, uma história emocionante, drama, ficção, ação, aventura, um pouco de tudo para que assim a história seja longa e que não enjoasse por conter variados tipos de situações e de dimensões. Ao longo da história, começara a haver guerras dimensionais(guerras entre dimensões) como se fosse uma guerra mundial mas no caso seria guerra dimensional.


Ficção científica Todo o público.

#teste
0
2.3mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

Um Monstro Peculiar

Em uma era de guerras entre reinos, em um lugar bem distante. Havia uma vila pequena, que nela viviam pessoas humildes com poucos recursos de sobrevivência. Em uma daquelas casas havia uma mulher viúva que estava prestes a dar luz à um menino, que já havia chamado de Dawid.

Alguns anos depois o garoto chamado Dawid, com seus 14 anos já treinava bravamente nas florestas para poder dar uma vida melhor as pessoas daquela vila, e também para sua mãe que tem seus 68 anos. Os treinadores do garoto e as pessoas da vila sempre diziam para ele voltar antes da meia noite, ele nunca entendeu muito bem o por que. Até que um dia Dawid saia desesperadamente para caçar sem permissão de sua mãe e de seus treinadores, pois ele já não aguentava mais ver a sua vila sofrendo por estar sem comida e recursos para sobreviver, ele passou o dia inteiro sem achar comida, já estava longe da vila, perdido naquela mata escura, enquanto corria desesperadamente em procura da sua vila. Enquanto estava a procura da sua vila ele ouvia murmúrios assustadores que o perturbava. Já havia passado de meia noite, ele estava escondido em uma moita rezando para que esses murmúrios assustadores fossem embora, mas esse ruído ficava cada vez mais perto dele.

Então ele decidiu tomar uma atitude, preparou seu arco, montou suas flechas e pegou sua espada de madeira que um armeiro havia lhe dado, ele virou para direção onde estava aquele som amedrontador, e foi caminhando nessa direção, chegando lá havia um poço, ele decidiu se aproximar, chegando perto ele viu alguém preso lá dentro, então ele diz:

-Olá, você precisa de alguma ajuda para sair dai?

A pessoa responde:

-FILHO! SOU EU, TIRE SEU PAI DESSE LUGAR POR FAVOR!

Já o garoto ficou desconfiado e percebeu que era uma armadilha, começou se afastar lentamente do poço, a voz da pessoa que estava lá dentro ficava cada vez mais grossa, e aumenta o tom, o garoto ficou paralisado olhando para o poço, até que uma mão com garras afiadas se estende para fora do poço, colocando sua mão sobre o solo, e se arrastando para fora daquele posso. Um monstro de 2 metros e meio saiu de lá, ele possuía uma pele escura, uma coluna torta, e os olhos brilhavam como brasa de fogo, o garoto tremendo de medo tenta acertar uma flecha no monstro que acaba o acertando de raspão no rosto, o monstro diz:

-O primeiro que teve a honra de me ferir! Já que todos que tentaram, nem sequer deu trégua.

O garoto pegou sua espada muito furioso, o monstro ri, o garoto com ódio grita:

-ENTÃO FOI VOCÊ QUE MATOU MEU PAI!! E QUE VIVE MATANDO AS PESSOAS DAQUELA VILA?!.

O monstro sorrindo diz:

-Mas é claro quem mais seria, e aliás, seu pai foi a melhor comida que já comi, hahahaha... e você só é um aperitivo.

O garoto com ódio, com seus olhos lagrimejando, um olhar penetrante, corre de frente com o monstro.

Já no dia seguinte sua mãe chorava de tristeza por seu filho não ter voltado, todos da vila tentaram acalma-la e que avisaram o filho dela para não sair depois de meia noite, os caçadores da vila que treinavam o garoto saíram a procura dele, depois de meia hora, e de repente todo mundo vê algo saindo da floresta era uma pessoa com algo na sua mão, essa pessoa se aproximou e todos o reconheceram, era o garoto com a cabeça do monstro em sua mão.

Ele estava exausto, sua camisa já estava toda rasgada com um corte no rosto, todo ensanguentado, o garoto diz:

-Agora aquele maldito monstro não vai mais nos infernizar.

Ele pega sua aljava e arranca vários alimentos de lá, todos da vila ficaram chocados com o garoto, os caçadores se sentiram envergonhado por nunca ter conseguido se quer encostar naquele monstro, o garoto abraça sua mãe e diz:

-Eu sempre vou proteger todos vocês, principalmente você mãe.

Logo em seguida o garoto desmaia de exaustão, mal sabia aquele inocente garoto o que o futuro lhe guardava.



OBS:. entrem nas informações de história para entender tudo https://getinkspired.com/pt/story/97140/projeto-adt/?ref=dashstoryprofile

18 de Abril de 2020 às 20:08 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Continua…

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Mais histórias

Horizon Horizon
Projeto Alpha Projeto Alpha
Kurchinsteins Kurchinsteins