A
Amandita


Essa história conta a trilha de uma menina que só queria ser feliz e que para isso enfrentou situações completamente complicadas, como depressão, relacionamento abusivo, mudança de cidade, entre outras situações. E será que tudo isso a levou a real felicidade? Ou será que essa história trágica terminou de maneira infeliz?


Histórias da vida Todo o público.

#primeiroamor-depressao-relacionamentoabusivi-faculdade-mudancas
0
1.5mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todas as Quartas-feiras
tempo de leitura
AA Compartilhar

A de "A única pessoa que eu não deveria me envolver"

Olhar pra trás e pensar que você não esperava acontecer as coisas que ocorreram na sua vida é algo bem comum para todos os seres humanos do mundo e cá estou eu, contando uma história que mal sabia que iria acontecer. Já adianto que o começo é trágico, difícil e o final vocês só saberão quando terminarem essa história. Então lá vai...

Eu me chamo Maju, atualmente tenho 21 anos mas essa história começou aos meus 13 anos. Com 13 anos vivendo no Rio de Janeiro e no início da minha adolescência tudo parecia uma tremenda história de terror, espinhas, cabelo não estava bom, não tinha corpo nenhum enquanto outras meninas da minha idade pareciam super maduras, eu tinha certeza que o problema era comigo até que conheci o Alex. Alex era popular, tinha 16 anos, cabelos castanhos, olhos verdes e chamava atenção de todas as meninas de todos os lugares que frequentava e adivinha aonde ele morava? Isso mesmo no meu bairro, era quase meu vizinho. Eu via o Alex todos os dias quando voltava da escola, sempre perfeito e eu vivendo a terrível fase da pré adolescência.

E como eu era antes do Alex, vocês podem estar se perguntando... eu era uma menina meiga, carinhosa, esperando o príncipe encantado aparecer até o maldito dia em que Alex saindo da sua casa de bicicleta me atropelou e eu quebrei um braço. Isso mesmo. O meu primeiro amor quase me matou de BICICLETA. E assim, tudo bem que minha vida estava uma merda, mas pelo menos uma morte digna não é mesmo?

E assim eu conheci Alex, ele me atropelou, me levou ao hospital, ligou para os meus pais e ainda foi me visitar depois que sai do hospital. Sim, ele parecia um príncipe, eu só havia me esquecido que príncipes não existem.

Começamos a nos aproximar cada vez mais, nos falávamos todos os dias por SMS, ele ia me buscar na escola, nos víamos após a missa e eu estava começando a ficar perdidamente apaixonada, até porque todas as meninas queriam está no meu lugar e foi no meio de tanto amor que tive o meu primeiro beijo com o Alex: foi horrível. Eu, claro não sabia beijar e ele parecia super experiente. Achei que depois desse péssimo beijo ele nunca mais olharia na minha cara, mas assim que cheguei em casa olhei meu celular e lá estava uma mensagem extremamente fofa "" Hey, linda! Foi ótimo o tempo que passamos juntos, espero poder te ver logo. Acredita que já estou com saudades <3"".

Mal eu sabia que essa mensagem precedia um dos piores momentos da minha vida.

14 de Abril de 2020 às 17:08 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo I de "Idiota desde sempre"

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 4 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas