moonpierredelune Ammi Pierre

Um conto sobre a improbabilidade das certezas, e a tentativa de acreditar em mentiras auto-contadas, tudo para viver um relacionamento possivelmente falido. Tudo para se fazer o que quer fazer, e agir no impulso. Será que ela diz a verdade agora?


Conto Para maiores de 18 apenas.

#amor #lgbt #traição #perdão
Conto
1
1.5mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

No love

"Ficar com você era como uma história cinematográfica, com uma intensidade que alternava de gênero, classificação indicativa, e espaços". Foi isso que ela me disse, ao tentar voltar.

Mas, não era amor. Era só divertido porque suas roupas estavam caídas no chão. As coisas que ela disse ecoam na minha mente: "eu não acho que somos um casal", quando a peguei me traindo com seu ex-namorado.

Você era minha única namorada e saia por aí com outras pessoas nas minhas costas.

Eu ainda me lembro, sabe?

Das tuas risadas quando eu sussurrava uma música nos seus ouvidos pela manhã.

Do beijo que te dei quando caiu aquela chuva, escorrendo pela janela.

De todas as garrafas de vinho que bebíamos antes de transar.

De seu batom vermelho borrado nos dentes, que me deixava com vontade de te beijar.

Eu não te amava. Eu fico tentando acreditar nisso.

Não era amor, era só divertido porque suas roupas caiam no chão.

Do dia que te levei para o mar, para ver a lua.

Do momento em que te abracei após tomar um café da manhã.

Do cheiro do seu cabelo, ao usar seu costumeiro shampoo de morango.

Fico divagando, enquanto ouço sua voz me pedindo desculpas. Você não sabia o que estava fazendo. Você não gostava dele.

Fico me perguntando quantas vezes mais eu posso te perdoar, sem perder a minha sanidade mental.

Fico me perguntando se vale a pena brincar com o fogo, sabendo que posso sair queimada dessa história.

Fico me perguntando se é possível, que pela primeira vez na vida, você fale a verdade.

Você é como fogos de artifício na minha vida, bonita num céu estrelado, que cai bem em cima de mim, quando admiro.

Deixo o copo na mesa do bar.

Beijo sua boca pela centésima vez, sussurrando:

"Se você mentir de novo, vai ver o que faço com a sua bunda".

Do dia em que te algemei na cama.

Do dia em que beijei seus seios.

Do dia em que te fiz gozar.

Do dia em que, simplesmente, te abracei depois de fazer sexo.

Não era amor, era só divertido porque você estava sem roupa.

É isso que eu tento me fazer acreditar, inutilmente.

Eu te amo, mas não posso admitir, porque não quero levar outro choque de realidade, nem te ver por aí com outras pessoas...

Vamos só curtir os momentos, curtos, do nosso relacionamento bagunçado e mentiroso, que tem fundos de verdade imperceptíveis.

Beijo você de novo.

E de novo.

29 de Março de 2020 às 21:18 0 Denunciar Insira 2
Fim

Conheça o autor

Ammi Pierre Olá, tudo bem? Eu adoro escrever, e tenho conta em vários websites. * Moonpierre - Nyah Fanfiction * Moonpierre de Lune - Wattpad * Moonpierre - Sweek Caso queiram me acompanhar por aí, fiquem à vontade. *Em andamento: Tudo acontece naquela balada - sendo publicado em ambas as redes Inkspired e Wattpad.

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Mais histórias

Dor Dor
Eternidade Eternidade
De Tudo que Sou Feita De Tudo que Sou Feita