donnefarskedar Donnefar Skedar

Reik acaba de completar 12 anos e de presente, ganhou um velho livro de cor roxa. Presente estranho para um adolescente? Talvez. Mas para Reik foi um presente maravilhoso, ele adora ler e este livro chamou-lhe a atenção antes mesmo da sua leitura ter sido iniciada. O livro é uma aventura fantástica, da forma como ele gosta de ler. Kristendant City não é apenas uma cidade desconhecida, é sim, um pequeno povoado rodeado por florestas cheias de mistérios e seres inesperados, maravilhosos e alguns muitos perigosos.


Aventura Todo o público. © Copyright © 2009 Donnefar Skedar

#jovem-adulto #Moça #floresta #Aventureiro #garoto #guerreiros #dragões #Classico #aventura
0
2.0mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Prólogo

Era uma tarde fria e chuvosa de domingo em Kristendant City. Uma cidade esquecida por muitos, que nem se encontrava no mapa, e também era de difícil acesso para qualquer um que a encontrasse.

Kristendant, como assim era chamada, não passava de uma cidadezinha muito antiga e nada conhecida, datada pelos seus primeiros habitantes desde 1528, hoje com um total de habitantes abaixo de 1800 pessoas. Em geral, todos se conheciam, mas não conheciam o mundo que existia após intermináveis florestas que os rodeavam.

Na sua enorme janela, já muito marcada pelas reformas dos anos que se passaram, Caarlin estava à espera de alguém, ou de que a chuva passasse.

— Já faz três dias desde que Martin partiu e não obtive nenhum sinal de sua existência… — dizia a moça sentada no sofá, que era embutido na enorme janela de vidraças detalhadas com figuras de anjos.

Martin Creic de La Pont, noivo de Caarlin Btilbrom Fost, há três dias havia entrado na floresta em busca do que todos em Kristendant chamavam de “Orbetite”, para só então poder se casar com sua amada Caarlin.

Já se passaram três dias e nenhum sinal de Martin, o que fazia muitos acreditarem que Martin em sua busca pelo Orbetite acabara morto por uma das criaturas da floresta…

Bem, esse é o início do livro que Reik está lendo, livro o qual ele ganhou no último fim de semana quando completou 12 anos. Reik era um garoto alto, até demais para sua idade, tinha a pele branca como a neve e um rosto que se diferenciava dos demais garotos por ser lindo desde que nascera. Ele não era gordo, ou magro, tinha um corpo normal de forma que quando virasse um homem maduro não teria dificuldades de achar uma bela mulher.


Desculpe, nem me apresentei! Sou Reik e moro no que pode se chamar de Inferno de lugar. Minha mãe diz que vamos nos mudar, voltar para o sítio do meu avô, mas, na verdade, eu penso que vou ficar aqui mais uns trezentos anos. Aqui não é tão chato assim, tirando o inferno que é a cidade grande, mas em compensação eu conheço muita gente e bem diferentes umas das outras. Minha mãe trabalha em uma livraria que só tem livros “adultos”, assim diz ela, mas eu ganhei esse livro do chefe dela, o Sr. Josh, ele é meio estranho, sempre está com uma capa cobrindo seu corpo e tem cheiro de ervas. Meus colegas dizem que ele é bruxo, mas minha mãe diz que ele é apenas um velho, que, parece ter uns 200 anos.
Tenho que dormir agora, pois terei aula logo cedo e depois continuarei a ler o livro.
Ass. Reik!


Esse é o seu diário ganhado junto ao livro. Embora Reik tivesse acabado de completar apenas 12 anos, sua mente era espontaneamente igual a de um garoto de 17, ou 18 anos. Todos pensavam que era pelo fato de Reik sempre ler algum livro, ou até mesmo pelo fato de sempre conversar com pessoas mais velhas, mas, no fundo, Reik era apenas um garoto que sonhava com monstros e heróis…

18 de Fevereiro de 2020 às 00:33 0 Denunciar Insira 0
Leia o próximo capítulo Capítulo 01

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 1 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!