American Beauty Seguir história

noveluas Tata C

"O sorrisinho gengival de Yoonji logo apareceu. Seokjin era aleatória, surgia com assuntos como aquele, a deixava de coração derretido e depois entrava em sua casa, ia para seu quarto e se deitava na sua cama como se fosse muito mais que apenas uma amiga de infância." [yoonjin; bts]


Fanfiction Bandas/Cantores Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#lgbt #femau #bts #seokjin #yoongi #sugajin #yoonjin
Conto
0
768 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Greenwood, eu e você

Seokjin corria à plenos pulmões pelas ruas de Greenwood, no Mississippi. O crepúsculo no céu tinha tons de azul escuro, cor de rosa e laranja; provavelmente choveria naquela noite abafada e quente. Ela queria chegar o mais rápido possível até a casa de Yoonji, Beleza Americana começaria às sete em ponto no canal principal. A mochila preta estava cheia de tudo que seus vinte dólares conseguiram comprar na mercearia, era noite de sexta, e ela amava cada hora de uma sexta-feira de verão.

Yoonji estava estatelada no jardim, olhando as cores no céu e esperando a garota chegar afobada e tagarelando. Não demorou para que ela ouvisse: "cheguei, caralho". Lá estava Seokjin, nos seus shorts curtos demais e camiseta larga, e os cabelos ondulados caindo pelos ombros.

— Por que não pediu o carro do seu irmão? — Yoon perguntou, sem se mover.

— Porque ele é um bosta, e eu me ferro depois…

— Tô com preguiça de entrar, a gente pode ficar um pouquinho aqui?

Seokjin estava exausta, jogou a mochila e apenas se jogou ao lado da garota. Examinou o rosto sereno, Yoonji estava sempre tão calma, parecia não sofrer nenhum tipo de impacto com o que quer que fosse. O mundo não era páreo para ela.

— Sabe, Yoon…

— Hum?

— Eu tava pensando, a gente se conhece faz um tempão. Sei suas manias, seus defeitos, seus medos e tudo mais, só que quando você olha pra mim, e demora alguns segundos pra desviar, eu não consigo te ler…

Yoonji desviou os olhos do céu e a encarou. Seokjin ainda respirava ofegante, e sorria para si.

— Por que isso agora? Assim do nada?

— Sei lá, pensei nisso enquanto corria pra você.

— Correu pra mim ou pro filme? — perguntou séria.

— Corri pra você, sua boba…

O sorrisinho gengival de Yoonji logo apareceu. Seokjin era aleatória, surgia com assuntos como aquele, a deixava de coração derretido e depois entrava em sua casa, ia para seu quarto e se deitava na sua cama como se fosse muito mais que apenas uma amiga de infância.

E oras, quem em Greenwood não sabe que Yoonji é ruim com palavras e por isso não diz nada quase nunca, e rouba beijos de boa noite da garota bonita do bairro vizinho?

Seokjin não sabia ler o que Yoonji dizia com o olhar, porque ela era boa em esconder que, apesar de tão serena, seu interior sempre gritava ao vê-la chegar correndo com os cabelos ao vento. Que amava cada frase sem noção, cada devaneio da madrugada; o mundo poderia não ter muito efeito sobre si, mas Seokjin? Ah, Seokjin tinha todo e qualquer efeito.

E naquela noite, elas entraram não muito depois, se jogaram na cama, ligaram o velho ventilador azul e assistiram Beleza Americana pela milésima vez. Seokjin comentou sobre como a protagonista era linda de morrer, e Yoonji, como de costume, pensou consigo: bonita mesmo é você. E depois roubou um beijo demorado dos lábios rosados.

Elas não conversavam sobre o que eram, porque bastava ser. Greenwood era pequena, e muita gente na idade delas só queria fugir dali; mas elas estavam muito bem, obrigado. Os dias de verão eram bons para elas, os beijos roubados eram bons, o crepúsculo colorido era bom. Estarem justas era, apenas, bom e suficiente.

7 de Fevereiro de 2020 às 01:35 0 Denunciar Insira 2
Fim

Conheça o autor

Tata C Tata, 25y

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~