Será que era mesmo um sonho? Seguir história

larakpopper Lara Fernanda

Uma jovem esta abalada com a morte de seu falecido namorado, em uma noite qualquer ela esta lamentando por ele de novo. Mas essa noite estava diferente das outras, a jovem estava disposta a fazer uma coisa, até que ela encontra uma coisa surpreendente em seu corredor.


Conto Impróprio para crianças menores de 13 anos.
Conto
0
402 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Será que era mesmo um sonho?

Eu estava assistindo Netflix, já era tarde, minha mãe já tinha mandado eu ir dormir...mas continuei assistindo. De repente, ouço um barulho de vidro quebrado e então uma misteriosa bola azul invadia o chão da minha sala.

Fiquei surpresa, pois aquela bola era minha, que havia perdido quando só tinha apenas 4 anos de idade. Então eu peguei a bola e a guardei em umas das gavetas da sala, olhei para o relógio e já estava quase amanhecendo.

Fui terminar de assistir minha série, após uns 10 minutos comecei a sentir uma "presença estranha" na sala.

Acordo com a visão turva, parece que dormi por séculos, minha cabeça esta doendo, tenho certeza que recebi uma pancada de alguma coisa pesada na cabeça, eu não simplesmente peguei no sono né? Minha cabeça esta doendo horrores!

Fui na cozinha para tomar um remédio para amenizar minha dor de cabeça. Estava passando pela metade do corredor, de repente vi uma figura estranha se rastejando pelo chão do corredor, parece que aquela "coisa" estava vindo da cozinha (poque logo justo a cozinha? Fala sério!).

Acendi a luz do corredor para que enxergasse melhor a "coisa" que estava se rastejando pelo chão.

Uou! Calma, não é o que eu tô pensando né? Velho é meu ex namorado, todo...queimado?! Ele estava se rastejando até mim, pedindo por socorro.

Perguntei se era ele mesmo, e ele afirmou. Ele continuou a pedir ajuda, após isso ele começou a chamar meu nome repetidamente, várias e várias vezes. E isso só estava piorando minha dor de cabeça. Mandei ele calar a boca.

Meu ex namorado ficou furioso, falando que eu não tinha mudado, ia ser sempre a mesma, e ficou me xingando. Então ele começou a se rastejar pelo chão mais rápido, enquanto falava que ia ter volta, que o mundo ia me pagar pelo o que eu fiz com ele.

Eu não estava entendo nada do que ele estava falando, eu tentava me afastar mas não conseguia, pois o mesmo estava se rastejando muito rápido.

Eu tropeço em alguma coisa atrás de mim, caio no chão batendo minha cabeça fortemente nele (chão).


Jornal on


Jornalista 1-Boa noite, está começando mais um jornal da Globo...

Jornalista 2-Jovem de 17 se suicida dentro de casa.

Jornalista 3-A jovem de 17 se suicida às 04:30 da manhã dentro de casa. A garota estava depressiva por mais ou menos 3 meses; confirma a mãe da jovem.

A garota estava na sala e estava lembrando do namorado falecido, conforme a mãe da jovem a garota havia ficado muito abalada com a morte do seu namorado. A jovem estava planejando uma overdose, mas então esse plano não tinha dado certo, então ela ficou desesperada tropeçou numa mesinha de enfeite em que sua mãe tinha no corredor, a garota caiu no chão e bater fortemente com a cabeça no chão, fazendo a ter um traumatismo craniano.


Jornal off










16 de Novembro de 2019 às 22:06 0 Denunciar Insira 0
Fim

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~