{Shh... a moment to kill you...} Seguir história

cherryfoxv

Descubra uma boa parte da vida de Katty... ou melhor Anônima... sobre seus macabros pensamentos... descobertas e presenças.... a partir de um mundo Creepy... Onde contará histórias e relatos ficticios de coisas assustadoras sobre Creepypasta...


Paranormal Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#paranormal #terror #históriabrasileira #brasil #horrostory #original #creepypasta
0
715 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 30 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo 01- {...A little start... }

Notas da autora: olá caro leitor, eu sou a Cherry, a autora dessa joça. Enfim, vim aqui deixar claro algumas coisas antes que comece a ler a história. Essa história não é baseada em fatos reais, mas sim em creepypastas. Os direitos dessa histórias estão reservados a mim, a história é original minha, porém, em algumas partes dela terão outras creepypastas que são bem conhecidas ou que ambos nem sabiam que existia. Nesse ponto de vista, as creepypastas já existentes não serão da minha originalidade, somente poucos serão. Tenha uma boa leitura!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


" Eu me chamo Katty Willians... e sou uma psicopata de apenas 16 anos... isso... é o principal que deve saber de mim... quer tanto saber de mim... que tal me chamar de .... Anônima?.... "



Toronto-Canadá...

07/07/2003


Hoje de manhã, uma família estava muito feliz... pois tinham comemorado 1 ano morando lá no Canadá, sem contar que neste dia! Dia 07 de julho, era o aniversário de sua amada filha Katty...

Katty, estava muito feliz comemorando seus 8 anos de idade junto de seus pais em sua confortável e aconchegante casa.... Ela e seus pais, embora sejam brasileiros, se mudaram para Toronto a 4 anos atrás para essa casa... era uma linda casa, bem organizada e espaçosa... conseguiam se sustentar muito bem ali...

Senhor e senhora Willians, eram um casal de mais ou menos 34 anos de idade... o senhor Willians era mais velho que a senhora por causa de uns 4 meses no exato... ele era alto e tinha cabelo meio claro comprido que batia nos ombros, mas, para não atrapalhar seu dia a dia ele o deixava amarrado em um rabo de cavalo, adorava esportes e trabalhava fora pela manhã e voltava a tarde...e as vezes até de noite. A senhora Willians era uma senhora de aparência de se invejar... sua feição e corpo pareciam de uma jovem de 22 anos... ela era ruiva e adorava deixar seu cabelo solto... ele era longo, batia em sua cintura... ela ama muito sua família e gosta muito de cuidar de crianças! Tanto que se oferece como babá e ganha muito bem...

Embora sejam brasileiros, o casal sabe dominar muito bem o inglês, espanhol e francês... eles sabiam que teriam que aprender os idiomas do novo lugar muito antes de vir... então estudaram juntos e vieram depois de aprender. O casal pretendia viver no Canadá por muito tempo, tanto que começaram a ensinar cedo os idiomas português, inglês, espanhol e francês a sua pequena e única filha.

Katty não demorou muito para se acostumar com algumas palavras simples, ela conseguia aprender devagar... ela era pequena e esperta, e sempre os surpreendia com muitas coisas...

Continuando no tempo atual... estava de noite e a Senhora Willians estava a cuidar de uma criança da mesma idade que sua filha Katty. O telefone tocava. Era o seu marido ligando, estava exatamente 19:34...


--Oii amor, ainda não saiu do trabalho- dizia ela depois de atender a ligação.

--Oii, me desculpe querida, acho que não vou chegar tão cedo, meu chefe me entregou muitas tarefas e preciso cumpri-las até amanhã de manhã... então chegarei meio tarde, eu liguei para que você soubesse e não se preocupasse- ele dizia em um tom meio para baixo, nunca na vida havia chegado tarde demais para algum aniversário de Katty.

--Está tudo bem meu amor, eu sei que será por esse motivo, não se preocupe, eu entendo- ela dizia em um tom positivo tentando anima-lo- Eu sei que vai chegar tarde..., mas, tente não chegar tão tarde... tipo de madrugada.

--Vou me esforçar para não chegar, lamento por não conseguir comparecer cedo para entregar os presentes de Katty junto com você.

--Está tudo bem, eu entrego e ponho seu nome no meio.

--Muito obrigada minha linda! - Ela se despedia carinhosamente dele e ele também dela, e depois desligava voltando a atenção para as duas crianças que estavam assistindo TV. Logo depois ouvia alguém bater na porta, obviamente seria a mãe do menino... ela ia até a porta e abria.

--Je suis désolé pour le retard, j'ai eu quelques imprévus et j'ai fini par prendre ... (Me desculpe o atraso, tive uns imprevistos e acabei demorando...)

--Ne vous inquiétez pas, ce n'était rien, Mme Medley! Eh bien, je vais chercher Nayan (Não se preocupe, isso não foi nada senhora Medley! Bem, eu vou buscar o Nayan)

--merci beaucoup madame willians (Muito obrigada senhora Willians)



18 de Outubro de 2019 às 17:49 1 Denunciar Insira 0
Continua… Novo capítulo A cada 30 dias.

Conheça o autor

Cherry Fox Olá pessoas! Eu sou a Cherry! Sou uma youtuber, sou desenhista, e uma estudante do ensino médio! Faço curso de teatro e dublagem para me tornar uma dubladora e uma atriz profissional e oficial!

Comentar algo

Publique!
Donna Dan Donna Dan
História "Shh... a moment to kill you" Veredito: Em revisão. Olá, Cherry! Sou da equipe de Verificação do Inkspired. Verificar suas histórias serve para que os leitores as encontrem entre as melhores histórias no quesito ortografia e gramática. A verificação não é necessária ou obrigatória, apenas ajuda a dar destaque dentro do site. Portanto, se não tiver interesse em modificá-la, fique à vontade. Caso queira verificar outras histórias de sua autoria, basta contratar o serviço na aba “Serviços de Autopublicação”. Seu texto foi colocado em revisão pelos seguintes pontos: 1. Pontuação. Uso exagerado de reticências: os três pontos são usados para dar uma sensação de interrupção no texto, omissão de algo ou segundas intenções. É um recurso válido, mas como todos os recursos da língua portuguesa deve ser usado com parcimônia, caso contrário o texto fica cansativo. Temos exemplos onde os três pontos poderiam ser substituídos por ponto final, como “em sua confortável e aconchegante casa… Ela e seus pais” em vez de “em sua confortável e aconchegante casa. Ela e seus pais” ou “34 anos de idade… o senhor Willians era mais velho” em vez de “34 anos de idade. O senhor Willians era mais velho”. Vírgula no lugar de ponto final: “não vou chegar tão cedo, meu chefe me entregou muitas tarefas” em vez de “não vou chegar tão cedo. Meu chefe me entregou muitas tarefas”. Vírgula separando o sujeito da frase: “Katty, estava muito feliz” em vez de “Katty estava muito feliz”. Exclamação: “sem contar que neste dia! Dia 07 de julho, era o aniversário de sua amada filha Katty...” em vez de, por exemplo, “sem contar que neste dia, dia 07 de julho, era o aniversário de sua amada filha Katty!”. Vírgula para separar o vocativo: “Está tudo bem meu amor” em vez de “Está tuo bem, meu amor”, ou “muito obrigada minha linda!” em vez de “Muito obrigado, minha linda!”. 2. Acentuação: “anima-lo” em vez de “animá-lo” 3. Verbo: “Se mudaram para Toronto a 4 anos” em vez de “há 4 anos”. Quando indicamos um período no passado usamos o verbo haver. “ estava exatamente 19:34” em vez de “era exatamente 19:34”. No trecho “Logo depois ouvia alguém bater na porta, obviamente seria a mãe do menino… ela ia até a porta e abria”, são atos com início e fim bem delimitados depois de desligar o telefone, o ideal seria: ““Logo depois ouviu alguém bater na porta, obviamente era a mãe do menino… ela foi até a porta e a abriu”. 4. Conectivos. “cabelo meio claro comprido” em vez de “cabelo meio claro e comprido”. 5. Trecho confuso: “ainda não saiu do trabalho” está sem interrogação, mas acredito que é uma pergunta direta. Observação: Estes são alguns exemplos, mas existem outros que precisam de atenção. Ter alguém que leia seus textos e ajude na revisão é muito positivo. Caso não tenha uma pessoa para isso, você pode contar com o trabalho de nossos “Betas Readers”; também presente na parte de “Serviços de Autopublicação”. O Inkspired também conta com blogs como “O esquadrão da revisão” e “Tecendo histórias” que ajudam na revisão, dicas de português e construção de narrativas. Se tiver interesse em continuar a verificação, responda este comentário quando fizer as modificações em sua história e farei uma nova verificação.
31 de Outubro de 2019 às 09:56
~