Sentinela Solitária 2 (+18) Seguir história

neofafadjmoreira Neofafadjmoreira 2.0

Se passam 6 anos desde os acontecimentos de Sentinela Solitária 1 e Solen, agora com 22 anos, é uma heroína famosa e adorada, mas parece que seus inimigos planejam várias formas de destruí-la e faze-la sofrer cada segundo por ela destruir seus planos. Sentinela continua sendo forte e agora terá que enfrentar novos inimigos e até mesmo dilemas mortais para fazer a decisão certa sobre proteger sua amada cidade


Ação Para maiores de 18 apenas.

#roteiro #original #32818 #378 #violence #power #woman #girlpower #374
1
538 VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

A Esperança de uma Cidade

Era uma noite chuvosa em SendVille, um homem oriental de terno estava correndo desesperado no meio da chuva, uns vultos iam o seguindo e ele carregava uma maleta que estava ensopada e quanto ele tenta entrar no seu carro caro uma mulher de capuz cai em cima dele e diz:

-你的黑手黨殺死了幾個無辜的人- Mulher encapuzada ainda em cima do carro.
(Sua máfia matou algumas pessoas inocentes)

-放開我,我有錢,我可以給你你想要的 - Homem apavorado.
(Deixe-me ir, eu tenho muito dinheiro, posso dar o que você quiser)

-我不接受血錢。- Mulher atravessando a espada no peito do homem o que espirra sangue em todas as direções.
(Eu não aceito dinheiro de sangue.)

O homem cai morto no chão e seu sangue se mistura com a chuva e mulher sai de cima do carro e tira seu capuz revelando ser Ásia, já adulta e ela limpa sua espada no braço e diz:

-Preciso achar o resto dessa máfia - Ásia bem séria.

No dia seguinte, a atual prefeita da cidade estava com Sentinela do lado dela e todos estavam comemorando e felizes e a prefeita diz:

-Graças aos imensos trabalhos da Sentinela em destruir os gatunos, combater corruptos e procurar o mafioso Popone, eu declaro ela como símbolo de esperança de SendVille - Prefeita cortando uma fita mostrando um museu chamado Esperança da Sentinela.

Todos aplaudem e Sentinela sorri feliz com tudo o que conseguiu realizar e a prefeita diz:

-Quer dizer algumas palavras, Solen? - Prefeita animada.

Sentinela tira sua máscara e pega o microfone das mãos da prefeita e diz:

-Quando eu era pequena, eu vi o nosso grande herói, Estratégico dizendo que se nós não mudarmos o mundo, outras pessoas fariam isso, eu via o sofrimento que nossa cidade passava e eu quis fazer algo pra mudar ela, eu quis tornar nossa cidade melhor, se você for como eu mas tem medo de ser rejeitado, vá a luta, meu pai me rejeitava, veja vocês, não desistam dos seus sonhos porque ninguém acredita em vocês, dos meus 12 até meus 16 anos eu lutei sozinha, e se você quer mudar o mundo, comece mudando você mesmo - Solen sorrindo.

Todos começam a gritar o nome dela e Solen põe a máscara de volta e diz sorrindo:

-Desculpa prefeita, eu preciso voltar pro meu QG, obrigada pela homenagem - Sentinela saindo dali com o gancho.

-NÓS TE AMAMOS, SENTINELA - Mulher gritando.

-Eu também amo vocês, mulher aleatória- Sentinela em cima do prédio acenando.

Sentinela começa a pular entre prédios e em todo lugar que ela passava tinha fotos dela e meninas não queriam mais uma Barbie em SendVille, elas queriam bonecas da Sentinela, as fantasias que mais vendiam em lojas de fantasias eram as da Sentinela e Sentinela olha um grande poster gigante dela e dá um sorriso e diz:

-Como é bom ser a rainha da cidade - Sentinela suspirando confiante.

Sentinela chega no QG e tira a máscara e diz:

-Desculpem a demora, conhecem a prefeita, ela é apaixonada pela Sentinela - Solen rindo.

-Tivemos uma alerrta de crrime - Francis no computador com os cabelos um pouco mais alaranjados nas pontas.

-E Nosy e Wolf foram combater o crime sem mim? - Solen irritada.

-Você prrecisava comparrecer a homenagem da prrefeita - Francis séria.

-Me fala aonde é esse crime - Solen séria.

-Na rua Augusta Delirrivato, mas... - Francis sem graça.

-Cuida de tudo aí, eu vou atrás deles, acham que podem se divertir sem mim? - Solen pondo a máscara.

Sentinela sai do QG e Francis suspira e diz:

-Eu querria ir numa missão... - Francis bem triste.

Sentinela estava correndo pela rua quando ela vê uma mulher asiática com os traços idênticos da Ásia e ela olha pra ela e a mulher estava andando sem sequer dar bola pra Sentinela e Sentinela tira a máscara e diz:

-Ásia? É você? - Solen surpresa.

A Ásia para mas não fala nada e Solen corre até ela e diz:

-Oi Ásia, sou eu, a Solen - Solen com sorriso simpático.

-Eu não ligo - Ásia continuando a andar.

Solen fica surpresa pois a Ásia sempre foi muito bem-educada e ela puxa Ásia pelo ombro diz:

-O que deu em você? Parece diferente - Solen irritada.

-Eu fiquei diferente, você e todos os seus amigos vão morrer em no máximo 1 século, seria bom não me apegar a vocês de novo - Ásia bem séria

-O que está dizendo? - Solen pegando-a pelo braço.

-TIRE SUAS MÃOS DE MIM - Ásia dando um chute forte no rosto da Solen.

Solen por não esperar o chute é jogada um pouco pra trás e seu nariz escorre um pouco de sangue e Ásia saca sua espada e diz:

-Me deixa em paz, eu não sou mais sua amiga - Ásia bem séria e em pose de combate.

-Quer saber, to nem aí, pode ir embora - Solen furiosa e saindo dali.

Ásia fica sozinha e suspira de um jeito triste e diz:

-Será melhor eu não me envolver com eles, ver todos eles morrendo acabaria com o meu emocional - Ásia indo embora.

Solen fica bem triste e fica olhando Ásia de cima de um prédio e logo vai embora. Ásia chega no apartamento dos pais que era maior e tinha um lugar pra Ásia treinar suas espadas e seu pai a recebe e diz:

-我最喜歡的戰士怎麼樣?- Pai da Ásia sorrindo
(Como está minha guerreira favorita?)

-爸爸,我需要睡覺,我的頭很痛 - Ásia séria
(Pai, eu preciso dormir, minha cabeça dói.)

-有什麼事困擾著你嗎?- Pai da Ásia bem sério
(Existe algo que te incomoda?)

-我只是想睡覺 - Ásia levemente irritada.
(Eu só quero dormir)

Ásia sai dali e o pai dela fica um pouco triste e diz:

-你對我們更親切 - Pai da Ásia bem triste.
(Você é mais gentil conosco.)

Ásia para no corredor e olha pro seu pai com olhar frio e diz:

-您是對的,我一直深情著,但我不能再這樣了- Ásia com olhar de desprezo pro pai.
(Você está certo, eu sempre fui carinhosa, mas não posso mais fazer isso.)

Ásia entra no quarto dela e o pai dela fica bem chateado com tudo aquilo e sai para o trabalho. Ásia estava sentada com as pernas cruzadas meditando e tentando se desprender das pessoas que um dia ela já amou e se importou:

-Eu não posso mais me importar com as pessoas que eu amo, elas vão morrer em breve, e eu vou ficar aqui, por 1.000 anos ou mais, não posso possuir remorso de nenhuma atitude, eu não vou... sentir... - Ásia meditando tirando todos da sua mente e ficando sozinha dentro da sua mente.

Sentinela, Nosy e Wolf estavam chegando no banco e Nosy diz:

-A ÁSIA TE ATACOU? - Nosy chocado.

-Eu estranhei também, ela sempre foi um amor de pessoa - Sentinela séria e pensativa.

-Esqueceram que ela agora é praticamente imortal? Deve ser difícil pra ela toda essa situação de não morrer - Wolf sério.

-Ela só é imortal até o próximo espadachim aparecer o que pelo velhote chinês, demoraria uns 1.000 anos - Sentinela pensativa.

-Coitada, ela deve estar bem triste de saber que vai ver todos aqui morrer - Nosy chateado.

-Agora entendem o porquê de ela estar se desprendendo das pessoas? É meio óbvio - Wolf sério.

-AI NÃO... É ELA - Sentinela vendo pelo vidro do banco a Lady Escarlate.

Lady Escarlate estava com um bule de chá e com roupas infantis e todos estavam com medo dela e ela começa a pôr chá nas xicaras numa mesinha do lado e diz:

-Agora todos vocês vão tomar um gole do meu delicioso chá - Lady Escarlate com olhar assustadoramente inocente - Quem quer ser o primeiro? Sem brigas - Lady olhando pra todos com sorriso bobo.

-Por favor, não nos machuque - Segurança do Banco apavorado.

-Machucar? Meus amigos de chá? Por que eu faria algo assim? - Lady virando a cabeça sem deixar de dar o sorriso bobo.

-Gente, a gente precisa internar ela no hospício, me sinto mal lutando com alguém como ela - Nosy sério.

-Ela não tem salvação Nosy, Popone brincou demais com o cérebro dela, agora só a uma mulher perturbada sem qualquer consciência de suas ações - Sentinela séria.

-HEY AMIGUINHO, SENTA E TOMA O CHÁ COMIGO - Lady acenando pra uma criança.

O garoto acena negativamente e Lady transforma o seu sorriso bobo em um sorriso psicopata e seus olhos ficam sombrios e ela diz:

-Senta comigo, amiguinho, e tome o meu delicioso chá - Lady falando com um pouco de ódio na voz.

-EU NÃO QUERO - Garotinho gritando.

Lady pega o garoto pela cabeça e a prensa num dos pilares e tira uma faca do seu vestido e o segurança pega sua arma e aponta pra ela e Lady diz:

-Como será que fica o gosto de chá com sangue de garotinho ingrato? Estou curiosa quanto ao sabor - Lady com olhar assustador e psicopata.

Lady encosta a faca no pescoço do garotinho e a mãe dele tentar ajuda-lo, mas Lady corta um lado do rosto dela e depois lambe a faca e coloca a espada com a ponta na direção do pescoço do garoto e diz:

-Mais uma pressãozinha aqui e você vai virar um chafariz lindo pra minha tarde do chá - Lady começando a pressionar a faca no pescoço do garotinho.

Sentinela dá um chute forte no rosto dela e o garotinho corre até sua mãe e que estava bem, só estava com um olho ferido com o ataque da faca e Sentinela diz:

-Evacuem esse lugar, rápido - Sentinela num tom sério e autoritário.

-Amiguinha, a quanto tempo, a última vez você arruinou minha tarde dos bolinhos, e da outra vez você arruinou minha tarde de biscoitos, COMO EU AMO VOCÊ - Lady com sorriso forçado e dando algumas tremidas.

-Não vale nem a pena argumentar com você, qualquer resquício de humanidade que você tinha já desapareceu faz anos - Sentinela séria.

Wolf e Nosy estavam do lado de fora ajudando as pessoas a saírem e Nosy diz:

-Eu sinto pena dela sabe, como alguém chegou nesse estado de... - Nosy bem triste.

-Deixe o resto pra Sentinela - Wolf levando a mulher ferida pro hospital.

Lady tentava atacar a Sentinela, mas não a atingia e caia no chão de maneira vergonhosa e Sentinela faz uma expressão de pena e diz:

-Pare de se humilhar dessa forma, renda-se - Sentinela séria.

-Me humilhar? Acha mesmo que eu não esperava por você, amiguinha? - Lady apertando um botão no seu vestido colorido.

-Ãh? - Sentinela confusa.

2 correntes de titânio prendem Sentinela que cai no chão sem equilíbrio e Lady sorri de maneira psicopata e pega sua faca e diz:

-Eu não estava caindo por errar você amiguinha, eu só queria te colocar no lugar certo para usar as minhas cordinhas de metal - Lady virando o rosto de maneira boba.

-ME LARGA - Sentinela se debatendo.

-Vou cortar esse seu rostinho lindo de princesa, aposto que seu sangue deve ter gosto de groselha hi hi hi hi - Lady dando uma risadinha infantil.

-VOCÊ É LOUCA - Sentinela se debatendo.

-NUNCA ME CHAME DE LOUCA - Lady dando um chute forte no rosto da Sentinela.

Sentinela cuspe um pouco de sangue e Lady pisa com força na cabeça de Sentinela e começa a chuta-la até uma hora que a máscara dela sai e Solen estava com o rosto bem ensanguentado e Lady diz:

-Que carinha triste amiguinha, deixa que eu faço um sorriso nela - Lady volta a chutar a cara da Solen.

Solen olha pra Lady e sua visão começa a ficar turva e já tinha uma poça de sangue no chão e seus cabelos estavam encharcados de sangue e Lady diz:

-Não morre não, eu quero me... AHHHH - Lady indo pisar no rosto dela, mas uma flecha atinge o ombro dela.

-Cheguei na hora - Wolf sério.

-Lobinho, que saudade - Lady tirando a flecha do seu ombro o deixando ensanguentado.

-Ela tirou como se não fosse nada - Wolf com olhar de aflição.

-Ah? Isso? Dói só um pouquinho, não vai ser a mesma dor que eu vou fazer arrancando seu coração - Lady sorrindo apontando pro ombro e depois fazendo uma cara de psicopata.

Wolf tenta soltar Solen, mas não consegue pois era muito difícil desdobrar titânio e Solen diz:

-Foi mal, acho que você vai ter que derrota-la - Solen desmaiando por causa da perda de sangue.

-NOSY! - Wolf sério.

-O que aconte... SOLENA!! - Nosy correndo até Solen desmaiada.

-Leve Solen pro hospital, ela perdeu muito sangue - Wolf sério.

Nosy pega Solen e a puxa do titânio a tirando com muita dificuldade e ele a pega no colo e corre e Lady pega o bule e diz:

-Quer tomar chá comigo lobinho? - Lady pondo chá numa xícara.

-Você é doente, precisa ir para um manicômio - Wolf apontando uma flecha pra Lady.

Lady começa a cantarolar e Wolf não para de mirar nela ela pega a xícara e bebe um pouco de chá e dá um sorriso inocente e diz:

-Prova, está uma delícia - Lady sorrindo.

-Eu não quero nada, renda-se - Wolf sério.

-Então... TOMA - Lady jogando o bule e atingindo o braço do Wolf.

-AHHHHH, O QUE É ISSO - Wolf com dor no braço.

-Ácido, acho ácido delicioso - Lady com sorriso simpático.

-VOCÊ TOMA ÁCIDO? - Wolf chocado.

-Acha que sou louca? Eu só taco nos meus amiguinhos caso ELES SE RECUSEM A TOMAR CHÁ COMIGO - Lady furiosa.

-"Droga, não consigo segurar o arco pra puxar a flecha, acho que vou ter que recuar, ela não vai poder machucar ninguém todos já devem estar longe" - Wolf pensando.

-O que foi lobinho? Seu bracinho ta dodói? - Lady fazendo uma voz infantil

Wolf pega uma flecha e taca no chão com força fazendo uma cortina de fumaça e ele acaba fugindo pulando pela janela como um lobo e Lady se senta e continua tomando chá e diz:

-Eles vão voltar, eles sempre voltam - Lady com olhar maligno.

Ele volta pro QG com a mão no braço e Solen estava com a cabeça enfaixada e Solen diz:

-O que aconteceu Wolf? - Solen séria.

-Ela tinha ácidos como arma, não foi uma experiência muito agradável - Wolf tirando a máscara.

-Deixa eu verr - Francis cuidando dos ferimentos de Wolf.

-Como você está Solena? - Wolf sério.

-Vou sobreviver, ainda bem que a minha cabeça é dura, ela nem conseguiu trincar ela he he - Solen com sorriso esnobe

-Com as pisadas que ela deu, qualquer um teria morrido - Wolf sorrindo.

-Matar a Solen é mais difícil do que jogar na loteria e ganhar - Pietro saindo do banho apenas sem camisa.

-AHHH, O QUE PENSA QUE ESTÁ FAZENDO? - Solen corada e furiosa.

-Eu acabei de sair do banho - Pietro com a toalha nos ombros.

-COLOCA UMA CAMISA, TA PENSANDO O QUE? EM DESFILAR SEU CORPO AQUI? VAI AGORA, EU TO MANDANDO - Solen corada, mas muito furiosa.

-Essa Solen nunca muda - Francis rindo.

-ANDA, SE TROCA, SENÃO VOU TE BATER ATÉ VOCÊ FICAR ROXO - Solen empurrando Pietro pro quarto dele.

-Calma Solen - Pietro entrando no quarto.

-Dói muito? - Wolf sério.

-Ãh? - Solen confusa.

-A cabeça, dói muito? - Wolf apontando pra própria pra Solen entender.

-Não tanto quanto eu pensava, já fui mutilada rapaz, isso aqui faz cosquinha ha ha ha aí... - Solen rindo, mas com um pouco de dor.

-E os seus pais Solen? - Francis sorrindo

-Bom, a muitas pessoas que pagariam pra me ver sofrendo, por isso eu os mandei pra uma viagem pelo mundo, eles estão longe de qualquer perigo no momento - Solen séria.

-Foi uma atitude inteligente já que agora todos sabem que Solena Souls é a Sentinela Solitária - Wolf sorrindo.

-Nem mais solitárria - Francis sorrindo.

-É, mas Sentinela já possui direitos autorais no nome, então continuo com Sentinela Solitária -Solen indo no frigobar do lado do sofá e pegando uma lata de cerveja.

Solen abre a lata e começa a tomar a cerveja e Francis termina o curativo de Wolf e sorri pra ele, mas Wolf vira o rosto bem sério a desprezando e Solen diz:

-Agradeça ela senhor badboy - Solen rindo enquanto ainda toma a cerveja.

-Já falei pra você não beber durante uma potencial missão, Lady Escarlate pode atacar de novo e beber não ajudaria nisto - Wolf sério.

-Deixa eu viver garoto, eu já encerrei por hoje, estou exausta e com dor de cabeça, deixa eu molhar um pouco a garganta - Solen rindo.

Solen termina a sua cerveja e amassa a lata com o pé e deita no sofá e diz:

-Acho que vou dormir um pouco, to realmente exausta com tudo o que aconteceu hoje - Solen bocejando e se deitando.

Enquanto isso, um homem levemente acima do peso e com cabelos grisalhos estava olhando pelo vidro de sua sacada a cidade de SendVille e ele parecia nervoso e diz:

-MALDITA SENTINELA SOLITÁRIA, AQUELA MULHER SEMPRE ESTRAGA OS MEUS PLANOS - Homem se revelando Popone agora com um tapa olho e sem seu inseparável charuto.

-Aposto que eu posso ajudar he he... - Um cara de óculos aparecendo.

-E você seria? - Popone apagando o charuto dele.

-Sou apenas uma de suas cartas na mangá - Homem de óculos ajeitando os óculos e com sorriso maligno.

10 de Outubro de 2019 às 14:42 1 Denunciar Insira 2
Leia o próximo capítulo Momentos Íntimos entre Heróis

Comentar algo

Publique!
Karimy Karimy
Olá! Escrevo-lhe por causa do Sistema de Verificação do Inkspired. Caso ainda não conheça, o Sistema de Verificação existe para verificar o cumprimento das Regras comunitárias e ajudar os leitores a encontrar boas histórias no quesito ortografia e gramática; verificar sua história significa colocá-la entre as melhores com relação a isso. A verificação não é necessária caso não tenha interesse em obtê-la, então, se você não quiser verificar sua história, pode ignorar esta mensagem. E se tiver interesse em verificar outra história sua, pode contratar o serviço através de Serviços de Autopublicação. Sua história foi colocada "Em revisão" pelos seguintes apontamentos retirados dela: 1)Acentuação: "faze-la" em vez de "fazê-la" 2)Grafia e outros: "quanto ele tenta entrar no seu carro" em vez de "quando ele tenta entrar no seu carro"; "e mulher sai de cima" em vez de "e a mulher sai de cima" 3)Pontuação: falta de vírgula em advérbios deslocados, como em "carregava uma maleta que estava ensopada e quanto ele tenta entrar no seu carro uma mulher de capuz cai" em vez de "carregava uma maleta que estava ensopada e, quando ele tenta entrar no seu carro, uma mulher de capuz cai". Aconselho reformulação da frase: "no peito do homem o que espirra sangue"; "Ásia, já adulta e ela limpa" em vez de "Ásia, já adulta, que limpa"; "o nosso grande herói, Estratégico dizendo" em vez de "o nosso grande herói, Estratégico, dizendo". Uso de vírgula para unir frases que deveriam estar separadas por ponto final, por tratarem de assuntos diferentes, como em "outras pessoas fariam isso, eu vivia dizendo" em vez de "outras pessoas fariam isso. Eu vivia dizendo" — isso ocorre porque a primeira frase está concluída e com o sentido completo; a segunda frase não faz parte da primeira e fala sobre algo diferente. Quando o assunto tem sentido completo e está finalizado, devemos iniciar a nova frase depois de ponto. E quando mudamos por completo a ideia-núcleo, a frase deve ser iniciada em um novo parágrafo. Falta de vírgula para separar vocativo da frase, como em "Desculpa prefeita, eu preciso voltar" em vez de "Desculpa, prefeita, eu preciso voltar — os vocativos não fazem parte das frases, por isso deve sempre estar isolado por pontuação. Lembrando que "vocativo" é o nome dado a qualquer palavra usada para chamar alguém durante uma conversa: o vocativo não limita-se ao nome de uma pessoa, mas também abrange apelidos, sejam carinhosos ou não, títulos, cargos, etc. Aconselho o uso de travessão em vez de hífen para marcação de diálogos. Observação: os apontamentos acima são exemplos, há mais o que ser revisado na história além deles. Aconselho que procure um beta reader; é sempre bom ter alguém para ler nosso trabalho e apontar o que acertamos e o que podemos melhorar, e os betas do Inkspired, quando contratados, fazem uma análise detalhada da sua história e a enviam através de um comentário. Caso se interesse, esse recurso também é disponibilizado pelo Inkspired através do Serviços de Autopublicação. Além disso, também temos o blog Tecendo Histórias, que dá dicas sobre construção narrativa e poética, e o blog Esquadrão da Revisão, que dá dicas de português. Confira! Bom... Basta responder esta mensagem quando tiver revisado a história, então farei uma nova verificação.
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 7 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas