10 cm Seguir história

ya-young1554031536 Ya Young

Hase nunca passa dos 10 cm nas brincadeiras com Yushi, deixando o outro sempre irritado e com raiva. 10 cm que podem sumir depois desta noite.


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas.

#shiro #youkai-apartment-no-yuuga-na-nichijou #nabayushi #kuri #mizukihase
Conto
0
779 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

kiss

Kuri entrou correndo e se jogou no futon me assustando, o olhei e sorri logo em seguida Hase fez a mesma coisa, deixei o livro que estava lendo na mesinha e fui secar o cabelo do pequeno; Ele é macio e fofo mesmo sendo um espírito, Shiro entrou puxando um dos brinquedos que o Hase trouxe para ele.

Hase – Realmente parecemos uma família feliz- meus olhos se encontraram com o dele. –Vamos dormir.

Cai por terra outra vez, Hase se aproximou para me beijar, más desviou, ele mantém aqueles 10 cm toda vez que faz isso, se soubesse quanto meu coração dispara por estar próximo dele. Kuri se deitou no meio e Shiro se manteve aos nossos pés.

Não conseguia dormir, era impossível com todos os pensamentos que cercam minha cabeça, senti Kuri se abraçar a mim, fechei os olhos tentando acalmar o turbilhão dentro de mim e nada adiantou.

Notei o passar do horário, Kuri foi o primeiro a se levantar levando Shiro com ele, estava entorpecido de sono, não conseguia pensar meu corpo agiu voluntariamente.

Subi em cima do Hase, observava aquele rosto sereno dormindo, meus olhos encaravam meu alvo sua boca.

Hase– Vai ficar só olhando? – ele inverte nossas posições. – Yushi você é tão lento.

Ele me beija um beijo profundo, nossas línguas pareciam brigar, ele mordeu meu lábio interrompendo o beijo, seus olhos negros me encaravam e ele tinha aquele ar de superior.

Yushi– Isso...

Hase– Mas é lento, isso foi o meu desejo já que você não avançava os 10 cm.

Yushi– Quero mais.

Hase me perdeu mais em seus braços o volume em seu membro se chocava com o meu, Fool apareceu na hora estragando tudo.

Fool– Amo está na hora do seu treinamento.

Taquei o travesseiro nele, desviei o olhar do Hase, não queria me soltar dele, más não teria paz no casarão, sussurrei pra irmos pra outro lugar.

Hase levantou no mesmo instante trocando de roupa, fiz o mesmo e saímos para pegar a sua moto, Kuri correu para se despedir do Hase, peguei no colo dando um beijo nele.

Peguei o capacete e abracei o corpo a minha frente, meu corpo esfriava com a velocidade que Hase se mantinha, Hase estacionou na frente de um hotel luxuoso.

Ele deixou o manobrista levar a moto e esse encaminhou para o balcão, Hase abriu a carteira e nada mais foi perguntado, é assim desde que nós conhecemos, a moça entregou a chave sorrindo.

Hase– Vamos?- ele segurou minha cintura, senti meu rosto ruborizar.

Yushi– Bastardo.

Seguimos pro elevador, Hase mantinha a mão em minha cintura, subimos até a suíte presidencial, queria matar aquele bastardo, meus olhos percorreram aquele lugar luxuoso.

Hase pegou o controle fechando as cortinas, tomei conta do que faríamos e me deu um arrependimento, Hase retirou a jaqueta se aproximando.

Hase– Então passivo ou ativo?- engoli em seco sua pergunta. – Não eu vou ser o ativo.

Yushi– Podemos...

Hase beijou meu pescoço, apagando qualquer pensamento que me ocorria, meu corpo respondia a ele, suas mãos foram da barra da minha camiseta para meus mamilos.

Minhas mãos se enroscaram em seu cabelo, macio, seu cabelo é macio igual ao do Kuri, senti um arrepio quando Hase começou a apertar meu pênis por cima da roupa. Caminhamos até a cama, o mundo só existia pra gente, nossas roupas decoravam o chão do quarto, Hase me jogou na cama, cobri meu rosto pra esconder o rubor nele.

Hase beijou minha testa, se levantou e foi buscar algo no bolso de sua jaqueta,acompanho tudo me apoiando nos meus braços sentando na cama, ele retira um pacotinho pequeno do bolso e volta para onde eu estou. O vejo deixar o pacotinho de lado me encarando, engoli em seco aquele olhar de desejo que ele tinha.

Hase– Vamos brincar.

Ele desliza sua mão pelo meu corpo, mordo meu lábio inferior, puxei seu corpo queira mais contato, o mais velho sorriu, minhas mãos se penderam nele deslizando até sua bunda a apertando.

Yushi– Durinha.

Hase– Vou te mostrar o que esta durinho.

Hase palpava o colchão atrás do pacotinho, o mais velho abiu aquilo e dentro tinha umas camisinhas e um sache de lubrificante, gelei com o liquido escorrendo entre meu membro e indo pro meu anus.

Hase- Logo esquenta. – foi o que aconteceu, aquele liquido começava a esquentar me dando uma sensação boa. – Itadakimasu.

O mais velho colocou dou dedos em meu interior, aquele lugar doía, mas ia me acostumando, mais um dedo e dor, ele movia os dedos alargando mais aquele buraco.

Hase– Esta pronto?- assenti com a cabeça.

Hase foi afundando seu pênis em mim, arfei de prazer, ele abraçou minha cintura me levantando se afundando ainda mais em mim, minha respiração era cortada pelas estocadas dele.

Agarrei-me as cobertas, o barulho dos seus movimentos invadia meus ouvidos, o suor já escorria por meu corpo.

Hase- Você é tão apertado, quente. – ele leva o meu pré gozo a boca. – E deliciosamente doce.

Ele me masturbava arrancando ainda mais meus gemidos, me abracei a ele, o empurrando no pequeno espaço que sobrava do colchão, cavalgava em seu membro jogando minha cabeça pra trás.

Gozamos juntos, ele dentro de mim e eu sujando seu abdômen, senti os braços do Hase me apertando, sorri com aquele calor que ele me passava.

Não demorou muito a calmaria, puxei-o para o banho aquelas cenas clichês de relação amorosa no banheiro que pareciam bobagens se tornaram ótimas. Passamos a tarde toda ali, ele pediu o melhor de tudo do cardápio nada comparado as comidas da Ruriko.

Gostaria de ficar assim até o fim das férias de verão, caminhei até a cama me deitando nela o sono começava a me visitar, senti os braços de Hase me envolvendo e me deixei adormecer.

Hase– Ainda bem que passamos dos 10 cm.

Fool me acordou com aquele "Amo" dele, levantei no pulo com o susto achei que ele ficaria no casarão, olhei assustado tentando cobrir meu corpo.

Yushi– Fool o que faz aqui?

Fool– Sabe que sempre estaremos contigo, não pode deixar o Petit Hierozoicon longe de você.

Afundei-me no peito do Hase, não quero ouvir as palavras de provocação do Fool, não agora e assim, deixaria os problemas pra depois.



30 de Setembro de 2019 às 13:22 0 Denunciar Insira 0
Fim

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~