Festa? Seguir história

kendy Eduardo Kendy

A mesma festa mostrando duas histórias diferentes, porém com o mesmo ponto final.


Conto Todo o público.

#conto #festa? #kendy #original
0
762 VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

A festa para Victor J. Lemon

Apenas uma semana morando sozinho e já estou dentro de uma festa clichê de filme adolescente (como se eu fosse o ancião dentre todos nessa festa), eu acho que a única coisa que não é clichê aqui é esse cachorro com uma fantasia de pepino, eu só queria saber o por quê disso, mas mesmo assim, cara... Isso é incrível ("rindo por dentro"), parando pra pensar agora eu queria ser esse cachorro, ele me parece quem mais esta verdadeiramente se divertindo nessa festa dentre todos, bom... Eu também estou me divertindo de certa forma, ás vezes é legal ficar sóbrio para ver uma casa sendo "destruída" e logo de manhã o dono da casa ficar desesperado para arrumar tudo, pois seus pais irão voltar de viagem cedo ("rindo")... Eita, acho que eu posso ser um pouco sádico... Mas o que eu faço então? Eu só acho engraçado.

Se não fosse pelo meu amigo Bernard eu não estaria aqui e não veria esse cachorro vestido de pepino, talvez eu agradeça a ele depois, mesmo ele tendo me deixado aqui sozinho por causa de uma garota, mas tudo bem, ele está apaixonado, se eu estivesse gostando de alguém assim, também estaria cego. Mas ele é um bom amigo, sempre esteve ao meu lado nos tempos difíceis desde o colegial, ele teve que se mudar por causa do trabalho de sua mãe no nosso último ano, porém estamos de volta e cursando a mesma faculdade = Física!!! Eu sei, eu sei, algumas pessoas que cursam Física não parecem das mais humildes, mas eu juro, nem todos são assim, eu e Bernard não somos chatos... Tá bom, talvez eu seja um pouco sádico e meio perdido nos pensamentos as vezes?! Talvez, mas nós sabemos quando é hora de calcular uma força ou não.

Enquanto estava perdido nos pensamentos (outra vez) e imaginando o quão incrível eu ficaria numa fantasia de pepino (com um leve sorriso de canto de boca sentado no sofá), uma pessoa (que deve ter bebido no mínimo... Um monte!) apenas se virou pra mim (com um bafo na boca que diz "eu estou muito bêbado e vou vomitar em você porque não vejo nenhum outro lugar para fazer isso")... E vomitou... Mas não em mim pois eu estava preparado para essa ocasião, fiquei com um travesseiro no colo a festa toda para o caso dessa cena trágica acontecesse comigo, porém o travesseiro não bloqueou tudo, pois não contava que o ângulo daquele bendito vômito fosse se virar bem em direção da minha mão esquerda(ela não tinha um travesseiro para se proteger infelizmente). Fui ao banheiro rindo de mim mesmo e lavei minha mão.

Agora eu tinha duas opções, subir para a parte de cima da casa ou comer alguma coisa e ir embora, eu até pensei em ir lá em cima a avisar para Bernard que estava saindo, mas achei melhor não, ele estava com uma garota, não iria atrapalhar ele. Então optei por comer alguma coisa e dar no pé pois já me encontrava num estado sonolento, cade o café nessas horas, tem bebida por todos os cantos da casa mas o café cade né?!!! Fui até a cozinha que já estava "destruída", peguei uns salgados enquanto observava algumas pessoas dormindo no chão, e fiquei rindo por dentro é claro.

Percebi que estava tarde e precisava ir embora, mesmo amanhã sendo Domingo, eu tenho responsabilidades como dono de casa okay?! Peguei um pacote de salgadinho e saí da casa andando e comendo, porém na calçada eu vi uma garota chorando (acho que ela tinha mais ou menos minha idade, 19), ela tentava esconder mas eu percebi de longe as lágrimas escorrendo pelo seu rosto, então voltei para dentro da festa e depois de uns minutos sai e fui até em sua direção, parei na frente dela e entreguei o meu pacote de salgados (que ficou um pouco surpresa por isso... Eu também ficaria) e fui seguindo meu caminho de volta pra casa. Eu não sei quem era aquela garota mas tomara que aquilo faça ela se sentir um pouco melhor.

22 de Setembro de 2019 às 16:32 0 Denunciar Insira 0
Continua…

Conheça o autor

Eduardo Kendy Apenas uma pessoa que gosta de criar histórias

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~