Night Seguir história

sophiagrayson Sophia Grayson

Em meio a insônia, Dick admira sua bela mulher. | Dick GraysonXZatanna Zatara | | Universo Alternativo| | Créditos da betagem a @SakuraAngeli |


Fanfiction Comics Todo o público.

#fluffy #Zatanna-Zatara #asa-noturna #nightwing
Conto
0
675 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo Único

Era uma madrugada fria, boa para ter aquela excelente dormida que o friozinho traz. Mas para o jovem Dick Grayson isso não era possível, tendo seus olhos arregalados e praticamente sem sono. Era uma de suas noites em que a insônia batia com força.

Poderia ser piorado com o estresse do trabalho e o acúmulo de problemas para resolver. E como ele havia acabado de entrar na polícia todo e qualquer problema do dia a dia caía em suas costas. Desde simples até complicadas, para um novato.

Remexeu-se na cama até resolver ficar deitado de barriga para cima e se render à insônia. Suspirou. Sentiu ao seu lado um movimento e se aquietou. Não era justo atrapalhar o sono dos outros. Em especial da pessoa que mais amava e que atualmente precisava de um bom descanso.

Pela última vez, se mexeu um pouco de lado para conseguir pelo menos admirar a beldade que era sua esposa: Zatanna Zatara.

A jovem mulher dormia profundamente, os longos cabelos negros espalhados pela cama, travesseiro e rosto branco este sem nenhuma mancha. Com cuidado Dick tirou as madeixas do rosto de sua amada para vê-lo melhor.

Sorriu bobo. A beleza serena da mulher trazia calma naquela noite tão longa para o moreno. Sua mão desceu levemente do rosto macio em uma carícia, até pegar a mão alheia da outra e entrelaçar. Antes puxou um pouco o lençol que escorregava no corpo da jovem, mostrado o largo pijama e a grande saliência que era seu ventre no sétimo mês de gestação. Logo a cobriu melhor.

A chegada do bebê tinha sido uma surpresa e tanto para o jovem casal. Sabia que Zatanna foi a que ficou com mais medo e receio. Dick também ficou, mas, aceitou bem rápido e ficando feliz em ser pai.

Não deixou de apoiar sua esposa e de dar confiança naquele início de gravidez, que foi um pouco complicado. Para a imensa tristeza da morena, teve que deixar a profissão que mais amava para ficar em repouso.

Foi difícil para Dick ver aquela pessoa tão radiante e segura de si, ficar tão arrasada. Amava-a e se pudesse tirar toda sua dor, ele tiraria.

Viu com orgulho a evolução de sua esposa para a aceitação e ficou aliviado ao saber que ela não culpava o bebê por seu afastamento. E que amava bastante aquele serzinho. Ela só estava assustada e não com raiva. Cada um tem sua forma de assimilar as coisas. Isso o fez a amar ainda mais.

Observou ela se virar de leve e ficar mais perto dele. A aliança da morena brilhou quando a mão saiu do lençol, fazendo Dick se lembrar do dia de seu casamento. Às vezes não acreditava que tinha se casado com uma mulher tão linda e forte, que sempre considerou areia demais para seu camiãozinho.

— Dick? — escutou a voz de sua esposa sussurrar, quebrando seu momento de divagação. Voltou seu olhar para ela. Zatanna levantava levemente a cabeça, com os olhos azuis quase fechando de tão cansados.

Grayson piscou apreensivo.

— Sinto muito, não quis te acordar.

A moça sorriu de leve. Sempre tão preocupado o seu marido!

— Ah, tudo bem. Não foi você, nossa filha me chutou — riu de leve, ainda sentindo sua filha se movendo, agora mais calma.

— Que? — logo a mão de Dick tocou seu ventre sorrindo feito um bobo e arrancando também um sorriso dos lábios dela — Vamos deixar a mamãe dormir, sim? — falou com uma voz meiga. Ele já tinha o costume de conversar com a barriga dela. Sempre explicava que a menina poderia os ouvir. Fofo. Até a própria Zatanna estava pegando essa mania.

A morena olhou para seu marido que continuava a falar. Percebia seu cansaço. Sabia que a insônia estava sendo horrível com ele nos últimos dias. Já estavam aparecendo até olheiras em volta dos olhos.

— E você, Dick, não está dormindo? — perguntou com um fio de voz preocupada.

O moreno suspirou, passando as mãos em seu rosto.

— Não consigo — confirmou. Sentiu aquele olhar azul queimar sua pele, voltou a encara-la — Fique tranquila, está tudo bem.

Viu a negar com a cabeça, logo segurando o rosto dele e sustentando seu olhar. Sempre tão envolvente e acalentador.

— Você sabe que não gosto disso — afirmou séria.

— Sim, eu sei. Desculpa. Só não quero te preocupar com mais coisas-

— Você é meu marido, Dick. Não tem como não me preocupar — se ergueu mais na cama — Quer que eu faça algum chá para você?

Dick arregalou os olhos.

— Não, não! Não precisa ‘Tanna — fez ela se deitar de novo, dessa vez com a cabeça em seu peito, puxando o corpo mais para perto de si — Sério, não se preocupe — passou as mãos pelos cabelos compridos dela em um cafuné — Pode voltar a dormir.

A contragosto ela aceitou, abraçando aquele corpo forte e quente. Fechou os olhos escutando as batidas do coração de Dick. Logo pelo cansaço, dormiu.

O jovem futuro pai ficou olhando para o teto do quarto escuro. Aproveitando o calor e o perfume da esposa. O relógio ao lado marcava três da manhã. Às sete precisava estar no trabalho novamente. Fechou os olhos, desejado pelo menos um pouco de sono.

Por sorte, minutos mais tarde conseguiu tal feito.

6 de Setembro de 2019 às 11:48 2 Denunciar Insira 1
Fim

Conheça o autor

Sophia Grayson Só uma garota que gosta de escrever.

Comentar algo

Publique!
Sakura Angeli Sakura Angeli
Desconheço algum texto q me trouxe tanto calorzinho no coração quanto este <3 ESSES DOIS FOFOS *-* A autora tb é outra fofura! Eu simplesmente amei, Sophia <3
9 de Setembro de 2019 às 13:19

  • Sophia Grayson Sophia Grayson
    Owwwwwww <3 Obrigada, querida! Chega que me animou agora, você é incrível <3 Fofa é você também :3 Beijos! 9 de Setembro de 2019 às 13:52
~