Planeta Doente Seguir história

vitor-montes Vitor Montes

Nesse texto eu tento apresentar as mais puras verdades do que está acontecendo na sociedade no meu ponto de vista.


Não-ficção Todo o público.
Conto
0
1.4mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Planeta Doente

Os acontecimentos recentes transmitem excepcionalmente a posição e o respeito dos indivíduos em relação a ciência, política e principalmente a natureza. De certa forma, o ser-humano é o câncer do planeta, desmatando florestas como a Amazônica, consumindo excessivamente e produzindo essa "seca".

Seca, de maneira produtiva, artística, onde a maioria dos indivíduos estão moldados em comparações, tudo que é exterior importa, o que há de nacional aborta.

Podemos dizer, que nem pra morrermos nós servimos(e estamos tentando), essa questão me lembra o escritor Tennessee Williams, a ideia como ele "entrega" as palavras no texto não é depressiva, mas sim realista, pois a cada letra é uma inspiração e a cada ponto uma expiração.

A capacidade de entender as pessoas é provavelmente improvável, da mesma forma que esse artigo faz com vossos leitores. Um exemplo seria, a extinção de algumas espécies como o rinoceronte-branco caminha junto com o aumento dos usuários de plataformas de streaming, isso é a Netflix.

Não é perpicaz, como preferem gastar tempo com fantasia do que a verdadeira fantasia dos livros, contos e cantigas apresenta.

Os nossos pensamentos formam uma teia imaginária de suposições e confrontações, por isso que Lavoisier disse que "na natureza nada se cria, tudo se transforma".

Por isso que eu mostro, que a Terra está com câncer, o tumor é a população e o seu jeito de agir e pensar.

O mais interessante disso tudo, é que só estamos pensando no passado, no futuro e nunca no presente momento. O momento que precisamos calcular agora resulta na força que precisamos do povo pra ajudar esse doente planeta.


25 de Agosto de 2019 às 00:56 1 Denunciar Insira 2
Fim

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
bb bia bia
show!!!
20 de Setembro de 2019 às 18:36
~

Histórias relacionadas