Não Seja Tão Tímido Kakashi-sensei Seguir história

sakura_1_haruno Sakura Haruno

Kakashi Hatake, ultimamente olhava para Sakura Haruno com outros olhos, mas sua insegurança por a kunoichi ser aluna dele o deixa com um certo receio de aproximar-se dela. Sakura percebe isso e não deixa escapar a oportunidade para "libertar" o desejo de Kakashi-sensei. "Não seja tão tímido, Kakashi-sensei... Apenas sente o que o seu corpo pede..."


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas.

#kakasaku
Conto
0
486 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo Único

Eu estava tão aborrecida que até o que eu estava a ler estava me irritando. Fechei o livro com uma certa brutidão, estiquei os meus braços para cima preguiçosamente soltando um grande suspiro acompanhado por um barulho estranho que eu sempre faço quando me espreguiço, cocei a minha vista sendo acompanhado por um bocejo de preguiça e em seguida dando um gole de saquê. Estava no Shushuya, beberiquei uma garrafa inteira de saquê, estava levemente corada devido à bebida. Estava bêbeda? Não, não estava bêbada, estou lúcida demais, eu estou é muito enteteada, não havia missões de momento para eu fazer. E isso me deixava com os nervos à flor da pele.

Kakashi-sensei ultimamente anda um pouco esquisito com minha pessoa, o Rokudaime Hokage, insistiu que eu, Sakura Haruno, tenho que fazer missões dentro de Konoha. Também reparei que Kakashi-sensei, anda a olhar para mim com um certo interesse, um olhar que qualquer mulher percebe naqueles olhos negros e o imperceptível sorriso malicioso por detrás daquela máscara que consigo ver nitidamente quando o olhar dele vai de cima a abaixo pelo meu corpo.

Confesso que a maneira que ele olha para mim, aquele olhar atrevido estou a começar a sentir uma certa atração pelo Kakashi-sensei, a forma madura dele de ver as coisas, a perspicácia de resolver problemas, não sou menor todavia eu já completei 20 anos e Kakashi-sensei se não me engano é mais velho do que eu 14 anos, não vejo nenhum problema nisso, já sou maior de idade, com juízo e vacinada, portanto está tudo ok. Seria estranho eu andar com o meu antigo sensei? Não, estou solteira todavia ele também, não vejo mal nenhum se acontecer umas curtidas lá de vez enquanto. Seria até que interessante...

- Eu andei à tua procura pela Vila inteira Sakura-chan. - a voz rouca de Naruto se fez ouvir naquele momento, olhei para ele com cara de tédio e vi uma gota de suor surgir na têmpora direita dele.

- O que foi Naruto? - perguntei sem ânimo nenhum repousando a minha cabeça na minha mão que estava apoiada sob o meu cotovelo em cima da mesa.

- Por acaso não estás bêbeda, Sakura-chan? - indagou ele olhando para mim com uma cara preocupada, aproveitando também sentou-se à minha frente, revirei os olhos com a pergunta dele e encarei-o tediosa.

- Posso até estar corada da bebida, mas bêbada não estou. Porquê que andas à minha procura, Naruto? - indaguei respirando levemente fundo para não aborrecer rapidamente com o Uzumaki.

- Kakashi-sensei recrutou-te para uma missão... - informou Naruto, naquele momento arregalei os olhos, vi ali uma oportunidade para encarar o atual Hokage da Vila da Folha.

- Ele falou-te que tipo de missão que era? - perguntei para Naruto, normalmente Kakashi-sensei diz mais ou menos a missão ao loiro.

- Não... Ele só me disse para estares na sala do Hokage assim que eu te encontrar... - respondeu com as safiras a olhar para mim duvidosas, levantei-me naquele momento indo em direção à saída e vi Naruto a olhar para mim incrédulo - Não vais pagar a conta? - interrogou-me apontando para a garrafa de saquê em cima da mesa.

- Paga tu, o que Kakashi-sensei quer pode ser urgente... - se Naruto soubesse o meu verdadeiro motivo ele ficaria super zangado, mas não estou me importando nada.

- Quando fomos comer rámen quem vai pagar vai ser tu... - disse ele se levantando colocando sua mão na algibeira tirando a sua carteira verde em formato de sapo indo em direção ao balcão, apenas acenei para ele despedindo-me e saindo do estabelecimento. Vai ser hoje que vou colocar os pontos nos "i's".

Já me encontrava atrás da porta do escritório do Hokage, suspirei fundo, puxei os meus shorts um pouco para cima para aparecer melhor as minhas curvas e assim provocar Kakashi-sensei, essa é a minha melhor oportunidade para que o Hatake se livrasse da sua timidez. Bati na porta três vezes e ouvi a permissão para entrar na sala, abri a porta e adentrei para a sala trancando a porta à chave atrás de mim. Kakashi-sensei olhava para mim, o mesmo apercebeu-se que eu havia trancado a porta, mas não disse nada, aproximei-me de forma provocadora, e reparei que o mesmo comia-me apenas com o seu olhar, dei um singelo sorriso de vitória e fiquei de frente para ele, endireitando a minha postura para que minha frontal parecesse mais atraente para Kakashi-sensei, os olhos negros dele me olharam no meu rosto e me pronunciei naquele momento.

- Naruto me avisou que Kakashi-sensei precisava de mim... - indaguei fingindo ter a maior inocência desse mundo.

- Sim... - respondeu ele, colocando as suas costas para trás apoiando sua cabeça na sua mão direita - Preciso que faças substituição de um jōnin, de momento ele não se encontra na Vila e o time dele precisa de uma supervisão até ele voltar para a Vila da Folha... - pausou por uns breves segundos e eu vi que o mesmo olhou-me debaixo a cima e que sua visão parou por um tempo nos meus seios - Amanhã começas... Aí está o pergaminho com todas as informações do Time. Digamos que esse time é um bocado complicado de se lidar. - terminou de falar, inclinei a minha cabeça para o lado dando a ele um sorriso de malícia, vi Kakashi-sensei a olhar para mim com os olhos semicerrados atento ao meu comportamento.

- Eu não tenho problema nenhum de cuidar de um time problemático... - disse contornando a secretária de Kakashi o mesmo acompanhava-me com o seu olhar e sua cadeira acompanhava o meu movimento ficando eu e ele de frente um para o outro. Foi então que me sentei no colo dele surpreendendo-o com o meu gesto - Kakashi-sensei, não acha que já não está sabendo disfarçar esse seu olhar pervertido que o senhor tem para comigo? - disse com o rosto demasiado perto do dele. Kakashi-sensei olhava para mim atento, mas também não reprimiu o meu ato.

- Estás bêbada. - disse ele na afirmação, apenas revirei os olhos, até parece que uma garrafa média de saquê iria me embebedar, olhei para Kakashi-sensei e naqueles olhos eu vi desejo que ele tanto esconde.

- Kakashi-sensei, achas mesmo que uma garrafinha de saquê iria me embebedar? - abanei a cabeça para os lados num tom trocista - Tsc. Tsc. Eu vejo o seu sorriso sacana por baixo dessa máscara quando olha para mim e sem dizer esse olhar de lobo faminto olhando para a sua ovelha, e sem nomear também as mudanças de missões repentinamente e também terminando eu não sou cega... - disse com o meu rosto um pouco perto do rosto do Hokage.

- E o Sasuke-kun? - indagou ele para mim, pensando ainda que nutria sentimentos pelo Uchiha.

- Eu quero que Sasuke vá para o raio lhe parta. - disse com desdém - Agora o meu foco está em noutra pessoa. - pausei com um sorriso pervertido em meus lábios - E essa pessoa está à minha frente. - disse indo direto ao ponto, Kakashi-sensei fechou os seus olhos suspirando profundamente e a atitude dele está me acabando com os meus nervos.

- Sakura, acho melhor... - tentou uma conversa, mas eu obviamente interrompi-o.

- Kakashi-sensei, até aonde sei, eu estou solteira e tu também estás, portanto não há nada de errado, aliás tu sendo o Hokage da Vila da Folha, pareces um cagadinho - disse-lhe em tom de gozo e aproximei o meu rosto perto do ouvido dele e sussurei - Não seja tão tímido Kakashi-sensei... - provoquei-o chegando para mais perto dele, para roçar a minha intimidade por cima do tecido dele, e pela minha não surpresa, Kakashi-sensei estava bem durinho... Foi então que senti as mãos dele nas minhas nádegas apertando.

- Estás a levar-me a fazer coisas que eu não deveria... - sussurrou o Hokage por trás da máscara negra - fazer... - terminou, dei um sorriso de canto. Agora sim Kakashi-sensei já percebeu o que eu quero realmente.

- Descansa um pouco. Descansa a sua cabeça. Fecha os olhos. - disse cada frase pausadamente para provocá-lo ainda mais - Kakashi-sensei anda muito stressado ultimamente... Aproveita para relaxar um pouco... - terminei roçando mais minha intimidade nele,mas sem nunca perder a minha postura de dominadora.

Foi então que fui pega de surpresa, Kakashi-sensei agarrou nos meus quadris com força pressionando mais contra a ele fazendo com que eu soltasse um gemido de prazer acompanhado por um gritinho de susto. Em seus olhos vi a luxúria transbordar fiquei impregnada naquele olhar foi então que a voz rouca dele se pronunciou.

- Tu és uma menina perigosa, Sakura... - senti um arrepio pela minha coluna abaixo, aquela maneira de ele chamar o meu nome sensualmente, eu já estava molhada ouvindo ele daquela maneira quase gozaria, com toda a certeza sim.

- Todas as mulheres lá no fundo são perigosas, apenas só fingimos ser inocentes... - sussurrei - Faz eu sentir uma mulher perigosa, Rokudaime-sama - aticei ele sussurando-o no ouvido e o Hatake pegou em mim ao colo e me deitou por cima da secretária ficando ele por cima de mim dando a mim uma outra perspetiva de visão, tenho que admitir que o Kakashi-sensei é lindo de morrer.

- Tens a certeza que queres fazer isso? - perguntou um pouco cauteloso, revirei os meus olhos fitando-o em seguida com incredulidade, a sério com tudo o que eu já provoquei nele ainda tem receio nos seus atos?

- Com toda a certeza desse mundo. - olhei-o de cima abaixo e o seu amiguinho estava bem visível - Tire as minhas roupas - ordenei, foi então que ele começou a desamarrar as fivelas do meu cinto largo da cintura, atirando o acessório ninja para longe, mordi o meu lábio inferior com aquele lado selvagem de Kakashi, enquanto ele começava a desabotoar os botões da minha camisa bordeuax tirei as minhas luvas negras e as cotoveleiras rosas atirando para qualquer lado da sala do Hokage.

Quando Kakashi terminou de desabotoar a minha camisa, o meu soutien de kunoichi da cor preta revelou-se dando a Kakashi mais visão do meu corpo, vi o Kakashi-sensei a tirar as suas roupas, quando notei que ele ia abaixar a máscara eu mesmo fiz questão de parar o ato que ele iria prosseguir.

- Kakashi-sensei eu quero tirar a sua máscara... - sussurrei pedindo permissão para retirar aquele pedaço de tecido negro da sua face levantei as minhas costas lentamente posicionei as minhas mãos em frente do rosto do Hokage olhei nos olhos, o meu coração palpitava ferozmente, olhei para o tecido negro e com cautela comecei a abaixar a máscara, afinal estava ansiosa para ver o rosto do Kakashi, já que há muito tempo essa curiosidade me consumia. O pano já estando em baixo do seu queixo arregalei os meus olhos, estava era assustada com a tamanha beleza que Kakashi-sensei escondia por de trás daquela máscara, se meu rosto já se encontrava vermelho do saquê, fiquei ainda mais corada, pois estava impressionada o quão bonito Kakashi era, para não perder a minha safadeza, olhei para os lábios dele que eram um pouco carnudos puxei-o pela máscara para mais perto de mim para depositar um beijo urgente. No ínico estava um pouco desajeitado, mas depois o beijo tornou-se sincronizado recheado de desejo, lúxuria e puro tesão, quando dei por mim, estava deitada novamente por cima da secretária e em cima de mim estava Kakashi passeando suas mãos malandras pelo meu corpo explorando ele devagar, sem pressas e sim carinhosamente e perverso.

Agora Kakashi-sensei desabotoou a fivela abaixando o meu soutien de kunoichi revelando os meus seios médios, arfei ao sentir a peça descendo lentamente pela minha cintura, o toque de Kakashi com toda a certeza é prazeroso ficaria o dia inteiro ali. No meu seio esquerdo senti húmido e meu mamilo ríjido estava sendo mordido levemente e puxado com força fazendo com que eu mordesse os meus lábios com força. Olhei para Kakashi e ver-lo à minha frente massajeando o meu seio direito na sua mão e apertar o mamilo entre o dedo do meio e o dedo anelar, aqueles seus olhos me miravam com tanta luxuria, que nem reparei que sua mão já se encontrava na minha vulva e começava a massajear delicadamente o meu clitóris fazendo-me arfar agarrando na cabeça do Kakashi elevando até aos meus lábios para um beijo para que abafasse os meus gemidos. Foi então que cheguei ao meu primeiro ápice, gozei na hora errada, mas também Kakashi-sensei não está facilitando para mim, porque a maneira que ele mexe comigo é muita e aquele jeito dele de ser levemente, para não dizer quase total dominador me excita muito. Desfizemos do beijo ele olhou para mim com os seus olhos semicerrados de prazer e sorriu levemente depositando um beijo no meu queixo.

- Eu quero provar, o gosto do teu prazer. - falou Kakashi, lambendo-me desde os seios até à minha vulva foi então que sua língua começou a brincar no meu clitóris fazendo-me perder naquela loucura de prazer - Quieta... - sussurrou ele repreendendo-me, mas não conseguia ficar quieta, não daquela maneira.

- Kakashi-sensei... - sussurrei revirando os meus olhos e apertando os meus dedos na secretária do Hokage, quando naquele momento a madeira estala fazendo com que Kakashi parasse no que estava a fazer e olhasse para mim com os olhos arregalados um pouco assustado com a minha força - Desculpa... - falei com vergonha afinal aquilo não era para ter acontecido, foi então que Kakashi-sensei pegou em mim ao colo com as minhas pernas entre lançadas na sua cintura olhou-me nos meus olhos e foi então que roubou-me um beijo intenso, entre lancei os meus braços em volta do seu pescoço e puxando levemente o seu cabelo platinado, o beijo do Rokudaime era safado foi então que senti as minhas costas ficarem frias, percebi que estava encostada na parede Kakashi olhou para mim com os olhos semi cerrados, foi então que fui penetrada devagar fazendo com que eu arfasse com o ato.

Kakashi começou a dar levemente estocadas, abracei-o mais contra mim senti a sua peitada tonificada nos meus seios nu, fechei os meus olhos e me entreguei ao prazer, senti a sua mão agarrar os meus cabelos da nuca puxando para trás fazendo com que o meu pescoço ficasse à mostra assim ele aproveitou dando-me um chupão, eu sabia que no dia a seguir ia aparecer marca, mas nada que uma gola mais alta que não resolva.

- Kakashi-sensei, mais... - disse quase chegando ao meu ápice, foi então que ele tirou o seu pênis de dentro de mim, olhei para Kakashi indignada com o ato dele.

- Não fiques zangada comigo, quero apenas mudar de posição... - justificou ele - Quero que fiques... - interrompi-o

- Não! - disse - Quero que tu fiques quieto! - ordenei-lhe- Mas primeiro quero provar esse chupa-chupa - falei maliciosa Kakashi-sensei sentou-se novamente na sua poltrona ajoelhei-me, não para rezar, mas sim para dar uma boa chupada naquela pila que até Kakashi-sensei vai à lua e voltar.

Foi então que comecei a lamber desde os testículos até glande, naquele instante abri mais a minha boca e engolindo praticamente o órgão genital de Kakashi-sensei, fiz garganta funda olhei para cima e vi o grande Hokage-sama arfar com o que eu fazia apenas com a minha boca, foi então que comecei a movimentar a minha cabeça com movimentos de vai-e-vem e com a lingua ainda brincava, com a ajuda da mão complementava ainda os vai-e-vens com uma certa velocidade fazendo com que Kakashi-sensei gemesse, foi então que senti na minha boca um liquido expeço e quente olhei para Kakashi com as minhas sobrancelhas franzidas, foi então que no canto da testa do Rokudaime formou uma gota de suor, ele percebeu que eu não havia gostado muito da ideia de ele ter gozado na minha gota, tirei o seu membro da minha boca e de boca cheia de esperma olhei fixamente em seus olhos negros.

- Desculpe, não era a minha intenção... - naquele momento engoli o liquido fazendo Kakashi arregalar os seus olhos com a coragem que eu tive de engolir o sémen - Sakura... - foi interrompido por mim indo para cima dele posicionando o membro dele na minha vagina.

- Cala-te e agora faz-me eu vir - ordenei, e ele assim obedeceu, colocou as suas mãos nas minhas coxas e foi então que eu comecei a pular com força, gemi alto, pois estava extremamente excitada, foi então que me perdi ainda mais para o prazer quando senti o polegar de Kakashi roçar com o meu clitóris fazendo eu arfar, o Rokudaime puxou a minha cabeça para contra si me beijando no pescoço, revirei os olhos e com estocadas fortes que Kakashi me dava foi então que gozei, colamos as nossas testas ofegantes.

- Para boa menina que és, ninguém diz a fera que está por detrás dessa carinha de anjo - disse Kakashi, sorri maliciosa para ele foi então que naquele momento a porta é batida fazendo com que eu e Kakashi nos vestisse rapidamente e ajeitásse-mos as roupas - Logo tens missão - disse ele sacana, caminhei para a porta sensualizando o meu passo, olhei para trás de forma sexy e lhe sorri.

- Não seja tão tímido Kakashi-sensei. Eu sei que o senhor quer o segundo round - destranquei a porta e me deparei com Shikamaru com um rosto confuso a olhar para mim - Olá Shikamaru-kun. - cumprimentei o Nara e saí do escritório do Hokage com um sorriso de lado, sentindo-me vitoriosa de foder com o Rokudaime Hokage.

19 de Agosto de 2019 às 19:57 0 Denunciar Insira 1
Fim

Conheça o autor

Sakura Haruno Blog: http://sakura1haruno.blogspot.com/?m=1 Instangram: @sakura_haruno1996 Twitter: (@Sakura1Haruno1): https://twitter.com/Sakura1Haruno1?s=09 SpiritFanfic: https://spiritfanfics.com/perfil/sakura_1_haruno Inkspired: https://getinkspired.com/pt/u/sakura_1_haruno/ Nyah!: https://fanfiction.com.br/u/779725/ YouTube: www.youtube.com/channel/UC8iXDA9_7sWRJ0lq1pw5ixA Facebook: https://www.facebook.com/SakuraHarunoautora/

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~