Monólogos Seguir história

reianfibio Príncipe Dos Sapos

Compilado de textos reflexivos a cerca de nossa sociedade e cotidiano utilizando metáforas e situações fictícias.


Histórias da vida Todo o público.

#metáfora #filosofia #cotidiano #reflexão #pensamento #cultura #sociedade
2
1.2mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todos os Domingos
tempo de leitura
AA Compartilhar

O Príncipe dos Sapos

Inicio esclarecendo que quando falo “sapo” eu me refiro aos anfíbios anuros em geral. Pois bem, por mais que tal título possa parecer pejorativo, ele é o que melhor descreve o meu ser, pelo menos aos olhos alheios. Um sapo não é agradável aos olhos ou ao olfato. São nojentos e até mesmo asquerosos, como o clássico A Princesa e o Sapo nos mostra.
Apesar de sua natureza e visual, eles possuem atributos apreciados, assim como eu. Sugam minha mente como um caldo preparado a partir da cabeça do animal, querem meu conhecimento ou o que ele pode proporcionar, mas não aceitam meus questionamentos ou minhas peculiaridades de gostos. Meus ossos são moídos e acrescidos à sopa para engrossá-la, assim como esperam de mim uma estrutura sólida e pronta para servir de apoio para seus problemas diários, mas não se importam com o que sinto.
Devoram meus músculos, esperando que eu esteja sempre a postos para ajudar com trabalho braçal, mas não se oferecem para me ajudar com o meu. Das minhas vísceras produzem produtos de beleza, utilizando de minhas palavras suaves para amaciar seus egos inflados, mas não me rebatem um elogio. Do meu veneno retiram armas para atacar seus inimigos, pegam meus questionamentos e reflexões e tiram apenas as palavras ácidas para se alfinetarem, automaticamente me limitando a uma ideologia ou à outra. Da minha pele confeccionam curativos e medicamentos, esperando que eu alivie suas mágoas e dúvidas emocionais, mas não perguntam sobre minhas dores.
Em A Princesa e o Sapo, Tiana conseguiu enxergar mais do que o exterior do príncipe Naveen, viu qualidades que outros não viam e isso o ajudou a melhorar. E bom, as pessoas também notam minhas qualidades, mas é apenas isso que elas querem. O que importa de fato é o que eu tenho a proporcionar e não o que eu sou. Assim como com os sapos, super importantes para nós mas desprezados por serem como são.

18 de Agosto de 2019 às 20:02 0 Denunciar Insira 0
Leia o próximo capítulo Empatia

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 8 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!