thatsavagegirl Monbebe Sari

Entre os 10 e os 15 anos, mais ou menos e dependendo de cada um, as crianças são observadas de perto por especialistas treinados e aqueles que sejam considerados como um desvio às regras da sociedade acabam por ser reprogramados, através de um processo clínico que apaga todas as suas memorias. Desta forma acabam por viver uma segunda vida, ausente de calamidades ou problemas com as regras da sociedade. Existem 5 patamares: Perfeitos, Major League, Eclipse, Fractured e Runners. Minsu nunca conheceu um runner na sua vida, a sua melhor amiga é sua subordinada e a pessoa que ela gosta é um perfeito, foi separada da sua irmã pelo que lhe contaram e não sabe se o seu nome é realmente Minsu, precisa urgentemente da cerimonia de maturidade, sem ela continua um fantoche nas mãos do governo…


Fanfiction Todo o público. © Tudo isto é da minha autoria por favor respeitem e não copiem, qualquer nome, local ou ação é puramente ilustrativo e da minha imaginação. Baseia-se sim na banda MonstaX mas apenas os nomes são os mesmos. obrigada xoxo

#life #monstax #eclipse #struggle #perfeito #major-league #fractured #runner
0
3.9mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Did i just lost everything?

Minsu não conseguia comer e ainda faltava uma semana para a sua cerimonia de maturidade, queria saber se podia tirar a sua pulseira e viver uma vida normal sem se preocupar. A sua decisão seria final, sentia-se dentro do livro divergente que lera no ano passado, parecia daí que a ideia de separar ainda mais a sociedade fora criada…

Apertou as mãos olhando para o ecrã do seu telemóvel, qualquer pessoa tinha direito a um telemóvel mas a maioria dos sites utilizados através da internet estavam cortados impedindo qualquer um, com exceção dos Major League, de ter acesso a realmente o que queria ter acesso. Minsu não era a pessoa mais cumpridora da lei, tivera vários problemas e alguns deles de tal forma graves que quase a levaram a ser reformatada mais uma vez… se isso acontecesse quando acordasse poderia estar muito bem na categoria dos runner, isso ou estava morta.

“Minsu…”-a voz da sua amiga Hyemi chamou suavemente por entre a frecha da sua porta do quarto, não era permitido Fractured aparecerem no quarto de Eclipses a não ser que fossem chamados, mas Minsu fora a primeira a abolir essa regra mal conhecera Hyemi e Kihyun os únicos que a tratavam como uma pessoa e não como alguém superior, os três quase com a mesma idade perceberam que tinham muito em comum.-“ Tens de ligar a televisão…”-a cara trancada de Hyemi estava a deixar a mais velha com imensa tensão no corpo, era visível através do olhar vidrado que mantinha.

Ligou a televisão mesmo a tempo de ouvir varias pessoas a protestar contra alguma coisa, pareciam muito frívolas ao fazê-lo e alguma coisa lhe dizia que tudo o que se estava a passar estava indiretamente ligado a ela, a sensação na boca do estômago estava a deixá-la bastante angustiada e muito enjoada. Olhando com mais atenção para o ecrã à sua frente percebeu que falavam de um determinado artigo, que parecia ter sido declarado como parte do código civil ainda há bastante pouco tempo.

“Art.22 do código civil? O que está escrito?”-Minsu perguntou olhando para a amiga que respirou fundo e antes de pronunciar alguma coisa a imagem apareceu num fundo branco, as palavras que fizeram Minsu soltar um grito de puro horror e vontade de dar um murro na parede: a cerimonia da maturidade antigamente praticada aos 21 anos de um jovem adulto, terá a sua devida iniciação quando cada jovem completar as 25 primaveras nunca antes. Regra estabelecida a partir de 14 de Novembro de 2017, qualquer individuo que completara ou irá completar a idade adulta desde Janeiro de 2018 será automaticamente desacreditado e impossibilitado de escolher o seu patamar.

“Eles já me tiraram a vida e agora ainda vão prolongar a minha desgraça? Fuck my life…”- disse esfregando os olhos com as duas mãos, não tinha realmente vontade de chorar mas uma enorme onda de raiva começava a apoderar-se do seu sistema. Apertou as mãos num punho bastante fechado tentando não arranjar nenhum problema para o seu lado, o seu pai era um dos chefes do supremo tribunal logo qualquer lei tinha de ter a sua autorização.-“ Como é que o Minchil foi capaz de fazer uma coisa destas?”-Minsu tratava sempre o seu pai pelo nome completo, não suportava pensar em que alguém como ele fosse da sua família e muito provavelmente nunca o seriam.

“Não faças nada que te vás arrepender… estás no final da tua linha, se mais alguma coisa acontecer podes ter a certeza que és reformatada mais uma vez… lembraste do Sangcheyol?”-Minsu parou quieta antes de sair do seu quarto, a historia do rapaz que nunca mais recuperara a consciência continuava a ecoar na cabeça da morena que tinha visto tudo a acontecer perante os seus olhos. os gritos engasgados, o olhar revirado e as pupilas a perder toda a sua cor… uma imagem que não era aconselhável a ninguém.

Hyemi sentou-se ao lado da amiga apertando-lhe suavemente os ombros, Minsu era uma eclipse bastante diferente de todas as outras que Hyemi tinha conhecido ao longo da sua vida a servir qualquer um dos membros do patamar mais elevado. A rapariga conseguia pensar por si mesma, tinha opinião bastante vincada e não acreditava no sistema que diferenciava as pessoas sem elas terem culpa.

“Vamos, tens de te preparar para as aulas não podes faltar mais nenhum dia.”-Hyemi disse, qualquer membro dos fractured não podiam estudar até entrarem na maioridade por isso quando Minsu chegava a casa e sem ninguém dar por ela, ensinava tudo o que tinha aprendido na escola e tambem na faculdade. Ensinava a Hyemi e ao seu irmão, Kihyun um rapaz ruivo com uma enorme vontade de aprender mais sobre o mundo que o rodeava e Minsu era a porta necessária para os dois saberem mais sobre as injustiças e justiças existentes nas sociedades atuais.

Minsu aproximou-se do seu armário ao mesmo tempo que se ouviu um barulho vindo de fora, era a deixa para Hyemi sair do quarto e começar mais um novo dia de trabalho árduo na mansão. A mais velha abraçou a amiga empurrando-a rapidamente pela porta, concentrou-se na roupa que tinha no armário e pegou numas calças pretas com uma sweatshirt também preta, estava oficialmente de greve contra o mundo por isso não iria usar a sua roupa normal, o preto era a cor proibida na sociedade pois encontrava-se relacionado com os runners, algo que ninguém queria.

*******

A sorte de Minsu ao sair de casa fora nenhum dos pais estar no andar de baixo, se a vissem com roupas pretas muito provavelmente ainda tinham um pequeno ataque de coração ou acabavam por lhe dar uma chapada na cara, não queria saber do que lhe faziam e apenas queria ter uma posição com tudo o que se estava a passar. Precisava de encontrar algum runner, para isso acontecer tinha de faltar às aulas e seguir até ao lado oeste da cidade onde a maioria dos runners se encontravam, a parte boa de os encontrar era que nunca se sentira uma verdadeira eclipse e sabia que a sua alma estava com os runners ou qualquer pessoa que fosse contra as leis da sociedade. Runners eram pessoas perigosas, Minsu não sabia até que ponto essa afirmação seria verdade então estava exatamente na altura de saber qual era a verdade.

O caminho para a sua faculdade era exatamente o oposto ao que ela estava a fazer, ninguém a podia ver ou podiam descobrir que ela estava a faltar às aulas e que não era runner. A sociedade na Coreia do Sul estava tanto dividida pelas pulseiras com cores como também por locais de importância e de maior concentração, no centro da cidade precisamente a Este encontravam-se os Perfeitos e a maioria dos Major League, se bem que a maior concentração de Perfeitos encontrava-se na zona mais rica e nova da cidade a Sul, a Oeste na zona mais longínqua do centro os Eclipses e a maioria dos Fractured e a Norte era o habitat natural dos runners, uma zona mais sombria também com casa novas mas um local que realmente era de meter medo.

Exatamente esse o local para onde ela se dirigia, Minsu sabia perfeitamente que tinha entrado na zona norte da cidade o ar parecia-lhe diferente e por alguma razão não conseguia sentir nenhum medo, muito pelo contrario sentia-se bastante bem consigo mesmo e isso sim era razão de alarme. Subiu uma pequena escadaria idêntica à que subia para entrar na sua zona, por isso sabia exatamente para onde se dirigir.

A zona dos Runners era bastante parecida com a sua própria, tinha casas mais afastadas do centro e a diferença principal era o rio que passava por toda a sua extensão pela zona norte, para um local proibido estava bastante bem arranjado com arvores a toda a volta e vários espaços verdes circundantes.

Minsu manteve o capucho preto na cabeça, não o conseguia tirar ainda pois sentia que alguém a iria apanhar antes que descobrisse alguma coisa ou realmente alguém que a pudesse ajudar. Tocou com os dedos numa das arvores sentindo a sua casca espessa e rude, agora que estava no lado runner não fazia ideia do que queria mesmo saber. Minsu era impulsiva e não sabia realmente quando parar, dada a situação não sabia mesmo como reagir sem contar que não encontrava nenhum runner em lado nenhum.

“Oh Minsu porque ages tanto de cabeça quente?”-perguntou a si própria mordendo o lábio inferior, antes de conseguir fazer alguma coisa ouviu vozes masculinas vindas do outro lado da árvore onde ela se encontrava.-“ Era isto que eu precisava…”-continuou a dizer e antes de sair de trás da arvore suspirou fundo algumas vezes, com movimentos de relaxamento ainda atirou com os braços uma ou duas vezes preparando-se mentalmente para o que viria a seguir. Tudo podia correr muito bem ou mesmo muito mal.

“Estás a atacar a árvore porquê?”-uma voz forte perguntou atrás de Minsu que arregalou os olhos virando-se de frente para a voz do rapaz, os olhos escuros do rapaz encontraram-se com os dela e a rapariga conseguiu ver um unto de surpresa espelhados neles, durante apenas um segundo até tornarem-se novamente ausentes de emoção.-“ Nunca te vi aqui…”-ele disse cruzando os braços sobre o peito, Minsu abriu um sorriso gigante sempre de olhos postos no rapaz.

“Fui reformatada há uns dias… problemas?”-disse tentando soar como um runner, ou pelo menos o que sabia sobre eles. No entanto, o rapaz não parecia ir muito com a conversa dela pois apenas anuía com a cabeça como se não estivesse realmente a acreditar no que estava a ouvir.-“ Se não acreditas em mim esse problema não é meu.”-Minsu disse fazendo menção em sair, começara a sentir-se bastante metida em sarilhos, conseguia ver na cara do rapaz que ele sabia quem ela era realmente. Virou-se de lado preparada para correr, mas acabou por bater num ombro também sólido que a impediu passagem.

“Verdade… nunca te vi por estes lados, eu sei sempre o que se passa.”-uma voz um pouco mais grossa que a primeira falou, Minsu afastou a cabeça do ombro do rapaz fazendo fixe com os dedos. Respirou fundo tirando o capucho da cabeça e deixando os cabelos avermelhados esvoaçarem ao vento, tirou também a sweatshirt pela cabeça mostrando a sua camisola azul clara em conjunto com a sua pulseira da mesma cor.

“Sou eclipse, ia ter a minha cerimónia de maturidade daqui a 1 semana, preciso de ajuda para perceber o que se passa. Eu quero lembrar-me da minha vida passada e vocês são os únicos que me podem ajudar.”-disse mirando de um para o outro rapaz, que pareciam genuinamente admirados com as palavras proferidas pela rapariga mais baixa.-“ O meu nome é Minsu, pelo menos nesta vida e não não tenho medo de runners.”-respondeu percebendo que era essa a pergunta que o mais alto iria fazer a seguir.-“ Se eu sair mais uma vez da linha sou reformatada outra vez e com a minha idade, isso é o mesmo que acabar morta.”-disse de uma só vez sem nunca tirar o olhar do rapaz mais alto.

“Quando é que começamos esta parceria então?”-os dois disseram ao mesmo tempo e Minsu esticou o punho para que os rapazes pudessem encostar também os deles, isso rapidamente aconteceu e por alguma razão a rapariga sentiu um choque por todo o seu corpo como que uma onda de deja vu.

Seria possível já os ter visto antes?

9 de Junho de 2019 às 21:21 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua… Novo capítulo A cada 15 dias.

Conheça o autor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~