Twenty One Seguir história

daniel-gotuzo1536876407 Daniel Gotuzo

Nossa historia começa no Reino de Atlan, um dos 21 reinos das nuvens mais importante. No grande castelo de Atlan uma mulher grita devido a dores de parto, ela está prestes a ter seu primeiro filho, está mulher é conhecida como a Rainha Gwinever portadora de grande beleza e generosidade, ela estava junto com seu marido o Rei Artus, um grande líder, sábio e justo, que segurava sua mão direita, assim que a criança nasceu uma estrela cadente cruzou os céus estrelados e foi visto por todos no reino, eles então comemoraram sabendo que era um sinal do nascimento do futuro herdeiro de Atlan. Passando-se os anos este garoto agora já estava com 19 anos e gostava muito de se divertir pelo castelo, subindo em seus telhados e torres para poder ver a vista incrível dos reinos das nuvens, seu nome era Jin, conhecido por todos por Príncipe Jin, seu sonho é se tornar um dos 12 cavaleiros do Reino.


Fantasia Medieval Impróprio para crianças menores de 13 anos. © Daniel Gotuzo

#manga #novel #light-novel
0
3.3mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

Os Reinos Flutuantes

Nossa historia começa no Reino de Atlan, um dos 21 reinos das nuvens mais importante. No grande castelo de Atlan uma mulher grita devido a dores de parto, ela está prestes a ter seu primeiro filho, está mulher é conhecida como a Rainha Gwinever portadora de grande beleza e generosidade, ela estava junto com seu marido o Rei Artus, um grande líder, sábio e justo, que segurava sua mão direita, assim que a criança nasceu uma estrela cadente cruzou os céus estrelados e foi visto por todos no reino, eles então comemoraram sabendo que era um sinal do nascimento do futuro herdeiro de Atlan. Passando-se os anos este garoto agora já estava com 19 anos e gostava muito de se divertir pelo castelo, subindo em seus telhados e torres para poder ver a vista incrível dos reinos das nuvens, seu nome era Jin, conhecido por todos por Príncipe Jin, seu sonho é se tornar um dos 12 cavaleiros do Reino. Naquele dia ele estava muito empolgado pois os 12 cavaleiros do Rei estavam voltando de sua jornada de paz pelos reinos da nuvens, o sonho de Jin era se tornar um dos 12, mas sua posição na família não deixava pois ele era príncipe.

O Rei e sua esposa estavam aguardando os 12 cavaleiros sentados em seus tronos, as trombetas tocaram e os cavaleiros entravam no grande salão do castelo um atrás do outro em sincronia perfeita, assim que chegaram em frente a majestade eles se ajoelharam com suas espadas no chão, Jin veio correndo até o castelo para ver eles pois não era todo dia em que eles estavam ali.


Rei Artus: - Meus fiéis cavaleiros! Sejam Bem vindos de volta.

Cavaleiros: - Obrigado Vossa Majestade!

Rei Artus: - A jornada pelos reinos foram prestativas?

Cavaleiros: - Sim Vossa Majestade!

Rei Artus: - Muito bom, devem estar cansados, a noite haverá um grande banquete para celebrar a volta de vocês, podem ir.

Jin: - Eles são muito legais!

Cavaleiros: - Obrigado Vossa Majestade!

Assim que os cavaleiros saíram Jin veio até seu Pai e sua Mãe, eles já sabiam o que ele queria.

Rei Artus: - Meu filho, eu sabia que estava aqui para ver os cavaleiros.

Jin: - Sim Pai.

Rainha Gwinever: - Sabemos o que deseja.

Jin: - É o que eu mais quero no mundo.

Rei Artus: - Você já esta em uma idade que já sabe o que quer, não vou mais trata-lo como criança, se é isso o quer eu te darei, mas você deve entender que isto é perigoso e que não terá as mordomias de um príncipe quando estiver treinando para se tornar um cavaleiro.

Jin: - Sim, eu entendo Pai.

Rei Artus: - Então que assim seja, falarei com o comandante, por enquanto vá fazer seus deveres, depois veremos os outros assuntos sobre isso.

Jin: - Sim meu Pai, e obrigado! Muito obrigado!


Depois de sair do castelo Jin foi até o centro do Reino para dar uma volta, pois estava muito feliz com a decisão de seu Pai em deixar ele se tornar um cavaleiro, o dia estava claro com o céu azul, havia muitas pessoas nas ruas do reino.

Ele gostava de andar disfarçado pois não gostava de ser bajulado pelos outros ou ser tratado como alguém especial, pois ele não se achava melhor do que ninguém só por ser príncipe.

Ele estava andando em meio a multidão de pessoas quando uma garota correndo se esbarrou com ele tropeçando e fazendo os dois cair.


Jin: - Ei! Tome cuidado!

Garota: - Me desculpe!

Ele olha para ela e fica paralisado por ver tanta beleza, naquela hora seu coração começou a bater forte e não sabia o motivo.

Garota: - Venha, vou te ajudar a se levantar.

Jin: - Quem é você?

Garota: - Meu nome é Priscilla.

Jin: - Eu sou Jin! O que está fazendo?

Priscilla: - Me desculpe por esbarrar em você, é que eu estou fugindo dos meus soldados, eles são super protetores e não me deixam fazer nada.

Soldados: - Lá está a princesa, protejam ela!

Priscilla: - Droga eles me acharam!

Jin: - Eu sei um lugar para eles não te acharem, vem comigo!

Priscilla: - Posso confiar em um estranho como você?

Jin: - Se quiser voltar pra eles faça como quiser.

Priscilla: - Ok, vamos!


Os dois então saltam para cima de um dos telhados das casas usando técnicas de vento e correm, enquanto os soldados vão perseguindo os dois pelas ruas, os dois chegam em uma esquina que dava para um moinho de vento antigo, Jin salta primeiro e logo em seguida Priscilla o segue saltando também, os dois caem na parte de cima do moinho e se escondem atrás de algumas caixas de madeira, de lá de cima eles podiam ver os soldados os procurando.


Enquanto isso no Castelo de Atlan, o Rei e a Rainha estavam em uma sala sentados em uma grande mesa com muitas outras pessoas, que eram considerados como os grandes estudiosos do reino de Atlan.

Rei Artus: - O ultimo cristal negro já foi terminado?

Estudioso: - Sim vossa majestade, os sete cristais vão fechar a fenda da dimensão seis para que "eles" não invadam mais nosso reino ou os outros.

Rainha Gwinever: - Ótimo, não deixe ninguém saber sobre isso, vamos trazer a paz para todos os reinos mesmo que o Imperador e seu conselho recusem.

Estudiosos: - Sim Vossa Majestade.


Assim que todos saíram da sala um que estava junto dos estudiosos ficou sozinho na sala, ele esperou todos irem e retirou um cristal branco que estava carregando em uma pequena bolsa de pano, ele disse três palavras mágicas FAN-SAN-ZAN, então o cristal brilhou e um portal branco se abriu, ele entrou dentro e desapareceu, o portal levou ele até um dos 21 reinos das nuvens, o nome desse reino era Jun, o portal levou ele até o pátio principal do castelo de Jun aonde o Rei o aguardava.


Rei: - Descobriu alguma coisa?

Servo: - Sim Vossa Alteza, os Reis do Reino de Atlan estão estudando fendas temporais com magias.

Rei: - Só isso?

Servo: - Eles mencionaram "Dimensão Seis".

Rei: - Impossivel! Como eles ousam brincar com aquilo!? Você tem certeza disso?

Servo: - Sim Vossa Alteza, eu gravei tudo com este cristal mágico.

Rei: - Ótimo, eu sabia que tinha algo estranho com aquele reino, mas não algo que poderia derrubar todos os reinos, levaremos isso ao Imperador, ele vai saber o que fazer com eles.


Enquanto isso no Reino de Atlantis, o Rei Artus estava carregando um baú dourado grande e o deixou no quarto de Jin.

Rainha Gwinever: - Você deixou no quarto dele o presente?

Rei Artus: - Sim, se ele vai se tornar um cavaleiro, que seja o melhor de todos com este presente, ela foi passada por doze gerações de nossa familia.


Continua Capitulo 2...




20 de Fevereiro de 2019 às 04:37 0 Denunciar Insira 119
Continua…

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~