rebelgeek Rebel Geek

Há 15 anos um vírus caiu sobre Folls. O nome do vírus? Lupinus. Ele acabou por atingir 8 mulheres grávidas de períodos distintos, mas todas acabaram dando à luz no mesmo dia e antes dos 9 meses. O vírus tomou conta dos recém-nascidos, que nasceram com uma fisionomia sobrenatural, lobos. Eles foram abandonados e encontrados pouco tempo depois, mas agora humanos. O hospital acobertou todo o caso e os pais que abandonaram sofreram as devidas consequências. Quando completam 16 anos, tudo muda. Um lobo aparece com uma missão: levar os 8 irmãos lobos para a alcateia e assim, decidirem seu destino.



Fantasia Épico Impróprio para crianças menores de 13 anos. © Direitos Autorais

#irmãos #amigos #Folls #Revenge-Folls #missão #Vírus #Armadilhas #Lua-Cheia #floresta #Vida-Selvagem #Alcateia #adolescentes #lobos #lobisomem
1
3.6mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todos os Domingos
tempo de leitura
AA Compartilhar

O INICIO: VÍRUS

"Informamos a todas as Grávidas que tomem cuidado ao mexer com animais, principalmente com cães, tem um vírus circulando por aí que é contraído através dos cães. Caso apresente os sintomas a seguir, favor se apresentar ao hospital no dia 10..."- repórter


"Ouviu querida? Tome cuidado ao cuidar do nosso cachorrinho OK?"

"Querido calma, o nosso bebê não vai pegar nenhuma doença"

"Espero"

"Amanhã faremos o primeiro ultrassom"

"Será um menino ou uma menina?"

"Não sei, estou ansiosa"

"Bom, vamos nos deitar agora, já é tarde"

O casal se deitou na cama e, em menos de 10 minutos já estavam em sono profundo.

Amanheceu...

Eram 14:30 da tarde (Segunda-Feira)

"Querida... Vamos logo, o ultrassom está marcado para as 15:00. Não podemos nos atrasar"

"Calma... Já estou indo"

A mulher vai até a sala com uma bolsa.

"Estou pronta, já podemos ir"

"Finalmente"

Ambos saem da casa e caminham até a garagem, o homem educadamente abre a porta do carro e acomoda a mulher no banco do passageiro.

"Querido, ande logo, se chegarmos antes do horário poderemos passar na frente de alguém"

"Tudo bem. Já estamos a caminho"

Ele entra no carro e o liga, eles saem da garagem rumo ao hospital.

20 minutos depois.

Eles saem do carro e vão até a entrada.

"São 14:50. Chegamos 10 minutos adiantado. Talvez possamos passar na frente de alguém"

"Vamos ver"

Eles entram. A secretária do médico vai chamando em voz alta cada um dos pacientes.

"Senhor Osvaldo Lopes..."

(Silêncio)

"Senhor Osvaldo Lopes...?"

(Silêncio)

"Próxima chamada: Andréa Reis..."

"Somos nós..."

O casal se levanta e entra na sala.

"Como vai o casal?" -pergunta o médico

"Estamos bem"

"Bom, vamos começar o ultrassom. Senhora, por favor se sente ali"- aponta para o lugar

Ela se senta. O médico passa aquele gel especial e liga a máquina; começa a passar o aparelho sobre a barriga da mulher.

" Vamos ver...ah...parabéns... "

"Doutor o que foi? É um menino ou é uma menina?"- homem

" É uma menina "

"Está tudo bem com ela doutor?"- mulher

" Sim...está... "

"Ele olha novamente para o ultrassom

" Espera, o que é isso?"

Ele vê algo estranho com o bebê.

"O que foi doutor?"

"Calma, eu vou chamar outro médico"

"Ai meu Deus"

"Calma querida"

Em dois minutos o médico volta acompanhado de outro médico.

"Doutor, quero que o senhor examine melhor isso"- aponta para umas manchas no bebê

O médico examina

"Isso pode ser..?"

"Sim. Ela está com Lupinus"

"O que é Lupinus Doutor?"- pergunta a mulher

"É a doença que está sendo transmitida através dos cães"

"E isto é grave?"

"Não foi descoberto nada ainda sobre ele, aparentemente ele não causa nenhum problema para o bebê. Fique tranquila"

"UFA"

10 minutos depois a mulher e o marido saem do hospital.

"Uma menina, que felicidade"

"Sim"

20 minutos depois, eles chegam em casa...

***

21:00 da noite...


"Alerta: foram identificados atualmente 8 casos confirmados de Lupinus. Aparentemente o vírus já se esgotou mas, é bom que as grávidas fiquem em alerta. Para àquelas que estão com a doença apenas repouso"

"Nossa, fico preocupada com tudo isso"

"Eu também querida, eu também"


Após o término do noticiário o casal se deitou...

***

Amanheceu...

A mulher se contorcia sobre a cama e gritava de dor.

"Ah. Ajuda, ajuda"

"Querida, querida, o que foi?"

"Ah. Não sei, acho que...ah..."

"Vou te levar para o hospital. Consegue se levantar?"

Ela fez um gesto negativo com a cabeça.

"Vou chamar a ambulância"

O homem rapidamente vai até a sala e liga para a ambulância.

"Rápido!!!"

8 minutos depois a mulher já estava dentro da ambulância a caminho do hospital.

Um médico a examinava dentro da ambulância.

"Está entrando em trabalho de parto"

"O quê?, mas falta 4 meses ainda"

"A bolsa estourou"

10 minutos depois chegaram ao hospital.

A mulher estava na maca, sendo empurrada no corredor principal.

O doutor encontra o médico.

"Doutor, esta mulher também está entrando em trabalho de parto, assim como as outras 4 que chegaram aqui"

"Estranho. Todas elas estão com o tal Lupinus. Mande-a para a sala de parto agora"

A mulher entra na sala e os médicos começam.

Enquanto isso, na estrada a caminho do hospital, havia outra mulher dando a luz (vítima do Lupinus).

Nas redondezas, 2 mulheres em suas próprias casas estavam dando a luz (também com Lupinus).

No hospital o médico fazia de tudo para a mulher fazer força.

"Ah"- força

Ouve-se um choro de criança.

A criança nasce, com um aspecto um tanto diferente.

"Mas..."- médico

A mãe desmaia.

No carro, a mulher havia dado a luz também.

As 2 mulheres da casa deram a luz a gêmeos.

As três mulheres seguiram para o hospital com seus filhos. Havia algo de muito errado com eles.

As 10 crianças foram colocadas em uma sala, os pais olhavam do lado de fora através do vidro acompanhados dos médicos.

"Não sabemos ao certo mas, os seus filhos...eles...tem...a doença Lupinus que os afetaram, eles tem a fisionomia de lobos"

Os pais choravam.

"Sinto muito mas, não há nada que possamos fazer"

(Lágrimas em dobro)

"Terão alta amanhã. Estão saudáveis"

Cochichos

"Não podemos conviver com essas aberrações."

***

No dia seguinte, ambos os pais foram buscar seus filhos, o pegavam com um certo nojo e desprezo.

Foi quando à noite, ambos, por ironia do destino tiveram a mesma ideia, decidiram abandoná-los, acreditavam que seus filhos fossem aberrações.

Como tinham a aparência de lobos, cada qual família resolveu abandoná-los na floresta ao redor. 

Então, nessa noite, 10 crianças foram abandonadas em diferentes partes da floresta.

Os pais chegavam em casa com enorme remorso mas, tinham certeza de que tinham feito a coisa certa, por outro lado, as mães é que sofriam, não queriam abandonar seus filhos, por mais que eles fossem seus filhos, deveriam amá-los.

Era Lua Cheia, as crianças, incapazes, de mentes vazias apenas encaravam o luar, como este, sendo parte de sua própria natureza.

***

Na manhã seguinte...


A floresta, escura, mesmo durante o dia, escondia seus lindos segredos e belezas. Localizava-se perto da cidade, ao lado havia um condomínio bem lindo e elaborado.


(choro de criança)


Naquela hora, uma mulher passava perto da floresta e ouvira os gritos da criança; curiosa, se dispôs a examinar o som, entrou na floresta e seguiu o choro. Em poucos minutos ela avista um paninho branco no meio das folhas, ela se aproxima e vê, uma linda menina, branquinha. Não pensou duas vezes em pegar o bebê e o levar para casa.

Chegando em sua casa, esta no condomínio, mostra o bebê a seu marido.

"O que significa isso?"- pergunta

"Achei essa pobre criança no meio da floresta, ela foi abandonada"

"Que judiação"

"Eu, pensei se..."

"Poderíamos adotá-la? Claro, sempre quisemos um filho mas, não podemos ter um"

"Você...você está falando sério?"

"Sim. Agora mesmo vamos à polícia ver esse caso"

"Vamos"


O casal foi à delegacia. Eles já tinham conhecimento do desaparecimento de 8 crianças pois acabou que mesmo com o acobertamento do caso, uma matéria sobre foi publicada. Com remorso, os pais confessaram o que fizeram mas, os policiais não puderam resolver o caso imediatamente.


Após todo o registro na delegacia, o casal foi ao juiz pedir a guarda da garota, este a concedeu ao casal.

"Vamos chamá-la de Carly"

"Sim, um nome muito bonito"

Surpreendentemente, o que ocorria com um casal, por ironia do destino, ocorreu com mais 7. Mais 7 mulheres acharam as outras crianças lobo que já não tinham mais esta fisionomia. Ambos, foram à polícia e ao juiz, todos quiseram adotá-los.


Estavam todos felizes...pais e filhos...


O tempo passou...


As crianças cresceram. Em diferentes partes da cidade, haviam 8 crianças que tinham um enorme passado. As crianças não tinham conhecimento de nada, não tinham nem ideia do passado, não sabiam que eram adotados. 

Nasceram todos no mesmo dia, tinham 15 anos, completariam 16 duas semanas depois, em uma sexta-feira.

Embora não soubessem do passado, estudavam todos na mesma escola, Revenge Folls.

Carly estava no 1º ano do ensino médio. Era inteligente e tinha muitos amigos, entre eles havia um especial, Cody, que na verdade nada mais era que um dos lobos que mantinha esse passado secreto em comum com o dela.

Os outros 6 não eram próximos, não tinham contato, apenas quando estavam na mesma aula mas, nada que fosse considerado como amizade.


TRIMMMM....










23 de Janeiro de 2019 às 18:27 0 Denunciar Insira 119
Leia o próximo capítulo O INÍCIO: CARLY

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 9 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!