Não é fácil ser o caçula Seguir história

ghyun GHyun .

Jongdae tinha um namoradinho, mas também tinha dois irmãos mais velhos e dramáticos que pegariam no seu pé até admitir que estava de mãos dadas com Baekhyun.


Fanfiction Bandas/Cantores Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#fluffy #comédia #exo #família #sulay #baekchen #chenbaek #xiuhochen-irmãos #chenfoco #chenadolescente #Baekhyunadolescente
Conto
0
3402 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

O beijo na bochecha e o drama dos irmãos.

            Jongdae estava na sétima série quando se apaixonou pela primeira vez. Era uma paixão inocente por um colega gentil e elétrico que conhecia desde o ano anterior, e que se tornara seu melhor amigo rapidinho.

            Quando ganhou seu primeiro beijo na bochecha, sentiu-se nas nuvens e completamente envergonhado, o que foi combustível para o colega rir de sua face corada.

            No dia em que saíram de mãos dadas da escola, se sentia radiante e envergonhado pelos olhares que recebiam, mas sabia que seu maior problema estava lá fora, dentro de um carro com dois vidros se abaixando para revelar os olhares acusadores dos irmãos que o observavam atravessar a rua, e um sorriso gentil de seu cunhado enquanto empurrava o namorado de volta para o volante.

            Havia se esquecido completamente de que eles iriam buscá-lo naquele dia.

            Circulou a traseira do carro e entrou pela porta livre, olhando para o chão, e sentindo os olhares dos irmãos que esperavam uma explicação para a cena testemunhada. Sabendo que eles apenas estavam esperando uma pequena oportunidade para começar a provocá-lo, permaneceu todo o trajeto para casa em total silêncio.

            Quando chegaram, apenas abraçou seu cunhado e correu para o quarto antes que seus irmãos questionassem alguma coisa. Para seu alívio, ou tensão, a dupla não o atormentou durante toda a tarde, mas seus olhares indicavam que estavam planejando alguma coisa, e sempre fugia deles quando estavam no mesmo cômodo. Porém, não houve escapatória na hora do jantar.

            Estava no quarto, jogando, quando ouviu o chamado para comer. Como de costume, foi ao banheiro lavar as mãos e estranhou de ver seu cunhado, Yixing, entrar logo em seguida.

            — Como foi a aula, Dae?

            — Normal.

            — Normal? — Jongdae levou um susto ao ver Junmyeon, o irmão que namorava Yixing, sair de detrás da porta, e recuou, mas acabou sendo pego pelo cunhado.

            — O que nos diz da cena que vimos? — Minseok, seu outro irmão, invadiu o cômodo.

            Enquanto o corpo de Jongdae era segurado por Yixing e suas as mãos, debaixo da torneira, por Junmyeon, Minseok pegou o sabonete líquido e começou a derramar nas mãos do irmãozinho, fazendo com que sempre tivesse sabão.

            — Você tem um namorado? — Minseok perguntou, fingindo desespero.

            — Não!

            — Você não pode esconder a verdade para sempre! — Junmyeon disse, também fingindo desespero. — Nós te vimos segurando a mão daquele menino.

            — Eu não segurei!

            — Admita, Jongdae!

            Mesmo sabendo que era mais uma das brincadeiras de seus irmãos, Jongdae começou a gritar por ajuda dos pais, mas estes já sabiam dos planos dos filhos e não apareceram para ajudá-lo. Enquanto gritava, os irmãos melavam cada vez mais suas mãos com o sabonete e água.

            — Eu não segurei!

            — Qual o nome de quem ousou tirar a inocência de nosso irmãozinho?

            — Eu não segurei a mão dele!

            Jongdae continuou gritando, rindo e tentando se livrar dos irmãos, até que desistiu.

            — Eu admito!

            — Ai, meu Deus! Ele admite! — Minseok gritou desesperado.

            — Ele admite que segurou a mão! — Junmyeon gritou.

            Minseok parou de jogar o sabão e deixaram que o irmãozinho lavasse as mãos em paz. Quando Jongdae enxugou as mãos, sustentando um bico nos lábios, os dois irmãos o abraçaram.

            — Foi só uma brincadeira, Dae. — Minseok disse carinhoso e atrapalhando seus cabelos.

            — Você pode namorar quem você quiser. — Junmyeon disse.

            — E segurar a mão também?

            Minseok e Junmyeon se encararam, se segurando para não rir da inocência do irmão. O segundo se levantou e segurou a mão do namorado que os observava.

            — Claro! Principalmente segurar a mão dele.

            Jongdae viu Yixing passar o braço pelos ombros de seu irmão e o dar um beijo. Em silêncio, saiu pensativo do banheiro, parou na porta e virou-se para os três.

            — Baekhyun me deu um beijo na bochecha.

            Jongdae amava seus irmãos e Yixing por mais que fossem brincalhões e dramatizassem tudo o que fazia, mas sabia que faziam o que faziam porque se importavam consigo. E ver os olhos dos três arregalarem ao receberem a notícia de que já havia ganhado um beijo, mesmo que fosse na bochecha, não havia preço. Porém, saiu correndo antes que o segurassem e jogassem mais sabão, e suspeitava que fariam isso em suas bochechas até que contasse todos os detalhes de seu primeiro, inocente, beijo.

            — O Jongdae está namorando! — Yixing gritou alegre. — O Dae tem um namoradinho!

            — Ele foi beijado na bochecha! — Minseok dramatizou. — Jongdae não é mais inocente!

            — Quando vamos conhecer esse Baekhyun? — Junmyeon correu para fora do banheiro e viu o irmãozinho sumir de vista. — Jongdae! Volta aqui, Jongdae!

10 de Janeiro de 2019 às 22:53 0 Denunciar Insira 0
Fim

Conheça o autor

GHyun . FICWRITER | VIXX | B.A.P. | MONSTA X | EXO |RANGERS | 07-GHOST | DOCTOR WHO | PERCY JACKSON| Nova cria de Hades | Discípula dos Mosqueteiros, Merlin, Doctor, Master/Missy, Loki, Sherlock Holmes e Alan Poe. Perfil no Spirit: https: //www.spiritfanfiction.com/perfil/ghyun Perfil no Wattpad: https://www.wattpad.com/user/GHyunFox Perfil no Twitter: https://twitter.com/GHyunFox

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~