Especial Seguir história

inial_lekim Inial Lekim

Aquele era seu dia especial e, por isso, ele só queria que ela ficasse feliz.


Fanfiction Anime/Mangá Todo o público.

#naruto #nejihina #aniversário
Conto
4
3753 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Dia especial

Era como se fosse um dia comum como qualquer outro, mas Neji sabia que não era. Ele havia escutado seu pai falar mais cedo que era o dia do aniversário de Hinata-sama. 

É claro que ele sabia quem ela era, embora nunca a houvesse visto pessoalmente. Ele também sabia que seria um dia muito importante para ele, mesmo que não fosse o seu aniversário. Mas ele estava chateado, e Neji conseguia perceber isso mesmo que para qualquer outra pessoa seu rosto se mostrasse sem emoção. Fosse por algo que podia ver em seus olhos ou fosse pela mão que apertava a sua com mais firmeza.

E quando eles chegaram ao seu destino, Neji ficou deslumbrado.

Ela era tão bonitinha. 

Mesmo que não sorrisse e parecesse estar se escondendo atrás de seu pai, que parecia exatamente como seu próprio (gêmeos, seu pai havia lhe explicado uma vez). Ele não se lembrava de tê-la visto em algum outro momento, mas sempre havia tantas pessoas no clã que provavelmente ela tivesse lhe passado despercebida.

Mas ela era da família. 

E era por isso que estavam ali.

E foi por isso que permaneceram, mesmo após a cerimônia ter se acabado e Neji agora ser finalmente um membro da família secundária, mesmo que ele ainda não entendesse completamente o significado por detrás disso.

Mas foi graças e esse evento que pode vê-la mais uma vez, perto do jardim, enquanto parecia entreter-se com o tecido da manga de sua yukata.

E era como se ninguém além dele a notasse ali.

“Hoje é seu dia especial”, disse ele, chamando sua atenção. Eça parecia um pouco assustada, embora ele não conseguisse pensar no porquê. “Papai me disse que todo mundo tem um dia especial, porque esse dia representa nosso nascimento e por isso deveríamos ficar felizes e isso deixava as pessoas que nos amam felizes também”, Neji olhou para além dela, pegando em sua mão, fazendo-a correr com ele até a velha árvore.

Haviam pedaços da casca da árvore no chão e pequenos arbustos de flores a sua volta. E naquele momento lhe parecia uma ideia tão incrível, que simplesmente o fez. Com um pouco de grama e lama, mesmo que sujasse suas mãos, formou pequenas bolas e as achatou. Sob o olhar atento e confuso de Hinata-sama ele empilhou casa camada e, no fim, decorou cada uma com as pequenas flores coloridas.

Então o entregou a ela.

“Hoje é seu dia especial”, disse ele. “Então você também tem que ter um bolo especial, mas não pode comer esse porque senão sua barriga dói”.

Então ela sorriu. Verdadeiramente pela primeira vez. 

“Obrigada”, sussurrou, olhando admirada para o singelo bolo de lama em suas mãos.

“Papai disse que agora que eu tenho essa mesma marca que ele, eu também poderia proteger nossa família”, ele sorria apesar da leve dor que ainda sentia. “Então eu também vou sempre proteger você e por isso estarei aqui em cada dia especial que você tiver”.

Sim, ela era tão bonitinha. Especialmente quando sorria. 

Ele estava feliz por ela parecer estar feliz agora. E, talvez, isso também significasse proteger a família.


28 de Dezembro de 2018 às 01:56 2 Denunciar Insira 3
Fim

Conheça o autor

Inial Lekim 22 anos. Pisciana. Escritora. Sonhadora. Fotógrafa e Desenhista quando surge inspiração. Vocês já ouviram a palavra de KakaGai hoje?

Comentar algo

Publique!
Azarashi Onna Azarashi Onna
PATRÍCIA, ME ARREGAÇA COM O FLUFFY! A POLICIA DO FLUFFY APROVA mesmo com aquele gostinho amargo dele receber o selo amaldiçoado, a percepção do Neji antes da morte do pai era algo bem.. hum... Ingênuo? Ele achava a Hinata uma gracinha e levava com seriedade e mesmo afeto a ideia de protegê-la. Não ficou nada ooc. <3
27 de Dezembro de 2018 às 20:15
Azarashi Onna Azarashi Onna
PATRÍCIA, ME ARREGAÇA COM O FLUFFY! A POLICIA DO FLUFFY APROVA mesmo com aquele gostinho amargo dele receber o selo amaldiçoado, a percepção do Neji antes da morte do pai era algo bem.. hum... Ingênuo? Ele achava a Hinata uma gracinha e levava com seriedade e mesmo afeto a ideia de protegê-la. Não ficou nada ooc. <3
27 de Dezembro de 2018 às 20:13
~