Água e Gelo Seguir história

L
Lara RodriguesKleinberg


Juvia Lockser é uma mulher de vinte e quatro anos que já trabalhou em empresas e como nenhuma estava contratando resolveu tentar ser babá ja que gosta de criança. Gray Fullbuster é viúvo e precisa de uma babá para cuidar do seu filho, pois ele não dá devida atenção ao mesmo e todas as mulheres que entrevistou e contratou o pequeno soubera despedir todas elas no fim do dia. Mas jamais imaginariam que fossem se apaixonar um pelo outro e que teriam muitas barreiras enfrentar para ficarem juntos depois de descobrir o passado do Gray.


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 21 anos apenas (adultos).

#romance #suspense #tragédia #colegial #família #universo-alternativo #nalu #-gruvia #-fairy-tail
0
3.8mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 10 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo 1


Oi me chamo Juvia Lockser e estou esperando com a secretária o patrão dela chamado Gray Fullbuster, pois ele estava atrasado e ouviram do nada:

- Me desculpem pela demora minha filha Sawatari. - disse o rapaz de cabelos azul escuros e olhos da mesma cor.

- Não tem problema senhor Fullbuster esta senhorita estava lhe esperando. - disse a secretária apaixonadamente.

- A senhorita quem seria? - perguntou Gray.

- Não precisa me chamar de senhorita, mas me chame de Juvia Lockser. - disse a mulher.

- Venha me acompanhe. - disse Gray leve e continua em pensamento " Que voz linda que ela tem seria uma ótima escolha para ela ser minha mulher somente MINHA."

Eles entram na sala e Gray diz:

- Vamos assentar se aqui? - perguntou Gray indo em direção ao sofá de três lugares.

- Vamos. - disse Juvia e assenta ao lado dele.

- Juvia, você sabe cuidar de criança? - perguntou Gray interessado em saber sobre ela.

- É claro que sim amo crianças. - disse Juvia e seus olhos brilham quando falam delas.

Gray percebi o olhar dela e fica mais encantado por ela e diz:

- Você é encantadora sabia, eu tenho sorte em te encontrar. - disse Gray sorrindo leve.

- Porque está dizendo isso senhor? - disse Juvia.

- Porque as outras babás fingiam ter interesse em minha filha e no final do dia eu as demitia. - disse o moreno frio.

- Entendi senhor, mas comigo será diferente. - disse a azulada.

- Sim, mas eu quero que você seja minha mulher em todos os sentidos. - disse Gray.

- Eu vim aqui para arranjar trabalho. - disse Juvia.

- Eu sei, mas minha filha só tem seis anos acabou de perder recentemente a mãe por conta de uma doença grave. - disse Gray.

- Meus pêsames. - disse Juvia.

- Obrigado, mas o fato é que minha filha está sofrendo muito e não quero isso. - disse o moreno.

- Ninguém deseja isso eu quero que ela supere. - disse a azulada.

- Venha comigo irei te levar lá em casa acho que hoje darei folga a minha secretária. - disse o moreno.

- Esta certo. - disse a azulada.

Ambos saem da sala em silêncio e ouviram a secretária dizer:

- Gray já vai sair?

- Sim, avise aos outros até o meu pai. - disse Gray frio.

- Sim, avisarei. - disse a secretária.

- Pode tirar o dia de folga. - disse Gray.

- Sim, muito obrigada. - disse a secretária.

Os dois andam até o elevador e minutos depois quando ele chega entram e Gray aperta o botão de estacionamento.

Logo após o elevador chegou no estacionamento andam em direção a um carro ferrari e o moreno abre a porta para a azulada e ela entra logo após a fechando e anda para o lado do motorista e abre para si e fechando em seguida. Coloca a chave na ignição, ligando, abaixa o freio de mão, movimenta a marcha um pouco e pisa no acelerador e diz:

- Coloque o cinto de segurança, pois também vou fazer o mesmo. - disse o moreno.

- Eu já fiz isso. - disse a azulada e ele a olha pelo canto de olho e sorri.

- Você é bem habilidosa. - disse o moreno.

- Obrigada. - disse a azulada.

- Minha filha quando era bebê pegou meningite grau três ela acabou ficando com sequelas ela é suda-muda.   - disse Gray triste.

- Nossa eu nem sei o que dizer, estou sendo sincera. - disse Juvia.

- Obrigado Juvia eu também sinto isso. - disse Gray concordando.

- De nada, mas você teve sorte em ter uma família estruturada já a minha não é tanto meu pai gasta o dinheiro dele em bebida enquanto unha mãe tem que trabalhar para pagar as contas de casa e eu estava a procura para ajudar ela. - disse Juvia leve.

A cidade não estava congestionada não tinha quase carro, pois ele marcará a entrevista cedo e diz:

- Juvia eu não sabia, se quiser pode convidar a sua mãe a morar na minha casa, assim chamo meu pai e os dois se conhecem e quem sabe namorem já que meu pai também é  viúvo. - disse Gray.

- Posso mesmo? - perguntou Juvia feliz.

- Pode sim, bem chegamos madame. - disse o moreno observando o portal da mansão se abrir e adentrarem até a porta da frente de madeira rústica e antes de chegar tinha escadas e uma rampa ao lado direito.

A azulada fica estática com o tamanho da casa e diz:

- Nossa ela é bem bonita. - disse a azulada e nem percebe que o moreno estava adorando observar.

- Não mais do que está em frente aos meus olhos. - disse o moreno com a mão estendida a ela faz pouco tempo.

- Oh me desculpe por não ter percebido. - disse a azulada e pega na mão dele e sente corrente elétrica passando pelo corpo.

- Desculpada. - disse Gray a levando para perto de seu corpo e continua - Você é muito linda sabia? Que tal ser minha mulher aposto que minha filha gostaria de você. 

- Obrigada por me desculpar. - disse a azulada e sente seu corpo perto do homem a sua frente e continua - Não quero ser apenas uma mãe substituta. 
- Você não será eu garanto. - disse Gray e avança os seus lábios sobre os lábios da azulada que fica estática, mas depois correspondi.

Juvia ao sentir os lábios dele contra os seus ficará momentaneamente surpresa, mas depois corresponderá já que os lábios dele são viciantes.

O beijo teria aumentado se não escutassem:

- Senhor Gray e senhorita...? - disse uma mulher de cabelos negros e olhos azuis escuros ao lado uma menina de cabelos pretos e olhos da mesma cor que os de Gray.

- Juvia Lockser. - disse a azulada e desvia o olhar para a garota que conversava com o pai através de Libras.

E sabia o que eles conversavam pois também fez faculdade de Libras e depois de algum tempo ela se aproxima da garota e começa a conversar com ela e ouviu Gray dizer:

- Como você sabe conversar em Libras? 



26 de Dezembro de 2018 às 19:33 0 Denunciar Insira 0
Continua… Novo capítulo A cada 10 dias.

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~