R
Razzyel rz


A busca por conhecimentos ocultos pode nos levar por caminhos desconhecidos e perigosos. Quando se rasga o véu da ilusão e a fenda espiritual se abre, não a mais como voltar. Essa é uma história de um jovem estudante e buscador das ciências ocultas que conseguiu ir um pouco longe demais sem poder voltar atrás.


Fantasia Para maiores de 18 apenas.

#oculto #328 #ocultismo- # #feitiçaria #mago #magia #ciências-ocultas #esoterismo #bruxaria #misticismo #filosofia #ocultismo
0
4.5mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todas as Quartas-feiras
tempo de leitura
AA Compartilhar

Apresentação


Era mais um dia entediante para Adam, ele estava na faculdade assistindo a aula de estatística, e enquanto observava seu professor falar e gesticular, refletia internamente:


-“O que esse cara pode me ensinar? Quando o que realmente me interessa são os segredos do universo, os conhecimentos ocultos, os mistérios da vida e da morte…”


Adam era um jovem de 20 anos, trabalhava em um escritório de dia e estudava administração de noite, mas nas horas vagas era um estudante assíduo das ciências ocultas, estudos de ocultismo, misticismo, filosofia, esoterismo, etc… O que motivava todos esses estudos era um sentimento, uma sensação interna, como uma busca, um chamado.


Adam dormia e acordava com as seguintes perguntas em sua mente:


- Quem sou? 

- Onde estou? 

- De onde vim? 

- Para onde vou?


A busca por respostas era a sua meta de vida, ele sentia que existia um propósito maior, algo a mais, a vida não podia ser só isso, era muito simples e sem graça. Quando estava estudando ocultismo era quando se sentia vivo e tudo fazia sentido, estava no caminho certo. Quando tinha que cumprir as suas responsabilidades no trabalho e na faculdade se sentia morto e vazio, mas quando estudava ciências ocultas, estava mais vivo do que nunca.


Acabou a aula; Adam se levantou para ir até a van que o levava para casa; enquanto caminhava observava as pessoas, andando em grupinhos, dando risada, conversando, gargalhando, namorando… Observava que as pessoas não eram como ele, todas pareciam felizes, realizadas, alegres, como se tudo estivesse perfeito, como se a vida fosse perfeita.


Chegando até a van, sentou-se no fundo e enquanto observava a rua pela janela, os restantes dos alunos iam chegando e conversando. As conversas eram as mais fúteis e superficiais possíveis, e nada disso atraía o interesse de Adam, pelo contrário, sentia desprezo por pessoas normais, sem nada de diferente para entregar, preocupadas somente com o cotidiano, e com as suas vidinhas corriqueiras. Por este motivo Adam era sozinho, não tinha amigos na faculdade, somente alguns colegas superficiais. Seus verdadeiros amigos ficavam na capital onde nasceu, mas ele havia mudado de lá faz alguns anos.


Chegando em casa, todos estavam dormindo, então Adam ligou o seu computador, e finalmente pode continuar a fazer aquilo que aguardou ansiosamente durante todo o dia, estudar as filosofias ocultas.

5 de Dezembro de 2018 às 16:20 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua… Novo capítulo Todas as Quartas-feiras.

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~