Contagem regressiva para a Copa dos Autores 2020. Registre-se agora e tenha a chance de ganhar prêmios!. Leia mais.
mellyousbourne Melly Ousbourne

Trunks guarda um segredo, que é descoberto por sua sobrinha. Agora ele pagará um preço muito alto para esconder seu terrível segredo de sua esposa Mai. Chantagem, brigas e romances proibidos virarão a vida de Trunks de pernas para o ar.


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 21 anos apenas (adultos).

#traição #segredo #universo-alternativo #dragon-ball #hentai #drama #romance #dbz #incesto #Trunks
3
4.6mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

O segredo!


Atualmente era verão na capital do oeste e mais de trinta anos se passaram desde o torneio dos doze universos, tanto que agora Bra já tinha uma filha com dezoito anos, chamada Lola Briefs Son, fruto de sua união com Goten.


Trunks tinha se casado com Mai, sua paixão de infância. Eles juntos tiveram um filho chamado Tony, 25 anos, que era arquiteto.


Lola trabalhava a dois anos na Corporação Cápsula como gerente de novos projetos, sendo que se formou em engenharia robótica aos dezesseis anos e atualmente tinha dezoito anos. A neta de Bulma possuía uma inteligência acima da média, além de ser fisicamente muito parecida com a avó, mas como nem tudo poderia ser perfeito, a garota escondia um segredo obscuro, uma paixão doentia que sentia pelo irmão de sua mãe, porém nunca teve coragem de colocar nenhum de seus planos em prática, por receio de ser rejeitada, então suprimiu tudo o que sentia por ele e tentou esquecer, pois era o melhor a se fazer.


Todos os dias durante o expediente, que fazia na empresa, Lola gostava de conversar com seu tio e sempre que podia tentava agradá-lo dando idéias lucrativas para novos projetos. Porém foi numa terça-feira após o almoço que as coisas mudaram para ela, a imagem que Lola tinha de Trunks, como um homem certinho, inalcançável e de família foi destruída.


Nesse dia, ao adentrar na sala da presidência, Lola notou que a secretária de cabelos dourados, não estava em sua mesa cuidando da recepção, o que era demais estranho, então não viu nada de ruim em entrar na sala de seu tio sem bater e foi o que fez. Nesse momento a jovem de madeixas azuis presenciou uma cena que a deixou muito chocada. Kaliny estava de quatro no sofá e seu tio mandando ver, sem pudor nenhum, enquanto a mulher gemia. Aquilo foi demais para a azulada que pigarreou e cruzou os braços, fazendo com que o casal de amantes tomasse um susto e se afastasse rapidamente, encarando a garota. Mais do que depressa a secretária se vestiu e Trunks fez o mesmo, enraivada Lola saiu do escritório da presidência e foi para sua sala.


Neste dia em especial, a neta de Bulma mandou sua secretária dizer que ela estava muito ocupada e que não podia atender ninguém, principalmente o presidente. Aquela aversão ao seu tio causou estranheza em toda a sua equipe, que sempre viu a garota tão apegada a Trunks. Sua amiga Lily deduziu que a garota tinha brigado com seu parente, por isso não queria conversa com ele.


Enquanto isso, na sala da presidência, era a décima vez que Trunks tentava falar com Lola e ela se recusava a falar com ele, até por o celular a garota ignorava o empresário, que tentou ligar desesperado, porém em vão.


- Que droga Lola! Você é mais teimosa que seu avô Vegeta! – Murmurou impaciente, temendo que a garota contasse para alguém de sua pulada de cerca, que já estava acontecendo há mais de cinco meses.


Nervoso e preocupado Trunks se levantou da cadeira, ajeitou o terno e saiu de sua sala, indo em direção ao elevador. Quando chegou ao andar onde trabalhava sua sobrinha caminhou em passos longos até o setor de projetos, chegando próximo a secretária de Lola, olhou por um segundo para ela, antes de invadir a sala da sobrinha, que se assustou ao vê-lo lá e rapidamente limpou as lágrimas que molhavam seu rosto.


- O que eu posso fazer por você senhor Briefs? – Pediu com a voz embargada.


- Desculpe pelo que você viu mais cedo...


- Está comendo a Kaliny há quanto tempo? Será que posso chamar o diretor de Marketing, aquele gatinho para transar comigo aqui? – Inquiriu se levantando e se aproximando do irmão de sua mãe.


- Estou tendo um caso com ela há mais de cinco meses e não, você não pode transar com ninguém aqui dentro da empresa – Respondeu ríspido.


- Então o senhor pode? Vamos ver o que minha mãe acha disso – Indagou a jovem caminhando até o telefone que estava em sua mesa, porém seu braço foi segurado por seu tio, que pareceu ponderar o que iria falar.


- O que você quer para ficar de boca fechada? Uma jóia cara? Um vestido de grife? Uma viagem para outro país? – Perguntou de forma astuta, notando a jovem ficar pensativa de repente.


-

Continua

-

15 de Novembro de 2018 às 23:52 0 Denunciar Insira Seguir história
4
Leia o próximo capítulo A surpresa inesperada

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 12 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Mais histórias

Durante a noite Durante a noite
Cartas para meus amigos Cartas para meus amigos
3 Nights 3 Nights