Cinema Seguir história

sakuu-chan Sakuu-chan Oficial

Não conseguia acreditar na proposta do namorado. “Sexo no cinema”, era isso mesmo? Nunca em sua vida havia pensado que aceitaria isso, até chegar o dia e ela experimentar uma das melhores experiências de sua vida. De uma coisa ela sabia agora, sexo no cinema não era tão ruim assim, alias, era bem “motivador”.


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 21 anos apenas (adultos).

#romance #fanfic #hentai #sasusaku
2
4.7mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo único

Não conseguia acreditar que estava prestes a fazer aquilo, mordeu o lábio inferior e contou até dez, não acreditava que Sasuke a havia convencido de fazer uma loucura como aquela: transar no cinema. De todas as loucuras que eles já tinha feito para apimentar a relação, aquela era a mais insana e intensa de todas, até porque, era praticamente fazer sexo em público.

Desde que ela começou a namorar seu melhor amigo, as aventuras sexuais eram sonhadas e realizadas, era uma longa lista de realizações, desde transar com os pais na sala ao lado enquanto eles “lavavam e guardava as louças do jantar” até presos no elevador, mas nunca em um local público, como um cinema, entretanto, por mais que se sentisse receosa com tal experiência, sentia-se, ao mesmo tempo, ansiosa pelo que a experiência poderia lhe proporcionar, por este motivo, aceitou a proposta do namorado.

Respirou fundo e gostou do que viu, o vestido era solto em seu corpo e na metade das coxas, como Sasuke havia pedido, ela estava trajando uma roupa de fácil acesso as partes íntimas, levantou um pouco o vestido e viu a calcinha de renda banca, ficou na dúvida se tirava ou não, mas a buzina do namorado do lado de fora de sua casa a fez se assustar e abaixar o vestido.

Estava na hora do show.

— Estou indo. – Gritou para os pais que estavam na sala conversando sobre algo que ela não fazia ideia.

Quase tropeçou ao sair de casa, respirou fundo e colocou a bolsa no ombro enquanto ia em direção a mustang preto que estava parado ao lado da calçada, riu quando viu Sasuke encostado na lataria do mesmo com as mãos escondidas no bolso dianteiro da calça jeans.

Sasuke, em seus vinte e dois anos, era o pecado em forma de homem. O corpo tonificado na medida certa combinava perfeitamente com seus um metro e oitenta e dois, os olhos e os cabelos negros rebeldes eram sua perdição e seu sorriso… Ah, seu sorriso. Com um único sorriso, Sasuke Uchiha conseguia fazê-la sentir vontade de arrancar sua roupa em poucos segundos, apenas para saboreá-lo.

Não pensou muito, apenas correu até o Uchiha e se jogou em seus braços, fazendo-o lhe agarrar, tirando lhe um pouco do chão, foi impossível não rir quando o encarou, ele sorria para ela com aquele maldito sorriso. Mordeu o lábio inferior quando ele virou e a colocou sentada no capô de seu carro e ficou entre suas pernas. As mãos de Sasuke tocaram e apertaram suas coxas fazendo-a suspirar olhando para elas, mas quando o encarou, sentiu algo quente percorrer por seu corpo, antes que pudesse pensar, Sasuke pressionou sua boca contra a dela de forma dura.

Gemeu quando uma mão de Sasuke escapou por dentro de seu vestido e tocou sua coxa interna, próximo a sua intimidade enquanto sua língua estava dentro de sua boca. Levou as mãos até os cabelos negros do Uchiha e puxou com força, fazendo-o gemer quando ele salientemente tocou sua intimidade, fazendo o fogo que antes estava adormecido pelo que poderia acontecer naquele dia, despertar.

Apertou as pernas em torno do Uchiha e o puxou para mais perto, começando a sentir sua excitação enquanto sua mão ainda movimentava sobre sua calcinha e sua boca era esmagada pela dele de forma afoita, fazendo sua excitação aumentar. Se ele queria deixá-la louca antes de chegarem ao cinema, ele tinha conseguido.

Gemeu baixo quando os lábios de Sasuke abandonaram os seus e partiu para seu pescoço, beijando suavemente e, de vez em quando, dando pequenas mordidas, deixando o local levemente vermelho e formigando. Ela queria mais de Sasuke, muito mais.

— Deveria ter vindo sem calcinha. – A voz rouca de Sasuke quase a fez ter um orgasmo, mas manteve-se firme.

— Isso é fácil de resolver. – Gemeu quando a mão do Uchiha abandonou sua intimidade e ele se afastou para olhá-la. – O que foi?

— Você está linda, ou melhor, você é linda. – Sasuke falou fazendo o pobre coração de Sakura bater mais forte.

Eles namoravam há três anos, entretanto, ela não conseguia se acostumar com os elogios recebidos de seu namorado, até porque, antes de começarem a namorar, Sasuke sempre foi um rapaz muito reservado e mal expressava o que achava das coisas ou das pessoas, mas estava feliz de ser elogiada pelo homem que amava.

Sentiu o rosto corar e o riso baixo de Sasuke, segundo o Uchiha, ele amava quando a Haruno tinha as bochechas rosadas, principalmente quando ele era o causador desse rubor.

— Vamos. – Sasuke a ajudou a descer do capô do carro e a levou até a porta do passageiro e abriu a porta para mesma, recebendo um beijo de agradecimento em troca.

Sentia-se apreensiva, apesar de ter abraçado a ideia de Sasuke, não se sentia segura com a escolha. Suspirou e viu a mão do namorado em seu joelho, acariciando levemente a região e subindo até o meio da coxa e descendo, a pouco tempo Sasuke havia confidenciado que adorava dirigir fazendo aquilo, isso lembrava-o que ela estava ali, ai seu lado e ela achou tudo uma gracinha, mas nem mesmo aquele gesto conseguia acalmá-la.

Foi quando algo estalou na sua mente, fazendo-a recordar-se das palavras do Uchiha um pouco mais cedo.

— A calcinha. – As palavras saíram de sua boca de forma tão natural que Sasuke a encarou assim que pararam num semáforo.

— Puta que pariu! – A voz de Sasuke soou alto quando ela levantou o quadril um pouco do banco e levou os dedos até as bordas da calcinha e a puxou para baixo, passando-a por suas pernas. – Porra.

Parou o que estava fazendo e encarou o namorado, que estava lhe encarando com os olhos em chamas, a calcinha estava em seus tornozelos quando ela se curvou para retirá-la por completo, guardando-a no porta-luvas do Uchiha, que rosnou quando alguém buzinou na sua traseira.

— Estou resolvendo nosso probleminha. – Sakura respondeu sorrindo quando Sasuke a encarou mais uma vez.

— Assim a gente nem vai conseguir chegar ao cinema, Sakura. – A voz de Sasuke saiu sofrida, fazendo a Haruno gargalhar diante do sofrimento do namorado.

§-§

— Eu não acredito que vamos fazer isso. – Sussurrou para Sasuke quando se sentaram nas últimas cadeiras da ultima fileira da sala de cinema, que parecia bem mais vazia do ela esperava.

Sasuke escolheu um filme que estava saindo de cartaz e pouco visado, segundo ele, esse filme havia sido sugerido por seu irmão, ela nem ao mesmo se interessou para saber o nome do filme ou do que se tratava, sentia seu corpo tenso e suas mãos suadas, talvez aquela não tivesse sido uma boa ideia.

Sasuke sentou-se ela fez o mesmo tomando um longo gole de seu refrigerante enquanto olhava em volta.

— Apenas relaxe. – Sasuke sussurrou em seu ouvido, fazendo-a arrepiar.

“Relaxar? Só pode estar de brincadeira! Nós vamos fazer sexo em publico e podemos ser presos por isso, Sasuke.”. Sentiu uma imensa vontade de gritar tais palavras para o Uchiha, mas se conteve em apenas apertar a mão do moreno com um pouquinho de mais força quando ele lhe deu um rápido beijo nos lábios.

Já havia se passado dez minutos de filme e, por mais que fosse bem difícil de admitir, ele era até bom de assistir, a sala estava bem vazia, pois além de Sasuke e Sakura, apenas mais dois casais e três pessoas avulsas estavam ali.

Engasgou quando sentiu a mão de Sasuke tocar sua coxa e subir lentamente, levando com ele o vestido. Sentiu vontade de gemer longo e roucamente quando os dedos do Uchiha tocaram-lhe a intimidade descoberta. Ele apenas tocava-lhe lentamente e sem profundidade, seu ponto sensível estava começando a aquecer, fazendo-a suspirar lentamente e por sorte, o som do filme era alto, ninguém podia ouvi-la.

O gemido escapou por entre seus lábios quando Sasuke a tocou no clitóris, fazendo círculos com o dedo, suas pernas automaticamente se abriram para ele, que veio em sua direção e beijou sua bochecha e sua orelha enquanto a outra mão ia para sua coxa, mantendo suas pernas abertas para ele.

— Oh meu Deus. – Gemeu baixo quando ele lhe penetrou com um dedo e acariciou seu clitóris com o polegar. Ele penetrava devagar, mas sentiu seu corpo reagir quando outro dedo lhe invadiu e a velocidade deles deu uma leve aumentada, fazendo-a abrir ainda mais as pernas, para recebê-los.

— Está gostando? – Sasuke perguntou quando ele bombeou mais os dedos dentro dela.

Mordeu o lábio inferior com força quando o gemido alto sentiu necessidade de sair quando Sasuke abaixou-se entre suas pernas e passou a ponta da língua sobre seu clitóris. Como ele havia chegado ali? Ela não fazia ideia. Suas pernas foram para os braços da cadeira enquanto Sasuke a penetrava com os dedos e chupava seu ponto sensível, foi necessário que ele tampasse sua boca com sua mão livre quando o gemido alto quase escapou por entre seus lábios quando ele puxou seu ponto com os dentes, levando-a ao orgasmo.

Ela nunca foi do tipo de mulher que atingia o orgasmo de forma rápida, mas Sasuke conseguia fazer o impossível, mas ela acreditava que sua rapidez estava conectada com o fato de estar em um local publico e que poderiam ser pegos a qualquer momento, a mesma ansiedade e adrenalina que corria em suas veias quando Sasuke a comia na cozinha de sua casa com seus pais do lado, corria agora, deixando-a mais sensível do que o normal.

Sentiu os lábios de Sasuke sobre o seu e retribuiu o beijo enquanto abaixava as pernas e ele sentava ao seu lado. O Uchiha tinha lhe dado um grande, e valioso, estimulo para ela se jogar naquela experiência, ele havia lhe dado à coragem que lhe faltava, sem pudor algum se afastou do Uchiha e levou as mãos a excitação evidente do moreno, de forma rápida desfivelou o cinto, abriu o botão e desceu o zíper antes de deslizar a mão por dentro da roupa do moreno.

Tocou a cabeça do membro do namorado e pode sentir o local úmido por causa do pré gozo, Sasuke estava excitado, mais do que o normal e isso a fez rir. Sua mão desceu lenta e firme por toda a extensão do membro enquanto puxava a cueca e a calça para baixo com a outra mão. Sasuke tinha os olhos levemente cerrados, enquanto a olhava atentamente.

Passou a ponta da língua sobre o lábio inferior e levou a boca até o membro de Sasuke, primeiro apenas deu uma lambida na cabeça, sentindo o gosto salgado em sua língua e ouviu o gemido rouco e baixo do Uchiha, quando ele menos esperou, ela o engoliu, lentamente, levando-o até o fundo de sua garganta.

Sentiu vontade de rir quando Sasuke grunhiu, mas naquele momento, sua boca estava ocupada com outra coisa, levantou a cabeça e junto a sua mão, voltou a engoli-lo, fazendo-o jogar o quadril para cima, ajudando-a engolir. A intensidade de suas chupadas aumentaram assim como os grunhidos de Sasuke, que se segurava cada vez mais quando ela o engolia por completo, como dizem, a prática leva a perfeição, havia aprendido a encaixá-lo perfeitamente em sua boca e ela sabia o quão ele gostava daquilo.

Porra, Sakura! – Sasuke gemeu e agarrou seu cabelo quando ela o chupou mais rápido e forte. Ela já havia esquecido que estavam em público, alias, ela nem se importava mais, a única coisa que ela queria naquele momento era provar Sasuke e o faria da melhor maneira possível, engolindo-o. – Vou gozar, baby!

O aviso veio um pouco antes dela engoli-lo e segurá-lo ali, para engoli-lo por completo enquanto despejava em sua boca, o gemido que escapou por entre os lábios de Sasuke foi baixo e contido, suas coxas tremiam e ela sentia-se satisfeita, sentou-se novamente em seu assento quando ele despejou-se por completo e ela o limpou com a língua, até porque, ela não poderia deixá-lo sujo, e limpou os cantos dos lábios com a língua, sumindo com qualquer vestígio de Sasuke sobre seu corpo.

Não teve tempo de reação quando virou para encará-lo e ele lhe beijou, profundo e duro, mostrando toda a sua gratidão e excitação em um único beijo, não soube por quanto tempo ficaram se beijando, mas sentiu quando Sasuke a puxou, fazendo-a se levantar e sentar sem seu colo, com cada perna em cada lado de seu corpo.

Porra! – Sasuke gemeu sobre seus lábios quando ela sentou sobre ele por completo, acomodando-o entre suas pernas.

— Oh Deus! – O gemido saiu baixo, mas quando Sasuke começou a se movimentar, fazendo-a subir e descer em seu colo, ela sentiu necessidade de ocupar sua boca com a de Sasuke para não gritar.

O suor já escorria por seu pescoço, mas ela não se importava, Sasuke a fazia descer lento e firme, como se quisesse apreciá-la até o último momento, o filme passava as suas costas, mas ela queria era que se fodesse, porque ela estava se sentindo plenamente completa. As mãos de Sasuke apertavam sua cintura com força, ajudando a subir e descer, as bocas não se mantinham afastadas por muito tempo, porque se isso acontecesse, os outros da sala ouviriam seus gemidos de prazer e a última coisa que ela queria fazer naquele momento era ser pega em seu auge do prazer.

— Merda! – Sasuke grunhiu quando Sakura aumentou a intensidade das sentadas, descendo e subindo mais rapidamente enquanto apertava os ombros do Uchiha. – Vou gozar!

Aquele não foi um aviso, até por que, ela já sentia seu limite se aproximar, Sasuke só estava profetizando algo que aconteceria em breve, em ambos. Seu corpo começou a tremer quando o orgasmo se aproximava, seus lábios bateram contra os de Sasuke quando o orgasmo a atingiu forte e sabia que tinha chegado para Sasuke também, pois o aperto forte em sua bunda o denunciava.

Ofegante e cansada, era assim como ela se sentia com a testa colada a de Sasuke, que tinha os olhos fechados e estava tão ofegante quanto ela, antes que ele a prendesse ali, voltou para seu assento, sentindo suas pernas moles e totalmente satisfeita, olhou para Sasuke e sorriu quando viu o mesmo com um sorriso bobo e enorme no rosto.

Ele ajeitou a calça após tirar a camisinha, que ela nem havia percebido que ele havia colocado e virou-se para ela, dando mais um longo e apaixonado beijo, quando se separaram as luzes acederam, foi quando ela percebeu, o filme havia acabado. Ficaram sentados no lugar enquanto os outros se levantavam e iam embora, até porque, tinham que ter a certeza que ninguém os tinha visto, mas pelo que pareceu, ninguém havia prestado atenção neles, o que os fez sorrir.

— E então, o que achou? – Sasuke perguntou quando levantaram e ele passou o braço por seus ombros.

— Eu acho que poderia fazer isso mais vezes. – Respondeu quando saíram pela porta da sala e riram.

Talvez sexo no cinema não fosse uma coisa tão ruim, havia sido uma incrível experiência e esperava ansiosamente repetir em breve.

Quem sabe na próxima semana.

12 de Novembro de 2018 às 15:33 0 Denunciar Insira 0
Fim

Conheça o autor

Sakuu-chan Oficial Aspirante a escritora

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~