O melhor amigo da noiva Seguir história

majornina Major Nina

Sakura Haruno vivia o casamento dos sonhos até que um envelope chegou às suas mãos denunciando a traição de sua madrinha e seu noivo. Decidida a colocar um ponto final nessa traição e consequentemente em sua futuro casamento a Haruno larga tudo e retoma a sua vida de solteira. O que ela não sabia é que para ter o casamento dos seus sonhos, com amor e cumplicidade que buscava bastava olhar para seu lado e enxergar sob uma nova perspectiva, seu melhor amigo, Sasuke Uchiha sempre esteve por perto.


Fanfiction Para maiores de 18 apenas.

#casamento-sakusaku #naruto #sakura #sasuke #sasusaku
2
4.9mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todas as Terças-feiras
tempo de leitura
AA Compartilhar

A noiva mais bela (e mais descompensada)

O melhor amigo da Noiva

Por Major Nina

Capítulo 1 — A noiva mais bela (e mais descompensada)



*Sasuke*


Ela estava linda, tão linda como em um sonho.

Eu sonhei com ela assim, vestida de branco, caminhando para o altar. Altar onde eu a esperaria, a receberia com um grande sorriso e com o coração acelerado.

Não sonhei com ela uma única vez, é impossível contar quantas vezes ela frequentou os meus sonhos.. ela é o meu sonho.

Vê-la agora, tão linda, não tenho dúvidas: ela é a noiva mais linda que eu já vi!

Nós nos conhecemos desde sempre, ela esteve ao meu lado a todo momento, e eu ao lado dela. Não sei exatamente quando o amor de amigo mudou para outro tipo de amor, um amor tão forte que me dilacera por dentro, que me faz pequeno diante dela. Esse amor me faz sorrir para ela sempre, mesmo sentindo que estou morrendo por dentro.

Enquanto ela caminha em direção ao altar eu não vejo o brilho que imaginei ver em meus sonhos, há algo errado!

Ela sorriu, sorriu para mim, novamente meu alarme “Sakura” soa, aquele sorriso era de quem iria aprontar alguma coisa, porque eu a conheço melhor do que ninguém, mas o que ela poderia aprontar em seu próprio casamento? Dizer não para o noivo? Sim! Espero que sim!

Uma ponta de esperança brota em meu peito.

Será?

Não, ela não faria isso, Sakura é muito decidida. Se ela decidiu se casar com Toneri, ela vai se casar com Toneri.

É Sasuke Uchiha... só te resta ser o melhor amigo da noiva!

Respirei fundo e continuei observando do meu lugar o padrinho da noiva ao lado de Ino, enquanto aquele idiota/patife/estúpido/filho de uma…!

Respira Sasuke, você está em uma igreja!

Enquanto eu surto, o noivo espera sorridente pela noiva mais linda e mais especial do mundo.

Sempre procurei apoiá-la, mesmo em seus planos mais mirabolantes e quando eu finalmente entendi e admiti, admitir… essa parte foi a mais difícil. O que eu sentia por ela era apenas amor de irmão, e ela me disse que iria se casar! Me disse que queria uma família e eu, como bom amigo, apoiei, sofri e me conformei.

Claro que nunca gostei desse Toneri, claro que investiguei até os avós dele, não ia entregá-la nas mãos de qualquer um, mas não achei nada. Tudo lindo, não que isso me deixasse mais tranquilo, nunca gostei dele, nem nunca iria gostar, mas iria suportá-lo por ela, ela o escolheu, só desejo que ela seja feliz.

Ver Kizashi entregá-la a Toneri no altar estava doendo tanto… posso associar a dor à que senti quando perdi meus pais, a perdi, para sempre.

Eu ouvia a cerimônia e não absorvia nada, nada do que eles falavam me interessava, estava imerso em sofrimento, angústia, mergulhado em minha dor, dor na costela também.

— O que? — perguntei a Ino ao constatar que ela havia me dado um soco nas costelas, mesmo que discreto, foi um soco! Ela era madrinha de Sakura.

— Você pode pelo menos disfarçar essa “cara de enterro”? — me questionou seria.

— Que?

— Eita, que baixou o Naruto aqui! Tá lesado, Sasuke? Isso não importa, melhora essa cara! Estamos aqui pela Sakura, lembre-se disso.

— Hm.

— Olha, se você quiser fazer algo, ainda dá tempo, eles ainda não estão casados.

— Fazer o que? Do que está falando Ino?

— Senhor, me dê paciência porque se me der forças, eu mato! Sasuke querido, se você não concorda com esse casamento, acabe com isso, você é o único que pode!

— Não importa se não concordo, tenho que respeitar a decisão da Sakura, e além do mais, por que eu faria isso?

— Se você não é homem pra falar, não sou eu quem vai dizer!

— Louca!

— Idiota!

— Se não vai falar o que deve, cale a boca, Sasuke.

Bufei. Não estava com paciência para Ino, eu nunca estava com paciência para ela.

Me concentrei em ouvir a cerimônia e afundar meus sentimentos no mais fundo do meu âmago possível. Toneri estava começando seus votos.

"Aprendi com você que amor é um sentimento impossível de ignorar, ou deixar pra depois. O amor é desenfreado, sem limites ou filtros de intensidade. Ele é entrega. O amor é algo que não nos deixa desistir de correr atrás, é a pura definição da palavra determinação. O amor não conhece o orgulho, nunca ouviram falar um do outro. O amor é prioridade, é o agora, só o agora importa. Para o amor o passado não existe. Para o amor não há controle, apenas doação.

Quem nunca desejou encontrar o amor da vida? Perdi as contas das inúmeras vezes em que fechei os olhos e idealizei alguém, exatamente como você, para que eu pudesse compartilhar os meus planos e a minha história.

Eu quero me casar com você. Com os seus defeitos e qualidades, dramas, ciumes e sorrisos. Eu quero me casar com as suas falhas e acertos, mesmo que para isso tenha que aguentar seus amigos.

Eu quero me casar com a certeza que somos e seremos nós, com algumas crianças correndo por todos os cantos.

Eu quero me casar com o seu corpo e a sua alma.

Eu quero ouvir você dizer SIM. Para as nossas diferenças, para os imprevistos e, principalmente, para o desconhecido."

Durante os votos de Toneri eu não tirei os olhos de Sakura e ela está séria, não parecia uma mulher recebendo juras de amor, parecia inerte em seus pensamentos, fria. Sim, ela estava fria, o que estava acontecendo?

— Agora os votos da noiva — disse o mestre de cerimônia.

Sakura não mudou a expressão, não sorriu, apenas começou a falar e meu peito a doer, ela iria se declarar e logo estaria casada.

— Peço que todos peguem e abram o envelope que está colado embaixo da cadeira de cada um de vocês — ela esperou e eu, assim como todos ali, pegamos os envelopes, eram de tamanho médio, brancos, fechados com fita. O abri sem delicadeza, além de ouvir teria que ver? Que ela dizendo que ama e que quer passar o resto da vida com aquele otário. Logo ouvi uns burburinhos, comentários, quando finalmente vi o conteúdo do envelope eu pode entender, entender a falto do brilho no olhar, do sorriso, a expressão vazia. — Estes são meus votos querido… — Sakura disse e eu a olhei, a madrinha, a mesma que está nas fotos, entregou um envelope igual ao que eu segurava para o ordinário do Toneri. — Querida, são dois, um é seu. — disse para aquela que não posso intitular de outra coisa a não ser vadia.

Toneri e Shizune abriram os envelopes praticamente juntos, e foi maravilhoso ver o choque em seus rosto, ver isso só não vai ser melhor do que arrebentar a cara daquele cretino por ter feito o que fez com a Sakura. Traí-la é imperdoável! Traí-la, e ainda colocar a amante no altar ao seu lado como madrinha, é repulsivo! Que tipo de homem faz isso? Com quem Sakura iria se casar?! Eu nunca gostei dele, essa é a prova que não eram apenas ciúmes e inveja por ele estar ao lado de Sakura.

— Desfrutem! A festa é de vocês! — a noiva disse saindo do altar, a conversa entre os convidados eram cada vez mais altas, o choque, a raiva de muitos, ela se afastava e estava… majestosa, sim, ela estava plena, parecia uma rainha saindo vitoriosa, de cabeça erguida de uma situação humilhante, essa era Sakura Haruno!

Vi Toneri se recuperar do choque e sair em direção por onde Sakura havia acabado de passar. Ah, ele não iria não!

Me adiantei, rapidamente cheguei até ele e o segurei pelo braço, forçando-o a me olhar.

— Não se atreva! Você já fez demais! — falei.

Não pode deixar de dar um belo, doloroso e merecido soco na cara do “noivo”. Ele caiu no chão, colocando a mão no rosto, eu não esperei que dissesse ou fizesse algo, passei por cima dele, já que estava no chão, e saí da igreja.

Precisava encontrá-a! Afinal, eu sou o melhor amigo da noiva.



Procurei por toda a cidade, ou quase toda, fui nos locais favoritos dela, nos locais que marcaram a vida dela, no seu bar favorito (talvez ela quisesse encher a cara, eu iria querer). Fui ao apartamento dela, agora desocupado pois suas coisas já haviam sido levadas para a casa que dividiria com Toneri, e apesar da raiva pelo que ele fez, da angústia que sinto por não saber onde ela está, me sinto feliz, feliz em saber que não está casada com ele, em saber que eu tenho um chance e dessa vez vou agarrá-la com unhas e dentes!

Fui até na casa que seria dela a partir de hoje, a casa das amigas, amigos, e nada… Espera! casa dos amigos, eu sou amigo! Minha casa! Acelerei pelas ruas de Tóquio, e não sei como não pensei nisso antes, ela estaria lá, ela sempre fugia para minha casa, fugia para mim! Sai do carro apressado, entrei na casa e procurei por vestígios dela e não achei, olhei na sala, cozinha, escritório, subi para o segundo andar, fui direto para o meu quarto e um sorriso se formou em meu rosto ao ver um vestido de noiva estirado no chão.

  • Betado por @Solune


24 de Outubro de 2018 às 14:06 1 Denunciar Insira 1
Continua… Novo capítulo Todas as Terças-feiras.

Conheça o autor

Major Nina Nyah - https://fanfiction.com.br/u/721564/ Social Spirit - https://www.spiritfanfiction.com/perfil/taigatakasu Inkspired - https://getinkspired.com/pt/u/majornina/ Wattpad - https://www.wattpad.com/user/MajorNina

Comentar algo

Publique!
Anne .S Anne .S
ahhhh. meu xodó esta aqui ❤❤ 😱💥 quando eu vi o nome eu fiquei, 👀😱✨💥 será que eh?👀 eu to vendo isso mesmo?👀 então eu abri vi a escritora e gritei kkkkkkk, amei... aviso logo se postar em outro lugar leio d novo kkkk pq? pq sou dessas... amei leio de novo e d novo.... 😍😍😍
24 de Junho de 2019 às 13:44
~