Dizer adeus Seguir história

txemin mandy

Kim Dongyoung, em seu aniversário, lerá a carta do amor de sua vida, após um triste acontecimento.


Fanfiction Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#romance #drama #carta #angst #nct #dowoo #jungwoo #aniversário #dongyoung
Conto
2
4652 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Único

“Querido Kim Dongyoung,


Lembro-me, como se fosse ontem, do seu nome sendo proferido para toda a sala do primeiro ano pelo professor da aula de Biologia. Você estava em pé, diante de toda a turma, com seus cabelos castanhos escuros — cada fio em seu devido lugar —, as mãos segurando firme a alça da mochila e os olhos atentos fitando o chão. Estava tímido e não era para menos, visto que as meninas te acharam uma gracinha logo de vista e você sabe, querido, que eu também.

Como já sabemos, foram dois longos anos em que estive apaixonado por ti em segredo. Éramos amigos, nos dávamos tão bem! Meu medo de perder sua amizade era imenso, entretanto, depois de tanto o meu melhor amigo insistir, finalmente me declarei.

Eu, Kim Jungwoo, escrevi uma carta contando sobre como me sentia em relação à você e, junto dela, deixei uma rosa vermelha em cima de sua carteira ao final da aula. Fui correndo que nem louco para casa, pensando em todas as possibilidades ruins que poderiam vir a acontecer, estava sendo bastante pessimista! E para me mostrar o contrário, devido a pessoa, absurdamente, incrível que é e que sempre foi, veio conversar comigo francamente, dizendo que gostava de outra pessoa.

Não irei mentir, até porque não há motivo para isso, que nossa amizade ficou estranha e só quando fomos para a faculdade — a mesma, por coincidência — nos reencontramos. Meu amor por ti cresceu e você descobriu estar me amando também.

Ah, meu amor… Os dias e anos ao seu lado foram os melhores, sem dúvida — ainda são os melhores, não imagino uma vida sem você, porém sabemos o que aconteceu quando findamos nossos cursos. E, meu bem, você agora sabe as dúvidas que rondavam minha mente e a dor que senti por achar que tinha te perdido.

Até hoje eu me questiono o porquê tudo aconteceu daquela forma. Estávamos de carro, viajando para sua cidade natal, quando um veículo desgovernado chocou contra nós e o pior… ele bateu do seu lado.

Você ficou em coma durante 4 anos! Minha mãe bem sabe as noites e dias em que passei chorando, sem comer e indo te visitar sempre que podia. Todavia, quando estava no terceiro ano, meus pensamentos foram egoístas… cogitei te deixar e seguir minha vida.

Dongyoung-ah, assim que tinha terminado de fazer as malas e ido ao hospital para lhe dizer adeus, uma dor agonizante habitou meu ser e eu soube, naquele momento, que nunca iria te deixar. E então juntei forças, por você, por mim, por nós. Fiquei e tenho certeza que se tivesse seguido sem ti, meu amor, eu teria me arrependido, amargamente, pelo resto de minha vida.

Após você acordar, os meses que seguiram foram sofridos, mas vencemos juntos, porque estávamos juntos. Somos um time, você e eu, e vejo o quão combinamos e o quão somos felizes.

Escrevi esta carta para que jamais tenha dúvida do quanto eu amo você! Mesmo que meu trabalho me ocupe mais que o seu e por conta disso, tenha perdido algumas coisas. Te amo, verdadeiramente, loucamente e profundamente. Desejo-lhe o melhor que o mundo possa lhe dar e desejo uma vida longa ao seu lado; acordando contigo enroscado em meu corpo, dando-me a chance de ver a típica cara amassada pela manhã, tendo nossos desentendimentos e nossos momentos fazendo amor, tudo.

Irei encerrar por aqui, você sabe que não sou tão bom com as palavras, mas fiz um esforço, afinal, é seu aniversário! Sinto muito não passar o dia inteiro pertinho de ti, entretanto tenha certeza de que irei te mimar muito quando chegar.


Com amor, do seu e somente seu, Kim Jungwoo.’’



— Está pronto, querido? — Sequei as lágrimas com a manga do meu casaco, para encarar meu pai do outro lado da porta.

— Sim. — Dobrei a carta, guardando-a no bolso e levantei-me, buscando forças que eu sabia que não tinha. O amor da minha vida foi tirado de mim, no dia do meu aniversário, por conta de um infarto quando estava voltando para casa. Fazia um dia desde o ocorrido, estava na hora de dizer adeus.

15 de Setembro de 2018 às 01:51 0 Denunciar Insira 0
Fim

Conheça o autor

mandy escritora no social spirit: https://www.spiritfanfiction.com/perfil/harryised

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~