Nas teias do destino! Seguir história

arielo

Trunks se afasta de sua família, mas por qual motivo? O que Mai tem haver com tudo isso? Será que Bra conseguirá fazer que o irmão repense sua decisão? Bra pagará um alto preço por sua ações, será que ela aguentará o que virá?


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 21 anos apenas (adultos).

#adultério #romance #drama #incesto #DBZ #Trunks #bra
1
4.5mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Tempestade!

-


Fazia primavera na capital do oeste, árvores floridas enfeitavam as ruas da cidade, assim como as flores nos jardins das casas, dando um colorido especial por onde se olhasse, foi nesse clima primaveral que Bulma reuniu seus amigos para uma festa de aniversário em sua mansão.


Ao contrário de sua mãe, Bra não amava festas, pois não gostava de aglomeração de muita gente, porém para agradar sua matriarca teve que ceder sem questionar. Então de repente o seu sábado sossegado se transformou em algo estressante e agitado, por conta do aniversário de seu irmão, que estava completando 32 anos, a festa se transformou em algo especial, pois raramente ele comparecia na mansão e se reunia com a família, desde que tinha se casado com Mai há sete anos, tanto que fazia dois anos que ela não o via, apenas falava com ele por telefone em raras ocasiões.


Nesse exato instante, todos os convidados estavam reunidos no salão principal da mansão, amigos principalmente de Bulma, como também alguns conhecidos de Mai e Trunks, assim como os primos da morena. A cientista encontrava-se junto com o marido acomodada em uma mesa num dos cantos, olhando para o relógio, um pouco aflita com a demora de sua herdeira.


Enquanto isso, Bra descia as escadarias que levavam ao local da festa, ela encontrava-se atrasada para o evento, pois demorou em escolher a roupa ideal para a ocasião. No final se decidiu por um vestido preto de seda, decotado que mostrava muito bem suas curvas e uma sandália de salto alto. Quando a meio sayajin invadiu o salão, um burburinho se fez presente, todos falavam dela, como ela estava bonita naquela roupa, os homens a devoravam com os olhos, para o aborrecimento de Vegeta que queria esganá-los, mas não podia.


Trunks por sua vez, que se encontrava conversando com sua esposa e parentes delas, se distraiu ao olhar para irmã, que caminhou em sua direção com um pacote de presente, parando em frente a ele.


- Espero que você goste! Parabéns! – Murmurou a azulada dando um pequeno embrulho para o arroxeado, que se levantou para pegar e a abraçou de forma terna.


- Qualquer coisa que você me der eu vou gostar – Sussurrou Trunks com um sorriso, antes de abrir o pacote e tirar de lá de dentro um relógio de pulso muito bonito.


- Mais um para coleção dele – Comentou Mai entediada fazendo seus parentes rirem.


- Esse é especial, eu vou usá-lo sempre – Declarou o empresário chateado com a esposa, ao mesmo tempo em que colocava o relógio no pulso, fazendo a irmã sorrir.


- Fico feliz que gostou! – Bra falou contente.


- Como estão indo as faculdades de Biomedicina e Biotecnologia? – Pediu atencioso.


- Estou quase me formando nas duas, mas termino daqui a dois meses a de Biomedicina e daqui seis meses a de Biotecnologia. Estou concluindo os dois estágios que faço também. Logo vou poder chefiar o novo departamento da corporação cápsula que faz vacinas e pesquisas em hematologia, biologia celular, molecular e neurociência.


- Sempre soube que você era um gênio, tomara que meu filho puxe aos Briefs – Cochichou o empresário, arrancando um meio sorriso da jovem.


- Mai, quando que nasce o meu sobrinho? – Perguntou Bra se aproximando da morena e a cumprimentando por educação.


- Daqui três meses, quando ele nascer o Trunks vai ficar tão ocupado me ajudando a cuidar dele, que não vai ter tempo de ficar te paparicando – Retrucou Mai enciumada, fazendo Bra perder a compostura, que até então ostentava.


- Olha aqui sua cobrinha, faz dois anos que não vejo o meu irmão! E toda vez que tento ser educada contigo você me trata mal, quem você pensa que é?


- Sou esposa do seu irmão e espero um filho dele, essa criança herdará tudo isso aqui – Gesticulou convencida.


- Só que você esqueceu-se de um pequeno detalhe, metade de tudo isso aqui é meu também!


Vegeta e Bulma que acompanhavam a discussão de longe resolveram intervir, pois a coisa já estava fugindo do controle deles, por mais que costumassem colocar panos quentes, por conta da felicidade do filho deles. Infelizmente Mai no final se apresentou uma pessoa totalmente diferente do que achavam que ela era. Nunca imaginaram que a morena fosse uma interesseira ou uma usurpadora, que fosse afastar Trunks de sua família e de seus melhores amigos, de uma maneira tão indignante.


Por conta da briga, a festa de aniversário do arroxeado terminou antes, Vegeta que não era calmo, quase explodiu os parentes de Mai, se não fosse por Goku e Gohan que resolveram intervir para que a briga não acabasse em morte.


Depois desse desentendimento, o contato que a família tinha com Trunks diminuiu drasticamente, nenhum telefonema e nem mensagem de texto, o que gerou preocupação em todos.


Bulma apesar de ter se aposentado, ainda era a dona da corporação cápsula e resolveu colocar Bra para trabalhar na empresa como diretora do novo setor de pesquisas, pois ela tinha recém se formado em Biomedicina e também faltava pouco tempo para se graduar em Biotecnologia. Como Gohan era o vice-presidente, foi fácil para a cientista arrumar as papeladas para a contratação da filha, já que Trunks não atendia suas ligações, lhe ignorando por completo. Até o filho de Goku ficava sem jeito, quando Bulma comentava com ele aquela triste situação.


-

Continua

13 de Setembro de 2018 às 16:22 0 Denunciar Insira 1
Leia o próximo capítulo Conhecendo o inimigo!

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 2 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!