Tudo O Que Desejar, meu Tritão Seguir história

crytter Crytter

Natan, o Boto, sempre acaba fazendo tudo o que seu amado Christopher, a Iara, pede. Mesmo que isso seja moralmente errado. Mas quem disse que o Boto e a Iara se importam com a moralidade humana?


Romance Paranormal Para maiores de 18 apenas.

#romance #gay #yaoi #assassinato #lgbt #iara #pirlimpimpim #boto #boto-iara #iara-boto
2
5329 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Um.

NA: Essa história é com base nas lendas da sereia Iara e do Boto.


- Nathan, por favor... - Christopher estava suplicando ao homem, às margens do lago.

- Apenas para de me dar esse olhar de filhote pidão, eu te ajudo. - O moreno realmente não era muito bom em lidar com as súplicas do amigo. - E me diga de novo, por que você quer fazer isso?

- Eu estou cansado de ouvir as mulheres falando sobre esses imbecis! - O moreno de longos cabelos negros respondeu. - Várias delas falaram sobre isso, várias e várias vezes, que existem muitos homens que as drogaram, e elas acordaram sem se lembrar de nada, se sentindo violadas!

- Em minha defesa eu nunca droguei ninguém. - Nathan ergueu as mãos em sua própria defesa.

- Não, você nunca drogou ninguém para conseguir transar, apenas ajudou certas mulheres a afogar os filhos recém nascidos! - O de longo cabelos respondeu irritado.

- Não é como se eu pudesse ajudar a criar qualquer uma daquelas crianças! - O outro respondeu irritado. - E você não viu o desespero de nenhuma delas, você também é um assassino, não diga que somos diferentes.

- Nós não somos diferentes, eu sei disso. - O tritão jogou um pouco de água sobre o amigo.

- Ei! Eu acabei de me transformar! - O belo terno branco de Nathan estava molhado, e o homem um pouco irritado.

- Ah por favor, você se transforma em um humano, mas não tem nenhum poder para fazer sua roupa secar? - O de longos cabelos jogou água no homem de branco outra vez. - Agora me ajude a fazer essas mulheres pararem de sofrer com esses monstros!

- Tudo bem, tudo bem. - O homem riu, e suas roupas estavam secas outra vez. - Posso transar com eles antes? Ou eu preciso te trazer eles sem me divertir um pouco?

- Não me importo com o que acontece entre você encontrá-los nas festas e me trazê-los. - O moreno de longos cabelos respondeu revirando os olhos.

- Nós já tivemos essa conversa uma vez Christopher, eu não vou falar sobre isso de novo. - Nathan respirou fundo e massageou as têmporas de sua cabeça.

- Vá logo. - Foi a única resposta que o homem recebeu.


*


- Nathan, você veio! - Um dos homens do grupo disse, com um sorriso cheio de charme.

- Como eu poderia perder uma festa sua Leonard? - O moreno respondeu, enquanto cumprimentava algumas mulheres que estavam no meio do círculo.

- Qual é a sua caça da noite? - Leonard perguntou, enquanto observava o arredor.

- Aproveitadores. - Nathan respondeu com um sorriso cheio de segundas intenções.

- Como se você não se envolvesse apenas com esse tipo de pessoa. - O loiro riu e entregou uma bebida ao moreno antes de sair. - Aproveite a noite.

Nathan pegou seu copo de champanhe e começou a passear pela festa. Ele poderia ter a capacidade de se transformar em um humano, e procurar pelo melhor das festas. Mas essa noite ele tinha um objetivo, não seria frequente para que ele não fosse suspeito de nenhum crime, mas precisava acontecer.

Tudo pela felicidade de Christopher.

O moreno não precisou andar muito tempo pela festa para finalmente encontrar uma de suas primeiras vítimas. Um homem alto e loiro, com pinta de playboy, o tipo mais irritante. Nathan sabia que era considerado um playboy pelas pessoas, mas nesse mundo tudo havia limite.

- Olá. - O sorriso charmoso do homem de branco conseguia conquistar até os mais héteros. - Você é novo nas festas do Leonard?

- Na verdade não. - O playboy respondeu. - Eu apenas estava viajando por um tempo e não pude aparecer ultimamente, meu prazer, Adam.

- Christopher. - O moreno respondeu com um sorriso, e acabou derrubando a bebida da garota ao lado dele, fazendo com que o copo de vidro se estilhaça-se no chão. - Oh, me desculpe!

O homem fingiu uma falsa preocupação, aquilo era proposital, e o rosto de Adam era de óbvia irritação. A garota não havia tomado nenhum gole da bebida, nenhum gole da droga.

- Não se preocupe, foi apenas uma bebida. - A garota morena respondeu, e logo estava pedindo outra ao garçom.

- Por que não vamos a um lugar mais calmo para conversar, Adam. - Nathan perguntou, enquanto passava a mão sobre o braço do loiro.

- Seria um prazer. - Um sorriso safado brotou nos lábios do playboy.


*


Nathan não precisava drogar as pessoas para dormir com ninguém, seu belo e natural charme era mais do que o suficiente para isso. Entre beijos e apalpadas ele guiou os dois para o rio, o seu rio, e fez o loiro aproveitar cada momento em sua companhia.

- Você é muito melhor do que as garotas que eu preciso drogar para conseguir transar. - O loiro respondeu com uma clara felicidade no rosto.

- E você será um ótimo presente para o Christopher. - Nathan sorriu, apenas imaginando como seu amado Christopher ficaria feliz com um presente já na primeira noite.

- Espera, você não é solteiro? - O humano não queria envolvimento entre um casal, era muita dor de cabeça.

- Sou. - O moreno respondeu com um sorriso. - Mas isso não me impede de gostar de alguém, e muito menos de lhe dar presentes.

- Do que você…

Uma melodia doce e suave começou a ser ouvida na margem do rio, uma melodia que Nathan nunca se cansaria de ouvir. Adam caminhou hipnotizado para dentro do lago. Christopher estava sentado em uma pedra no centro do rio, na parte mais profunda e turbulenta.

A melodia doce continuava, enquanto o loiro caminhava. Nathan estava vestido outra vez, apenas observando o homem idiota caminhando em direção a Christopher. Não precisaram de muito mais passos antes de finalmente de Adam acabar sendo arrastado pela forte correnteza do meio do rio.

- Fico feliz em nunca ter sido morto ouvindo você. - Nathan disse com um sorriso.

- Você não é um homem, a canção nunca funcionaria. - Christopher respondeu.

O mais novo, na margem do rio, não demorou a adentrar o logo e voltar a sua forma original, o boto, para poder se aproximar com segurança de seu amado Christopher. Quando finalmente estava ao lado da pedra, ele voltou a sua forma humana e se sentou ao lado de seu tritão.

- Você sabe que eu amo sua voz. - Nathan disse, acariciando o rosto do homem de longos cabelos.

- Se ama tanto, eu nunca vou entender porque escolhe ficar indo atrás dos humanos. - O mais velho respondeu magoado.

- Você sabe que é a minha fraqueza, eles são tão intrigantes. - O outro respondeu. - Mas nenhum vai chegar aos pés de sua beleza.

Seus rostos se aproximaram um pouco mais, e o tritão fechou o espaço entre os lábios, completando o beijo, que não foi aprofundado.

- Sua recompensa por trazer um dos imbecís. - Christopher disse com o olhar vitorioso, voltando para dentro do lago.

- Sério? Só isso?! Christopher! - Nathan gritou reclamando enquanto via o tritão nadando pelas águas. 

12 de Setembro de 2018 às 14:57 9 Denunciar Insira 4
Fim

Conheça o autor

Crytter Escritora de Fanfics Yaoi, Universitária.

Comentar algo

Publique!
Karimy Karimy
Olá! Escrevo a você por causa do Sistema de Verificação do Inkspired. Caso ainda não conheça, o Sistema de Verificação existe para ajudar os leitores a encontrarem boas histórias no quesito ortografia e gramática; verificar sua história significa colocá-la entre as melhores com relação a isso. A Verificação não é necessária caso não tenha interesse em obtê-la, então, se não quiser modificar sua história, pode ignorar esta mensagem. E se tiver interesse em verificar outra história sua, pode contratar o serviço através do Serviços de Autopublicação. Sua história foi colocada em revisão pelos seguintes apontamentos retirados dela: 1)Falta de vírgula em "Em minha defesa eu nunca" em vez de "Em minha defesa, eu nunca". Falta de vírgula em vocativos, como em "essa conversa uma vez Christoper," em vez de "essa conversa uma vez, Christopher,"; "uma festa sua Leonard" em vez de "uma festa sua, Leonard". Vírgula desnecessária em "em humano, e procurar pelo melhor" em vez de "em humano e procurar pelo melhor" 2) "se estilhaça-se" em vez de "se estilhaçasse". "antes de finalmente de Adam" em vez de "antes de finalmente Adam". 3) Falta de interrogação em "Por que não vamos a um lugar mais calmo para conversar, Adam" em vez de "Por que não vamos a um lugar mais calmo para conversar, Adam?" 4) Falta de crase em "voltar a sua forma" em vez de "voltar à sua forma"; "voltou a sua forma" em vez de "voltou à sua forma". 5) Observar frase "Nathan gritou reclamando" escolher um ou outro; caso isso queira dizer que ele continuou falando, apenas coloque uma vírgula após "gritou". Aconselho que procure um beta reader; é sempre bom ter alguém para ler nosso trabalho e apontar o que podemos melhorar e no que acertamos, assim como ajudar-nos com a gramática e ortografia. Caso se interesse, esse serviço também é disponibilizado pelo Inkspired através do Serviço de Autopublicação. Gostei muito da sua história e da maneira suave que a desenvolveu apesar do tema tratado; chega a ser utilidade pública! Muitas mulheres são mesmo vítimas desses idiotas, e eu bem que gostaria que Christopher e Nathan pudessem fazer algo a respeito, como fizeram na história. Ah, o final foi ótimo! Bom... Basta responder esta mensagem quando tiver revisado a história que farei uma nova verificação.
27 de Fevereiro de 2019 às 19:49
Inkspired Brasil Inkspired Brasil
Olá! Primeiro de tudo, queremos nos desculpar pelo atraso no comentário e garantir que faremos o possível para que isso não se repita. Agora... que história interessante essa sua, confesso que me apaixonei pela sua versão masculina da Iara. Ver o Christopher e o Nathan discutindo quem mata mais foi algo engraçado, mas, pelo menos, o motivo da parceria foi algo justo hahaha. Achei muito divertida a relação deles e fiquei com um pouco triste pensando em como o Christopher deve se sentir quando o Nathan fica com outras pessoas — ele não merece isso, tadinho — mas acabamos vendo que o amor da vida do Nathan é o Christopher e nada vai mudar isso. Você mantéu a essência dos mitos na história e mesmo usando duas lendas a história não ficou confusa. Sugerimos que você dê uma revisada mais minuciosa na história, pois ela tem alguns erros de pontuação e concordância, mas não é nada que atrapalhe na leitura. Parabéns por ter cumprido e desafio e obrigada por compartilhar a sua história com a gente. Até a próxima! <3
22 de Fevereiro de 2019 às 10:48
Kaline Bogard Kaline Bogard
Olá! Achei que você criou um bom enredo, esse lance de "vingança sobrenatural". É como se as criaturas atendendo as preces dos humanos, mas tirando certo "proveito" disso! A dinamica entre o Chris e o Nat ficou inegavel, shippei muito o texto todo. Só senti que você recorreu muito a termos como "moreno" para se referir aos personagens e isso tira um pouco da qualidade do texto. Sei que é dificil, mas com tempo e prática você pega o jeitinho. Parabens por participar do desafio!
19 de Setembro de 2018 às 08:07

  • Crytter Crytter
    Obrigada <3 Sou péssima com os adjetivos, isso sempre é um problema para mim! Vou rever e tentar melhorar isso <3 Obrigada por comentar <3 19 de Setembro de 2018 às 10:11
  • Crytter Crytter
    Obrigada <3 Sou péssima com os adjetivos, isso sempre é um problema para mim! Vou rever e tentar melhorar isso <3 Obrigada por comentar <3 19 de Setembro de 2018 às 10:11
Daniel Martins Daniel Martins
amiga que tesão nessa fic! Achei super diferente, já que normalmente Iara é uma mulher e aqui, um homem. Help help Tem algumas partes que você poderia substituir, ''o loiro'', por exemplo, poderia ter chamado de ''ele'', ''o playboy'', '' o outro'' e etc, eu acho que fica um pouco menos cansativo pros leitores. MAAAASSSSSSS a sua história é bem fluída e envolvente, os diálogos soam naturais e você consegue sentir um apego pelos personagens, sua história pode entrar fácil na lista das melhores. Parabéns moça <3
18 de Setembro de 2018 às 19:58

  • Crytter Crytter
    Obrigada <3 Eu sempre dou um jeito de fazer ser um relacionamento gay não importa a situação! Os adjetivos eu sempre tenho problema com eles, mas vou reler e fazer as pequenas alterações, obrigada pela dica <3 Obrigada por comentar <3 19 de Setembro de 2018 às 10:10
Natalle Cristina Natalle Cristina
Gente? Alguém da um Christopher pra mim? Vou enfiar ele no aquário junto dos meus peixes ks. Dozinha do Nathan, só que não. Se for ver o pobre tritão vai ser a proxima ''gravida'' do pedaço k
16 de Setembro de 2018 às 16:37

  • Crytter Crytter
    Christopher o maior pau mandado! Não tem que ter dó do Nathan não, só ta abusando da boa vontade do Christopher! Obrigada por comentar <3 17 de Setembro de 2018 às 06:55
~