Espelhos Seguir história

karimy Karimy

Esconder-se não é a solução.


Conto Todo o público. © Direitos reservados

#auto-ajuda #trauma #preconceito #Espelho-da-alma
Conto
4
5.1mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo único

Tirou tudo o que era capaz de refletir, privou-se dos contatos mais queridos, fechou a porta do quarto e ficou trancada para sempre.

Quando a fome vinha, ignorava, fingia que estava em um jogo com Amanda, sua amiga de infância. Costumavam fazer algum tipo de aposta estúpida de vez em quando e quem perdia sempre precisava se abster de algo que gostava, então fingir que havia perdido outra de tantas outras vezes era moleza. Água potável tinha, mas não demoraria muito acabar, além do mais, para sempre era muita coisa. O banheiro era um treco minúsculo, mas pelo menos havia um no quarto.

Depois de um tempo, não sabia se tinham se passado meses ou horas, sua paciência se tornou um emaranhado estranho, não sabia se estava no limite, prestes a explodir consigo mesma, ou se na mais absoluta paz. Mas isso não era o mais estranho.

Estranho mesmo era sua alma. Às vezes, nem parecia sua. Flutuava de um lado para o outro em seu campo de visão, atormentando-a, cutucando-a, obrigando-a a ver. Fechava os olhos, mas não demorou para perceber que aquilo estava enraizado em sua mente como um parasita nojento, infiltrando-se cada vez mais no escuro profundo de seu ser, agarrando-se ao mais íntimo de si, rasgando-a, dilacerando-a segundo a segundo.

Não demorou para entender que nada era eterno; destrancou-se, resignando-se a ser quem era, pois ocultar os espelhos físicos era possível, os da alma não.


29 de Julho de 2018 às 00:05 11 Denunciar Insira 5
Fim

Conheça o autor

Karimy Imagine que a vida é uma ilusão, que a realidade não se passa de um sonho e que tudo aquilo que você acredita ser verdade é apenas uma linha em um livro. Imagine-se um anjo ou um demônio vagando pela terra em busca do seu propósito. Pense como seria se tudo aquilo que desejou se tornasse real, que seus medos fossem embora e o único sentimento que ficasse fosse o amor. Esse mundo é mais factual do que imagina, ele está presente nas histórias que você lê, nos personagens que se encaixam com você!

Comentar algo

Publique!
Mary Mary
Oi, querida autora! Hoje tive a grandiosa honra de ler um conto seu. E que conto! Você é realmente incrível, ilustrou tão perfeitamente o que se passa com muitas pessoas que sofrem com a depressão que não tenho sequer palavras em meu repertório para elaborar um comentário melhor. Obrigada também pelas leituras que você fez em obras minhas e também por ser uma pessoa que ao ler os trabalhos dos colegas sempre procura ajudá-los com a própria leitura em si e também com a reflexão feita, além de nos ajudar a explorar o potencial que temos. Você faz tudo isso com muito carinho e então ter a sua leitura se torna uma imensa honra! <3
4 de Fevereiro de 2019 às 10:19

  • Karimy Karimy
    Olá! Muito bom vê-la por aqui. Fico feliz em saber que gostou do conto. É uma das histórias mais simples que escrevi, e saber que gostou significa muito. Agradeço pelo carinho e comentário, como você mesma deve saber, incentiva demais. Ah, sim, todos os comentários que faço tem muito carinho, nada melhor do que prestigiar e ajudar autores que gostamos. Mais uma vez, obrigada. E espero vê-la em outra história minha. Bjs! 4 de Fevereiro de 2019 às 17:03
Marchetti ! Marchetti !
Tão profundo que eu estou perdida dentro de mim mesma! Maravilhoso
10 de Setembro de 2018 às 16:41

  • Karimy Karimy
    <3 Obrigada! Fico feliz que tenha gostado. É bem pequeno, mas queria mostrar um pouco que tem coisas que vão além das nossas capacidades e que mudar nosso estilo pode não ser o caminho certo para encará-las A aceitação tem que vir de dentro. 11 de Setembro de 2018 às 05:49
Alice Alamo Alice Alamo
Olá! Venho pelo sistema de Verificação do Inkspired. Sua história está como "em revisão" devido aos seguintes apontamentos: 1) "tinha se passado meses ou horas", já que aqui o correto seria "tinham" 2) "que nada é eterno", visto que o verbo "ser" deveria estar no passado devido ao tempo verbal da narrativa. Caso queira o status de "Verificado", pedimos que revise a história e nos avise nesse comentário mesmo quando o fizer. Atenciosamente, Alice, Sistema de Verificação do Inkspired.
3 de Setembro de 2018 às 13:02

  • Alice Alamo Alice Alamo
    Perdão, esqueci de pontuar uma terceira coisa: "para sempre é muita coisa"; aqui o verbo também deveria estar no passado. Poderia verificar? 3 de Setembro de 2018 às 13:30
  • Karimy Karimy
    Obrigada, Alice! Acabei de olhar! *-* 3 de Setembro de 2018 às 13:46
Forbela Forbela
mds que lindo! tão profundo e poético, ainda não tinha conhecido esse seu lado. Estou apaixonada por esse texto!
22 de Agosto de 2018 às 22:21

  • Karimy Karimy
    Oie!! Ah, fico feliz em saber que gostou. Eu queria escrever mais contos, mas o tempo é tão curto! Obrigada mesmo pelo carinho e comentário! *-* 23 de Agosto de 2018 às 07:50
Megan W. Logan Megan W. Logan
Adorei esse seu texto, muito profundo, bem triste, mostra muito bem a depressão, a tristeza que a personagem está vivenciando. Beijos!
30 de Julho de 2018 às 12:23

  • Karimy Karimy
    Oi, amiga! Fico feliz em saber que gostou e entendeu a situação da personagem, infelizmente existem muitas pessoas fugindo dos espelhos! Bjs! 30 de Julho de 2018 às 18:25
~