Oppa Seguir história

lan_chanhy Lan_ ChanHy

Jimin era o garotinho bonito do seu oppa. | Jikook | Oppa!Kink | Jimin!Sub | Jungkook!Dom | Pwp


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 21 anos apenas (adultos).

#Oppa-Kink #Jimin-Bottom #Jungkook-Top #jikook #pwp
2
4587 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Insaciável

Gente do céu, finalmente eu consegui postar isso.


Me perdoem por demorar tanto pra postar, eu voltei pra casa tem umas duas semanas e a internet daqui é uma porcaria, além de que eu tava com um bloqueio filho da mãe que não me deixava escrever nem uma linha.


Obrigada ao maravilhoso Sam pela capa perfeita, suas capas são as melhores, anjo.


Boa leitura.




***




— O-oppa... — Jimin chamou arrastado quando o beijo se findou, fazendo um beicinho adorável ao perceber que o namorado não juntaria as bocas novamente, mas desfazendo-o ao sentir os lábios gostosos dele acariciarem o seu pescoço, mordendo e chupando a pele branca de um jeito que fez Jimin se arrepiar todo.—Oppa— gemeu, todo manhoso, jogando a cabeça para trás ao sentir os beijos irem em direção ao seu pomo de adão, em seguida para o seu queixo, até a sua boca, onde ele beijou mais uma vez com vontade, e Jimin não resistiu em levar as suas mãozinhas e direção a nunca do maior, entrelaçando os seus dedos nos cabelos dali e retribuindo o beijo de maneira afoita, as línguas se acariciando e enroscando.


Enquanto o tinha o lábio inferior sendo chupado desejosamente pelo mais velho, Jungkook desceu ambas as mãos em direção a bunda farta de Jimin, apertando ambas as bandas com força, causando um arfar baixo no garoto em seu colo. Jimin, por reação, começou a rebolar no colo do maior, indo para frente e para trás, movendo seus quadris e roçando as ereções de ambos. E aproveitando que tinha as mãos naquela parte tão gostosinha do namorado, Jungkook ajudou o rapaz a mover-se em seu colo, sem cessar os apertos em momento algum.


Quando se separaram, ambos estavam ofegantes, Jimin mais que Jungkook, no entanto. Se encararam por alguns segundos, desejosos por mais, antes que Jimin desviasse o olhar e abaixasse a cabeça, afundando-a no pescoço do maior e levando seus lábios em direção aquela parte tão amada do corpo do outro. Não demorou nada para que ele começasse a brincar com a boca naquela parte do corpo de Jungkook, deixando mordidas e chupões, esses sempre acompanhados por lambidas, sem se importar se ficariam ali por muito tempo.


Jimin era ciumento e queria que todos soubessem que seuoppatinha dono.


Jungkook aproveitou que seu garoto estava ocupado brincando com aquela parte do seu corpo, e abaixou a cueca do menor, retirando-a em seguida com a ajuda de Jimin. Apertou as nádegas fartas mais uma vez, com vontade, antes de afastá-las bruscamente, dando uma ardência gostosa no menor e expondo o buraquinho rosado, que se contraía com gosto. Jimin arfou surpreso quando sentiu um tapa um tanto forte ser desferido contra a sua nádega esquerda, logo gemendo deleitoso ao sentir o seuoppaacariciar a região atingida, como que em um pedido de desculpas.


Jimin, que de bobo não tinha nada, aproveitou que sua ereção estava descoberta e começou a estimulá-la, roçando-se no maior de maneira lasciva, soltando gemidinhos falhos sempre que o seu pênis descoberto se chocava com a ereção coberta do seuoppa, esse que soltava suspiros e arfares pesados em conjunto. Trilhou um caminho de beijos em direção a orelha de Jungkook, mordiscando o lóbulo e gemendo em seu ouvido de maneira manhosa, arrepiando o seuoppae deixando-o cada vez mais excitado.


— Oppa... — Jimin gemeu baixinho e manhoso, sentindo um aperto forte ser distribuído na sua nádega direita, ao mesmo tempo em que sua entrada era acariciada pelo indicador esquerdo do mais novo, causando uma série de arrepios gostosos no mais velho. — Assim... m-mais. — pediu arrastado quando Jungkook penetrou a pontinha, o dedo seco mesmo, enquanto forçava o quadril do menor contra o seu próprio, prendendo a ereção de Jimin contra os abdomens de ambos.


— Porra, Jimin. — Jungkook resmungou quando o mais velho rebolou aquela bunda bonita contra o seu dedo, na tentativa de penetrá-lo na entrada apertada, coisa que seria difícil se ele estivesse seco. — Calma pequeno, você vai se machucar. — acalmou o garoto afoito, que lhe olhou pedinte e fez um beicinho, manhoso como si só.


— Mas eu quero dentro,oppa. — Jimin pediu, mordiscando o lábio inferior e rebolando com gosto no colo do maior, gemendo baixinho quando sua ereção se arrastou pela barriga descoberta de Jungkook, de maneira deliciosa.


Jungkook, desacreditado com a safadeza do seu menino, apenas bufou excitado, retirando a mão esquerda de perto da entrada pulsante, resultando em um resmungo irritado por parte de Jimin, resmungo que só piorou quando teve a cabeça afastada do pescoço do maior pela mão esquerda dele e o corpo puxado para trás, de modo que ele ficasse sentado perto dos joelhos do moreno. Sua ereção parou de ser estimulada e o mais velho quase choramingou por causa disso, mas foi interrompido por três dedos do seuoppa, que foram erguidos até a sua boca.


— Abra a boca. — Jungkook mandou de maneira pervertida, sendo prontamente obedecido pelo mais velho, que soltou um suspiro excitado quando aqueles três dedos foram colocados dentro da sua boca. — Isso, agora chupe-os bem. — orientou, encarando de maneira suja o garoto, que lhe obedeceu. Jimin segurou a mão do maior com as suas próprias, logo usando sua língua para deixar os dígitos bem molhados, lambendo-os e melando-os com a sua saliva, sempre encarando Jungkook, que lhe olhava safado, apreciando a visão do seu menino chupando seus dedos como quem chupava um pau. — Porra.


Quando ambos viram que já estava bom, Jimin soltou os dígitos ensopados, logo indo para frente e empinando-se todo, arfando pesado ao sentir dois deles cutucando sua entrada, a medida que escutava um ''bom garoto'' ser soltou pelo mais novo. Jungkook acariciou o buraquinho enrugado lentamente, molhando-o com saliva, antes de penetrar um dedo, bem lentamente, apreciando como Jimin se contraía ao redor do dígito, como se não quisesse deixá-lo escapar. Quando enfiou-o completamente, foi agraciado com um gemido choroso por parte de Jimin, que lhe abraçou com força, rebolando lentamente, para se acostumar com ato, suas pernas tremendo que si só. Quando achou que já estava bom, penetrou o outro dígito, em seguida o outro, até os três dígitos estivessem dentro do interior apertado de Jimin.


— Oppa... — Jimin gemeu arrastado, se empinando em direção ao maior e rebolando com gosto, soltando arfares pesados a cada vez que sentia aqueles dígitos grossos entrando dentro de si. Jimin sabia que seuoppaobservava aquela cena toda, provavelmente por cima do seu ombro, o que só lhe dava mais motivação para continuar a se mover daquele jeito sujo, praticamente se fodendo nos dedos no seuoppa, fazendo eles irem cada vez mais fundo no seu interior quentinho e apertado.


— Porra, baby.— Jungkook praguejou excitado, observando aquele bunda bonita apertar e engolir os seus dedos, do mesmo jeito que engolia seu pau. Não resistiu em levar a sua outra mão até a nádega correspondente, apertando-a e afastando-a, causando novamente aquela ardência gostosa e revelando o buraquinho rosado, esse agora preenchido. Com força, Jungkook começou a mover seus próprios dedos, em harmonia com Jimin, que agora se contorcia em seu colo, apertando o maior entre os braços e com a cabeça jogada para trás, com o corpo tremendo e choramingando que si só.— Você é tão sujinho, baby. Tão imundo e lascivo, agindo assim, igual uma putinha no cio. — Jungkook esnobou, quase como se estivesse bravo, deixando um tapa um tanto forte na banda branca, deixando-a com a marca da sua mão. Jimin soluçou e sobressaltou com o impacto, logo gemendo arrastado ao sentir um carinho delicado ser feito ali, choramingando forte ao ouvir aquelas palavras sujas serem ditas no seu ouvido, seu pênis deixando escapar um boa quantidade de pré-gozo ao ser xingado daquela maneira tão pervertida, a medida que a sua entrada apertava ainda mais aqueles dígitos.


— Você está apertando meus dedos com tanto força, Jimin. — observou, agora indo em um ritmo mais lento e profundo, apertando a bunda do mais velho com força e impedindo-o de se foder nos seus dedos, momentaneamente, claro. — Você gosta de ter os dedos do seuoppafodendo a sua bundinha, anjo? Gosta quando me tem falando palavras sujas no seu ouvido? — perguntou lascivo, apreciando como o mais velho lhe apertou nos braços e gemeu no seu ouvindo, soando derrotado demais.


— P-poxa... o-oppa. — Jimin choramingou, algumas lágrimas ameaçando escorrer, lágrimas de puro tesão. — E-eu gosto, oppa. É t-tão bom. — confirmou, gemendo entrecortado e gaguejando, seu corpo espalmando ao sentir o seuoppavoltar com aquele ritmo rápido, seu corpo tremendo e ele gemendo ao sentir sua entradinha sendo abusada de maneira tão forte.


Jimin não aguentou manter a cabeça para cima e a abaixou, encostando sua testa no ombro do seuoppae olhando para baixo, vendo com definição o seu pênis melado e vermelho, a cabecinha inchada de uma maneira tão grande que ele não conseguiu evitar que um soluço viesse. Viu também a ereção formada do maior, essa ainda presa na calça de moletom que ele usava, estava tão aparente...!Sem conseguir evitar, levou suas mãozinhas em direção ao grande volume, apertando-o e escutando-o um gemido rouco ser proferido bem ao pé do seu ouvido.


— Você está tão duro, o-oppa. — contemplou lascivo, mordiscando o lábio a medida que passava sua mão por todo o contorno, apreciando a maneira como a cabecinha escapou, ficando para fora do cós da calça. Com delicadeza, passou o indicador pela fenda, que deixou escapar uma pequena quantidade de pré-porra, qual Jimin recolheu e levou a boca, gemendo deleitoso ao sentir o gosto do seuoppana ponta da língua.


— Pega nele, bebê. Tira ele da minha calça e me deixa foder a sua mão, Jimin. — sugeriu, sabendo que o mais velho lhe obedeceria.


E foi com deleite que sentiu ser liberto do moletom quente, sendo tomado nas mãos pequenas de maneria afoita. Soltou mais um gemido ao sentir sua ereção ser acariciada pelas duas palmas, a medida que um indicador maroto lhe acariciava a cabecinha, de uma maneira que apenas Jimin sabia.


—Oppa... — chamou arrastado ao ouvir aquela voz rouca bem ao pé do ouvido, sua ereção pulsando necessitada com a ideia de uma masturbação dupla, seria tão gostoso sentir aquela ereção quente em contanto com a sua própria, Jimin tinha certeza que gozaria rapidinho se o fizesse. —Oppa, d-deixa eu foder a minha mão também, junto com você. — pediu suplicante, a proposta soando encantadora demais aos ouvidos de um Jungkook excitado.


— Faça. — mandou, sendo prontamente obedecido pelo Park, que segurou ambas as ereções juntas, gemendo sôfrego ao sentir a carne quente do maior em contanto com o a sua própria.


Com as duas mãos - e um pouco de esforço - circundou ambas juntas, logo movendo-as para cima e para baixo, se contorcendo e gemendo ao sentir as duas ereções se roçarem, enquanto suas mãozinhas deixavam ambas meladas com a mistura do pré-gozo dos dois, que escorria pelas fendas dos seus membros. Jungkook não conseguiu evitar de gemer também, aquela mãozinha apertando sua ereção de uma maneira tão dedicada que contribuiu para que seu gemido viesse rouco e arrastado, bem rente ao ouvido do garoto em seu colo, que arrepiou visivelmente. Jungkook, como uma recompensa pelo bom serviço que o rapaz estava fazendo, aumentou o ritmo da penetração que fazia, não demorando muito para que achasse o pontinho doce de Jimin, que soluçou ao senti-lo ser estocando com tanta força.


— Eu achei, Jimin? É aqui, não é? — perguntou, referindo-se a próstata sensível do mais velho, esse que apenas assentiu, sem conseguir formular uma resposta coerente.


A cabeça de Jimin estava enebriada de prazer e, a essa altura, não conseguiu evitar que algumas lágrimas de puro prazer começassem a escorrer, soluçando sôfrego a cada estocada que recebia em seu pontinho doce. Em alguns movimentos desesperados, começou a foder sua própria mão, a medida que se fodia de volta na mão do maior, gemendo alto com a avalanche de prazer que sentiu. Ao ir para trás, acabava se fodendo no mão do maior, consequentemente tendo a sua próstata sensível sendo estimulada, e quando ia para frente, acabava fodendo sua mão, tendo sua ereção estimulada pela suas palmas e pela ereção de Jungkook, esse que gemia rouco e arrastado em seu ouvido, a voz grossa contribuindo para que a quentura de Jimin aumentasse cada vez mais.


— O-oppa... — chamou arrastado, soando mais como um gemido do que como um chamado em si. Levantou sua cabeça e a jogou para o lado, expondo seu pescoço branco e pouco marcado ao olhos do seuoppa, na esperança que o maior lhe marcasse do jeitinho que Jimin tanto gostava. —Oppa... Por favor... — Praticamente implorou, retirando uma de suas mãos do lugar e a levando para a cabeça do seuoppa, a puxando em encontro a sua pele sensível, sentindo-o fungar com força e ouvindo um gemido excitado por parte do outro. — M-marca... por... hm... por favor...— Agora sim implorou, gemendo deleitoso a medida que sentia uma pequena lambida sendo depositada ali, em seguida de um chupão forte, que com certeza deixaria marca.


— Caralho, Jimin, onde está aquela sua pose audaciosa do começo, anjo? — perguntou, a medida que deixava uma marca forte no pescoço branco e uma estocada funda no interior apertado, sua mão livre indo de encontro as outras duas de Jimin, retirando-as bruscamente dali e assumindo o ritmo da masturbação, ouvindo com deleite o gemido necessitado que o mais velho soltou, sentindo-o levar ambas as mãos em direção aos seus ombros e apertá-los com força, gemendo de um jeito completamente submisso.— Olhe só, está tão mole que não está nem lutando pelo comando. — observou, aumentando ainda mais o ritmo de suas mãos, observando o garoto em seu colo gemer e se arquear, chorando e soluçando de um jeito completamente quebrado. — Gemendo e choramingando todo quebrado, você está todo destruído, hyung. — zombou, sorrindo satisfeito ao não receber nenhuma resposta.


Ambos agora gemiam, cada um do seu jeito claro. Jimin era arrastado e manhoso, e Jungkook rouco e baixo, ambos já sentindo a sensação do orgasmo se formar em ambos os baixos-ventres, o que só incentivava ambos para que continuassem a se mover daquele jeito tão promíscuo. Jungkook, lambiam e mordia a área do pescoço do menor, deixando ali marcas vermelhas, que logo ficariam roxas; já Jimin, agora apertava e arranhava a pele da nuca do seuoppa, numa tentativa de descontar um pouco as sensações.


E quando o orgasmo veio, foi arrebatador, para ambos. O de Jimin veio primeiro, chorando e gemendo, a medida que se arqueava todo e soltava seu líquido bem em cima da ereção do seuoppa, melando-a com a sua porra, e seu interior apertou os dígitos do maior com força, impedindo-os de sair antes que aquele frenesi acabasse. Logo depois dele, foi a vez de Jungkook gozar, mordendo um parte especifica da pele de Jimin e gemendo rouco no seu ouvido, a medida que soltava o seu gozo em abundância, melando a área do seu baixo-ventre com ele.


Ambos respiravam pesados agora e, delicadamente, Jungkook tirou seus dedos de dentro do interior de Jimin, ouvindo um choramingo baixo por parte desse, provavelmente pelo fato da área estar sensível. Depois, foi a vez de retirar sua mão de ambas as ereções, essas que agora já amoleciam. Sem cuidado nenhum, limpou a porra que estava na sua mão na calça, logo levando-a, junto com a outra, para a cintura de Jimin, a rodeando e abraçando o garoto, escondendo a cabeça em seu ombro e deixando pequenos beijos nas marcas que fez ali, lentamente acalmando o rapaz em seu colo, esse que ainda choramingava, seu corpo tremendo e espalmando por conta daquelas sensações.


— Oppa... — Jimin chamou arrastado, a voz ainda um pouco embargada por conta do choro recente. Jungkook logo lhe encarou, acariciando a cintura desse de modo terno e delicado.—Oppa... — suspirou, lentamente mordiscando o lábio inferior, encarando o mais novo daquele jeito de criança, logo em seguida lambendo os lábios.


— Diga, baby. — incentivou, seus olhos seguindo os movimentos que a língua fez sobre os lábios inchadinhos e sua voz saindo um pouco rouca demais ao dizer essa pequena frase. Observou o garoto arfar e levar suas mãos em direção aos ombros do maior, usando-as para segurar aquelas áreas, em seguida sorrindo safadinho e aproximando seu rosto da curva do pescoço do maior e fungando, de uma jeito completamente sujo, que fez com que um arrepio atravessasse o corpo de Jungkook, em seguida aquela voz doce sendo sussurrada bem baixinha no seu ouvido:


— E-eu quero mais...




***




Bom, é isso...


Desculpe pelos erros ou por qualquer coisa.


Meu Twitter: https://twitter.com/Lan_ChanHy

Twitter do Sam: https://twitter.com/angelsbyun

Meu Curious Cat: https://curiouscat.me/Lan_ChanHy

10 de Julho de 2018 às 22:59 0 Denunciar Insira 1
Fim

Conheça o autor

Lan_ ChanHy | Escritora carente que gosta de coisas fofas, fanfics fofas e meninos fofos. Tenho um sério problema com long-shots, e um milhão de plots acumulados, mas sou legal, eu juro. | | army ♪ exo-l ♪ carat ♪ blink ♪ monbebe |

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~