filipe-proensi1530474634 Filipe Proensi

De vez em quando eu me deparo com objetos misticos, mas só de vez em quando.


Fantasia Todo o público.
Conto
0
4.7mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

Caneta mágica

Um dia achei uma caneta atirada por aí, ela era linda, era preta com detalhes em prata, como escritor logo me apaixonei e a tomei para mim botando a prova todos os meu princípios e educação. Quando a tomei fui correndo para a casa, peguei o primeiro pedaço de papel e pus há escrever.
Como o esperado não pude me conter, mas ao escrever, percebi que minha letra estava mais feia do que o normal e a caneta assim como a tinta estavam pesadas ao escrever, tornando o meu texto cada vez mais difícil de escrever, ficava atordoado a cada palavra, que minha paixão se tornou um castigo, mesmo que por um instante.
Então intrigante mente eu pensei, será que os deuses perderam essa caneta? Será que estou manejando a ferramenta do escriba de Deus? Ou posso estar apenas mal acostumado com uma caneta tão chique, mas quem sabe? tudo na vida é possível.

1 de Julho de 2018 às 21:19 0 Denunciar Insira 0
Continua…

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~