guerra contra os hormônios Seguir história

moon_alone Zoe Yanmi

Simplesmente não consigo me conter, o álcool começou a ter efeito sobre mim, eu preciso de você, preciso te sentir, meus hormônios clamam por você, me faça sua.


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 21 anos apenas (adultos).

#sex #yuri #bts #hentai #park-jimin #Rap-Monster #friday
Conto
0
4724 VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

to night

Hoje era mais uma típica sexta-feira, fui convidada por alguns amigos para que fossemos em uma boate famosa de Seoul, eu de imediato aceitei, precisava me relaxar e se possível uma boa transa, posso ter meus vinte e um anos, mas eu realmente estou necessitada. Não que eu seja feia ou coisa do tipo, apenas não tenho achado caras interessantes o suficiente.


Bom tenho vinte e um anos como já disse antes, moro em um apartamento próximo ao metro, trabalho como modelo em uma agência, a RMT, sinceramente, meus requisitos são básicos, simples, será que é difícil eu conseguir um homem bonito, que seja alto, cheiroso, e que saiba como me satisfazer?


Não acho que isso é pedir demais, por isso nesse exato momento estou na frente do grande espelho que tenho em meu quarto, estou vestindo um vestido de coloração goiaba com uma fenda nas costas, meus cabelos estão presos em um penteado simples, um salto alto preto e uma maquiagem que eu sinceramente acho desnecessária contando com a minha beleza.


As 22:00 horas, Eun-Hee e Mi-cha, bateram em minha porta, tenho que admitir que eles são muito bonitos, mas não é de meu feitio me deitar com pessoas do meu trabalho. Descemos no elevador mantendo uma conversa agradável, ao chegarmos no hall, fomos em direção a saída e esperamos um táxi.


Ao chegar, entramos Eun-Hee no canto esquerdo, eu no meio e Mi-Cha na direita. Demorou um pouco mais de trinta minutos por conta do transito que estava, mas ao chegarmos, descemos do carro e Eun-Hee pagou a corrida.


Entramos na festa e as luzes de neon misturadas com as luzes negras davam um ar mais jovial ao local, os dois garotos foram em direção a pista de dança, para se encontrarem com suas acompanhantes e eu somente me dirigi até o bar que existia no local. Me sentei ao lado de um garoto de cabelos platinados, ou cinza seja lá como você prefere chamar, chamei o barman e pedi uma dose de black Label, ele me trouxe junto com um pedaço de limão e sal, o homem que estava no meu lado fez o mesmo pedido, dei de ombros e coloquei o sal na língua e logo depois engoli o suco do limão junto com o conteúdo do copo.


Senti aquele líquido descer minha garganta rasgando, mas não me incomodei, até por que foi apenas a primeira dose, pedi mais três copos e fiz o mesmo processo, pelo tempo em que bebo, não me subiria tão rápido o álcool até minha cabeça, o rapaz ao meu lado me observava atentamente, e não disfarçava seus olhares desejosos sobre minhas coxas.


-Posso te indicar algo? - Perguntou ele voltando a encarar meu rosto, eu assenti, ele seria um bom partido para uma noite de prazer. Ele chamou o rapaz que havia nos servido da última vez, notei o nome em seu crachá e li que ele se chamava Park Jimin, se eu não conseguisse com esse cara daqui, não faria mal para mim tentar alguma coisa com ele. Vi ele assentir sorrindo e se virando para pegar sabe-se lá o que.


Voltando percebi que ele segurava um copo maior do que os que eu havia tomado antes, ele me entregou e sua mão tocou na minha, senti todos os meus sentidos se aguçarem e os pelos de meu corpo se arrepiarem, me separei rapidamente de suas mãos, peguei o copo em minhas mãos e em dois ou três goles ela havia acabado, foi aí que o álcool começou a ter efeito.


Mas como realmente estava com vontade de tirar todo o estresse das costas, pedi mais algumas doses, mas aquele líquido era realmente mais forte do que eu pensava, quase que completamente alta, segurei o homem de antes pela gola de sua camisa polo e o beijei com toda a vontade que cabia dentro de mim, e mesmo bêbada a surpresa se fez presente em mim já que ele também correspondeu.


-Que tal sairmos daqui - Disse ele, meio ofegante próximo ao meu ouvido, e assenti levemente soltando uma pequena arfada ao sentir sua ereção próximo ao meu íntimo. - Me espere lá fora, sim? - Assenti novamente e sai ainda extasiada com o que acabara de ocorrer, minhas pernas bambas somente por ter sentido sua ereção, que estado decadente, estou realmente muito debilitada.


Após esperar mais de dez minutos do lado de fora, pensei que havia levado um bolo, quando iria retornar para dentro da boate uma mão grande se fez presente em minha cintura, olhei para o lado e pude ver o homem que "me deu bolo" e o bar man, Park Jimin, olhei duvidosa e ambos deram-me um sorriso perverso, e na hora pude entender, teríamos uma festa particular a três.


Park Jimin chamou o manobrista e ambos voltaram logo depois com uma limusine linda, em um tom preto, o manobrista abriu a porta e eu entrei, acho que foi minha melhor decisão ter vindo para essa boate, sinceramente, eles atendem meus requisitos, ao se sentarem ao meu lado, Jimin acariciava minhas coxas expostas, enquanto Kim Namjoon- disse ele enquanto entravamos no automóvel- Me beijava deliciosamente sugando minha língua e explorando cada canto de minha boca.


Senti um arrepio ao sentir que a mão de Jimin levantava meu vestido e acariciava meu sexo por cima do fino tecido que usava, suas mãos o desceram lentamente a calcinha de seda que eu usava e começou a fazer pressão sobre meu botão, logo depois se agachou em minha frente e abriu minhas pernas dando mordidas em minhas coxas.


Namjoon por sua vez já havia retirado a parte de cima de meu vestido deixando o mesmo um pouco acima do umbigo, logo tomando um dos meus seios em sua boca, gemi com o toque de sua língua em meu mamilo rijo, e ao mesmo tempo Jimin passava a língua deliciosamente pelos meus lábios grandes, logo o abrindo com a mão e me deixando completamente exposta para ele.


Via através da calça de Namjoon que seu amiguinho estava desperto e necessitava de atenção, com muito esforço separei sua boca de meu pescoço e direcionei minhas mãos as suas calças, Jimin ao perceber o que eu pretendia se levantou fazendo com que eu soltasse um muxoxo em protesto, mas mesmo assim continuei, Namjoon apenas observava tudo com atenção, abaixei suas calças rapidamente junto com a cueca box que o mesmo usava.


De primeiro momento pressionei sua glande levemente fazendo com que ele jogasse a cabeça para trás, ao olhar de relance para o lado percebi que Jimin também se masturbava no seu próprio ritmo, mas logo voltei a atenção para o que eu estava ansiosa para fazer, toquei sua cabecinha com a língua e logo fui passando a língua por toda sua extensão, mas como nem mesmo eu e nem ele aguentávamos mais aquela brincadeira logo abocanhei tudo o que eu conseguia, isso fez com que Kim soltasse uma gemido rouco, logo ele segurava em suas mãos desajeitadamente meus curtos/longos cabelos, guiando o seu ritmo, continuamos nesse vai e vem até que senti as veias de Nanjoom pulsarem em minha boca. Logo pude sentir o gosto quente de Namjoon, com uma boa experiência engoli tudo o que pude.


Ao perceber que Jimin já estava próximo ao seu fim, me aproximei de seu membro e comecei chupando suas bolas, o fazendo arfar fui subindo por toda sua extensão logo o colocando em minha boca, mas ao começar com os movimentos senti um tapa estralado em minhas nádegas, me fazendo gemer levemente, quando comecei novamente os movimentos, me senti ser penetrada com dois dedos, que faziam lentos e torturantes movimentos.


Eu me intercalava entre chupar Jimin e sentir aqueles dedos ágeis dentro de mim, não mais do que na hora Jimin também despejou seu gozo em minha boca, após engolir todo o líquido da mesma forma que fiz com Nanjoom, Jimin puxou meu rosto para um beijo demorado, mas um gemido escapou de minha garganta quando senti os dedos do mais velho aumentar a velocidade dentro de mim, já não conseguindo me segurar uma corrente elétrica passou por todo meu corpo, e eu me desfiz em seus dedos.


Me virando com suas fortes mãos, Kim Namjoon me deixou abaixo de si tomando meus lábios em um beijo ardente, que logo foi descendo por minha clavícula, e foi descendo pelo vale de meus seios, e sem demora chegou em minha vagina, onde distribuiu beijos sobre ela.


-Pelo amor de Deus, me fode logo - Pedi em meio a um gemido, ambos deram uma risada gostosa de se ouvir.


-Se levanta - Disse Nanjoom logo ele estava abaixo de minhas pernas - Senta - Logo fiz o que ele mandou - Empina a bunda para que seja melhor para todos - Fiz o que ele pediu e logo ele começou com os movimentos e eu o acompanhava, logo senti Jimin morder cada uma de minhas nádegas, logo colocando sua língua em contato com meu ânus, logicamente fiquei desconfortável nunca havia tentado nada por aquele lugar.


-Relaxa - Disse Jimin, quando ele disse isso assenti levemente e parei um pouco com os movimentos que antes tinha com Nanjoom, primeiro Jimin foi entrando com a glande, eu mordi os lábios com força tentando segurar o choro que me subia, logo ele já se encontrava completo dentro de mim, ficou parado por alguns minutos até que assenti e tanto ele quanto Nanjoom começaram os movimentos de vai e vem, mesmo que incomodasse não posso negar que estava sentindo prazer.


Logo naquele carro em movimento o único som que se podia ouvir era os de nossos gemidos, enquanto me penetrava Kim Nanjoom também sugava meu seio esquerdo com força, e Jimin já penetrava com velocidade e força me fazendo revirar os olhos de tanto prazer que estava me proporcionando, e depois de mais algumas estocadas atingi meu orgasmo, definitivamente o melhor de minha vida, minhas pernas fraquejaram, mas me apoiei em minhas mãos para que eles também atingissem o ápice deles.


Primeiro fora Park Jimin que se desfez dentro de mim e em seguida Kim Namjoon, dessa vez deixei com que meu corpo caísse por sobre o de Nanjoom, ambos de retiraram de mim eu respirava ofegante e sentia o suor por sobre minha pele, me joguei ao lado do maior e fechei os olhos por um instante, mas logo senti meu corpo ser puxado de encontro com o sexo de Park Jimin.


-Essa noite você será completamente nossa querida.- Disse ele com um tom completamente sedutor, essa com certeza seria a noite que eu jamais iria esquecer.    

29 de Junho de 2018 às 03:33 0 Denunciar Insira 0
Continua…

Conheça o autor

Zoe Yanmi V.I.P || EXO-L || IGOT7 || ARMY || E.L.F || Starlight || SHAWOL || BBC || IKonic || MONBEBE || Cassiop�ia || Buzz's happy people +99...a Jackson Wang, T.O.P, Zico, Heechul, e quase todos os membros de Rap line s�o donos de meu cora��o a ~(�w�)/ ||"O amor � bom, mas � melhor o sono." - Fernando Pessoa || || escorpiana || Yaskad; 15 "|| Ficwritter no S/N quality ||" "|| Ficwritter no Wangproject ||" �{{Sigo de volta}}�

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~