25 de Junho Seguir história

mochiyeol Lari

Chanyeol e Baekhyun sabiam que era arriscado, sabiam das broncas que poderiam levar e sabiam dos rumores que iriam levantar. Mas Baekhyun já aparecera com suas roupas outras vezes, que mal aquele dia poderia fazer? Além do mais, Park Chanyeol jamais conseguiria resistir a um Baekhyun fofo logo pela manhã. non!au l +18 pelo yaoi


Fanfiction Bandas/Cantores Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#chanbaek #baekhyun #chanyeol #nonau #não-pude-deixar-esse-acontecimento-passar-em-branco
Conto
15
4773 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo único

 Chanyeol resmungou pela décima vez se remexendo na cama, ouvia seu despertador tocar pela quarta vez seguida, respirou fundo e criou forças para se levantar. Depois de se espreguiçar olhou para seu lado, vendo o namorado todo esparramado, respirando calmamente enquanto dormia, lhe arrancando um sorrisinho. Como sentia falta de ficar juntinho assim com ele na cama, os shows de CBX no japão e as viagens que ele precisou fazer para o exterior fizeram eles ficarem longe um do outro por tempo demais, a saudade batia forte no peito.

 Antes que passasse tempo demais admirando Baekhyun dormir tratou de se levantar e ir escovar dos dentes e passar uma água na cara. Andou preguiçosamente até o banheiro, logo pegando a pasta e passando uma camada generosa na escova; enquanto terminava de escovar os dentes olhou para o relógio que havia ali dentro, pendurado na parede, e seus olhos quase pularam da face ao perceber que estavam, muito, não, super atrasados, e até suspeitava que um dos toques do seu celular havia sido do manager ou de alguns dos outros integrantes.

 Estavam ferrados.

 Terminou de escovar os dentes o mais rápido possível, indo correndo até o quarto; trocou de roupa na velocidade a luz e depois foi até a cama.

  — Baekhyun, Baekhyun.. — balançou um pouco o corpo do loiro, recebendo vários resmungos e lhe pedindo só mais alguns minutos. — Baekhyun, acorde, nós estamos muito atrasados, apenas escove os dentes e troque de roupa, nós comemos algo lá na SM.

 Falou tudo num tom um pouco mais alto, para que o namorado pudesse escutar com clareza, já que o sono o deixava lentinho.

  — Tá.. — foi tudo que ele respondeu com a voz rouquinha, lutando para deixar os olhinhos abertos.

 Quando Chanyeol fez menção em se levantar sentiu seu pulso ser segurado, e ele se virou, já pronto para perguntar o que houve, mas teve a sua resposta quando o viu com um biquinho nos lábios e o olhando com os olhinhos ainda meio fechados.

 Ele ainda não sabia como não havia sobrevivido com uma criatura tão fofa dessas como seu namorado.

 Sentou no cantinho da cama, abaixando o rosto para deixar um selinho longo nos lábios finos, o ouvindo suspirar baixinho e ele não resistiu em dar outros seguidos, o fazendo rir.

  — Trate de não demorar para se arrumar, se não iremos levar bronca do manager e dos outros — ele disse, depois de dar o último selinho, voltando a ficar sentado.

 —  Tá certo, mas você sabe que a culpa de estarmos atrasados é sua, não é? — Baekhyun o acusou, finalmente se sentando na cama também.

  —  Ok, agora a culpa é só minha? Que eu sabia foi você que quis uma terceira vez — Chanyeol o acusou de volta, com os braços cruzados e uma das sobrancelhas arqueadas.

 Não estava acreditando nisso.

  — Mas se você não tivesse me provocado..

  —  Byun Baekhyun, isso é sério? — o maior perguntou, rindo soprado, aquele menino era inacreditável.

 A resposta dele foi um dar de língua, fazendo Chanyeol rir ainda mais.

  — Agora vai, se levanta daí, eu vou só procurar meu chapéu e o tênis.

 Afagou os cabelos loiros rebeldes — não que o seu não estivesse em um estado diferente — , se levantando e saindo do quarto.

 Primeiro foi para a sala, pois lembrava de ter deixado o seu chapéu por lá, acabando por encontrá-lo jogado no sofá, depois indo para a cozinha, resolveu pegar ao menos uma fruta para o namorado comer, sabia que ele iria resmungando que estava morto de fome o caminho todo.

 Antes de voltar para o quarto verificou se o sapato que queria usar estava na porta de entrada, constatando que sim.

  — Já está pronto? — perguntou, assim que entrou no quarto.

 Quando botou os olhos na figura em pé no meio do quarto, terminando de botar a calça, demorou alguns segundos para perceber que ele estava usando uma blusa sua, mais especificamente que havia usado noite passada.

  — Yah, Baekhyun, por que você está com minha blusa?

 Não que ele não gostasse de ver o namorado usando as suas blusas, muito pelo ao contrário, amava como ela ficava visivelmente maior nele, o deixando ainda mais fofo. Porém, sabia que as fãs iriam suspeitar, rumores iriam ser levantados e levariam bronca.

  — Porque eu quero, ué — respondeu como se aquilo fosse completamente óbvio. — Além do que nós estamos atrasados, me vesti o mais rápido possível, como você pediu.

  — Eu acho melhor você não ir com uma blusa minha, você sabe com as nossas fãs são, qualquer coisinha já motivo para elas criarem diversos rumores, e você sabe com isso vai acabar para o nosso lado.

 Bom, não é como se o Baekhyun não soubesse disso tudo, conhecia muito bem as fãs que tinha, mas.. era tão difícil resistir ao cheiro de Chanyeol nas roupas, e ele estava com tantas saudades. Ninguém poderia culpá-lo, não é mesmo?

  — Ah Chanyeol-ah, não é como se eu já não tivesse usado roupas suas outras vezes, deixa, vai — não tardou em começar a usar seu lado fofo ao falar, sabia o quão fraco o maior era quando fazia aegyo.

 E ainda se aproximou mais, enlaçando a cintura dele com os braços, fazendo a sua melhor cara pidona.

 Chanyeol fechou os olhos por alguns instantes e respirou fundo. Aquilo era golpe baixo, muito baixo, o loiro sabia que ele nunca resistia quando pedia algo de forma fofa e pidona, o Baekhyun já tinha um aegyo natural e tudo se tornava pior quando ele queria usar aegyo, e para fechar com chave de ouro ele estava com aquela carinha inchada de sono.

 E agora me digam, quem consegue resistir?

 Ao abrir os olhos e olhar para ele já sabia da sua resposta. Ele tinha consciência do quão bobo apaixonado era pelo namorado e muito dificilmente conseguia negar algo a ele.

 Além do mais, que mal iria fazer Baekhyun deixar as roupas dele onde estavam se eles voltariam para lá depois de saírem da SM?

Até porque, no fim do dia, estariam sem elas mesmo.

  — Ok, ok.. mas se levarmos bronca a culpa é toda sua — sentenciou, recebendo um sorriso largo e um aceno positivo dele.

 Baekhyun não resistiu em se colocar na ponta dos pés e roubar um selinho do namorado.

  — E você fala como se não gostasse de me ver usando suas roupas, Chanyeollie.

 Soltou o maior, pegando a fruta que ele tinha em mãos e saindo do quarto, o deixando sozinho.

 Chanyeol não pode evitar rir baixinho. Sim, amava quando ele usava suas roupas, não tinha nem dúvidas sobre isso, e no fundo, sabia do motivo do menor gostar tanto de usar suas roupas, ele era transparente demais, principalmente quando colocava a blusa um pouco mais perto do nariz e sorria sozinho.

 Depois de colocarem os sapatos foram para o estacionamento; de primeira o maior foi para seu carro, mas percebeu que o menor não o seguiu.

  — Baekhyun? — o chamou, se virando, e encontrando o menor indo para o lado oposto.

  — Chanyeol, vamos na sua moto hoje — ele meio pediu meio mandou, já indo ao encontro da moto azul dele.

  — De moto? Mas você sempre prefere ir de carro, para ir escutando música — ele estranhou um pouco o pedido dele, mas foi até ele, de qualquer forma.

  — Eu sei, mas faz tempo que não andamos de moto, fiquei com vontade.

  — Ok, então, se você quer.

 E no fim, Chanyeol realmente não conseguia negar nada que o seu namorado pedisse.

  — E também, eu senti saudade de andar de moto com você. Sabe que dia é hoje, não sabe, Chan?

28 de Junho de 2018 às 01:14 0 Denunciar Insira 6
Fim

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~