Paralyzed Seguir história

cakestaegi Ab packer

Jeon Jungkook perde suas memórias após um grave acidente de carro, havia sido condenado a viver preso em uma cadeira de rodas e sem memória alguma sobre tudo o que viverá nos últimos cinco anos. Tudo havia se tornado monótono e ninguém ousava a contar sobre o dia do acidente porém ao ler um nome em uma porta de um quarto qualquer do hospital pequenos lapsos de memória começaram a surgir. Agora tudo o que Jungkook deseja é poder lembra dos últimos cinco anos e principalmente lembra quem é Park Jimin e por qual motivo sentia que ele era especial para si.


Fanfiction Para maiores de 18 apenas.

#jikook #jeon-jungkook #park-jimin #bts
9
4820 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 10 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

accident

A chuva forte que caia praticamente cegava qualquer um que estivesse fora de suas residências naquele instante, motorista tinham a visão da estrada completamente impedida pelas inúmeras gotículas de chuva que acertavam o parabrisa. Jungkook se inclinava para frente numa tentativa inútil de tentar enxergar algo, apertava seus olhos com força exigindo ainda mais de sua visão mas ainda não era suficiente para ver algo na pista.

Jimin tinha a cabeça apoiada na janela enquanto ocupava o banco ao lado de Jungkook, ambos preferiam estar em casa naquele momento porém tinham que visitar os pais do Park pois a mãe do mesmo estava um pouco mal de saúde. Jimin se arrependia profundamente por estar fazendo o namorado dirigir naquela chuva e principalmente se culpava por ver Jungkook tão aflito com medo de causar um acidente.

— Não precisa ficar se culpando em silêncio — Jungkook se pronunciou ainda concentrado na estrada — Você não poderia prever que essa tempestade iria acontecer

— Eu poderia ter esperado até amanhã para que nós saíssemos — Jimin respondeu num tom baixo

— É a sua mãe — Jungkook colocou a mão destra sobre a coxa do Park apertando um pouco — Eu faria o mesmo

— Obrigado por estar comigo sempre — Jimin colocou a mão esquerda sobre a de Jungkook fazendo um carinho — Eu te amo

— Eu também te amo — Jungkook desviou rapidamente o olhar da estrada para observar o rosto do namorado

Mas logo um clarão veio tomou conta da parte interna, a luz refletida na pela pálida de Jimin fazendo com que Jungkook voltasse sua atenção para estrada. O volante foi girado brutalmente para que pudesse desviar de outro carro que invadia a pista, todo o ar dentro do automóvel pareceu sumir e em questão de milésimos de segundos o carro já se encontrava parado no meio da pista com os vidros cobertos de sangue.

O som das sirenes pareciam ecoar por toda a rodovia, pessoas desconhecidas tinham lágrimas nos olhos apenas por presenciar tal fatalidade enquanto a equipe do socorro tentava controlar todos seus nervos para que não derramassem uma única lágrima.

— Eles estão vivos — um dos socorrista se pronunciou — Ambos inconscientes

O trabalho mais difícil foi retirar os dois jovens de dentro do automóvel mas nada se comparava com a dor de separa-los momentaneamente, ver como ambos se abraçaram para tentar de certo modo proteger um ao outro. A ambulância ultrapassava inúmeros carros, furava os sinais vermelhos por um único motivo.

— Os batimentos estão caindo — o socorrista tentava de todas as formas fazer com que o jovem continuasse respirando — Está com sangramento na cabeça, talvez um provável traumatismo craniano

O hospital nunca pareceu tão distante como naquele instante, ao chegar o jovem foi levado imediatamente a sala de cirurgia. Familiares foram notificados, ambos os jovens precisariam de suas famílias naquele instante.

O médico surgiu no corredor logo atraindo a atenção da família de um dos jovens, um sentimento de culpa se dominou cada pequeno pedacinhos do médico pois acreditava que não havia dado o seu melhor.

— Familiares de Jeon Jungkook? — as pessoas apenas assentiram — Ele está estável e ficará em observação por um período, ele sofreu uma lesão na coluna vertebral e por esse motivo perdeu parte dos movimentos abaixy da cintura — era agoniante passar tal notícia mas alguém teria que dar — Ele também sofreu uma lesão cerebral que prejudicou uma área muito sensível e pode ser que ele tenha lapsos de memória por um período indeterminado

— O importante é que meu filho está vivo — a mulher de meia idade disse cruzando as mãos como se estivesse pronta para iniciar uma oração

— Sabem se os familiares de Park Jimin já chegaram? — o garoto não era seu paciente mas já que estava ali não perderia a oportunidade de dar as devidas notícias sobre o jovem

— A família dele mora em outra cidade por isso devem demorar para chegar — um homem de meia idade se pronunciou, provavelmente o patriarca da família Jeon — Como está o garoto Jimin?

— Ele está bem — o médico iniciou sua fala voltando a sentir o sentimento de culpa — Porém ele sofreu algumas lesões cerebrais e isso o trarão consequências mas acredito que ele ficará bem

Ambos os jovens teriam consequências do acidente, ambos teriam que conviver com tais consequências só que ninguém esperava que tudo isso poderia os machucar de forma tão cruel como irá.

26 de Junho de 2018 às 22:42 0 Denunciar Insira 2
Continua… Novo capítulo A cada 10 dias.

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~