Surpresa! Vamos ter um bebê Seguir história

hs0pe Steph

Quando um bebê vem sem ser programado, destinos são traçados e vidas são mudadas.


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 18 apenas.

#minjoon #Jimin-Namjoon #fluffly #mpreg #bts #hs0pe
6
4870 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 30 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Primeira Consulta

•°* Kim Namjoon *°•


Sexo casual.

Segundo o google significa: acontecer por acaso. E deveria ter sido apenas isso. Sexo quente no banheiro da balada. Adeus, até nunca mais.

Mas eu passei meu número, afinal, foi gostoso, esperava mais uma ligação do tipo: “Hey, vamos transar hoje à noite, estou com tédio.” Porém o que eu ouvi foi um:

“Estou grávido.”

Um homem engravidar? Ainda era um mistério para os cientistas, mas já era bem comum nos dias atuais.

E foi isso que aconteceu. Eu vou ser pai e mal conheço o cara que está carregando meu filho. O nome dele?


Park Jimin.


•°*~☆~*°•


Manias, Jimin tinha muitas. E uma das que eu mais aprendi a odiar nesses dois meses que ele morava comigo, era sua mania de escolher a cor da roupa de acordo com o dia e seu estado de espírito.

Se o dia estava nublado? Alguma peça amarela.

Ensolarado? Vermelho.

E isso tomava uma grande quantidade de tempo, já que sua barriga começou a crescer e o mesmo perdeu uma boa parte de suas roupas.

— Jimin, pelo amor de Deus! Escolhe logo uma camiseta, vamos nos atrasar. — Vinte minutos. Esse era o tempo que ele estava procurando uma camiseta rosa. Mas por que rosa? Porque estava chovendo, apenas. — É nossa primeira consulta do pré natal, eu quero ver meu filho!

— Namjoonie… O máximo que você vai ver será um pontinho preto na tela, o neném é só um amendoinzinho agora. E eu preciso da minha camiseta rosa, eu sei que tinha uma que ficava larga em mim. Só preciso achar. — Ele continuou na sua busca, até achar no fundo do armário uma camiseta rosa bebê, toda amassada.

— Você não vai usar isso, né? Parece que está guardada há anos! — Ele cheirou a roupa, franzindo rapidamente o nariz ao sentir o cheiro.

— Dá pra usar ainda… Ela só precisa de um pouco de perfume e um ferro de passar. — Pegando o perfume mais doce que tinha, começara a jogar na roupa, numa tentativa falha de melhorar a situação. — Vai ligando o carro, daqui a pouco eu fico pronto. Anda, anda! Não vou demorar.


•°*~☆~*°•


— Você está nervoso? — O consultório do médico ficava ao sul de Seul, e era um espaço amplo e colorido. Combinava com Jimin.

— Só um pouco… — Suas mãos se retorcem uma na outra e seus lábios rosados eram castigados por seus dentes pequeninos.

— Vai ficar tudo bem. — Pegandos suas mãos nas minhas, acariciei sua pele tentando passar uma calma que eu não sentia, mas era mais importante para mim que ele ficasse bem.

— Mas e se o beb-

Sua frase foi cortada pelo chamado do médico, nos indicando para entrarmos na sala.

Entrando na sala, Jimin foi para trás de um tipo de cortina colocar aquela camisola de hospital estranha que eles davam.

Saindo, ele deitou na maca que o médico indicou, apoiando os pés naqueles negócios que ficavam no final da cama, seria feita uma ultrassom transvaginal, não tão vaginal assim.

— Olhem, aquele pontinho ali é o bebê de vocês. O Sr. Park está com exatas doze semanas. — O médico falava, apontando para uma tela que mostrava uma imagem turva preta e branca.

— Onde doutor? Eu só vejo borrões. — Realmente eu não conseguia identificar em bebê naquela imagem.

— Bem aqui. — Seu dedo tocou a tela, mostrando um pequeno ponto escuro.

Era apenas um pontinho. Um pequeno amendoim, como o Jimin falou.

Mas era o meu filho que estava vendo ali, pela primeira vez.

— O senhor pode imprimir essa imagem, por favor?

26 de Junho de 2018 às 00:37 0 Denunciar Insira 2
Continua… Novo capítulo A cada 30 dias.

Conheça o autor

Steph lost inside

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Histórias relacionadas