Dia das Mães Seguir história

asheviere Jupiter L

Jim tinha tudo preparado para o jantar do dia das mães, mas perder o presente o faz duvidar se está realmente conseguindo conciliar suas duas vidas. Afinal, antes de Caçador de Trolls, James Lake Jr é um filho. E ele teme que essa seja a parte da sua vida que mais sofre com a sua jornada heroica.


Fanfiction Desenhos animados Todo o público.

#oneshot #conto #Caçadores-de-Trolls #Trollhunters #Dia-das-mães #Jim #James-Lake-Jr #Barbara #Barbara-Lake
Conto
0
5.0mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Único

Jim estava irritado consigo mesmo. Ele havia planejado tudo, o jantar, o presente, seria perfeito. Seria, se ele não fosse um idiota e tivesse perdido o presente. Pensou que tinha guardado em segurança, antes de precisar se transformar no Caçador de Trolls e resolver um milhão de problemas que ele não tinha pedido para fazer parte. Agora estava de mãos vazias na frente de Barbara, chorando feito uma criança.

— Me desculpe, mãe! Eu perdi…

Barbara o encarava com um olhar confuso, levantou-se da mesa rapidamente e foi até o filho, instintivamente analisando se ele estava ferido ou com dor. Era mãe e médica, então essa sempre foi a sua reação padrão em crises.

— Mas do que você está falando, querido?

— Do presente… O colar que eu comprei para o dia das mães. Eu tinha cuidado de tudo, o seu prato preferido, o meu prato preferido, eu até pedi ao Bobby glitter para fazer um cartão! Daqueles da escola primária!

Por um momento, Barbara não soube o que dizer. Não esperava nada para o dia das mães além de passar a noite jogando jogos de tabuleiro ou vendo um filme com o Jim, como faziam todos os anos em que ela não tinha plantão. Nesses anos eles adiavam, mas nunca perdiam a noite do feriado. Também nunca pensaria que Jim reagiria daquela maneira a um simples engano. Então Barbara o abraçou.

— Está tudo bem, meu amor. Você não precisa me dar um presente para provar nada, eu sei o que você sente. Está tudo bem.

— Mas não é só o colar! — ele se afastou, cabisbaixo. — Eu tô perdendo tudo… — Ele lembrou de todas as vezes e que chegou tarde ou saiu sem aviso, todas as vezes que brigaram, os olhares preocupados que Barbara lhe lançava quando chegava em casa com hematomas e não queria dizer como os conseguira. Jim não queria falar mais, tinha medo de deixar escapar tudo sobre o Mercado Troll abaixo de Arcadia e sua vida dupla de Caçador de Trolls. Na verdade ele pensou em revelar isso durante toda a semana. Com certeza tornaria o dia das mães inesquecível. Mas achou que ainda não era a hora. Ele saberia quando a hora chegasse. Ela não descobriria de surpresa, como da primeira vez, a confusão toda com o Strickler. Seria uma conversa calma e sincera. Mas não agora.

Jim sentiu novamente o seu abraço, dessa vez firme, para que ele não se afastasse.

— Eu sei que você não está em seu melhor momento, Jim, mas sei que vai me contar o que está acontecendo com você. — “Por favor, não”, Jim pensava. Se ela insistisse, ele contaria. — Então eu quero que você saiba que você nunca vai me perder. Eu vou estar sempre aqui para proteger você, seja do que for. Enfrentamos juntos. Somos uma equipe, não somos? — Jim sorriu, limpando as lágrimas.

— É, somos uma equipe.

10 de Maio de 2018 às 15:01 0 Denunciar Insira 0
Fim

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~