De repente, Mãe. Seguir história

annyecs AnnyeCS

Ser mãe nunca esteve nos planos de Ana, porém a morte prematura do irmão, do qual tem um forte rancor, ela se vê com a responsabilidade de criar e educar a sobrinha órfã, de lidar com a maternidade imposta a si, que ao contrário do que dizem, não é apenas um mar de perfeição e alegrias. E talvez, apenas talvez, ela consiga boas experiências neste novo desafio em sua vida.


Histórias da vida Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#drama #original #família #mae100 #Histórias-da-vida
3
5.5mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Tema 1- Primeiro filho.

A única coisa que Ana sabe, é que tudo que mais quer fazer, é chorar. Não por luto ou tristeza devido a morte do irmão, e sim por conta da responsabilidade que ele deixou para trás. Nem morto o infeliz lhe dava paz.

Uma filha com os gestos e sorrisos dele foi o que deixou. A risada alta que a atormenta em seus pesadelos, agora vem em som infantil e inocente, a faz sentir culpa, por não deseja-lá, por não querer tal responsabilidade. E sente medo por, de repente, se ver no papel que jamais quis, o de mãe.

8 de Maio de 2018 às 01:52 7 Denunciar Insira 7
Leia o próximo capítulo Tema 2 - Adoção

Comentar algo

Publique!
MiRz Rz MiRz Rz
Olá, eu sou a MRz e venho pelo Sistema de Verificação do Inkspired. Sua história está “em revisão”, porque o texto apresenta alguns erros de acentuação, como em “deseja-lá”, que o correto seria “desejá-la”, há algumas palavras faltando que dificulta um pouco o entendimento do texto e alguns erros de vírgula. São erros bem pequenos que acredito que uma revisão já ajuda. Depois de corrigido esses erros, é só responder esse comentário para que eu faça uma nova verificação. De resto, a história está muito boa. Gostei bastante da forma como você abordou o desafio e como desenvolveu o crescimento da personagem com as desavenças da vida e como ela encarou o desafio de criar a sobrinha, mesmo que não quisesse no início. Foi uma decisão bastante madura. Parabéns pela história! :)
10 de Março de 2019 às 13:38
Camy <3 Camy <3
:'( Hey, se eu pudesse conhecer a Ana, eu a abraçaria bem forte e diria que a culpa não é dela por não desejar essa criança. A história já diz que o irmão dela era um merda e ele fez pouco em morrer, deveria ter ido antes pro inferno, direto de busão. Se eu conhecesse a Ana, traria ela pra um abraço bem forte e prometeria a ela uma viagem para Paris regada a champanhe. A Ana parece uma pessoa incrível e não merecia de jeito nenhum a responsabilidade que foi jogada no colo dela.
15 de Maio de 2018 às 00:44
Crazy Clara Crazy Clara
Quando a vida joga a responsabilidade no seu colo com dois tapas. Essa surpresa é a mais tensa de superar. Parece bonito lendo, né? "Não queria ser mãe, mas aí se tornou". Primeiro ela perdeu um irmão, isso já é um tipo de fim do mundo. Segundo que ela se tornou responsável por outro ser vivo, incluindo a vida presente e futura dela, com educação, amor e atenção. Isso é aterrorizante. Vamos ver como você trabalhou com isso, fiquei empolgada.
14 de Maio de 2018 às 20:02
Neeca Ashcar Neeca Ashcar
Meu deus que lindo <3 Não brinca assim comigo não, no inicio eu fiquei meio bugada achando que era um incesto, mas ai logo em seguida caiu a ficha que o irmão dela havia morrido e que a relação dos dois não era muito boa e meu deus o amor se formou em mim aqui <3 Já estou apaixonadinha aqui e muito <3
14 de Maio de 2018 às 09:26
Cammis Silva Cammis Silva
To muito impactada. Nossa, Annye você escreve tão bem. Eu adorei essa abordagem, maior barra. É um conflito de sentimentos, e não podemos culpá-la por isso. Imagina a cabeça Ana como deve estar?
13 de Maio de 2018 às 20:29
Juuh Walker Juuh Walker
OKAY! PAROU! VAMO PARAR QUE EU NÃO AGUENTO ISSO!!! Pô Annye, como tu consegue transmitir tanta coisa linda em 100 palavras?? Me ensina!!! Por favor quero ser sua aprendiz! Isso foi muuito lindo e engraçado kkkkk eu tava emocionada quando você conseguiu arrancar uma risada minha na parte do infeliz auahsusjsushs Aí cara, isso é muito real e emocionante e eu estou amando!! De verdade, eu vou fazer um escândalo se a sua mão ganhar! De vdd, olha que preciosidade gente!! Aff, Agora estou sentida e querendo mais, 100 palavra é muito pouco!! Quero mais, é isso!! ❤❤❤
9 de Maio de 2018 às 07:47
Crytter Crytter
Uou! E eu achando que ia vir um incesto nessa história. Mas adorei isso da menina precisar cuidar da sobrinha como mãe!
8 de Maio de 2018 às 12:24
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 6 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!