gisele-de-paula1525315112 Sayka-chan Uchiha

Eu não imagina que o futuro me reservaria algo assim, na verdade nunca cogitei a ideia de ter outro filho... Eu tinha medo, de que ele sofresse como Sarada, que ele fique chorando pelos cantos. Não queria ter que passar pela mesma coisa, não queria ter que escutar a pergunta "onde está o papai" novamente. Eu não aguento aquilo, não queria que ele sofresse. Mas, a vida é uma caixinha de surpresas. Eu como mãe queria só coisas boas á vc mais não sou eu quem decido isso. Talvez o mundo seja legal e te reserve algo bom pro futuro, talvez ele não seja tão cruel como foi com a Sarada e talvez você tenha uma família e uma infância feliz... Essa história não é só dela grávida, mais sim dodesenvolvimento de sasusaku, borusara... Muito ciúme da parte do Sasuke. Entre outras coisas.


Fanfiction Anime/Mangá Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#borusara #sasusaku
59
10.0mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todos os Domingos
tempo de leitura
AA Compartilhar

Prólogo

Sasuke havia voltado há alguns dias para Konoha e agora estava se recuperando de tudo que aconteceu no meio do exame Chunin. Eu me pergunto que maldição é essa que não conseguimos ter um exame decente em Konoha sem sermos atacados por alguma vila ou qualquer outra coisa?!

Bem... Com Sasuke de volto pude dizer que nos andamos tirando o atraso né, e bem, não me sinto tão viva assim desde que sei lá, desde que a Sarada nasceu? Eu ando muito emotiva esses últimos tempos não sei por quê.  Não paro de pensar em coisas bobas e não conseguir controlar o sorriso bobo no rosto. E outra, com qualquer coisinha eu já ficava triste chorando por aí. Ontem mesmo me peguei chorando do nada quando estava cursando uma cara e ele me disse que seu primeiro filho havia nascido, então, do nada eu comecei a derramar rios de lágrimas e eu mesma não entendia o por quê disso...  E quando Sasuke esqueceu de quardar a louça qua havia lavado, eu fiquei brava, aí disparei a chorar de novo, ele me abraçou e eu fiz beichinho fingindo estar brava. Ele meio que me recompensou depois e agora estamos bem. Mais obviamente eu estava estranhando muito o meu comportamento ultimamente e não era só eu, Sarada, Sasuke, Ino e até Naruto, o cara mais tapado do mundo notou que eu estava estranha esses últimos tempos... Estranhei que era pra minha menstruação ter chegado á uma semana mais não veio. Atrasos são normais e tals mais a minha nunca atrasou, ainda mais uma semana! 


Dei de ombros e fui pro hospital, já estava tarde e eu ficaria de plantão hoje é não

 Queria sair na rua muito tarde apesar de que ninguém é louco de me entregar e a aldeia é bem tranquila, mais é sempre bom previnir.

  -Sarada, já estou indo. Você vai ficar bem aqui sozinha? - Eu sabia que sim mais perguntei do mesmo jeito 

  -Sim mamãe, vai sem se preocupar. - Disse vindo em minha direção e me dando um abraço

  -Seu pai chega mais tarde ok?! - Sasuke não estava em casa, ele foi ajudar Naruto com sei lá o que.

  -Certo certo, agora vai se não vai chegar atrasada. Tchau! - Disse apontando pra porta para que eu fosse logo.

  -Ok Sarada, até minha querida! - Disse é sai de lá andando em direção ao hospital

No caminho encontrei Ino e nós fomos juntas ao hospital. 

  -Então testuda, fiquei sabendo que o Sasuke voltou... - Disse olhando o caminho dando uma pausa mais logo me olhou com um sorriso malicioso na cara - Tirou o atraso né! Não traumatizou a Sarada com os barulhos não né?! - Ela me olhava com uma cara sapeca e eu corei.

Ino amava a Sarada, eram como uma relação de irmãs, mais Sarada a chama de tia, mesmo com Ino protestando pois ela diz que faz ela parecer velha rs. Ino era uma super protetora da Sarada, era pior do que eu, mais mesmo assim até hoje  ela diz que Sarada vai acabar ficando junto de Inojin e eu nego com todas as minhas forças! Amo o Inojin e ele é um amorzinho, mais Sarada ainda é um bebê, meu bebê, e nenhum menina o vai tocar nela tão cedo!

  -Ino pelo amor de Kami! Isso é coisa pra se dizer na rua? - Disse indiguinada e com vergonha - E mais, Sarada sabe muito bem que ela não veio de uma cegonha e eu nem fasso tanto barulho assim ok?!!

  -Tá  bom senhora certinha, vc venceu. Mais é aí, tiraram o atraso? - Perguntou animada me fazendo cotar novamente

  -Talvez... - Falei desviando o olhar e ela deu pulinhos e gritinhos me abraçando. -  Ai Ino!!! - Disse pois ela estava me sufocando - Deixa eu respirar!

  -Desculpa - Disse me soltando - Mais é aí, o que eram aquelas suas mudanças de humor repentinas em? - Indagou curiosa.


  -Não sei Ino... Eu não ando me sentindo bem e choro até se ver uma formiga em mim... - Disse cansada disso fazendo beichinho

  - Sabe amiga, a última vez que eu te vi assim, que eu me lembre, você estava gráv... - Á cortei. Eu realmente estava com medo de que ela disse isso.

  -Não, eu não posso, não tem como! -Disse/Gritei - Eu não vou criar mais um filho sozinha. Não quero que ele sofra do mesmo jeito que a Sarada sofreu. Ela sofreu muito com isso, eu seria uma pessoa mais mãe se deixasse isso acontecer novamente. - Disse cabisbaixa. -Não que eu não ame a Sarada, mais eu já cometi o erro de ter tido um filho na mesma época que Sasuke foi embora, não irei comentar novamente e deixar ele sofrer como Sarada... Eu não quero... -Meu olhos já estavam unidos pelas lágrimas que insistiam em cair... Ela não queria mais não consegui segurar.

Espera, na verdade a culpa não foi minha, nem dele, ele tem que proteger o mundo mais mesmo assim, uma infância sem uma pai é horrível. Ela não sabia exatamente como era pois nunca aconteceu com ela, mais ela viveu com Naruto e criou sua filha, ambos sem pai. Ele não tinha nenhum mais afeta de qualquer forma a pessoa. Eu compreendo mais talvez ele, não, Sarada não compreendia, apesar de que ela não tinha culpa, nuca a disseram o por quê da ausência do pai em sua vida, ela tinha o direto de ficar triste. 

  -Amiga... Calma, nós vamos resolver isso, não deve ser nada além de um mal estar. Vem, quer que eu te examine?

Apenas assento com a cabeça e logo entramos no hospital e demos de cara com Tsunade junto de Shizume

  -Ino, eu preciso da sua ajuda... - Tsunade disse é logo ela olhou pra mim. - O que houve Sakura? - Indagou curiosa.

  -Nada Tsunade-sama, eu apenas preciso destrua minha cabeça agora. - Disse já mais calma, olhando Ino.

  -Tsunade-sama, a Senhora pode esperar um pouco, eu tenho que examinar ela rapidinho. - Perguntou a fitando.

  -Claro, claro, logo vá na minha sala ok? - Disse já se retirando 

  -Ok... Então Sakura, vamos? - Me olhou e eu assenti.

Chegamos em sua pequena sala branca e ela pediu para que eu me sentisse. Fiquei lá enquanto ela mexia em algumas coisa.

****

Um tempinho depois ela foi olhar o resultado em seu computador.

  -Vamos ver... - Disse fitando a tela

Logo ela arregalou suas orbres azuis e me olhou espantada.

  -O-o que foi Ino? É grave? Fala algo!! - Sua voz simplesmente morreu me deixando nervosa.

  -S-sakura V-você está grávida! 

7 de Maio de 2018 às 05:35 1 Denunciar Insira Seguir história
8
Leia o próximo capítulo É melhor aceitar de uma vez do que continuar negando.

Comente algo

Publique!
Isis Souza Isis Souza
Olá! Por favor altere a categoria da história de "Romance" para "Fanfiction" e selecione a subcategoria "Animes/Mangás" para se adequar às regras do site.
May 08, 2018, 18:44
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 1 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!