Hajimete Seguir história

uchihamiyko1_ M O R G I A N A F A N A L I S

Sakura Haruno acaba de entrar no segundo grau, e após uma exaustiva pesquisa para escolher seu colégio levando em consideração um quesito muito importante: os uniformes, ela se decide. Porém o Konoha High School era até o ano passado só para garotos e por isso a população feminina do colégio é mínima. Já no primeiro dia de aula ela acaba comprando briga com o “chefe” do pedaço, Uchiha Sasuke. O que Sakura não contava era que além de sair prejudicada no seu primeiro dia, ela acabaria se apaixonando perdidamente por ele. A Personalidade fria e arrogante de Sasuke, pode acabar arruinando tudo e um perigo esta disposto a tomar o seu lugar. -Deixa ela livre pra mim... se não quer cuidar direito. -Eu acho melhor... terminarmos...


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas.

#naruhina #sasusaku
4
4.9mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 10 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo I

"Foi aqui que nos vimos pela primeira vez..."

...

Amanheceu o dia e eu ainda estava me arrumando, fiquei tão feliz por ter escolhido ir para o Konoha High School fazer o segundo grau. Meus pais estavam felizes pelo meu esforço, eu estava feliz comigo mesma e pelo meu esforço, os uniformes foram uma difícil escolha na noite passada, enquanto eu ajeitava meu cabelo e minhas vestes ouvi o bater na porta e logo em seguida a mesma ser aberta.

- Sakura!! Você ainda não está pronta?! -dizia minha mãe.

- Já estou quase pronta. -respondi.

Sai do banheiro com um largo sorriso nos lábios e ajeitei os cabelos empolgada.

- Mãe, Espere!! De uma olhada nisso!

Ela me olhou parecendo irritada mas mesmo assim eu engoli em seco aquele pequeno medo que eu senti e ignorei o arrepio nas minhas costas, nada iria apagar a minha alegria naquele momento.

- O que acha do meu uniforme? Ele cabe perfeitamente em alguém jovem e bela como eu. -Fiquei me exibindo a maior parte do tempo andando de um lado para o outro.

- Sim.. Sim.. -respondeu minha mãe num tom de ironia.

Enquanto andei pela casa rumo a cozinha para me sentar e tomar o meu café, ouvi minha mãe falar pelas minhas costas. Acho que ela estava cansada de me ver tantas vezes desfilando com os uniformes, mas eu não podia deixar de admirar a forma de como ele cabia perfeitamente em meu corpo sem sobrar ou faltar, era como se ele realmente tivesse sido feito para mim, só para mim.

- Você não acha que já desfilou o suficiente durante suas férias de primavera? -Ela falava com as mãos na cintura me fazendo rir.

Antes que eu pudesse protestar ou dizer algo, meu pai apareceu saindo da sala com um caixa em suas mãos e se aproximando de mim.

- Tudo bem, Sakura. -Ele falava me entregando a caixa com um sorriso em seu rosto. - Isso é para você.

Abri um enorme sorriso em meu rosto após pegar acaixa das mãos do meu pai e me sentei no sofá a abrindo rapidamente, meus olhos então marejaram de emoção. Eles haviam me dado um par de sapatos para combinar com o Uniforme, era algo tão lindo e fantástico que me deixou sem palavras.

- Esse é um presente meu e da sua mãe por você ter conseguido sua matrícula. -Ele dizia para mim.

- Eles... são os sapatos de couro originais que eu tanto queria? -perguntei

- Não eram eles que você queria, Sakura? -perguntou minha mãe com uma mão na cintura.

- Isso realmente é para mim... -assim que perguntei minhas bochechas começaram a queimar e eu me sentei no sofá.

- Se apresse e vá logo para a escola! -Disse minha mãe autoritária.

Sem pensar duas vezes eu apenas calcei meus sapatos, tomei rapidamente o meu café da manhã, peguei meus materiais e saí rumo ao colégio. Eu havia me mudado recentemente, então alguns locais que eu passava, eu conhecia e outros não.

Eu estava tão empolgada para chegar na escola que meu sorriso deixava aquilo tão nítido, quando eu cheguei lá, adentrei o portão rapidamente olhando o papel em minha mão que indicava qual turma eu havia caído.

- Turma G. -Olhei ao meu redor a procura dessa sala enquanto andei pelos corredores e ouvi a voz no auto-falante.

"A todos os novos estudantes, Por favor vão até suas respectivas salas."

Enquanto eu estava andando pelos corredores a procura da Turma G, meus pensamentos estavam sempre voltados aos meus amigos que não tinha nenhum, não tinha nenhuma garota ali, nada. Absolutamente ninguém, me pergunto se eu sou a única garota nesse colégio, ou se existe alguma perdida por aqui. Será que tem alguma garota na minha turma?

Quanto mais eu andava, mais eu atraia olhares de garotos. Por que todos eles estão olhando para mim? Eu já estou me sentindo mal com isso e um pouco estranha, além de me olharem ainda ficam cochichando e isso era algo que eu não gostava ainda mais quando o assunto da roda possivelmente poderia ser eu. Foi então que finalmente eu encontrei a sala da Turma G e fui atacada por olhares dos garotos la dentro assustados e eu já estava nervosa com aqueles olhares.

-É UMA GAROTA!!! -gritaram

Mas era o fim da picada, aqueles olhares tortos para mim e agora isso, gritos sobre eu ser uma simples garota. Fechei a porta da sala rapidamente e ainda podia ouvir os sons de sussurros como "Uma Garota" vindo do lado de dentro, era assustador aquilo, mas minhas bochechas começaram a queimar e o sorriso em meu rosto foi inevitável.

- Não pode ser, que esse uniforme me sirva tão bem -falo empolgada olhando para o corredor.

-Ei, estudante sorridente. -perguntou uma voz feminina.

Quando virei meu rosto rapidamente, avistei uma jovem de cabelos negros, mais ou menos da minha altura, com uma cara um pouco séria e meio amigável também, mas creio que ela não estava tão nervosa quanto eu por causa do primeiro dia, ou talvez fosse apenas eu a nervosa aqui e esteja fazendo um drama extremamente absurdo por causa disso.

- Você também está na classe G? -perguntou ela apontando para a sala.

- Meu Deus! Uma garota... eu não estou sozinha -suspiro aliviada. -Sim, sou Sakura Haruno. Prazer em conhecê-la. -dei um sorriso.

- Eu sou, Hinata Hyuuga. -ela me olhou fixamente.

Me virei em direção a porta animada por não estar sozinha com aqueles loucos, abri a porta novamente para entrar.

- Então Hinata, de onde você veio? -perguntei.

Avistei aqueles garotos novamente que continuavam a gritar a mesma coisa e aquilo me deixava ainda mais apavorada e com um enorme frio na barriga.

- O que está acontecendo? Nessa classe só tem garotos. -Falei segurando a porta.

- Não está escrito 1-G ali em cima? -ela disse apontando para a placa acima. - Então quer dizer que você não sabia? Essa escola era apenas para garotos. -disse me encarando colocando um dedo na bochecha e olhando fixamente para mim.

Eu fui pega de surpresa por ela, realmente eu não podia acreditar que eu estava num colégio só para garotos, eu realmente não sabia que era. A notícia foi um choque para mim, mas também, aquilo me deixou sem graça mas enquanto ela falava eu estava com a mente em outro lugar e tentando processar a mensagem ao mesmo tempo.

- Mesmo assim esse ano, eles estão permitindo a matrícula de garotas, especialmente sendo uma classe de Educação Física. -ela dizia apontando para a sala. -O número de garotas são de quinze a um e provavelmente somos as únicas garotas.

Aquilo me deixou de boca aberta, era muita informação para eu digerir e ela estava falando tudo de uma vez, eu estava começando a ficar perdida no que ela falava.

-Então isso significa que tem duas garotas nessa classe? -diziam os garotos do lado de dentro.

Eu comecei a suar frio, incomodava aquela atmosfera e o ambiente do local, eu estava ficando assustada. Primeiro, eu descubro que aqui era apenas um colégio para garotos, certo que eu poderia ter pelo menos pesquisado sobre a escola que eu iria entrar mas eu estava ocupada empolgada com meu uniforme que não pensei nisso. Segundo, seremos apenas eu e a Hinata nessa sala cheia de moleques loucos.

- As duas, estão nessa sala? -uma voz masculina me fez virar rapidamente.

Um moreno alto de cabelos negros com uma cara que antes estava séria mas logo depois deu um sorriso de canto.

- Sim, estamos na mesma classe, Prazer em conhecê-lo. -sorri mas sentindo minhas bochechas queimarem.

Ouvi a Hinata dar dois passos para trás se afastando de mim enquanto ele deu dois passos a frente se aproximando de mim o que estava me deixando mais nervosa e inquieta ao mesmo tempo. Ele beijou o alto da minha cabeça e depois se afastou entrando na sala enquanto eu fiqui perdida e sem ação alguma.

- Provavelmente esse deve ser o líder deles. -disse a Hinata. -O único sobrinho do colégio Konoha High School, Uchiha Sasuke. Ele faz o que quer e na hora que lhe da vontade, por causa da influência de sua família no colégio.

Tudo o que ela falava, naquele momento entrava por um ouvido e saia pelo outro, mas meus olhos estavam correndo para dentro da sala para procurá-lo. Ele era tão lindo, sério, apesar de tudo era um pouco simpático e meio amigável.

-Se você quer ter paz na escola, ele é um dos poucos que você deve ofender, Sakura. -ela dizia sacudindo a mão na frente dos meus olhos.

Foi então que eu despertei daquele transe e vi que ela segurava um pequeno caderno de anotações. Quando foi que ela coletou tanta informação sobre esse colégio em tão pouco tempo? Será possível que enquanto eu estava aqui viajando ela estava estudando todos os alunos da escola, com tudo esse Sasuke? Procurei me encostar ali junto a ela e ficamos a conversar.

- Sobre esse assunto de ficar em paz aqui, você tem mais detalhes? -perguntei.

- Mesmo sendo para modelos escolhido, ele seria aquele que tira as maiores notas. Nessa escola tenho certeza que eles me darão as melhores informações -disse ela segurando a caneta.

- Informações? -perguntei arqueando uma sombrancelha.

- Sabe, eu tenho como objetivo, ser uma Mangaka. -disse ela abaixando a cabeça com um olhar um pouco triste.

Então aquilo me veio como uma pontada no cérebro, o unico motivo de ela ter se matriculado aqui então era porque queria se tornar uma mangaka. Mas ela poderia ter escolhido outra escola, mas talvez isso não importe agora, pelo menos eu não ficarei aqui sozinha com eles e isso realmente me conforta muito e me fez dar um sorriso de satisfação sobre isso.

Seria um longo dia naquela escola até eu me acostumar levaria tempo, mas eu vou me esforçar.

13 de Abril de 2018 às 12:25 0 Denunciar Insira 1
Leia o próximo capítulo Capítulo II

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 25 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!