O novo estagiário Seguir história

SraPeroka Sra Peroka

Em uma parte de mim eu jamais me pegaria apaixonada, tão perdidamente depende de um sentimento tão frouxo e falho como o amor. Nessa minha mente pesada e peito vazio, eu carrego as dores daqueles que um dia me odiaram e amaram como ninguém jamais fez. E você, sim, você sabe que eu posso te usar, sim, alguém fácil para mim, alguém como você. Mas não alguém como ele. Com um simples respirar, o mover de sua boca ao chamar meu nome. Apenas sua presença. Um amor doentio e libidinoso que causa um buraco em meu pobre órgão que bombeia sangue. Aquele maldito olhar, cabelo e imprudência me tiraram o chão da mesma forma que me tirou o ar quando ele me chamou para sair. Eu. Sua chefe. Hoje eu penso que o jamais chegou. Uchiha Sasuke. Você será a minha ruína ?


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 21 anos apenas (adultos).

#morden #fanfic #anime #hentai #erotico #258 #sasusaku #sakura #sasuke
2
5.4mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 10 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

A entrevista

- Bom dia a todos, me chamo Ino Yamanaka e sou a responsável por releção de hoje. É bem simples, são três etapas até que você seja aprovado - a loira esbelta se levanta e exibe seu corpo curvilíneo, ela vestia uma saia de linha preta que ia até os joelhos, u,a camisa social branca que estava para dentro da saia, o cabelo num coque mas uma franja caia sobre seu rosto cobrindo metade dele - todos sabem que essa é a maior e melhor empresa desse ramo para se conseguir um estágio, e por isso mesmo que a diretoria decidiu abrir uma vaga para estagiar, mesmo que nossa equipe esteja completa - ela coloca as mãos em sua cintura e faz seus olhos azuis piscina brilharem - a sua frente tem uma folha em branco, sei o que todos estão pensando, mas não é para desenhar - com um andar gracioso ela começa a distribuir canetas para os entrevistados.

- Tem um tempo limite para fazer cada etapa ? - uma moça pergunta ao fundo.

- Somente para as duas primeiras etapas - ela se aproxima do rapaz de cabelos escuros, camisa azul escura e óculos de sol estilo aviador, ele tinha tatuagens em seu braço direito, a calça jeans surrada e o Tênis all star mais ainda - senhor peço que retire os óculos.

Com cara de poucos amigos ele a obedece deixando os óculos sobre a mesa.

- Me descupem o atraso, tive um imprevisto - uma garota dos cabelos castanhos para a porta.

- Sem problemas senhorita, pode se sentar - a loira retornar para a cadeira atras de sua mesa gigantesca. As pernas da mesa junto a parte supioror era de vidro, a sala era mediana, com boa iluminação natural por causa das janelas que iam do chão ao teto, tirando os dois, somente mais quatro pessoas estavam alí tentando realizar o seu tão sofrido sonho em ser um estilista famoso.

- Posso me sentar aqui ? - a morena pergunta para o moreno que nada responde - vou entender seu silêncio como um sim - ela joga sua mochila no chão e se joga em cima da Cardeira - eu odeio essas coisas, e você?

- Eu também - ele sussurra.

Ele a analisa de conto de olho, ela vestia uma camisa da banda bad religion que deixava sua barriga a mostra, com os cabelos num coque frouxo vários fios e cabelos se soltam do mesmo. Sua calça estava rasgada na altura dos joelhos, num to, cinza despotado ela mostrava a lateral de sua calcinha vermelha. Ela chupava deliciosamente um pirulito e balança os cuturnos em seus pés enquanto cantarolava alguma coisa.

o moreno percebe que ela estava ouvindo música, seus lábio finos e pintados de roxo se mexiam ao acompanhar a letra.

- O que está ouvindo? - ele pergunta curioso.

- AC/DC - ela tira um dos fones e lhe entrega - quer ouvir ?

- Não, melhor não - ele sorri de lado.

- Vocês tem exatos quinze minutos para passar para este papel a frase que lhe melhor define, algo simples, curto e certeiro - ela pega o celular e fica atento a ele.

- Melhor me apressar - a garota diz.

- Quando sairmos daqui - ele a analisa de cima a baixo - que tal beber algo? - ele morde o lábio inferior.

- Não, obrigada - ela o ignora enquanto analisa o papel tentando colocar algo para fora.

- Que isso... Vamos, vai ser..Interessante - ele toca seu braço.

- Terminei - ela grita - então, olha, eu não quero parecer rude mas, eu não pretendp sair com você nem hoje e nem nunca - ela anda até a mesa da loira e entrega seu papel - e retorna para seu lugar.

- Então você é difícil - ele diz irônico.

Ela gargalha - eu não difícil - ela aproxima a boca de seu ouvido - eu sou o impossível, inalcançável... Fruto proibido - a ônix do rapaz Se choca contra as esmeraldas dela. Ela estava blefando e ele sabia, jamais uma garota havia recusado ele.

- Gosto de desafios - ele bate seu nariz no dela e a faz recuar. Após o termino da primeira etapa, todos alí presentes já haviam terminados.

Ino lia as frases com atenção, uma a uma, até que uma em especial chamou sua atenção, ela arregalou os olhos e seu rosto corou - quem é Sasuke Uchiha? - ela questiona nervosa e o moreno se levanta - está aprovado, peço que espere do lado de fora da sala.

Ele não havia entendido todo aquele nervosismo mas aceitou.

- Boa sorte gata - ele pisca pra ela a fazendo revirar os olhos de desdém.

Logo após Sasuke, mais quatro pessoa haviam sido aprovadas, e junto a elas a garota extrovertida estava - vejo que conseguiu passar - Sasuke comenta.

- Vejo que tem olhos que exercem sua função com perfeição - ela ironiza.

- Quero a atenção de todos por favor - Ino apareceu no corredor carregando uma prancheta nas mãos, o barulho que seu salto faz ecoa pelo corredor - essa é uma etapa importante, pois vocês iram conhecer e o seu futuro chefe, porem antes - ela entrega uma ficha - preencham essa ficha com seus dados, e tudo que está sendo solicitado - ela continua a caminhar pelo corredor - venham, vou mostrar o local da próxima prova.

O corredor era larga e lindo, mesmo sem janelas ele se iluminava com as lamparinas colocadas estrategicamente entre as obras de arte nas paredes. Noto que ainda não vi nenhuma planta, vaso, nada.

- Estranho aqui não ter nenhuma vegetação - comenta com a rosada.

- Porque? Esta com saudades da floresta Tarzan? - ela parecia ter resposta para tudo e ele ama esse tipo de comportamento numa garota, a ideia de doma-la mexia com Sasuke.

- Você é engraçada, morena - ele enrola a ponta dos seus cabelos em seus dedos - mas por pouco tempo - ele se afasta.

- Dou a vocês trinta minutos para preencherem tudo corretamente - ela os deixa sozinhos numa sala magnífica. O papel de parede tinha desta lhes mínimos em dourado em cima do tom rosé, uma mesa enorme estava centralizada com uma cadeira estofada. Havia mais ao conto duas estantes cheias de livros dos melhores estilistas e suas referências, também os anuários da empresa e alguns títulos aleatórios.

Havia cadeiras em frente a mesa de madeira compensada na cor preta fosco. Cada um com sua prancheta em mãos anota cautelosamente seus dados, perguntas como hobbies e referencias literárias devem ser bem analisadas antes de preenchidas.

Mas, em minutos a garota provocadora termina e coloca os fones novamente.

Sasuke a observava mais do que gostaria, adorava garotas selvagens, mas amava aquelas que o rejeitavam, talvez porque aquela tinha sido a primeira, ou por ela ter um corpo de tirar o fôlego.

Todos terminam de preencher bem em cima de acabar o tempo, logo Ino retorna a sala e para a nossa frente - muito bem, me entreguem a ficha que irei levar para o chefe de vocês - ela passa recolhendo todas - só lembrando, ele irá excluir automaticamente a ficha que estiver incompleta - todos se entre olham com medo.

A loiro caminha até a morena e lhe entrega a pilha de folhas - aqui está senhora Haruno.

Meu coração para...

-Já disse para me chamar de Sakura, Ino - ela tira os fones, e logo retira a peruca dando lugar aos seus cabelos róseos, estranhamente róseos, e se levanta com as folhas em mãos - deixe me ver - ela pega uma e eu rezo para não ser a minha - fora - e mais uma - fora - e mais duas - esses também - ela entrega as folhas dos reprovados - todos, exceto Karin Uzumaki e Sasuke Uchiha podem se retirar, obrigada pela presença - seca, nada mais do que isso, ela anda de um lado para o outro analisando as fichas - Senhorita Uzumaki, poderia me responder por qual motivo eu escolhi essa sala em que estamos para aplicar a segunda etapa? - com os braços cruzados ele encara a moça de cabelos vermelhos - amei seu cabelo - Sakura sorri.

- O-obrigada senhora Haruno - ela a reverencia - bom, pode ser pelo motivo para vermos como são as instalações da empresa.

- Errado, mas gostei do seu ponto de vista - ela vira os olhos para o moreno que ainda está em estado de choque, ele havia cantado sua futura chefe - Uchiha, o que me diz.

- É mais do que óbvio que você nos trouxe aqui para mostrar o nível de serviço que vocês prestam, para nos intimidar com o papel de parede com ouro, livros autografados, mesa de cem mil dólares e assoalho tão brilhante que dá para você retocar o seu batom borrado se espelham do nele. Isso se chama prepotência, uma pessoa que se deixa intimidar pelo poder aquisitivo de outra pessoa jamais chegará a lugar algum - Sasuke a encarava nos olhos e ela fazia o mesmo.

- Hum, você está certo Uchiha - ela deixa as folhas sobre a mesa e se apóia nela - estou num impasse aqui Ino, eu goatei dela mas ela errou a resposta, eu detestei ele mas ele acertou... Preciso pensar um pouco, vou para minha sala - ela passa por eles dois, o ar de superioridade que ela transmitia era assombroso.

- Esperem até que a senhora Haruno decida, logo voltarei para anuncia-lo -

Sasuke e Karin se entre olham assustado com toda aquela cena.

- Ainda estou sem acreditar que aquela era ela - ele diz atônito.

- Ela gostou do meu cabelo - a ruiva diz alegre enquanto passa as mãos nos cabelos.

Esperamos por quase uma hora, até que finalmente a loira vem se pronunciar - senhor Uchiha venha comigo, e senhora Uzumaki peço que fique aqui, a senhora Haruno que conversar com você - a ruiva volta a se sentar enquanto Sasuke anda pelos corredor do andar.

Paramos em frente a uma enorme porta dupla, que tinha pintado na madeira preta, uma flor de cerejeira. Sasuke olhou para o lado e não viu nenhuma mesa de recepcionista ou algo assim e acha estranho.

- Pode entrar, estarei esperando aqui fora - a loira diz de maneira calma.

- Certo - abro as portas e a vejo sentada numa cadeira alta e forrada, não havia paredes, somente janelas quilométricas, um tapete Pérsia cobria dois quartos do cômodo e mais uma vez o assoalho intacto jamava sua atenção, um enorme candelabro de cristais pousava sobre o centro da sala a deixando colorida.

- Parabéns senhor Uchiha, conseguiu a vaga que todos sonham em ter - ele se senta a sua frente - quem disse que poderia se sentar ? - ela diz ríspida e ele praticamente salta da cadeira.

- Então.. Quando eu começo? - pergunta ingênuo.

- Agora mesmo - ela gira em sua cadeira ficando de costas para ele - quero que vá até a senhorita Uzumaki e diga que eu não irei despensa-la, mas ela irá trabalhar com Ino no setor de publicidade e propaganda. E arrume sua sala - ela aponta para uma porta verde musgo em minha direita - amanhã eu o que trajado e bem informado sobre a empresa que irá trabalhar. Já pode ir - ela balança a mão o mandando embora.

- Obrigado senhora Haruno - ele deixa a sala - qual o problema dessa mulher ?...

9 de Abril de 2018 às 12:49 0 Denunciar Insira 0
Leia o próximo capítulo Convivendo com o demônio

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 19 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!