Uma nova lenda Seguir história

kalinebogard Kaline Bogard

O objetivo era escapar para viver um novo dia. Cada novo dia significava uma grande aventura! E em breve... em breve eles se tornariam a lenda.


Fanfiction Livros Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#romance #fantasia #piratas #yaoi #Humor #aventura #slash #homossexualidade #Draco #universo-alternativo #linguagem-impropria #Harry
3
5849 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Prólogo

Harry Potter parou o movimento com a mão e baixou a varinha. O mundo ao redor saiu de foco e os olhos verdes prenderam-se na loira que se aproximava rapidamente. Fios platinados esvoaçavam ao redor do corpo ondulante. A garota era esguia e elegante, as pernas torneadas escapavam por um rasgo na saia a cada passada. Os olhos cinzentos fixos em Harry lançavam faíscas. Era uma tentação.

Diante do olhar abobalhado do rapaz, a garota parou na frente dele e lançou num tom de voz terrivelmente estridente:

– O que pensa que está fazendo, idiota?!

A pergunta despertou Harry para a realidade: estava no meio de uma missão. Ele balançou a cabeça, grudou no braço da loira e a puxou para trás do balcão no momento exato em que seria atingida por um estuporante.

Feitiços e azarações cruzavam de um lado para o outro do pub, graças à confusão criada pela loira que estava bem ao seu lado. A irritação da bela bruxa parecia longe de acabar.

– Quando vai nos tirar daqui? – ela perguntou estremecendo quando uma magia particularmente forte atingiu a frente do balcão onde se escondiam.

– Calma. Tudo faz parte do plano – Harry ajeitou os óculos na ponta do nariz – Você está muito bem assim, Malfoy.

– Maldito! – a loira praticamente cuspiu fogo – É a última vez que eu uso Polissuco de uma garota!

Harry fechou a cara.

– Com certeza é. Eu vi aquele cara te dando o maior mole e você...

Outro feitiço atingiu o balcão cortando a acusação e jogando o corpo de ambos pra frente com a força do impacto. A garota se arrepiou como se fosse uma quimera sanguinária pronta pra dar o bote.

– Pra começo de conversa essa idéia ridícula foi sua, Potter! – vociferou no auge da fúria – E, caso não tenha percebido, agora não é o momento para ter um ataque de ciúmes!

Mal terminou de recriminar e um feitiço acertou as garrafas da prateleira atrás do balcão espirrando bebida nos bruxos. Faíscas de uma azaração caíram muito perto, fazendo o líquido começar a pegar fogo. Se não saíssem dali seriam atingidos pelas chamas que começavam a crescer.

– Merda!

– Merda uma vírgula, Potter. Eu não quero morrer assim. Falta mais de meia hora pro efeito da poção passar e...

A parede dos fundos estremeceu e o rapaz arreganhou os dentes exibindo um sorriso tubarão para a garota:

– Ninguém vai morrer aqui, Malfoy.

Novo estrondo, mais alto e mais forte, então a parede simplesmente desapareceu, como se tivesse sido desintegrada. A bruxa loira fungou.

– Pelo menos Weasley tem um bom timming.

Estendeu o braço com a mão direita aberta sendo imitada pelo companheiro. Duas cordas surgiram pelo rombo, nas quais eles se seguraram fortemente. Entre azarações e feitiços que voavam para todos os lados e o fogo que se alastrava por trás do balcão, os dois foram içados pra fora do pub, como peixes que acabaram de morder o anzol.

3 de Abril de 2018 às 15:02 0 Denunciar Insira 2
Leia o próximo capítulo Capítulo 01

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 18 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!