Voyeur Seguir história

karambola Karol Karambola

Ao chegar em casa e presenciar um comportamento "perfeito demais" do namorado, Sasuke começa a desconfiar que o loiro está armando alguma coisa. Qual sua surpresa, quando Naruto sugere que eles apimentem a relação de um jeito nem um pouco ortodoxo. Rendido, por não saber dizer não as vontades do namorado, Sasuke recorre a única pessoa em quem confia: Seu irmão Itachi. AVISO: Essa fanfic contém incesto, cenas explícitas de sexo e linguagem vulgar. PWP - ITASASUNARU


Fanfiction Para maiores de 18 apenas.

#PWP #Incesto #Voyeur #Itasasunaru #Itanaru #Itasasu #Fetiche
Conto
43
7644 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Realize suas fantasias

    Sasuke retirou os sapatos na entrada da casa e caminhou pelo hall. Havia tido um dia extremamente cansativo, precisava tomar um banho quente e comer alguma coisa. Porém, só a ideia de ir para a cozinha preparar o jantar, já o fazia querer chorar feito uma criança. Estava realmente muito cansado. Se aquele dobe não fugisse da cozinha,igual o diabo foge da cruz, talvez pudesse persuadi-lo a cozinhar pelo menos hoje.

— Tadaima!

  Estranhou a ausência da resposta de Naruto para sua saudação e subiu as escadas, chamando pelo nome do namorado.

— Aqui no banheiro, moreno.

   Ouviu a voz do loiro e caminhou até o banheiro da suíte. Naruto estava agachado em frente a banheira, preparando o que parecia ser um banho com sais. Sasuke arqueou uma sobrancelha e já se preparou mentalmente - Aí tem.

— Okaeri, meu amor. Estou preparando seu banho.

   Naruto se levantou e beijou carinhosamente os lábios do moreno. Isso estava estranho… Naruto não era assim tão carinhoso, ao menos, não a ponto de preparar um banho de banheira sem segundas intenções.

— Fiz o jantar. Toma um banho e desce tá bom?

— Você cozinhou? - Olhou extremamente surpreso. — Fez ramen de porco ou de frango? Tô morrendo de fome. - Colocou a mão na nuca e moveu a cabeça de um lado para o outro, afim de estalar o pescoço. — Tive um dia de cão.

— Cozinhei, mas não é ramen. - Abriu um sorriso amplo. — Fiz onigiri, com recheio de salmão e tomate.

— Você cozinhou a minha comida favorita? O quê cê tá armando, hein Naruto?

— Tô armando nada, ué. - Sorriu sapeca, pelo olhar desconfiado de Sasuke.

— Hoje é alguma data importante e eu esqueci? - Perguntou com receio. - Porque se for isso, eu sinto muito, kitsune. Ando com a cabeça tão…

— Não é nada disso, bastardo. Só quero agradar o meu namorado. Não posso?

— Poder, pode… mas é que…

— Mas é que, nada. Tira essa roupa com cheiro de consultório dentário e toma um banho antes que água esfrie. Te espero lá em baixo.

    Sasuke olhou desconfiado para o loiro que saía do banheiro. Aquilo estava muito suspeito.

   Suspirou cansado e retirou a roupa, entrando na banheira com água quente e sentindo os músculos relaxarem. Realmente precisava daquilo. Após uns trinta minutos, saiu do banho, se vestiu e caminhou até o andar de baixo

    A mesa estava perfeitamente arrumada, o rádio tocava rock clássico em som ambiente e Naruto estava mais comportado do que nunca. O que estava acontecendo ali?

  Jantaram enquanto conversavam sobre os pacientes do Uchiha e a nova campanha que Naruto iria estrelar. Quando a comida acabou e Naruto levantou para lavar a louça suja, Sasuke confirmou que algo não estava certo. Desde quando aquele Usuratonkachi lava a louça sem que ele peça?

— Kitsune?

— Hm.

— O que você tá armando, hein?

  Naruto sorriu sapeca, secou as mãos no pano de prato e segurou a mão de Sasuke, o guiando até a sala. Sentou o moreno no sofá e se sentou à sua frente. O olhar desconfiado de Sasuke o fez sorrir e ajeitar melhor a postura, antes de começar a falar.

— Eu estive conversando com a Ino hoje lá na agência…

— Lá vem história… - Revirou os olhos com tédio. — Como eu não desconfiei?

    Ino Yamanaka era uma modelo tão famosa quanto Naruto. O fato dos dois serem fisicamentes parecidos, os faziam trabalhar quase sempre em uma mesma campanha. Toda essa proximidade profissional, acabou evoluindo para uma grande amizade. Ino apresentou Gaara, seu namorado, a Naruto e o loiro apresentou Sasuke para a menina.

    Não era nada incomum que os quatro aparecessem juntos em fotos de tabloides sobre celebridades nos jornais do Japão, afinal, estavam juntos em todos os eventos importantes na cidade.

   Mesmo Gaara sendo um engenheiro e Sasuke um cirurgião dentista, os dois acabaram ganhando uma certa fama somente por namorarem os super modelos. Sasuke fingia que não, mas Naruto sabia que o namorado adorava ter toda aquela atenção sobre si.

  O único problema, ao menos para Sasuke, era que a Yamanaka e Naruto, não eram somente parecidos fisicamente. Os dois eram agitados, barulhentos e dois completos pervertidos. E foi por descobrirem que os dois tinham gostos, digamos, “peculiares” em relação ao sexo, que eles tinham uma espécie de acordo - Se Naruto experimentasse algo novo na cama, contava a Ino e a menina rapidamente experimentava com Gaara, e o contrário também se aplicava aqui.

    Graças a Ino, Naruto virou adepto de BDSM (Apesar de ter que suspender a prática, graças ao trabalho que os maquiadores tinham para esconder os hematomas), começou a usar fantasias sexuais e até mesmo, por alguns meses, virou adepto ao sexo tântrico. Claro que isso não era um grande problema para Sasuke, afinal, Naruto era um demônio na cama e o moreno adorava isso. O problema citado anteriormente, é que levando em consideração todo esse cenário que o loiro arranjou e o fato dele ter passado a tarde ao lado de Ino, fez acender todas as luzes vermelhas de alerta na cabeça de Sasuke - Aí vinha bomba.

— Olha, sei que o que você tá pensando… mas vai ser legal, eu juro.

— O que a Ino inventou dessa vez, Naruto? Na última vez que você me olhou com essa carinha, eu tive que vestir uma fantasia ridícula de caçador.

Naruto soltou uma gargalhada gostosa e olhou convencido para o namorado.

— Se me lembro bem, você ficou louco quando me viu vestido de raposa.

O loiro sorriu com malícia e sentou no colo do moreno, de frente para ele. Segurou o rosto de Sasuke carinhosamente e o beijou.

— Bem que você poderia usar ela hoje, né? - Sasuke desceu as mãos e apertou a bunda do loiro. - Aquele plug anal de rabinho, me deixa maluco.

Naruto sorriu e mordeu o lábio inferior com malícia.

— Eu visto, mas primeiro ouve minha proposta. - Alisou o rosto de Sasuke com os nós dos dedos e prosseguiu. - Amor… você já ouviu falar sobre voyeurismo?

— Como é? - Semicerrou os olhos com raiva. - Que conversa maluca é essa, Naruto?

— Calma, me ouve primeiro…

Sasuke franziu o cenho e estalou a língua no céu da boca. Rezou para que esse dobe não propusesse, o que ele estava pensando que ele iria propor.

— Tá… - respirou fundo. - Fala logo de uma vez.

— Eu queria transar com você… - Roçou o nariz no nariz do moreno - Enquanto alguém assiste.

— Nem pensar.

  Levantou de forma brusca e retirou o loiro de seu colo. Naruto revirou os olhos contrariado e foi atrás do moreno, que já subia para o quarto.

   Entrou no cômodo e encontrou Sasuke sentado na cama, com os braços cruzados frente ao peito e com uma expressão irritada. Se aproximou lentamente e sentou ao seu lado.

— É só um fetiche amor, não é tão ruim assim.

— Não é tão ruim? - Olhou indignado. - Eu morro de ciúmes todas as vezes que você sobe naquela passarela e aqueles abutres ficam te babando. Quem dirá você pelado na frente de alguém. Nem pensar.

— Mas amor…

— Mas amor coisa nenhuma, Naruto. Esse assunto acaba aqui.

    Naruto semicerrou os olhos, bufou irritado e saiu do quarto.

Claro que o assunto não acabava ali, tanto Naruto quanto Sasuke sabiam disso.


                                        ¥



   Aquilo durou dois meses. Foram dois longos meses com um Naruto fazendo manha, preparando as comidas favoritas de Sasuke e enviando uma infinidade de vídeos de voyeurismo para o celular do namorado.

   O Uzumaki conhecia muito bem o companheiro e sabia que fazer birra e tentar ganhá-lo no grito, não adiantaria nada. Além do mais, Naruto queria que o namorado curtisse aquilo tanto quanto ele.

   Sendo assim, teve a ideia de instigar o imaginário de Sasuke. Começou a narrar de forma picante enquanto transavam, como seria se outra pessoa estivesse ali, assistindo a tudo que faziam. O fazendo se excitar com a possibilidade de ter alguém se masturbando pensando neles, gozando com a imagem dos dois na cabeça, delirando por eles.

   Naruto sabia muito bem como convencer Sasuke a entrar nas suas brincadeiras. Era justamente por isso, que o Uchiha sempre aceitou as fantasias sexuais do namorado.

  Dessa vez não seria diferente.

   Quando Sasuke finalmente se deu por vencido, tentaram escolher quem seria o voyeur, mas o moreno ficou com ciúmes de todas as sugestões do namorado. Naruto, estressado, falou que era pra sasuke escolher sozinho e ele só saberia no dia. O Uchiha concordou e depois de muito pensar, chegou a única solução “menos dolorosa” para aquela situação.



                                ¥



— Tem certeza disso? Tenho certeza que Naruto não ficará chateado se você desistir.

    Itachi observava atentamente o irmão. Sasuke acabara de lhe fazer a proposta mais inusitada que o moreno já ouviu na vida, e agora estava ali, lavando os pratos como se isso não fosse nada demais.

— Tenho certeza, Aniki. Você aceita a proposta?


     Itachi pensou por um momento.

Voyeur…

  Ficar sentado, confortavelmente em uma cadeira, enquanto seu irmão e Naruto transavam na sua frente. Uma proposta bem inusitada, com toda certeza. Porém, sendo bem honesto, Itachi mentiria se dissesse que não havia ficado curioso com aquilo.

— Tá bom, eu aceito.


  Sasuke sorriu e voltou os olhos para a tarefa.

    Itachi nunca havia ficado com outro cara, mas mentiria se dissesse que não possuía certa curiosidade. Isso o fez pensar que talvez Sasuke só o convidou por achar que ele não ficaria excitado com Naruto. Entretanto, o Uzumaki era bonito demais para Itachi garantir com cem por cento de certeza que seu corpo não reagiria a ele.

Temeu a reação de Sasuke.

   O irmão era realmente muito ciumento e essa brincadeira poderia fugir um pouco do controle.

— Otouto.

— Fala.

— Você está mesmo confortável com isso tudo? Você morre de ciúmes do Naruto. Acha mesmo uma boa ideia?

— Você quer desistir? - Sasuke parou de lavar a louça e olhou para o irmão. — Se for desconfortável isso pra você, pode me dizer. Sei que você é hetero e toda essa cena pode parecer um pouco… brochante? Essa é a palavra?

— Se fosse eu não toparia, irmãozinho tolo. Estou pensando se isso é desconfortável para você, afinal, irei ver o Naruto nu. Mesmo eu não sentindo tesão por outro cara, eu não posso te garantir que eu não fique excitado com a cena e isso pode ser incômodo para você.

— Estou confortável com isso, então caso encerrado. - Enxugou as mãos no pano de prato e se aproximou do irmão. — Naruto realmente me deixou curioso sobre isso e eu só confio em você, Aniki. Não teria nenhuma outra pessoa que eu aceitaria fazer essa loucura toda, caso você recusasse o convite.

   Itachi olhou com seriedade nos olhos do irmão e percebeu que ele estava sendo sincero. Bufou vencido e torceu para que ao menos o showzinho fosse divertido, já que excitante não poderia garantir que seria.

— Tudo bem então. Amanhã às nove estarei aqui.

   Sasuke sorriu e voltou a lavar os pratos. Mal conseguiu dormir aquela noite, Naruto realmente o tinha deixado excitado demais com essa fantasia.



                                             ¥



    Já passavam das nove e meia da noite, quando finalmente Sasuke ouviu o barulho da chave na fechadura. Mandou uma mensagem para Itachi, que já aguardava no quarto, avisando que o loiro chegara e esperou Naruto entrar na sala.

— Tadaima. - Naruto disse em um tom de voz cansado e entrou em casa.

— Okaeri, meu amor. Como foi o ensaio fotográfico?

— Cansativo e estressante. Eu estava quase caindo na porrada com aquela praga do Sai. - Revirou os olhos e sentou no sofá ao lado do namorado. - Não sei de quem foi a idéia estúpida de me colocar na mesma campanha que aquele cara. Todo mundo sabe que a gente não se suporta.

   Sasuke riu nasalado e puxou o loiro para o seu colo, o beijando em seguida. Todas as vezes que Naruto tinha que trabalhar com Sai Hamura, eles brigavam e Naruto chegava estressado em casa.

— Fica assim não, kitsune. Sobe, toma um banho, que hoje tenho uma surpresa pra você. - Beijou a ponta do nariz do outro. - Já comeu alguma coisa?

— Já sim, jantei com a Sakura. Que surpresa é essa, hein? - Olhou curioso.

— Se eu contar, estragaria a surpresa. - Sorriu. - Vem, vamos subir.

   Naruto seguiu a sugestão de Sasuke e subiu para tomar um banho.

    Quando saiu do boxe, reparou que já tinha uma muda de roupa na pia. Naruto sorriu com carinho, se sentindo feliz pelo cuidado de Sasuke e se vestiu.

     Ao abrir a porta do banheiro, avistou Sasuke no corredor com uma faixa de tecido negro nas mãos. O moreno se aproximou devagar e parou a sua frente.

— Feche os olhos. - Naruto obedeceu e se permitiu ser vendado. - Vem, a surpresa está no quarto.


   Naruto sorriu com expectativa e se permitiu ser guiado até o quarto do casal.

   Sasuke o parou, acariciou seu rosto com os polegares e, ainda sem retirar sua venda, o beijou. O beijo era lento, como se o moreno saboreasse o gosto adocicado que a boca de Naruto tinha. Desceu a língua pelo pescoço bronzeado, ouvindo o loiro gemer em aprovação. Embrenhou os dedos pelos cabelos dourados e afastou levemente o rosto de Naruto do seu, obtendo um melhor acesso ao pescoço, que prontamente foi beijado.

      Naruto se esfregava de forma vulgar e necessitada pelo seu corpo, adorando a sensação de ter o membro semi ereto do namorado roçando no seu. Sasuke sorriu ao perceber o quanto Naruto desejava por ele e o virou de frente para Itachi, cruzando os braços em frente ao abdômen de Naruto, colando seu peito nas costas do loiro. Naruto rebolou levemente o quadril a fim de mais contado e sorriu ao constatar como Sasuke estava duro. Ao sentir a língua úmida de Sasuke serpentear por sua nuca, gemeu manhoso e Itachi sorriu com a cena que assistia.

— Vou te mostrar a surpresa agora. Caso não te agrade, você tem total direito de discordar. - Sasuke falou com a boca colada ao ouvido de Naruto, fazendo os pelinhos loiros da nuca do Uzumaki se arrepiarem.

    Desatou o nó da venda e Naruto se sobressaltou ao ver Itachi sentado em uma poltrona, posicionada em um lugar estratégico no quarto, perto o suficiente para presenciar cada movimento feito pelos dois na cama. O Uchiha mais velho carregava um pseudo sorriso nos lábios e malícia líquida na voz.

— Boa noite, Naruto-kun.


  Naruto olhou para Sasuke, como se buscasse uma confirmação para aquilo. O moreno acenou a cabeça em afirmativa e Naruto sorriu, travesso como uma raposa.


— Então você vai ser o voyeur, Itachi-san? - Indagou de forma devassa.

— Desaprova a escolha? - Itachi sorriu discreto ao fazer a pergunta.


   Levando em consideração o olhar de satisfação do cunhado em vê-lo, ele já sabia muito bem a resposta de Naruto.


— De forma alguma, melhor escolha impossível. Espero que aprecie o show. - Sorriu ladino para Itachi e olhou maliciosamente para Sasuke. Virou de frente e beijou o namorado. - Tem certeza disso, moreno? - Sussurrou baixinho - se você não se sentir confortável com isso, podemos…

— Tá com medo, gatinho medroso?

Naruto franziu o cenho, irritado. Puxou Sasuke pela roupa e o beijou novamente.


   Ao sentir o sabor inebriante que a boca de Sasuke possuía, rapidamente a raiva pela provocação se dissipou e seu corpo começou a responder aos toques do namorado. O beijo de Sasuke era sempre quente, ritmado e era impossível para Naruto não se render completamente, todas as vezes que sentia seus lábios em contato com os dele. Sentiu as mãos de Sasuke passearem por suas costas, descerem por sua cintura, seu quadril, suas coxas e subirem novamente, alisando sua ereção. Gemeu com a carícia que recebeu por cima da calça e abriu os olhos para encarar o moreno. Só então lembrou-se que Itachi estava ali, observando a cada movimento seu.

   A sensação de ser observado fez uma corrente de adrenalina percorrer pelo seu corpo, fazendo seu pênis vibrar em excitação. Sasuke mordeu seu lábio e sorriu travesso, parecendo perceber exatamente o que passava por sua cabeça.


— Gosta mesmo disso, não é? - Sasuke sussurrou no meio do beijo. - Você é tão puto… tão safado. - mordeu o lábio de Naruto. - Você acaba com o meu juízo, Kitsune.


   Naruto puxou o ar entre os dentes e se esfregou com mais vontade contra o corpo do outro. Deslizou a mão pelo peitoral do namorado, desabotoando lentamente cada botão da camisa azul marinho que ele vestia. Hora olhava para o rosto excitado de Sasuke, hora olhava pra Itachi. O cunhado observava tudo atentamente, mas ainda assim, mantinha a mesma expressão séria no rosto. Aquele jeito concentrado e reservado dos Uchihas, excitava Naruto de uma forma descomunal.

    Acabou de tirar a camisa de Sasuke e desceu a mão, desabotoando a calça que ele vestia. Assistiu quase hipnotizado, o jeans deslizar pelas pernas definidas, revelando a boxer escura, já molhada pelo pré-gozo. Sorriu de forma sagaz.


— Acho que não sou o único que está gostando, não é Sa-su-ke?


    Ajoelhou e mordeu levemente a ereção escondida pelo tecido. Ouviu o gemido rouco que escapou dos lábios de Sasuke e sorriu satisfeito.

    Encaixou cada polegar de um lado do elástico da boxer e desceu o tecido. Mordeu o próprio lábio inferior com volúpia, ao deslumbrar o pênis latejante e a glande umedecida em pré-gozo. Deslizou a lingua pela cabeça do pênis, saboreando cada gota do desejo de Sasuke e sem qualquer aviso prévio, o engoliu o máximo que conseguia, sugando cada centímetro do falo extremamente rígido. Sasuke gemeu roucamente e segurou os fios dourados de Naruto com mais força, aumentando a velocidade.

     Sua respiração saia pesada, todas as vezes que sentia a cabeça do pau roçar na garganta quente de Naruto. Jogou a cabeça pra trás e se permitiu se embriagar com a luxúria que a boca do loiro possuía. Olhou com o canto dos olhos em direção a Itachi e viu o que o irmão mordia o lábio com força, enquanto alisava o próprio pênis duro, escondido debaixo do tecido preto do Kimono. Constatar o quanto Itachi desejava aquilo, foi tão excitante, que sentiu que poderia gozar somente com aquela visão. Naruto estava certo, se exibir daquele jeito era extremamente erótico.

     Temendo gozar antes do tempo, segurou o cabelo de Naruto com um pouco mais de força e o suspendeu.


— Ahh teme… eu estava gostando. - murmurou com certa manha. - Sabe que eu adoro mamar você.


  Itachi sorriu e meneou a cabeça em negativa. Jamais imaginaria que ver dois homens se tocando, seria tão erótico e excitante, principalmente se um deles fosse seu irmão caçula. Mas o que poderia fazer? Naruto era tão devasso, tão sexy, tão quente… que ele sentia seu corpo em chamas só de vê-lo ali, chupando o seu irmão como uma verdadeira puta faria.

   Sasuke sorriu ao ver o quão excitado o irmão estava e ao contrário do que imaginou, sentiu vontade de vê-lo tocar em Naruto. Voltou seus olhos para o loiro emburrado a sua frente, o puxou, colando o corpo dele no seu e beijou seus lábios com luxúria. Naruto arfou e se deixou novamente ser envolvido naquela carícia libidinosa. Sasuke virou o namorado de frente para Itachi, o deixando de costas para si e lentamente, foi tirando cada botão da blusa que ele vestia, enquanto distribuía beijos e mordidas pela pele do pescoço, nuca e cada centímetro de pele que ia sendo revelada à medida que o tecido da camisa descia.

   Itachi se remexeu na poltrona, incomodado com a ereção que doía, completamente hipnotizado pelo corpo de Naruto e pelos olhos de Sasuke. Queria possuir Naruto na mesma medida que queria se enterrar em seu irmão. Tentou se convencer o quão errado aquilo era, mas não era uma tarefa fácil. Não enquanto assistia o irmão virar Naruto de frente para si e retirar de forma absurdamente sexy, cada peça de roupa que ele vestia. Não quando Sasuke abaixou e começou a chupar Naruto daquela forma tão obscena.

    Levou a mão no rosto e esfregou a face com força. Estava em chamas, Kami-sama, estava completamente enlouquecido pelos dois. Apertou o pênis com mais força, ainda sobre a roupa, devorando a visão do irmão caçula engolindo o namorado enquanto se masturbava. Não saberia dizer nem sob tortura, qual era o mais sexy ou qual o excitava mais, só sabia que queria os dois, se enterrar nos dois.

    Naruto abriu os olhos e o olhou de soslaio, Itachi segurou o pênis com força, evidenciando o quanto estava excitado, enquanto mantinha o olhar fixo nos olhos azuis. Em resposta, Naruto sorriu de forma completamente depravada. Realmente aquele pervertido estava se divertindo com aquilo.


— Vamos pra cama. - Sasuke se levantou e disse ao morder o lóbulo da orelha de Naruto. - Faz isso em mim, enquanto eu preparo você.


   Sasuke deitou invertido no colchão, com os pés na cabeceira e a cabeça no fim da cama. Chamou Naruto com o dedo indicador e o loiro sorriu ao perceber que se deitasse por cima do namorado naquela posição, ficaria completamente exposto a Itachi.

    Se aproximou da cama, segurou os cabelos de Sasuke, se abaixou e encostou seu rosto no dele, roçando seus lábios enquanto falava.

— Quer que seu aniki me veja de quatro, é? - Viu Sasuke sorrir com malícia e Naruto lhe mordeu o lábio. - Você está adorando isso, não é cachorro?

— Nós dois bem sabemos que não sou o único, kitsune. - Ironizou e Naruto sorriu de forma devassa.


   Subiu na cama e se posicionou em cima de Sasuke, ficando de quatro sobre o seu corpo enquanto voltava a chupar o pênis rijo do namorado.

Sasuke acariciou de forma obscena a bunda de Naruto, colocou uma mão de cada lado e separou as bochechas das nádegas, deixando o ânus rosado completamente exposto.


— Porra, Sasuke. - Itachi rosnou e se remexeu na poltrona, sentindo o pau vibrar pela visão. - Covardia isso, otouto.

Sasuke sorriu deliciado com a visão do corpo de Naruto e pela reação do irmão. Lambeu a entrada rosada, fazendo Naruto gemer de forma manhosa e arquear as costas, se empinando ainda mais.

— Isso amor… assim… Ah, moreno…


Itachi passou as mãos pelo rosto de forma nervosa, tentando controlar a vontade de participar da brincadeira.

   Abriu o kimono, abaixou a calça preta até a altura dos tornozelos e tocou na própria ereção, extremamente dura e lubrificada. Massageou o falo de cima para baixo de forma lenta e ritmada, enquanto desejava desesperadamente se enterrar no rabo gostoso de Naruto, e ao mesmo tempo, se masturbava por assistir Sasuke lamber o ânus, a bunda e os testículos de Naruto, enquanto o olhava com os olhos mais maliciosos que Itachi já vira.

   Seus olhos negros observaram atentamente o caçula colocar o indicador eo dedo médio na boca e logo em seguida, penetrar de uma única vez o corpo de Naruto. O loiro gemeu, rebolando de forma imoral na mão de seu irmão e aquilo foi a gota d’agua pra sanidade de Itachi.

  Acabou de retirar a calça e se aproximou do casal, observando de perto o quão quente Naruto e Sasuke poderiam ser. Parou em frente a cama e segurou os cabelos do irmão, guiando a velocidade que Sasuke lambia Naruto.

    Sasuke olhou pra cima e umedeceu os lábios com a visão de itachi parcialmente nu, usando apenas o kimono aberto e com o pau tão duro quanto o seu. Mordeu os lábios tentando controlar a vontade de chupar o irmão mais velho.


— Cansou de assistir sentado, Aniki? - Perguntou em tom divertido.

— Naruto é gostoso demais pra eu conseguir me controlar. - Sorriu malicioso.


    O loiro ouviu a movimentação atrás de si e virou o rosto pra trás, observando os Uchihas sobre os ombros. Sorriu ao ver as bochechas coradas de Itachi e o jeito desejoso que ele olhava seu corpo.

— Me acha gostoso, Itachi-san? - sua voz exalava malícia.

— Não imagina o quanto...


    Itachi deslizou a mão levemente pela bunda empinada de Naruto e olhou para Sasuke, tentando perceber qualquer sinal de desagrado do caçula. Mas a única coisa que notou foi um sorriso tão malicioso quanto o de Naruto.


— Você parece ser delicioso… - Estapeou a bunda do loiro, o ouvindo gemer em aprovação. - Eu poderia gozar só com a visão de você empinado assim.

— Por que não me prova e tira suas próprias conclusões? - Sugeriu embevecido pela luxúria. - Aposto que o Suke não se importaria em me dividir com você.

— Nem um pouquinho. - Sasuke confirmou, apertando as bochechas da bunda do loiro e fazendo Itachi rosnar com a visão.

   Sem esperar nem mais um segundo, Itachi inclinou levemente o corpo e lambeu a entrada de Naruto. O penetrou com a língua e serpenteou com ela até o períneo. Mordeu cada bochecha macia das nádegas e a apertou com desejo.


— Delicioso, Naruto-kun. Do jeitinho que eu imaginei.


   Naruto mordeu os lábios e Sasuke riu completamente inebriado pela luxúria de ver Itachi provando de Naruto. Ajudou o irmão na tarefa e enquanto Itachi lambia e chupava o ânus rosado, ele se dedicava a lamber os testículos e aplicar uma punheta ritmada no pau absurdamente duro do loiro.

   Naruto tentava se concentrar em um boquete que já não era mais capaz de fazer com perfeição, por estar sentindo um tesão fora do comum, enquanto era deliciosamente beijado e mordido pelos dois. Aquela fantasia havia saído do controle e ele estava entusiasmado demais com o rumo que aquela noite estava caminhando.

  Em um certo momento, enquanto Sasuke lambia Naruto, juntamente com Itachi, sua língua começou a encostar acidentalmente com a língua do irmão. Itachi pareceu se excitar com aquilo tanto quanto ele, e o que começou sendo acidental, passou a ser intencional com muita frequência.

   Nao aguentando mais controlar seus desejos, Itachi molhou três dedos com a saliva e penetrou em Naruto. O loiro gemeu arrastado e rebolou em seu dedo, do mesmo jeito que fizera em Sasuke. Itachi rosnou com a cena estupidamente erótica e com a mão livre, puxou o cabelo de Sasuke pra trás e o beijou.

    A boca do caçula era macia e a sensação era mil vezes mais afrodisíaca do que Itachi havia imaginado. A língua de Sasuke era quente e ele deixava, sem qualquer resistência, que Itachi dominasse o ritmo do beijo.


— Suke... - Naruto olhou para trás e sorriu excitado ao presenciar aquele beijo incestuoso. - Isso aí é covardia, puta que pariu. Vocês estão querendo me deixar maluco?


   Sasuke sorriu e interrompeu o beijo com o irmão. Naruto o olhava com os olhos azuis escuros graças ao desejo e Sasuke quis, mais do que nunca, se enterrar nele.

    Porém, antes que falasse qualquer coisa, Naruto se esticou, pegando o preservativo na gaveta do criado mudo. Prendeu o aro cilíndrico entre os lábios e vestiu Sasuke com a camisinha. Mudou de posição, passou uma perna de cada lado do corpo do namorado e sentou em seu pau, se empalando de forma deliciosa, enquanto se equilibrava com as mãos apoiadas no peito do moreno. Sasuke rosnou, tão hipnotizado quanto Itachi, ao olhar Naruto gemer e cavalgar em seu pau de forma tão despudorada.


— Suke… - Gemeu de forma depravada. - Chupa o Itachi-san. Quero… quer-o… ver você e-engolindo ele, igual faz…hum.. igual faz comigo.

Itachi sentiu uma corrente elétrica passar pelo seu corpo somente com aquela sugestão. Olhou para Sasuke e o caçula soltou uma das mãos que seguravam a cintura de Naruto, segurou seu pau e o lambeu. Contornando a cabeça do pênis com a língua e em seguida, engoliu cada centímetro do pênis ereto.

— Caralho Sasuke…


   Segurou os cabelos do caçula e este abriu mais a boca, dando a permissão para Itachi se mover o quanto quisesse.

   O pedido foi prontamente aceito e no segundo seguinte, Itachi literalmente fodia sua boca. Itachi gemeu rouco, pela visão do irmão caçula com os olhos marejados e as bochechas coradas e sorriu com malícia.

— Você é lindo, seu filho da puta. - Estocou com mais força e ouviu Naruto sorrir sadicamente com a cena.


   A risada do loiro chamou sua atenção, olhou para os olhos azuis maliciosos e puxou o loiro para mais perto, fazendo-o se inclinar sobre Sasuke e o beijou. Beijar Naruto era quase viciante. O beijo doce era afobado, apressado, exalava luxúria e perversão. Exatamente como Naruto era.

    A sensação de foder Naruto, enquanto chupava o irmão, somando o fato de ver os dois se beijando a sua frente, foi o estopim para Sasuke. O moreno cravou as unhas na cintura do namorado e soltou o pau do irmão da boca, para gemer rouco e se derramar em Naruto. O loiro gemeu com a sensação gostosa de ser preenchido e também gozou, sujando o próprio abdômen e o de Sasuke.

    Naruto se levantou de cima do moreno, caminhou até a cômoda, pegou alguns pacotes de preservativos e jogou para Itachi.


— Posso brincar um pouquinho com o seu irmão, amor?

— Divirta-se. - Sasuke sorriu ofegante, deu um nó no preservativo, atirou-o na lixeira do quarto e sentou-se na poltrona onde Itachi estava anteriormente, para observar melhor a cena.


    Itachi finalmente retirou o kimono, e observou sem piscar, o cunhado se aproximar, agachar a sua frente e chupa-lo com desejo e volúpia. O moreno gemeu extasiado, murmurando um palavrão, enquanto observava os olhos azuis praticamente o devorarem tamanha fome que Naruto o sugava.

    O Uzumaki estendeu a mão pedindo um preservativo e o vestiu do mesmo jeito que fizera com Sasuke. Levantou, empurrou Itachi até a cama, o deitou no colchão e sorriu de forma devassa.


— Vamos ver se você fode tão gostoso quanto beija, Itachi-san.

     Itachi sorriu maliciosamente e assim que Naruto se posicionou para sentar em cima de seu membro, ele o puxou pra baixo com força, fazendo o loiro gemer alto por ser invadido de forma tão brusca.


— Gosta mesmo de sentar né, loiro? - Bateu estalado na bunda de Naruto e o viu gemer ainda mais excitado. - Cavalga do jeitinho que você fez com o Sasu, vai.


    Naruto sorriu e passou a língua pelos dentes. Estava adorando tudo aquilo. Levantou levemente o quadril e desceu novamente, rebolando devagar, sentindo cada centímetro do pênis do cunhado, que era tão grande quanto o de Sasuke. Os movimentos foram ficando mais intensos e os gemidos mais altos.

   Itachi colocou a mão nas costas de Naruto e o abaixou, inclinando o corpo dele sobre o seu, segurou em sua bunda e ergueu o quadril do loiro, para estocá-lo com mais força, fazendo Naruto perder a força nas pernas.


— Sas-uke… amor… - Naruto olhou para trás e chamou em um tom necessitado o namorado, que se masturbava olhando a cena. — Vem moreno… quero você também…

— Junto? - Perguntou preocupado. - Isso vai doer, amor.

— Verdade, Naruto. Isso vai ser bem doloroso.

— N-Não me importo… a dor me excita. V-Vem logo, bastardo.


   Sasuke vestiu o preservativo e se colocou atrás de Naruto. Introduziu um dedo, ao mesmo tempo que Itachi estocava o pau no interior do loiro e ouviu o namorado gemer, delirando pelo prazer de ser invadido de forma tão imoral. Quando o terceiro dedo fodeu Naruto, junto com o pênis de Itachi, sem grandes dificuldades, ele tirou a mão e posicionou a glande na entrada apertada. Ambos gemeram quando Sasuke forçou a entrada e começou a invadir Naruto lentamente. A temperatura no interior do Uzumaki estava alta e a sensação de sentir seu pau roçando no pau do irmão era indescritivelmente erótica. O corpo de Naruto o engolia devagar e o loiro revirava os olhos em êxtase.


— Você realmente gosta disso, seu puto? - Itachi puxou o cabelo de Naruto e o beijou. - é um masoquista do caralho mesmo.


   Sasuke sorriu pelo espanto de Itachi. Ele, ao contrário do irmão, já estava completamente acostumado com a perversão do namorado.

   Aproveitou que Naruto se empinou mais e finalmente se enterrou completamente dentro dele. O loiro gemia alto, enquanto Itachi fodia sua boca com a língua ao menos tempo que fodia seu cu com a ajuda de Sasuke. Os irmãos acharam um ritmo gostoso bem rápido e o Uzumaki literalmente chorava de tanto prazer.

   Sentiu os pés formigarem e a visão ficar turva e soube imediatamente que atingiria o segundo orgasmo da noite. Seu corpo contraiu e Sasuke se retirou de dentro dele, temendo que Naruto se machucasse. O jato forte de esperma sujou o peito e o rosto de Itachi, que fez uma careta engraçada pelo esperma estar perto demais de seus olhos.


— Eu limpo pra você, Itachi-san. - Naruto se debruçou mais e lambeu o próprio sêmen, beijando Itachi em seguida.

— Puta que pariu, Naruto.


  O moreno o estocou com mais velocidade e se derramou dentro do cunhado. Naruto gemeu ofegante e rolou para o lado da cama.


— Caralho… isso foi muito bom. - Disse ofegante, em meio as risadas bobas.


    Itachi, que estava deitado ao lado de Naruto, direcionou o olhar para Sasuke que estava em pé, observando os dois com ares de risos. Levando em conta que ele era o único que não estava ofegante, deduziu que ele não tivesse atingido o orgasmo.


— Gozou?

— Dessa vez não, mas depois o Naruto cuida disso, né kitsune?

Naruto o olhou e sorriu, respirando com dificuldade.

— Vou tomar um banho, me dá dez minutos e eu venho te comer, tá?

— Sem pressa. - Deu uma piscadela para o loiro.


    Naruto levantou e caminhou para o banheiro.

  Itachi olhou para o irmão com curiosidade e não reprimiu o sorriso malicioso que nasceu em seus lábios.


— Não sabia que você também era passivo, otouto.

— Ás vezes sim. Naruto prefere ser, então eu deixo ele escolher o que quer no dia.

— Hum… - Itachi se sentou na cama e puxou Sasuke para o seu colo. - Sendo assim… - puxou o lábio inferior do caçula entre os dentes. - Posso te ajudar com esse probleminha, o que você acha?


    Segurou o pênis duro do irmão e começou a massageá-lo, em uma punheta ritmada.


— Niisan… isso é loucura. - Gemeu.

— Geme me chamando assim de novo, que eu te mostro o que é loucura.

— Ahhh niisan…


  Itachi se levantou e colocou o irmão de quatro na cama. Empurrou o tronco de Sasuke para baixo e o fez literalmente beijar os lençóis. Passou a língua pelas costas do caçula, sentindo o gosto salgado da pele e deslizou a língua até a fenda das nádegas. Lambeu o ânus do irmão com volúpia, sentindo o pênis ficar completamente duro novamente.

    Ergueu o corpo, vestiu o preservativo e terminou de prepará-lo para recebê-lo.

  Sasuke pediu que o irmão aguardasse um segundo e levantou, caminhando até a primeira gaveta da cômoda. Olhou em direção ao banheiro e pegou o lubrificante, oferecendo a Itachi. Voltou a ficar de quatro e sorriu com a cara que o irmão fez.


— Eu poderia tirar uma foto sua assim. Acho que é a cena mais erótica que eu já vi na vida.

Sasuke gargalhou e se empinou ainda mais.

— Vem niisan. Me come de uma vez.

    Itachi sorriu e se enterrou de uma única vez. Urrou inebriado pela sensação de ser devorado pelo o irmão caçula. A pressão no interior de Sasuke era tão grande, que ele cravava com força as unhas na cintura do irmão e arranhava as suas costas, tentando de alguma forma aplacar o tesão que sentia.


— Ahhh… niisan… você é tão gostoso.


  Itachi segurou os cabelos de Sasuke e o ergueu, apoiando a cabeça dele em seu ombro, enquanto o estocava cada vez mais forte. Os cabelos longos grudavam na pele devido ao suor, mas ele não conseguia soltar o corpo de Sasuke nem sequer para retirar o cabelo grudado em sua face.


— Você é tão gostoso… otouto… - Estocou mais forte e mordeu o ombro do irmão. - Você é uma delícia, Sasuke… puta que pariu.


   Sasuke levou a mão ao próprio pênis negligenciado e o massageou, intensificando o prazer que sentia. Ao notar isso, Itachi colocou a mão em cima da do irmão e começou a comandar o ritmo da punheta.


— Niisan, eu vou…


   Itachi sentiu o esperma do caçula molhar a sua mão e urrou rouco, enquanto se derramava dentro do irmão quase em sincronia.

  Sasuke apoiou a cabeça no ombro de Itachi e levou a mão para trás, puxando a cabeça dele para mais perto e o beijou com ternura.


— Amor, voltei. Demorei porque… - Naruto estancou na porta do banheiro enquanto observava aquela cena. - Caralho… vocês transaram?

  Itachi arregalou os olhos e olhou para o cunhado completamente em choque na porta do banheiro da suíte.

— Mano, vocês vão ir pro inferno de tobogã. - se abaixou e gargalhou, colocando a mão na barriga. - Kami-sama, eu, Naruto Uzumaki declaro que não tenho nada a ver com isso e peço que a senhora me poupe do fogo eterno. - Olhou pro céu em forma de prece.

— Vai te fuder, Naruto. - Itachi falou rindo e se afastou de Sasuke para ir tomar banho.

— Já me fudi suficiente hoje já. - Provocou e Itachi rolou os olhos em um falso mau humor.

    Naruto esperou o cunhado entrar no banheiro e caminhou até Sasuke, com um sorriso travesso no rosto.

— E aí, moreno? Como foi? Foi bom?

— Foi bom pra caralho. Mas porque você voltou para o banheiro aquela hora? - Perguntou confuso.

— Ah sei lá, vocês pareciam estar se divertindo e eu resolvi esperar vocês terminarem.

— Não ficou com ciúmes?

— Fiquei com tesão, isso sim. - Sorriu sapeca.

— Achei que você ficaria com ciúmes, por isso levantei para buscar o lubrificante. Quis dar um tempo para você aparecer.

— Eu sei. Mas quis te deixar a vontade. Sei o quanto você tinha curiosidade de transar com o Itachi. Acabamos realizando três fantasias em um dia só. Voyeurismo, dupla penetração e incesto.

— Vamos realmente queimar no inferno. - Sasuke sorriu contido e Naruto gargalhou.

— O importante é que você me fez feliz e eu te fiz feliz.

— Verdade. Obrigado por isso, amor. - Beijou o namorado e suspirou sentindo uma sensação boa no peito. Como amava aquele loiro maluco. - Mas agora, chega de fantasias por um tempo, tá bom?

— Então amor… sobre isso…

— Naruto… - Falou em tom de aviso e se levantou da cama. - Nem vem.

— Amor me ouve primeiro. A Ino me ligou ontem e…

— NARUTOOOOO!!!!

27 de Fevereiro de 2018 às 00:41 6 Denunciar Insira 21
Fim

Conheça o autor

Karol Karambola Apaixonada livros, filmes, séries e animes - Principalmente Naruto. A louca do yaoi. Pregadora da palavra dos deuses SasuNaruSasu / Shiita

Comentar algo

Publique!
Ana Tomlinson Ana Tomlinson
AAAAAAAAAAAAAA eu amei demaisssssssssssss <3 queria muito uma continuação :c
30 de Abril de 2018 às 21:35
Raylanny Alves Raylanny Alves
Minha historia preferida na vida? COM CERTEZA ♥
29 de Abril de 2018 às 15:34
Gabriela Sens Gabriela Sens
XUXU, TE ACHEI AQUI HEHEHEH AMOOOOOOOOOOO <3
6 de Março de 2018 às 07:28
Alice Alamo Alice Alamo
Olá! Notei que sua história é uma fanfic e, portanto, está na categoria errada do site. Fanfics devem ser postadas na categoria Fanfiction e os gêneros como romance, poesia, lgbt, etc, devem ser postados nas tags ;) Para alterar, basta ir em Editar configurações da história, ok?
3 de Março de 2018 às 18:38
Leticia Assuncao Leticia Assuncao
OMG!!!!! amei essa pwp!!!!!!! *----* ficou super perfeitaaaa xD asuhasuhasuhsa naruto masoquista completinho e ainda por cima levando sasuek pro "mau" caminho realizando os feitiches de ambos e,e asuhsauhauhsa amei de mais ♥♥
26 de Fevereiro de 2018 às 20:59

  • Karol  Karambola Karol Karambola
    Aaaaa que bom que curtiu mana. Naruto sempre convence o Sasuke ( Não é como se ele não gostasse afinal) kkkkkkkk Que bom que você curtiu, fiquei super feliz ❤️ 1 de Março de 2018 às 17:23
~